Posts Tagged ‘Adesivos’

Novo adesivo concentrado da Dow para laminação permite redução do uso de energia

27/07/2017

A Dow acaba de lançar seu mais recente adesivo para laminação Adcote™ L805 A/C (High Solids). Segundo a empresa, ele é um adesivo base solvente de alto desempenho e com alto conteúdo de sólidos, que possibilita aumentar a produtividade e a eficiência e, ao mesmo, tempo reduzir o consumo de energia, trazendo menor custo como resultado final. O adesivo é ideal na produção de embalagens que necessitam de alta resistência térmica, tais como alimentos envasados a quente à base de tomate e maioneses, ou alta resistência química, como cloro e outros produtos de limpeza, afirma a Dow. Além disso, ele é livre de BPA (Bisfenol A) e provado pela Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, além de cumprir a regulação europeia.

De acordo com a empresa, esses benefícios são possíveis devido ao seu alto conteúdo de sólidos, que reduz a quantidade de solvente em sua formulação em relação aos produtos existentes no mercado. A Dow asssegura que o Adcote™ L 805 A/C possibilita uma formulação com 15% a 20% menos solvente na composição do adesivo. Segundo o fabricante, outros benefícios proporcionados pelo alto conteúdo de sólidos são:

  • Aumento na velocidade de aplicação, que pode superar 350 m/min;
  • Aumento da produtividade na máquina, pois contém menos solvente para secar;
  • Uma das melhores resistências térmicas e químicas do mercado;
  • Redução do consumo de energia;
  • Menor emissão de Compostos Orgânicos Voláteis (VOC);
  • Mais competitivo economicamente.

“Estamos oferecendo um produto mais concentrado e com alto teor de sólidos, o que ajuda a tornar o processo de produção da embalagem mais sustentável do ponto de vista ambiental, social e econômico, pois reduz a emissão de compostos orgânicos voláteis, garante a segurança da embalagem de produtos agressivos ou envasados a quente e é mais econômico em função da maior produtividade no processo de laminação”, afirma Yasmin Gomez, gerente de Marketing de Adesivos para Embalagens na América Latina.

Segundo a Dow, estudos e testes realizados pela empresas mostram que em uma embalagem de café cujo desafio era manter as cores e brilho numa alta velocidade e com grande quantidade de tinta, o Adcote™ 805 A/C trouxe resultados significativos: a velocidade de laminação atingida aumentou de 90m/min para 350m/min e a temperatura de secagem que era entre 85°C e 95°C foi reduzida para 75°C a 85°C.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no

Dow e Adecol apresentaram resultados de adesivo premium na Feira K, na Alemanha

27/10/2016

adecol-dow-k2016

A Dow, empresa do setor químico, e a Adecol, empresa paulista fabricante de adesivos industriais, se uniram para trazer ao mercado de embalagens de supercongelados, bebidas e cartuchos plastificados uma inovação em adesivos: o Performelt CQ-4135.  Segundo a Dow, a solução, baseada na tecnologia AFFINITY™ da empresa, é capaz de reduzir em 30% os custos de desenvolvimento quando comparado às opções disponíveis no mercado já que proporciona maior velocidade de empacotamento e menor desperdício. Este caso de sucesso de colaboração entre Dow e Adecol foi apresentado durante a Feira K, o maior evento de plásticos do mundo e que acontece na Alemanha.

Para viabilizar a inovação e possibilitar à Adecol o fornecimento de um adesivo com desempenho técnico aprimorado, a Dow empregou uma tecnologia inovadora no mercado de adesivos utilizada no Performelt CQ-4135, o AFFINITY™ GA. A nova resina oferece melhor estabilidade térmica e menor oxidação da formulação adesiva. Entre os benefícios associados estão o menor desgaste e temperatura de aplicação mais baixa, além de demandar manutenções menos frequentes, o que também colabora para a redução final de custos de até 30%, afirma a Dow.

Os adesivos Hot Melt possuem um potencial de crescimento no mercado global e a Dow está sempre em contato com os clientes para entender suas necessidades. Assim, o desenvolvimento do Performelt CQ-4135, busca oferecer a este mercado crescente uma solução que atenda às demandas por maior segurança alimentar, melhor destaque na gôndola, redução de custo e sustentabilidade, ao diminuir o consumo energético, de água e de matérias-primas. Assim, o adesivo Performelt CQ-4135 é resultado do conhecimento científico da Dow e sua tecnologia, aliado à interpretação que a Adecol realizou das necessidades do mercado, considerando o clima e as principais características das indústrias nacionais.

