Posts Tagged ‘Assentos’

Ford é a primeira montadora a usar CO2 para desenvolver espumas e plásticos para veículos

25/05/2016

Ford_CO2

  • A Ford é o primeiro fabricante de automóveis a desenvolver espumas e plásticos utilizando dióxido de carbono capturado para a sua linha de veículos; utilização prevista inclui uso em assentos e aplicações no compartimento do motor
  • Espumas formuladas com polióis com até 50 por cento de CO2 poderiam reduzir o uso de petróleo em mais de 270 mil toneladas por ano
  • Pesquisadores da Ford prevêem que os novos materiais entrem em veículos de produção dentro de cinco anos; objetivos futuros incluem o desenvolvimento de outros materiais plásticos usando carbono capturado para ajudar a reduzir ainda mais a necessidade de plásticos à base de combustíveis fósseis

A Ford Motor Company é o primeiro fabricante de automóveis a formular e testar novos componentes de espuma e plástico usando o dióxido de carbono como matéria-prima. Os pesquisadores tem a expectativa de que os novos materiais sejam usados em veículos de produção da Ford dentro de cinco anos.

Formulada com polióis à base de até 50 por cento de CO2, a espuma tem se mostrado promissora à medida que atende aos rigorosos padrões de testes automotivos. Pode ser utilizada em assentos e aplicações do compartimento do motor, reduzindo potencialmente o uso de petróleo em mais de 270 mil toneladas por ano – o suficiente para encher cerca de 35.000 lares americanos. A espuma derivada de CO2 irá reduzir ainda mais o uso de combustíveis fósseis em veículos da Ford e aumentar a presença de espumas sustentáveis nas linhas globais da montadora.

“A Ford está trabalhando agressivamente para reduzir o seu impacto ambiental, reduzindo o uso de plásticos e espumas à base de petróleo”, disse Debbie Mielewski, líder técnico sênior de sustentabilidade da Ford. “Esta tecnologia é emocionante porque contribui para a resolução de um problema aparentemente insuperável – a mudança climática. Estamos entusiasmados por estar liderando uma iniciativa para reduzir as emissões de carbono e os efeitos da mudança climática. “

As emissões de carbono e as alterações climáticas são uma preocupação crescente de líderes mundiais à medida que um impressionanete número de mais de mil toneladas de gás carbônico por segundo são liberados para a atmosfera ao redor do mundo. A fabricação de plástico é responsável por quase 4 por cento do uso de petróleo no mundo, de acordo com a Federação Britânica de Plásticos. Pesquisadores da Ford estão esperançosos de que os passos iniciais da empresa para uso do carbono capturado de forma inovadora irão ajudar a alcançar as metas de longo prazo para reduzir o aquecimento global recentemente estabelecidas no Acordo de Paris da ONU.

Durante quase duas décadas, os pesquisadores da Ford vem trabalhando com sucesso no desenvolvimento de materiais sustentáveis para os produtos da empresa. Na América do Norte, espuma de soja está presente em todos os veículos Ford. Fibras de coco são parte do forro do porta malas. Pneus reciclados e soja estão presentes em juntas do espelho; camisas recicladas e jeans transformam-se em carpete; e garrafas plásticas recicladas tornaram-se o tecido REPREVE, utilizado na F-150 2016.

A Ford começou a trabalhar com várias empresas, fornecedores e universidades em 2013 para encontrar aplicações para CO2 capturado. Entre eles está a Novomer – uma empresa sediada em Nova York que utiliza dióxido de carbono capturado de plantas industriais para produzir materiais inovadores. Através de um sistema de conversões, a Novomer produz um polímero que pode ser formulado em uma variedade de materiais, incluindo espuma e plástico que são facilmente recicláveis.

“A Novomer está animada com o trabalho pioneiro que a Ford concluiu com nossos polióis Converge®, à base de CO2 “, disse Peter Shepard, diretor de negócios da Novomer. “É necessário que empresas arrojadas e inovadoras como a Ford habilitem novas tecnologias a se tornarem produtos mainstream.”

Fonte: Ford

Curta nossa página no

Anúncios

Radici Plastics fornece poliamida para componentes de assentos de Arenas dos Jogos Olímpicos de 2016

08/03/2016

Radici_olimpiadasA Radici Plastics, um dos lideres mundiais na produção de plásticos de engenharia, é a fornecedora para componentes dos assentos de 5 Arenas Olímpicas.

Assim como ocorreu em 8 arenas na Copa do Mundo de 2014, a fábrica brasileira da Radici Plastics é a responsável por fornecer a matéria prima para o suporte de fixação, braços e articulação dos assentos que estarão presentes em 5 Arenas dos Jogos Olímpicos Rio 2016: Handebol, Hóquei sobre grama, Tiro Esportivo, Parque Aquático e Arena da Juventude.

O produto utilizado é o RADIFLAM® S PA6 com fibra de vidro, que, segundo à empresa, garante à peça resistência mecânica, propriedades antichama, resistência à exposição prolongada aos raios UV e outras condições climáticas severas, respeitando as normas rígidas solicitadas pelo Comitê Olímpico Internacional. A gama Radiflam® inclui tecnopolímeros termoplásticos autoextinguíveis à base de poliamida e poliéster, apropriados para aplicações de segurança, nas quais é requerida a resistência à propagação da chama.

