Posts Tagged ‘Barreira’

Terphane apresenta filme transparente com propriedade de altíssima barreira

20/12/2018

Segundo a empresa, o seu CBR é um excelente substituto ao EVOH, com vantagens técnicas e ambientais.

Globalmente existe uma forte tendência de demanda por filmes que oferecem altíssima barreira para embalagens plásticas flexíveis, mantendo uma boa transparência. Isto porque o consumidor exige, cada vez mais, um produto com suas propriedades mantidas inalteradas e prefere enxergar o que está comprando. Para atender a esta crescente demanda e contribuir positivamente para um posicionamento mais transparente de produtos e marcas, a Terphane, empresa líder em filmes PET (poliéster), disponibiliza o Terphane CBR, um filme de poliéster que, segundo a empresa, proporciona excelente barreira e transparência a estruturas de embalagens flexíveis.

O Terphane CBR dispensa a coextrusão com EVOH, o uso de recobrimento ou de PVOH, garante a Terphane. Ele possui tratamento Corona na face oposta à camada barreira e foi desenvolvido para proporcionar ao convertedor de embalagens uma boa estabilidade nos processos de impressão e de laminação, além de oferecer ao usuário final uma embalagem que atenda às necessidades de barreira transparente estável a gases, afirma a empresa. “Sem dúvida, o CBR é um filme que confere ao produto uma excelente apresentação em termos de embalagem”, comenta Flávia Silveira, Desenvolvimento de Negócios da Terphane.

Outros importantes atributos do filme CBR mencionados pela Terphane:

· barreira a gases, aromas e gorduras;
· propriedades mecânicas e ópticas, uniformidade de espessura, estabilidade dimensional e térmica;
· alto desempenho nos processos de conversão;
· tratamento nas duas faces, o que permite ancoragem de tintas (processos de rotogravura e flexografia), adesivos e vernizes;
· disponibilidade na espessura de 12 micra.

O Terphane CBR é aprovado pelas normas brasileiras e internacionais para o contato direto com alimentos. “Mas realmente o grande apelo é a alta barreira em um filme de apenas 12 micra, o que o torna um material ambientalmente positivo”, lembra Flávia. Segundo a especialista, por suas características o CBR é indicado para embalagens de massas frescas, queijos, nozes e castanhas, ração animal, maionese e produtos com atmosfera modificada (ATM). Outro importante diferencial mencionado pela Terphane é que, por sua alta transparência, o filme permite a produção de embalagens com janelas que criam um atrativo no ponto de venda, permitindo que o consumidor final visualize o produto, constatando sua qualidade, e possa monitorar quando ele estiver acabando.

Quando laminado a uma camada selante de PE (polietileno) ou de PP (polipropileno), os resultados de permeabilidade se completam, pois, o filme atua como barreira a oxigênio e a camada selante, como barreira à umidade.

Desde a sua fundação em 1976, a Terphane concentra-se no desenvolvimento de tecnologias e processos de fabricação de filmes especiais de poliéster biorientado (BOPET). A empresa se destaca ainda por uma cadeia verticalizada que vai desde a produção da resina até a extrusão de filmes especiais. Esta característica garante um desempenho único aos filmes Terphane e a coloca como líder de mercado na América Latina. A Terphane faz parte do grupo industrial norte-americano Tredegar.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Terphane

Curta nossa página no </

Anúncios

Linha de produtos de PBT da BASF proporciona barreira de oxigênio para embalagens e cápsulas de café

10/12/2017

A BASF está expandindo sua linha de produtos de contato com alimento da classe de PBT – poli(tereftalato de butileno). Segundo a empresa, o seu Ultradur® Barrier apresenta um desempenho superior em relação à transmissão de oxigênio. Houve um grande interesse quando a BASF apresentou seu primeiro PBT para cápsulas de café, no final de 2014, já que o produto oferecia vantagens em comparação às soluções existentes. Como diferencial, afirma a BASF, combinava excelentes propriedades de barreira e preservação do aroma, sem precisar de qualquer revestimento adicional complexo, afirma a BASF.

Afirma a BASF que o seu o inovador Ultradur® Barrier é baseado em um método totalmente novo que melhora as propriedades de barreira de oxigênio para peças de parede fina moldadas por injeção, em conformidade com os regulamentos FC (EU10/2011). Os resultados de diferentes testes independentes foram iguais: os valores da Taxa de Transmissão de Oxigênio (OTR) estão abaixo do limite de quantização, segundo os padrões de teste ISO 15105-2/DIN 53380-3.

O nome Barrier (barreira) reflete a excelente pontuação nos testes, onde o valor da OTR (em [cm³/(m² *dia*atm)]) medido ficou abaixo de 0,10 (medido em amostras de placa de 1mm), afirma a empresa. Segundo Simon Kniesel, Desenvolvimento de Produto de Plásticos de Engenharia da BASF, “o Ultradur Barrier oferece uma qualidade de barreira inigualável na moldagem de camada única por injeção, superando até mesmo as soluções PP/EVOH/PP multicamadas usadas para cápsulas de café. Esse é um grande passo à frente, que permite que nossos clientes ofereçam soluções de embalagem estanque a oxigênio para os donos da marca e uma experiência superior de aroma para os consumidores finais”.

As aplicações-alvo do Ultradur® Barrier são cápsulas de café, embalagem de alimentos e cosméticos

Além de uma OTR excepcionalmente baixa, o produto oferece boas propriedades de barreira contra o vapor de água, óleo mineral e aroma, garante a BASF. Também apresenta boas propriedades organolépticas, o que significa que não afeta o gosto e sabor. Sua resistência química contra hidrocarbonetos torna o produto atraente para a indústria de cosméticos. Por ser uma solução de camada única, não precisa de revestimento adicional ou de embalagem secundária, afirma a empresa.

No caso de cores diferentes, por exemplo, para indicar claramente os sabores do café, a divisão BASF Color Solutions oferece lotes mestres de corante, fabricados especialmente para o material Ultradur® FC, também com certificados de contato com alimento.

“Os mercados alvos são as indústrias de cápsulas de café, onde reduzir a transmissão de oxigênio é um requisito importante, assim como outras indústrias de embalagem de alimentos e a indústria de cosméticos. Estamos muito animados em conversar com os especialistas desses setores sobre a aplicação de nosso Ultradur® Barrier em seus mercados”, afirma Jens Müller, do Marketing de Segmento para Embalagem na Europa, Oriente Médio e África, na Divisão de Materiais da Performance da BASF.

Fonte: Basf

Curta nossa página no