“O resultado positivo obtido pela Adecol com o uso na nossa tecnologia AFFINITY™GA, é mais um exemplo do modelo de trabalho em colaboração adotado pela Dow com seus clientes com o objetivo de acelerar a inovação para o mercado”, diz Carlos Echague, gerente de Marketing de Elastômeros para a América Latina. “Acreditamos que, por meio destas parcerias, possamos expandir nossa atuação no mercado de adesivos fomentando o desenvolvimento do setor”.

Segundo a Dow, a nova tecnologia permite elaborar embalagens de cartuchos com diversas características de tratamento e propiciando melhor acabamento e fixação. Com isso, a Adecol busca ampliar o alcance da sua linha de adesivos e trazer aos clientes um diferencial de alta qualidade em Hot Melt. “Nós dividimos nossas expectativas com a Dow que aceitou o desafio. Trabalhando em conjunto para atingir o objetivo de desenvolver um adesivo com o melhor desempenho possível para uma ampla gama de aplicações em embalagens”, afirma Ana Julia Kiss, diretora Industrial da Adecol.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no

Solvay e Boeing estendem contrato de fornecimento de materiais leves avançados para aviões de grande porte

08/03/2016

Solvay_BoeingO Grupo Solvay e a Boeing Company anunciaram que prolongaram até 2020 o contrato de fornecimento de materiais adesivos e compósitos estruturais de alto desempenho usados na fabricação de aviões de grande porte para passageiros, tais como os atuais 737, 747 e 777 e os futuros B787, 737 MAX e 777X.

Com a recente aquisição da Cytec, o Grupo Solvay se tornou o segundo maior fabricante mundial destes materiais e compósitos para a indústria aeroespacial/aeronáutica. A recém-criada Unidade Global de Negócios Composite Materials da Solvay fornece materiais leves tecnologicamente avançados que atendem aos requisitos de fabricantes da indústria aeroespacial/aeronáutica na redução do consumo de combustível, emissões de CO2 e tempo de manutenção, assegura a empresa.

“Nossas tecnologias de compósitos proporcionam o equilíbrio adequado entre desempenho sustentável e competitividade para atender às crescentes necessidades da indústria”, disse Jean-Pierre Clamadieu, CEO da Solvay. “Estamos ansiosos para ter uma relação contínua e mutuamente benéfica com a Boeing.”

O prolongamento do contrato prevê o atendimento a iniciativas de fornecedores específicos da Boeing, além de permitir o uso de produtos da Solvay existentes ou em desenvolvimento, identificados como de alto potencial.

O Grupo Solvay fornece uma gama de produtos para aplicações estruturais primárias e secundárias em flaps, portas, carenagens e asas. Estes produtos incluem revestimentos, adesivos e pré-impregnados CYCOM® que garantem alta resistência e força, bem como ajudam nos projetos feitos sob medida para reduzir custos e tempo de produção, uma vez que oferecem excelente reprodutibilidade de processo, afirma a Solvay.

Fonte – Assessoria de Imprensa (Solvay)

Curta nossa página no

Arkema lança adesivo extrudável para laminação em alta velocidade de filmes de impressão reversa

21/12/2015

Novo adesivo completa a linha de adesivos da Arkema projetados para a laminação de filmes para embalagens difíceis e complexos, tais como filmes de barreira de oxigênio usados para salgadinhos e ração animal

arkema-pacote-salgadinhoProdutores de filmes flexíveis estão enfrentando mais e mais desafios ao projetar novas embalagens flexíveis, mantendo a alta produtividade com economia de materiais na produção. É bem conhecido na indústria que os filmes de impressão reversa são extremamente difíceis de se unirem em estruturas de múltiplas camadas e podem requerer passos adicionais, tais como o uso de primers ou ainda redução da velocidade da linha.

