Posts Tagged ‘Borracha de Silicone Líquida’

Wacker apresenta novas linhas de borracha de silicone resistentes ao calor e sem necessidade de pós-cura na Expobor 2018

25/06/2018

A nova linha de silicone líquido foi desenvolvida para aplicações nos segmentos de cuidados com bebês, alimentos e médicos.

A Wacker, empresa química sediada em Munique (Alemanha), apresentará sua nova borracha sólida de silicone Elastosil® R plus 4350/55 na Expobor 2018. O material é uma borracha de silicone para a formulação de elastômeros de silicone resistentes ao calor. Segundo a empresa, a propriedade de destaque deste silicone extrudável com cura via adição é a sua alta resistência ao calor. Estabilizadores de calor permitem que esse silicone sólido resista a temperaturas de até 300°C por vários dias, sem modificações substanciais em sua elasticidade ou propriedades mecânicas, afirma a Wacker.

Segundo a empresa, as propriedades ótimas são obtidas em combinação com estabilizadores de calor da série Elastosil® Aux Stabilizer H, que são adicionados à borracha base. O tipo de estabilizador e a quantidade utilizada têm uma influência significativa nas propriedades térmicas da borracha curada.

Segundo a empresa, o Elastosil® R plus 4350/55 pode ser usado para fabricar tubos resistentes ao calor e perfis de vedação que resistem a temperaturas de até 300°C por vários dias, sem qualquer dano. A Wacker afirma que testes térmicos a 200°C e 300°C, respectivamente, mostraram que propriedades mecânicas importantes, como dureza e alongamento na ruptura, mudam muito pouco mesmo após 2.000 horas, ou seja, 80 dias. As especificações para produtos como perfis de vedação usados em fornos são claramente excedidos, garante a empresa.

Elastosil®LR 5040 para aplicações de cuidados com bebês, alimentos e segmento médico.

Também será apresentada a nova linha de borracha de silicone líquido Elastosil®LR 5040. Ela contém poucos componentes voláteis, o que torna a borracha de silicone líquido (LSR) compatível com as especificações regulamentares que regem as aplicações nos setores de cuidados com os bebês, alimentos e segmento médico, garante a empresa.

A Wacker afirma que o Elastosil®LR 5040 possui propriedades mecânicas muito boas após a cura, sem pós-tratamento térmico posterior. Portanto, em muitos casos, os processadores não precisam realizar pós-cura dos elastômeros de silicone após a vulcanização. Peças de borracha feitas de Elastosil® LR 5040 são translúcidas com uma ligeira tonalidade azul. Seu conteúdo volátil – sem pós-cura – é inferior a 0,5% em peso, afirma a empresa. Segundo a empresa, mesmo em seu estado não pós-curado, a borracha de silicone já exibe um alto nível de resistência ao rasgo, equivalente ao de um LSR de alta resistência com pós-cura. Como resultado, assegura a Wacker, ele pode suportar até mesmo altas tensões mecânicas, como pode ocorrer durante o uso de mamadeiras ou chupetas, por exemplo.

A Expobor será realizada em São Paulo, de 26 a 28 de junho. A Wacker estará expondo no Estande 2/3, corredores H/G.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Wacker

Curta nossa página no

Anúncios

Milacron demonstra soluções integradas para tecnologias de injeção, sopro, extrusão, câmara quente e moldes durante a NPE2018

08/06/2018

Durante a NPE2018 em Orlando, de 7 a 11 de maio, a Milacron preencheu o seu amplo stand de 1.700 metros quadrados com tecnologias e uma ampla gama de soluções para a indústria de processamento de plásticos, incluindo máquinas de injeção e extrusão Milacron, sistemas de controle e câmaras quentes Mold Masters, componentes e soluções para moldes DME, máquinas de moldagem por sopro Uniloy, tecnologias de co-injeção Kortec, soluções Milacron 4.0 IIoT e um forte foco nos serviços e suporte da Milacron.