“Segundo Jane Campos, CEO América do Sul da Radici Plastics, este é um reconhecimento por todo um trabalho que realizado há 19 anos no Brasil.

Os produtos desta linha observam os critérios de classificação V-0, segundo o ensaio de inflamabilidade UL 94, e a grande maioria dos graus comercialmente disponíveis são certificados pela UL – Underwriters Laboratories e relacionados no Yellow Card, afirma a empresa.

A RadiciGroup é um importante fabricante de poliamida e plásticos de engenharia para aplicações em muitas indústrias tais como: Automobilística – Elétrica e Eletrônicos – Técnico Industrial – Mobiliário – Bens de Consumo – Esportiva – Alimentícia. Com unidades de produção estrategicamente localizadas na Itália, Alemanha, Brasil, Estados Unidos, México, China e Índia, a RadiciGroup Plastics oferece processamento, controle de qualidade, pesquisa e desenvolvimento e apoio ao desenvolvimento tecnológico. Uma ampla rede de unidades de venda – de forte presença na Itália, Alemanha, França, Espanha, Grã-Bretanha, EUA, Brasil, China e Índia -– faz a RadiciGroup Plastics uma organização global, capaz de suprir as necessidades de seus clientes em todo o mundo.

Fonte – Assessoria de Imprensa (Radici Group)

Curta nossa página no

Faurecia e Rhodia aliam as suas forças de inovação para desenvolver componentes estruturais leves para assentos automotivos

19/05/2011

A Faurecia, líder no fornecimento de componentes e soluções de engenharia automotiva, e a Rhodia, líder no desenvolvimento e produção de especialidades químicas, estão unindo esforços para desenvolver uma nova geração de conjunto de componentes estruturais inovadores e leves para assentos de veículos, utilizando plásticos de engenharia de alto desempenho à base de poliamida.

 As duas empresas trabalham juntas desde novembro de 2009 e reforçaram a sua parceria mediante a assinatura de um protocolo de desenvolvimento conjunto em fevereiro deste ano. Este acordo tem por principal objetivo desenvolver uma gama de componentes para assentos utilizando Technyl® SI da Rhodia, um composto de poliamida de ‘superimpacto’ patenteado e inovador, projetado para satisfazer as necessidades de resistência a impacto em peças de utilização intensa.

 O acordo alia o avançado know-how em design de assentos da Faurecia e a tecnologia de plásticos de engenharia da Rhodia, reforçada pelo seu know-how único em simulação preditiva avançada e design de peças.

 “A Faurecia trabalha com materiais inovadores – desenvolvidos pela Rhodia – e conceitos estruturais de assentos, com vista a ultrapassar os grandes desafios colocados à indústria automotiva para a fabricação de veículos mais leves. A Faurecia definiu uma visão, uma estratégia e um programa claros para reduzir o peso dos assentos dos automóveis. Esta parceria deverá ajudar os construtores a cumprir os regulamentos mundiais cada vez mais exigentes sobre emissões,” afirmou Patrick Koller, Vice-Presidente Executivo de Faurecia Automotive Seating.

 “Este projeto de co-inovação com um líder mundial de componentes automotivos representa um passo importante para a introdução de materiais avançados de poliamida como uma alternativa ao aço em aplicações estruturais para automóveis. Este avanço foi conseguido graças ao know-how complementar de ambas as partes e a um intenso trabalho de equipe”, acrescentou François Hincker, presidente da Rhodia Plásticos de Engenharia.

 As estruturas de assentos concebidas em parceria pela Faurecia e pela Rhodia encontram-se atualmente em fase avançada de desenvolvimento, estando a produção em série prevista para 2014. Para além deste marco importante, as duas empresas irão estender a sua colaboração a novas soluções inovadoras, de forma a responder às necessidades dos fabricantes de veículos em termos de soluções mais leves.

 Sobre a Faurecia

A Faurecia ocupa a sexta posição mundial no fornecimento de equipamentos automotivos, sendo especializada em quatro grandes atividades chave: assentos automotivos, tecnologias de controle de emissões, sistemas de interior e sistemas de exterior de automotivos. Em 2010, o Grupo registrou vendas totais no valor de 13,8 bilhões de euros. Emprega 75 000 pessoas em 33 países e possui 238 unidades de produção e 38 centros de I&D.

Sobre a Rhodia

A Rhodia é um grupo químico internacional fortemente engajado no Desenvolvimento Sustentável.  Estruturada em 11 unidades globais de negócios, agrupadas em cinco business clusters, a Rhodia é parceira dos maiores líderes mundiais das indústrias: automotiva, eletroeletrônica, aromas e fragrâncias, saúde, mercados de cuidados pessoais e domésticos, bens de consumo e mercados industriais. O Grupo emprega 14 000 pessoas em todo o mundo e obteve faturamento de 5,23 bilhões de euros em 2010.

Fonte: Rhodia