Posts Tagged ‘Baterias’

Wacker inaugura Centro de Competência Global para materiais de interface térmica à base de silicone em Xangai (China)

22/09/2020

22-Setembro-2020 – Em 16 de setembro,o grupo químico Wacker, com sede em Munique, abriu um Centro de Competência Global para materiais de interface térmica em Xangai, China. O novo laboratório está localizado na sede da empresa na China, no Caohejing High-Tech Park. Ele conduzirá pesquisa fundamental para desenvolver novos produtos e soluções de interface térmica à base de silicone para o mercado de veículos elétricos, bem como para as indústrias de eletrônicos de consumo e telecomunicações.

Na última década, os materiais de interface térmica (TIM) têm sido um dos segmentos de crescimento mais rápido no mundo no mercado de materiais, com uma taxa média composta de crescimento anual e mais de seis por cento. Sendo amplamente utilizado em computadores pessoais, eletrônicos de consumo, indústria automotiva e de telecomunicações, espera-se que a demanda por TIMs à base de silicone cresça continuamente, à medida que a densidade de energia está aumentando exponencialmente e os sistemas de gerenciamento térmico se tornam cada vez mais importantes.

Dispositivos eletrônicos e baterias geram uma grande quantidade de calor que afeta suas funcionalidades e vidas úteis, o que pode levar a falhas graves. O gerenciamento térmico eficiente é, portanto, cada vez mais essencial. “Para melhorar o gerenciamento térmico dos componentes, a indústria está cada vez mais se voltando para materiais dissipadores de calor”, diz Christian Gimber, chefe de Silicones de Engenharia da divisão de silicone da Wacker. “Nossos silicones termicamente condutores podem ser processados ​​de forma muito eficiente e também atendem aos rígidos e crescentes requisitos de segurança e confiabilidade impostos pelas indústrias automotiva e eletrônica.”

Leia mais informações (em inglês) em http://www.brazilianplastics.com/edicao00/04_2020.html

Curta nossa página no

Solvay dobra capacidade de produção de polímero PVDF para fabricação de baterias de lítio

24/12/2019

Polímero especial PDVF da Solvay é utilizado principalmente em baterias para veículos elétricos

A Solvay está reforçando sua atividade no mercado de baterias de íons de lítio por meio da duplicação de sua capacidade de produção do polímero Solef PVDF (fluoreto de polivinilideno), em sua unidade de produção em Changshu, na China.

Este projeto apoia a recém-anunciada estratégia de crescimento da companhia, denominada GROW, que se focaliza no investimento em soluções sustentáveis de forte crescimento na área de materiais avançados. A nova unidade deverá iniciar a produção no primeiro semestre de 2022.

Segundo a empresa, a mobilidade sustentável está estimulando uma demanda com crescimento de dois dígitos para o polímero Solef PVDF em aplicações de baterias de íon de lítio para veículos elétricos, em especial na Ásia, que é atualmente o maior mercado desses produtos.

Segundo a Solvay, as soluções e o pipeline de inovação da empresa no Solef PVDF ajudarão seus clientes a otimizar a eficiência do armazenamento de energia, aumentando a densidade, a segurança e a potência da bateria. Outras aplicações em crescimento incluem tubos e revestimentos de petróleo e gás offshore, semicondutores de alta pureza e membranas para purificação de água.

“A decisão da Solvay de aumentar a capacidade do Solef PVDF em Changshu, após nosso recente anúncio de aumento da capacidade na Europa, comprova nosso compromisso contínuo de atender às necessidades de nossos clientes em todo o mundo”, disse Augusto Di Donfrancesco, membro do Comitê-Executivo da Solvay.

Recentemente, a Aliança Mundial para Soluções Eficientes, criada pela Fundação Solar Impulse, reconheceu o valor do Solef PVDF como uma solução sustentável (e lucrativa) para um meio ambiente mais limpo.

A Solvay é uma empresa de materiais avançados e de especialidades químicas. Seus produtos e soluções são utilizados em aviões, automóveis, dispositivos inteligentes e instrumentos médicos, baterias, na extração de minerais e petróleo, entre outras aplicações. A Solvay tem sede em Bruxelas e emprega 24.500 pessoas em 61 países. As vendas líquidas pro forma foram de € 10,3 bilhões em 2018, com uma margem de EBITDA de 22%. No Brasil, a Solvay também atua com a marca Rhodia.

Curta nossa página no