O CEO da Milacron, Tom Goeke, disse: “A Milacron sempre gosta de se reconectar com clientes existentes e potenciais durante as feiras, mas há algo de especial sobre a feira NPE: estamos no “quintal” de nossos clientes na América do Norte e somos o maior fabricante norte-americano de máquinas para plásticos. A Milacron é uma empresa global, com filiais em todo o mundo, mas estamos equipados de forma única para atender a nossos clientes norte-americanos com excelente disponibilidade de peças, técnicos locais e tecnologias IIOT em um nível que nossos concorrentes não conseguem atingir simplesmente com suas subsidiárias locais na América do Norte ”.

Algumas das tecnologias demonstradas durante a NPE2018 no stand da Milacron incluem:

Células de trabalho de injetoras Milacron

Aplicação de Embalagem: Milacron-Fanuc Roboshot 500 – A maior tonelagem Roboshot de todos os tempos –

A nova Roboshot 500 tem uma opção de tonelagem aumentada de até 550 toneladas americanas (558 toneladas métricas) e é adequada para moldes maiores com espaçamento entre as colunas de 36,2 polegadas (91,94 cm). Segundo a empresa, a nova máquina não sacrifica nenhum dos pontos fortes do padrão Roboshot, tais como confiabilidade, o controle  do processo, a injeção de alta velocidade e a repetibilidade. Durante a feira, a Roboshot 500 esteve produzindo uma tampa de detergente em um molde de 24 cavidades, com tempo de ciclo de 6 segundos. A célula de moldagem tinha câmara quente com bicos valvulados e um sistema de controle de temperatura da câmara quente da Mold-Masters, além de componentes de molde DME.

Aplicação Automotiva – Milacron Maxima Performance (MPs) 600wp –

O Maxima Performance Series  se baseia na plataforma de duas placas Maxima. Segundo a Milacron, o Maxima Performance atende às demandas do mercado por maior desempenho, menor consumo de energia, precisão e flexibilidade. Esta plataforma está disponível na faixa de 500 a 1100 toneladas americanas (450 a 1000 toneladas métricas) e proporciona tempos de ciclo seco 33% mais rápidos e menos 35% de consumo de energia, afirma a empresa. O Maxima Performance 600wp estava equipada com o pacote de tecnologia “Core Back / Reverse Coining” da Milacron, no qual a peça é preenchida e depois o travamento é aberto para uma posição predefinida. A Milacron afirma que desenvolveu um processo que controla com precisão a posição de abertura e mantém o alinhamento, que é fundamental para manter as tolerâncias das peças, permitindo a passagem de gás (Mucell) pelo centro da peça sem romper a superfície. O processo de injeção com expansão de gás (Mucell) permite reduzir o peso da peça sem sacrificar a resistência estrutural e a precisão dimensional da peça. Este processo foi desenvolvido tendo em mente as aplicações automotivas para redução de peso. Durante a NPE2018, a célula de moldagem estava produzindo o bolso plástico do compartimento de mapas de uma porta de automóvel, pesando 825 gramas, em um molde de 1 cavidade com tecnologia MuCell da Trexel que colocava em destaque a redução de peso automotivo. Ao mesmo tempo, a tecnologia ROC Tool  fornecia aquecimento por indução diretamente na superfície da peça para obter um acabamento superior, crítico em aplicações de interiores automotivos. A célula contou com uma câmara quente e sistema de controle de temperatura da Mold Masters, e um robô Sepro de 5 eixos com trimmer, integrado nos controles da máquina, além de componentes de molde DME.