Segundo a Arkema, ao evitar tanto o uso de primers como reduções drásticas na velocidade, o adesivo Lotader® 4613 permite economia significativa de custos. Além disso, afirma a empresa, o novo adesivo Lotader® 4613 pode ser extrudado a temperaturas até 20° C mais baixas do que a geração anterior do Lotader® 4503, resultando, consequentemente em economias de energia. Graças a um processo de produção que aprimora as suas propriedades adesivas, o Lotader® 4613 é capaz de unir de filmes de impressão reversa sem primers a filmes metalizados em uma velocidade de laminação que não poderia ser alcançada antes com a geração anterior do Lotader® 4503, assegura a Arkema. A empresa divulgou também dados comparativos do desempenho e propriedades do produto.

Comparação do desempenho do Lotader® 4613 com a geração anterior de adesivo Lotader® extrudável

Arkema_tabela

Comparação das propriedades técnicas do Lotader® 4613 com a geração anterior de adesivo Lotader® extrudável

Arkema-Tabela-2

De acordo com a Arkema, os transformadores que usam o adesivo Lotader® 4613 podem escolher entreArkema_batatinha a possibilidade de aumentar a resistência da união entre os filmes laminados ou aumentar a sua produtividade, mantendo uma força de ligação aceitável. A temperatura de fusão do adesivo Lotader® 4613, próxima a 100° C, permite uma melhor resistência térmica da estrutura da embalagem final.

O adesivo Lotader® 4613 completa a gama de adesivos da Arkema para laminação por extrusão:

– Lotader® 4503: adesivo mais versatil de uso geral em filmes diversos.
– Lotader® 3210:adesivo de uso geral em filmes mais complexos e de difícil adesão (Ex:foil).
– Lotader® 4210: adesivo concentrado de uso geral para ser misturado com LDPE (aceita diluição de até 20%).
– Lotader® 3410 e Lotader® 3430: concentrados de alto desempenho para ser misturado com LDPE.

A linha da Arkema de terpolímeros reativos Lotader® e copolímeros de acrilato Lotryl® oferece uma ampla gama de soluções para a indústria de embalagens flexíveis.

Fonte: Arkema

Curta nossa página no

Clariant lança conjunto de ferramentas para hot melts

09/09/2015
As ceras Licocene oferecem equilíbrio entre adesão e coesão para hot melts (foto: Clariant)

As ceras Licocene oferecem equilíbrio entre adesão e coesão para hot melts (foto: Clariant)

•    Segundo a empresa, as soluções para hot melts produzem formulações finais com excelente coesão e adesão, com menos uso de resina e mais processamento sustentável
•    O conjunto de ferramentas personalizado e com diretrizes de formulação oferece opções fáceis para novas formulações

A Clariant, uma das empresas líderes mundiais em especialidades químicas, criou um conjunto de ferramentas para os formuladores desenvolverem hot melts com desempenho e para qualquer necessidade, empregando um processamento sustentável. O conjunto inclui os sistemas Licocene à base de polímeros metalocênicos, além de diretrizes de formulação.

As soluções Licocene Performance apresentam baixo peso molecular, porém alta resistência mecânica, afirma a Clariant. Para adesivos hot melt, essas soluções são valorizadas por fornecer um equilíbrio entre adesão e coesão. O perfil otimizado de viscosidade de Licocene, em particular, alcança as propriedades desejadas mesmo em baixas temperaturas de processamento, segundo a fabricante. Uma estabilidade térmica ótima significa menos carbonização, ausência de geleificação e maior produtividade, graças ao reduzido tempo de inatividade para limpeza e ao maior rendimento, em razão da sua baixa densidade, complementa a Clariant.

Outras soluções aprimoradas com Licocene oferecem a possibilidade de aumentar a adesão, a fim de auxiliar os formuladores a adotarem uma resina menos pegajosa em adesivos hot melt à base de PE e PP.

Para atender à demanda por polímeros metalocênicos (Licocene Performance), que cresce continuamente desde o seu lançamento, em 2006, a Clariant está aumentando sua capacidade de produção em 50% em suas instalações no parque industrial Frankfurt-Höchst, na Alemanha. A capacidade adicional deve entrar em operação no primeiro trimestre de 2016.

