Posts Tagged ‘AMUT-Wortex’

Grupo Comi firma parceria com Amut-Wortex e traz para o Brasil tecnologia em termoformadoras e usinagem para diversos segmentos da indústria

02/07/2015

ReduzidaO Brasil está na rota de crescimento do Grupo Comi, empresa italiana líder no mercado de termoformadoras e máquinas de usinagem. A partir da Itália, a Comi exporta 90% da sua produção para o mercado mundial. “Encontramos na AMUT-Wortex o parceiro ideal para tornar realidade a manufatura e distribuição dos nossos produtos”, afirma Michele Cormons, gerente regional de vendas – Brasil, do Grupo Comi.

Na planta de Campinas (SP), novos equipamentos da Comi serão integrados à linha de produção da AMUT-Wortex para atender diversos segmentos da indústria.

Destaque para a termoformadora modelo LaborForma T-1000, mono-estação, que permite a plastificação e moldagem de peças para atender diversos segmentos da indústria; e o Centro de Usinagem a 5 eixos, modelo LaborCut, máquina versátil e com ampla gama de configurações, adequada para a usinagem de materiais compósitos e plásticos.

Todas as máquinas são projetadas de acordo com os padrões internacionais mais restritivos em termos de segurança para o operador e proteção do meio ambiente

Termoformadora LaborForma T-1000

Com uma ampla gama de aplicações, a termoformadora mono-estação LaborForma T-1000 permite a plastificação e moldagem de peças para atender diversos segmentos da indústria, que vão de utensílios domésticos, móveis, veículos leves, pesados e aeronaves até embalagens para movimentação interna de peças e componentes, entre outros itens que possam ser moldados.

“A termoformadora foi desenvolvida para fabricar chapas plásticas em ABS, HIPS, PP PMMA e PVC. A máquina opera com bobinas de até 1 mm (materiais rígidos) e ou acima de 1mm (materiais flexíveis)”, explica Cormons.

Totalmente elétrica, a máquina opera com alimentação automática do carrinho para a plastificação, moldagem, formação e extração da peça. O operador alimenta o carrinho com chapas e retira a peça moldada, após a extração e retirada. É possível o uso de moldes positivos ou negativos.

Centro de Usinagem CNC

O Centro de Usinagem Labor Mix, modelo LaborCut 2515-1T5A, é uma unidade a 5 eixos, projetado para usinagem de plásticos e materiais compostos.  Ideal para “aparar”, o CNC também pode ser utilizado para usinar com pequenos moldes e/ou modelos, conforme a configuração do cabeçote de trabalho. Atende, especialmente, as necessidades de produção de fabricantes de eletrodomésticos, móveis, hospitalar, automotivo e náutico.

Sobre a Comi: Fundada em 1973, a COMI SpA é uma empresa italiana que nasceu originalmente com o objetivo de projetar e fabricar máquinas de termoformagem, especificamente para o setor frigorífico. Hoje, a gama de produção do Grupo Comi é composta por máquinas de termoformagem, prensas para plásticos e compostos, centros de usinagem (CNC), máquinas de corte à jato de água CNC e máquinas de corte a laser CNC. A marca é reconhecida em todo o mundo, não somente no setor de frigorífico, mas também nas indústrias automotiva, aeroespacial, compostos e sanitários. Mais informações: http://www.comispa.it

Sobre a Amut: Atuando há quase 60 anos na Itália, com sede em Novara, a AMUT é considerada pioneira em linhas de extrusão, para a produção de chapas, perfis, tubos, granulação em polímeros plásticos e também compostos plástico/pó de madeira (WPC), utilizados nos setores de construção, embalagem, eletrodomésticos, moveleiro, automotivo, médico e agrícola. É líder mundial na produção de equipamentos para termoformagem, cast film e plantas para reciclagem de plásticos, lixo urbano e industrial. Mais informações: http://www.amut.it/en/

Sobre a Wortex: Fundada em 1976, na cidade de Campinas (SP), a Wortex é uma empresa 100% nacional que possui uma história marcada pelo pioneirismo na indústria plástica, fabricando equipamentos para extrusão, reciclagem, acessórios, moinhos, roscas e cilindros. A Wortex é líder no mercado brasileiro, e seu sucesso comprova-se através de uma imensa gama de projetos já desenvolvidos e pela alta qualidade nas soluções adotadas. Mais informações: http://www.wortex.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa Amut-Wortex

Curta nossa página no

Anúncios

Amut-Wortex apresenta sua nova linha de extrusão de rosca dupla para fabricação de tubos de PVC

03/06/2014

Amut_WortexA indústria de transformação de plástico nacional tem, a partir de agora, uma nova linha de extrusão de rosca dupla para fabricação de tubos de PVC, desenvolvida pela Amut-Wortex nas novas instalações, em Campinas (SP). Com investimentos de R$ 4 milhões, que envolvem a ampliação da fábrica e aquisição de maquinários, o grupo italiano Amut acredita no potencial do Brasil e na alta capacidade tecnológica e de produção da Wortex para expandir seus negócios.

“A partir da Itália, a AMUT exporta 90% da sua produção para os mercados europeu, norte-americano e asiático. Encontramos na Wortex o parceiro ideal para tornar realidade a manufatura e distribuição dos nossos produtos, a exemplo, desta linha de extrusão com dupla rosca contra-rotante com produção simultânea de dois tubos, ideal para produção de tubos pequenos e médios para os setores da construção”, explica Angelo Milani, diretor comercial da Amut.

Com uma ampla gama de aplicações, o PVC é usado principalmente na construção civil, em redes de distribuição de água e esgoto, irrigação, conduítes entre outros. A nova extrusora tem capacidade para produzir de 600 a 700kg/hora de tubos de PVC com diâmetros que vão de 20 a 125 mm. Entretanto, a Amut-Wortex está capacitada para produzir tubos de PVC de até 1,20m de diâmetro, de polietileno até 1,60m e vários outros tipos de tubos para aplicações para a indústria médica, automobilística, etc.

Atualmente, a Amut-Wortex tem um corpo de colaboradores, formado por engenheiros, equipe comercial e assistência técnica. A nova fábrica da empresa em Campinas possui instalações de 3,5 mil m². A meta é aumentar para 6 mil m² até o início de 2015.

Intercâmbio Brasil-Itália

A Wortex iniciou, em abril de 2013, junto ao grupo italiano Amut, uma joint-venture que está trazendo para a indústria de transformação de plástico nacional mais inovação tecnológica e investimentos para o setor.

De acordo com o diretor da Wortex, Paolo De Filippis, os produtos que a Amut-Wortex se propõe a fabricar aqui terão índice de nacionalização dentro dos parâmetros requeridos pelo BNDES para enquadramento ao FINAME. Trata-se de um intercâmbio, no qual a empresa italiana está transferindo tecnologia para produção de chapas, tubos, termoformadoras e equipamentos para reciclagem, principalmente de material pet, tecnologia esta que complementa as linhas de reciclagem já fabricadas pela Wortex.

Fonte: Wortex

Curta nossa página no