Célula de trabalho de máquina de sopro Uniloy

Aplicação médica – Uniloy IBS 85 com coinjeção Kortec Connect – Máquina de moldagem injeção sopro com tecnologia de barreira Kortec

A Série de Injeção Sopro Uniloy (IBS) inclui uma linha completa de sistemas de injeção sopro de 3 estações com forças de fechamento de 70 a 200 toneladas americanas (64-181 toneladas métricas), disponíveis com configuração hidráulica, híbrida ou totalmente elétrica. A tecnologia Uniloy também fornece o acabamento de gargalo com a alta tolerância exigida para muitas aplicações resistentes a crianças e sensíveis à violação. Para adicionar tecnologia de co-injeção a esta célula, a Milacron utilizou a recém-lançada oferta de produtos Kortec Connect. O sistema Uniloy IBS foi equipado com um sistema de câmara quente Kortec e uma unidade de injeção secundária Mold-Masters E-Multi para fornecer a camada de barreira. Os canais quentes de co-injeção Kortec permitem que duas resinas diferentes sejam combinadas em um único fluxo de 3 camadas. Duas correntes de fluxo são unidas em cada bico de co-injeção, resultando em uma única corrente de fluxo combinado de 3 camadas através de cada ponto de injeção nas cavidades do molde. O resultado é o controle total e a capacidade de personalização da colocação e espessura da camada de barreira. Durante a feira, a sopradora Uniloy IBS 85 esteve moldando uma garrafa de medicamentos de 4 cavidades, com peso de 7,5 gramas, utilizando tecnologia de barreira de Co-injeção Kortec em ciclos de 12 segundos.

Tecnologias de Câmara Quente Mould-Masters – Bioresinas

As câmaras quentes Master-Series representam mais de 50 anos de conhecimento e experiência. Com mais de 1.500.000 bicos em operação, eles encontram uma ampla gama de aplicações em todos os setores, incluindo bioresinas.

Segundo o fabricantes, os sistemas de câmara quente Mold Masters apresentam precisão e balanceamento térmico. Com os canais de fluxo abertos no contato bico / ponto de injeção, permite-se um fluxo e dispersão acelerados do material fundido, praticamente sem pontos mortos ou cegos, o que é crítico para eliminar a degradação, um desafio comum ao se processarem bioresinas.

As Bioresinas estão ganhando popularidade e, à medida que mais regiões e mercados, como as embalagens, incentivam e, em algumas circunstâncias, exigem o uso dessas bioresinas, será primordial a capacidade dos sistemas de câmara quente para processá-las. A Mold Masters afirma que a sua Master-Series tem sido extensivamente testada usando uma ampla variedade de bioresinas. Centenas de sistemas Master-Series já estão em operação processando bioresinas e produzindo peças de pequeno a médio porte em sistemas de bico único ou de várias cavidades, operando em vários mercados ao redor do mundo. No stand da Milacron, foram destacados vários estudos de caso durante a NPE2018.

Mold-Masters: Unidade de injeção secundária E-Multi – Solução de Moldagem Multi-shot agora disponível com recursos de Borracha de Silicone Líquida (LSR)

O E-Multi totalmente elétrico da Mold-Masters permite que injetoras existentes possam realizar moldagens com injeções múltiplas (multi-shot) e com múltiplos materiais, expandindo o potencial de suas operações. Segundo a empresa, a plataforma E-Multi é compatível com qualquer injetora e aplica-se a moldagens de precisão em qualquer indústria. O E-Multi tem mais de 2.000 configurações-padrão possíveis, de modo que é dimensionado para os requisitos exatos das aplicações, afirma a empresa. O E-Multi está agora disponível com recursos de LSR. O E-Multi foi apresentado em 2 células de trabalho no estande da Milacron.