“As soluções Licocene Performance oferecem um conjunto completo de ferramentas para desenvolver hot melts aprimorados, para qualquer necessidade. Os sistemas Licocene são muito eficientes, pois permitem aos formuladores fazer mais com menos, aumentando sua produtividade e economizando recursos. Nós utilizamos monômeros de propileno e etileno para garantir a disponibilidade de matérias-primas adequadas para o futuro; assim, nossos clientes podem otimizar seu processamento e suas formulações finais durante anos”, comenta Oliver Kinkel, Diretor da Business Unit Additives, da Clariant.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Clariant

Curta nossa página no

COIM lança novo adesivo da linha Sem Solvente

31/07/2015

COIMA COIM – Chimica Organica Industriale Milanese, fabricante italiana de especialidades químicas com planta localizada em Vinhedo, interior de São Paulo, lançou um novo adesivo durante a feira FISPAL, que aconteceu de 23 a 26 de junho no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo-SP. O Novacote SF 5419 + CA 5516 faz parte da linha Sem Solvente da marca.

Segundo a empresa, o novo produto tem como principais características não formar névoa, espalhando-se facilmente durante a aplicação; possuir alta resistência ao rasgo, ideal para filmes PE/PE que são submetidos ao manuseio e estocagem; ter reação de cura imediata, propiciando o corte da bobina em poucas horas (entre 6 e 12 horas); possuir baixa viscosidade, permitindo a aplicação a baixas temperaturas, além de não causar sangramento de tinta, seja ela aplicada por rotogravura ou flexografia, otimizando custos, prazos e qualidade.

Dessa forma, segundo o gerente de desenvolvimento da COIM, Carlos Gandolphi, o Novacote SF 5419 + CA 5516 é considerado um adesivo de média a alta performance, atendendo a uma extensa gama de laminados. “As estruturas laminadas com o SF 5419 + CA 5516 apresentam excelente força de laminação final. Em estruturas transparentes, o produto apresenta resistência ao processo de fervura e pasteurização, bem como envase de produtos agressivos”, afirma Gandolphi.

A COIM (Chimica Organica Industriale Milanese) é uma empresa de origem italiana especializada em policondensação (ester), poliadição (poliuretanos) e fabricação de especialidades químicas. Fundada em 1962, em Milão, a empresa foi a primeira da Itália a produzir peróxidos orgânicos. Possui unidades fabris na Itália, Brasil, Estados Unidos, Índia e Cingapura, além dos Centros de Pesquisa na Itália, França, Inglaterra, Alemanha e Brasil.

Fonte: Assesoria de Imprensa – COIM

Curta nossa página no

COIM firma importantes parcerias na Feiplastic 2015

22/04/2015

Empresa italiana apresenta também quatro linhas de produtos no seu stand

coimA COIM – Chimica Organica Industriale Milanese, fabricante de especialidades químicas localizada em Vinhedo, interior de São Paulo, participa da edição 2015 da Feiplastic. A empresa apresentará seus produtos das linhas Novacote (adesivos para laminação de embalagens flexíveis), Imuthane (elastômeros de PU), Laripur e Laricol (TPU’s).

A empresa italiana também aproveitará o momento para oficializar importantes parcerias. A primeira delas é com a marca americana NDC Technologies, responsável por desenvolver o leitor de gramatura – equipamento que lê a quantidade real de adesivo aplicado online (g/m2) no ato da laminação, podendo ser corrigido durante o processo, de modo a evitar perdas e prejuízos.

Já a segunda parceria é com a empresa Gomatech, no fornecimento de dosadores de alta qualidade e segurança. “Contamos com o apoio dessas marcas para auxiliar nossos clientes a obterem produtos de excelência, gerando a eles um grande potencial competitivo”, declara José Paulo Victorio, presidente da COIM Brasil (www.coimgroup.com.br).

Além de mostrar todo o seu portfólio de produtos para o público, a empresa, que participa pela primeira vez da maior feira da América Latina no setor de plástico, também espera ampliar a carteira de clientes durante o evento.

Serviço:
Feiplastic 2015
4 a 8 de maio
Das 11h às 20h
Anhembi – São Paulo-SP
Estande: A500

Curta nossa página no

Fitas adesivas de baixa emissão são apresentadas por empresa suíça ATP na NPE 2015, em Orlando

11/04/2015

ATP_adhesivesCom sede na Suíça e com produção na Alemanha, a ATP Adhesive Systems se especializou no desenvolvimento e produção de especialidades em fitas e filmes para a indústria automotiva, sem solventes, sensíveis à pressão e ativados pelo calor.