DME – Componentes de Molde, Tecnologias e Suprimentos Industriais

DME TruCoolTM – Solução de resfriamento conformacional

O resfriamento conformacional TruCoolTM é projetado para maximizar a eficiência de resfriamento através da fabricação aditiva 3D com metais. Esta linha de produtos de resfriamento conformacional, com canais de resfriamento complexos se adequando à geometria da superfície da peça, fornece uma maior cobertura global de resfriamento, com distribuição uniforme, mantendo uma temperatura consistente direcionada e reduzindo os tempos de ciclo em até 60%, afirma a DME. A empresa anunciou três novos produtos e serviços para a linha TruCool. Em primeiro lugar, a DME Design Services, oferecendo serviços de projeto de molde a partir da experiência da empresa na fabricação de moldes, projeto de moldes, análise térmica e projeto de canais conformacionais. Em segundo lugar, os novos serviços e equipamentos pós-mercado da DME, que oferecem serviços de limpeza, diagnóstico e manutenção de canais de resfriamento, com capacidades para solucionar problemas, limpar e descalcificar os canais de água de resfriamento convencionais e conformacionais, afim de maximizar a vida útil e a eficiência de intrincados sistemas de resfriamento, através de um processo automatizado de circuito fechado, controlado por computador. Em terceiro lugar, a DME anunciou uma nova linha de componentes para resfriamento conformacional, incluindo pinos-macho, entradas e buchas de injeção.

Suprimentos Industriais DME

O portfolio de suprimentos industriais da Milacron-DME inclui marcas ​​como Dri-Air, Mokon, Parker, Slide, 3M, Bunting e outras. Seja na linha de equipamentos auxiliares, peças de máquinas, equipamentos para oficinas, sprays para moldes, suprimentos de refrigeração e aquecimento ou produtos de segurança, a Milacron-DME Industrial Supplies fornece um amplo conjunto de produtos para ajudar a melhorar o desempenho operacional e manter as instalações dos clientes em funcionamento correto e seguro. Os produtos estão globalmente disponíveis 24/7 através do Milacron eSTORE para dar suporte a toda a base de clientes da Milacron. Durante a feira, a DME deu destaque a vários novos produtos, incluindo o Controlador MoldVac, SMARTFLOW TRACERvm, equipamento de polimento ultra-sônico e pneumático, composto de purga Fresh StartTM, cortadores de galhos premium e novas mesas DME Mould Service. Na NPE, a Milacron-DME Industrial Supplies teve uma área de demonstração que incluiu demonstrações ao vivo e acesso prático para os visitantes.

Tecnologias de Extrusão de Milacron

Nova Extrusora de rosca única Milacron SV350

De acordo com a Milacron, a SV350 é uma extrusora robusta e flexível, com design prático capaz de atender às necessidades de fabricantes de tubos, perfis, chapas, fibras, fios e cabos. A SV350 está disponível para entrega rápida, em tamanhos que variam de 2,0 a 4,5 polegadas, na razão comprimento/diâmetro 24:1. A Milacron projeta e constrói internamente sistemas completos de extrusão, desde as extrusoras até cilindros de extrusão, roscas, cabeçotes, matrizes e equipamentos downstream.

Fonte: Milacron

Curta nossa página no

Nordson desenvolve unidade injetora completa para moldagem de Borracha de Silicone Líquida

20/05/2016

O conjunto LSR Xaloy® da Nordson inclui todos os componentes para mistura e medição controlada de ingredientes de borracha termofixa líquida e é resistente a corrosão e desgaste

Nordson_logoA Nordson Corporation desenvolveu um conjunto de unidade de injeção completa para moldagem de borracha de silicone líquida (LSR, na sigla em inglês), que, segundo a empresa, atende aos requisitos especiais de mistura e medição de ingredientes termofixos de baixa viscosidade e pode ser imediatamente montada em máquinas injetoras convencionais. A empresa apresentou este conjunto de inovação na Chinaplas 2016 (Estande W2-J01).

O conjunto LSR Xaloy® inclui cilindro, rosca, vedação, válvula e bico de injeção especialmente projetados, juntamente com outros componentes, quando necessário, como, por exemplo, um adaptador para tubo de alimentação. A Nordson recomenda este conjunto para fabricantes de vedações, gaxetas, almofadas amortecedoras, dispositivos médicos, itens para alimentação infantil, dispositivos eletrônicos robustos e utensílios de cozinha como frigideiras e espátulas.

Mark Colella, gerente de produtos globais da marca Xaloy, afirma que, por ser uma especialista na engenharia e fabricação de componentes de unidade de injeção, a Nordson pode desenvolver conjuntos personalizadas para atender a requisitos específicos.

“Os ingredientes líquidos de baixa viscosidade para trabalho com Borracha de Silicone Líquida impõem um conjunto muito diferente de requisitos para mistura e dosagem do que aqueles impostos por termoplásticos. A temperatura deve ser mantida abaixo do ponto de cura até que o material homogenizado chegue à cavidade do molde”, descreveu Colella. “Nosso conjunto LSR Xaloy atende a esses desafios únicos e ainda pode ser montada em uma máquina injetora convencional, através de uma conversão simples.”

Nordson_LSR

Os componentes do conjunto LSR Xaloy são:

● Rosca. Uma rosca de filete único resistente ao desgaste, com razão L/D de 12:1 a 14:1 C/D foi projetada para oferecer uma homogeneização otimizada do catalisador e agentes de reticulação sem aumentar a temperatura do composto.

● Cilindro. Com uma entrada de alimentação deslocada para frente e duas camisas de refrigeração soldadas, o cilindro foi projetado para uma baixa razão L/D e oferece o resfriamento intensivo necessário para manter o composto de LSR abaixo da temperatura de reticulação. A camada interna do cilindro é uma liga chamada Xaloy X-800® é uma liga baseada em níquel com carbeto de tungstênio, que oferece a resistência à abrasão e corrosão imposta por certos compostos LSR.

● Vedação traseira. É instalada no cilindro ou como um anel de vedação no colo da rosca

● Válvula anti-retorno. Uma válvula da Xaloy acionada por mola garante bloqueio imediata com componentes LSR de baixa viscosidade.

● Bico de injeção com vedação. Este componente é fornecido por uma empresa parceira que é uma fornecedora de longa data do setor de LSR.

A Nordson Polymer Processing Systems fornece aos clientes componentes projetados para fundir, homogeneizar, filtrar, medir e dar forma a plásticos e materiais de revestimento fluido. A Nordson Corporation aproveita a experiência da indústria de plásticos como um todo, obtida por meio de uma série de aquisições estratégicas, para oferecer um portfólio amplo e único das principais tecnologias do setor. A Nordson fornece uma ampla gama de produtos de precisão de fluxo fundido — desde roscas e cilindros para extrusão e molde para injeção a sistemas de filtragem, bombas e válvulas — para as matrizes de extrusão e sistemas de peletização a fim de atender às necessidades em constante evolução da indústria de polímeros.

Fonte: Martino Comm. / Assessoria de Imprensa Nordson

Curta nossa página no

Momentive lançou novos Elastômeros de Silicone durante a NPE2015

10/04/2015

MomentiveA empresa pioneira do silicone, Momentive Performance Materials Inc. (MPM), apresentou novas soluções avançadas em elastômeros de silicone durante a NPE 2015. Além de exibir uma nova borracha de silicone líquida, com baixa volatilidade e auto-lubrificação, a MPM destacou os avanços recentes em borrachas de silicone líquidas reforçadas com fibras e borrachas antiestáticas curadas pelo calor dentro das famílias de elastômeros Silopren e Silplus da empresa. Segundo a empresa, essas linhas de produtos têm gerado grande interesse entre os fabricantes de componentes que buscam soluções em materiais individuais para atender a múltiplos requisitos do projeto. “Estes novos produtos mostram o compromisso contínuo da Momentive com a inovação no mercado de elastômeros. Além disso, essas invenções vão continuar a ajudar os nossos clientes a resolver os desafios particulares de design que eles enfrentam no mercado global “, disse Tim Angle, diretor comercial da MPM Elastômeros para as Américas. A seguir está uma visão geral das inovações recentes.

Nova Borracha de Silicone líquida com baixa volatilidade e Autolubrificação

De acordo com a Momentive, o Silopren LSR 3376/50 apresenta níveis de voláteis muito baixos, sem pós-cura. Ele é projetado para ajudar os fabricantes de automóveis a obterem selagem em conectores elétricos que atendam a especificações de segurança cada vez mais rigorosas. O Silopren LSR 3376/50 é o primeiro produto na nova família de Borrachas de Silicone líquidas da MPM com baixa volatilidade e autolubrificação. Ele tem um teor de óleo de 3% e contém menos de 350 ppm de voláteis totais. O material tem, tipicamente, uma dureza nominal de 50 Shore A, uma baixa compressão de 16% e pode ser facilmente colorido, afirma a Momentive. Este produto de baixa volatilidade foi desenvolvido para atender às novas e rigorosas especificações globais para automóveis.

Borracha de Silicone líquida reforçada com fibra

As aplicações que exigem as características de borracha de silicone e a resistência do reforço com fibra – como pulseiras para dispositivos eletrônicos portáteis – podem obter esta combinação de propriedades mecânicas utilizando o material Silopren Matrix 70 da MPM reforçado com fibra, de acordo com a Momentive. Comparada com a Borracha de Silicone líquida padrão de mesma dureza, a Borracha de Silicone líquida reforçada com fibra demonstrou uma resistência à torção 30% maior e um módulo 100% maior, diz a empresa. Estas propriedades podem poupar os fabricantes do custo de incorporar uma camada de tecido aos seus produtos. O Silopren Matrix LSR exibe resistência à radiação UV e pode ser colorido para satisfazer a necessidades estéticas. Esses produtos também podem ser considerados para uso em algumas aplicações de saúde, tais como diafragmas ou eletrônicos vestíveis, segundo determinados regulamentos da FDA e ISO 10993.

Borrachas anti-estáticas curadas pelo calor

Os fabricantes que utilizam materiais com cargas de negro de fumo para remover estática enfrentam limites óbvios em relação à cor ou à translucência dos seuprodutos finais. A Momentive afirma que a sua borracha de silicone Silplus 30 AS anti-estática supera essas limitações. Sendo a primeira na categoria de produto Silplus anti-estático da MPM, esta borracha curada pelo calor pode reduzir cargas eletrostáticas e diminuir o acúmulo de poeira, tornando-a um candidato a ser considerado para uso em capas de teclado, teclas e botões elastoméricos e recursos de toque suave em dispositivos eletrônicos e outras aplicações de consumo, de acordo com a empresa. Aplicações de vedação também podem se beneficiar dessa borracha curada pelo calor (HCR). As suas propriedades de resistência e boa compressão produzem vedaçõess flexíveis e confiáveis, afirma a empresa.

A Momentive Performance Materials Inc. é uma líder global em silicones e materiais avançados, com uma herança de 75 anos. A Companhia oferece soluções baseadas na ciência, fazendo a ligação entre plataformas de tecnologia customizadas e oportunidades para os clientes.

Fonte: Momentive

Curta nossa página no

DSM e KACO desenvolvem tampa de virabrequim feita em poliamida 410 que reduz custos e peso

02/09/2013
dsm_kaco_1

Tampa de virabrequim fabricada em poliamida 4.10 da DSM para motores Volkswagen de próxima geração

A Royal DSM, juntamente com sua parceira especialista em componentes automotivos KACO, deram um passo importante para melhorar a eficiência no uso de combustível nos automóveis. As duas empresas desenvolveram uma tampa leve multifuncional de virabrequim em EcoPaXX® – uma poliamida 4.10 da DSM proveniente de fontes renováveis – para a mais recente geração de motores a diesel desenvolvidos pelo Grupo Volkswagen.

A tampa fabricada com poliamida incorpora vedações integrais em teflon (PTFE) e borracha de silicone líquida (LSR), assim como vários insertos metálicos. Ela será usada em uma nova plataforma modular MDB da Volkswagen para motores a diesel implementados nas suas marcas Audi, Seat, Škoda e VW. A Volkswagen, juntamente com todos os principais produtores de automóveis, está em constante busca por novas maneiras de aumentar a sustentabilidade de seus produtos, e a nova cobertura do virabrequim derivada de fontes renováveis é um bom exemplo das soluções que está implantando.

Segundo a DSM, quando comparados às tampas feitas em alumínio, os custos das tampas produzidas com a poliamida da DSM são consideravelmente mais baixos, em parte graças ao uso de uma célula de produção integrada totalmente automatizada para a fabricação do componente na KACO. O peso também foi reduzido consideravelmente, pois o EcoPaXX é 45% menos denso do que o alumínio.

De acordo com a DSM, o desenvolvimento representa um avanço significativo em termos de sustentabilidade, desde o momento da produção até o uso do veículo. A poliamida 410 EcoPaXX da DSM  é 70% derivada de fontes renováveis (óleo de mamona). A KACO utiliza a célula de produção energeticamente eficiente não só para moldar a tampa do virabrequim, mas também para integrar duas vedações separadas: a primeira, em PTFE, é colocada no molde por um robô, sendo o EcoPaXX moldado sobre ela;  a segunda, em LSR, é então moldada diretamente na peça usando um processo 2K. Isto resulta em uma redução de energia utilizada durante a produção, sem nenhum desperdício de material. Por fim, como a tampa do virabrequim pesa muito menos do que a sua versão em alumínio, o veículo funciona com mais eficiência, economizando combustível e reduzindo as emissões de dióxido de carbono ao longo de sua vida.

As tampas termoplásticas de virabrequim ainda são incomuns, sendo que as poliamidas 6 ou a 66 são o material de preferência. A especificação dimensional muito rígida da versão VW, assim como as cargas elevadas que a tampa tem que suportar, tornaram particularamente severo o desafio de produzir a peça em termoplástico. Segundo a DSM, a empresa enfrentou o desafio, juntamente com a KACO, graças ao desempenho excepcional da sua poliamida 4.10 – propriedades mecânicas muito boas a elevadas temperaturas, combinadas com uma excelente tenacidade fazem dele um material ideal para o alto desempenho requerido durante o uso em condições extremas. As habilidades da KACO em integrar vedações estáticas e dinâmicas na peça de uma forma inteligente também foram um fator chave para o sucesso.

Andreas Genesius, chefe de Gestão de Projetos da KACO, ressalta a importância do processo de produção livre de resíduos “A peça sai da célula de injeção pronta para ser montada no bloco do motor”, diz ele. “Não é necessário fazer nenhum corte ou remoção de aparas. Através de uma abordagem holística em relação ao design e à produção de peças automotivas, estamos contribuindo para o progresso tecnológico sustentável, sem comprometer o desempenho ou a competitividade da peça”.

Genesius acrescenta que a chave para o sucesso do lançamento da tampa do virabrequim, após um período de desenvolvimento extremamente curto, foi o trabalho estratégico conjunto com os principais parceiros, incluindo a DSM, nas áreas de design de peças, desenvolvimento de material, design de processo e combinação de diferentes materiais.

A tampa do virabrequim é uma obra-prima de projeto de engenharia. A orientação das fibras, o número e a posição dos pontos de injeção e a concepção e integração dos vários insertos foram otimizados para minimizar o empenamento e garantir vedações rigorosas entre a tampa e o bloco do motor e o cárter de óleo. A tampa também tem que resistir ao aperto dos parafusos de fixação no bloco do motor e no cárter (cada um dos quais é construído com tolerâncias diferentes), bem como de ferramentas utilizadas para fixar a posição da correia de FEAD (Front End Accessory Drive). Com as suas excelentes propriedades mecânicas, o EcoPaXX proporcionou uma resposta para estas exigências, afirma a DSM.

Fonte: DSM

Curta nossa página no