A ATP anunciou uma gama sob medida de fitas e filmes adesivos de baixa emissão que são capazes de aderir uma ampla variedade de materiais utilizados na produção de componentes para automóveis, incluindo:

– Isolamento acústico
– Vedações e juntas
– Componentes eletrônicos e sensores
– Guarnições decorativas
– Painéis de porta
Headliners

Derek Bamborough, Gerente de Tecnologia e Desenvolvimento de Aplicações, explicou que “o alvo do novo desenvolvimento é atingir o mais amplo espectro de desempenho em aderência e, ao mesmo tempo,  conseguir as mais baixas emissões adesivas possíveis.

O Chefe de Suporte de Aplicações, Gerhard Fuchs, explicou que, “com base em nossos adesivos sob medida, somos capazes de oferecer aos nossos clientes uma escolha do material-suporte, da cobertura e da dimensão da fita e, onde for necessário, customizar os produtos para atender às suas necessidades individuais”. A ATP tem capacidade para produzir revestimentos de até 2.200 milímetros de largura e a versatilidade para produzir uma ampla gama de revestimentos padronizados ou personalizados.

Substratos típicos ligados por meio de adesivos de ATP incluem:

– Plásticos, incluindo, ABS, PC, PP, PE, PVC.
– Metais e substratos com revestimento pintados ou em pó
– Têxteis e tecidos
– Substratos de espuma incluindo, PU, ​​PE, PVC, PVC/nitrílica, EPDM, Neoprene.

Além disso, a ATP anunciou em julho de 2014 um novo investimento significativo de aprox. € 20 milhões para a sua unidade de produção em Mihla / Buchenau. Este investimento inclui a construção de uma unidade de produção e armazenagem com um novo edifício de 12.000m², juntamente com 860 m² complexo de escritórios. O ponto focal da nova fábrica será a nova linha de revestimentos de 70 m de comprimento, no estado-da-arte, com fabricação em ar limpo, permitindo à ATP oferecer fitas adesivas com aparência óptica de alta qualidade, segundo a empresa. O Diretor Daniel Heini explicou que “a nova unidade de produção irá criar entre 50 a 60 novos postos de trabalho para pessoal altamente treinado e, além disso, a ATP continuará oferecendo vagas de trainees para iniciantes.”

Fonte: ATP

Curta nossa página no

Dow destaca importância de adesivos apropriados para embalagens retornáveis

16/08/2013

Aplicação do adesivo correto na estrutura das embalagens flexíveis contribui para oferecer as propriedades demandadas por diversos segmentos

O rápido crescimento das embalagens flexíveis em substituição aos envases de lata criou novas demandas e hoje as embalagens retornáveis são uma opção que tem conquistado um espaço importante em muitos setores, principalmente no de alimentos. E em cada segmento, a aplicação do adesivo correto na estrutura da embalagem é fundamental para garantir os atributos necessários para suprir as diferentes demandas. Sendo assim, a Dow ressalta a escolha de soluções que podem garantir o melhor desempenho das embalagens retornáveis.

Entre os segmentos que hoje apresentam muitas oportunidades para as embalagens flexíveis estão os pet food, sopas, molhos, carnes, peixes, massas e arroz. Para todos eles, as principais tendências das embalagens retornáveis são a simplificação das estruturas (eliminação de AI); a versatilidade de formatos e acessórios (zípers, bicos, stand up pouches, pillow pouches); e a conveniência (fácil abertura, possibilidade de ir ao microondas).

As novas soluções em adesivos que foram criadas para acompanhar o desenvolvimento dessas características incrementam a força de adesão das embalagens retornáveis. Alguns adesivos fornecidos pela Dow permitem, por exemplo, que a estrutura resista às altas temperaturas necessárias para cozinhar o alimento dentro da embalagem.

Recentemente, a Dow abordou o tema em seminário realizado pela Associação Salvadorenha da Indústria do Plástico, em El Salvador. “Hoje em dia, o consumidor espera que as embalagens promovam praticidade e conveniência com baixo custo e que propiciem o consumo sustentável. Alinhar todos esses desafios é função dos fornecedores da cadeia e a integração de cada propriedade é a melhor estratégia para atingirmos nosso objetivo de oferecer aos donos de marca o melhor desempenho para suas embalagens”, afirma Andres Salgado, Gerente de Marketing de Adesivos e Materiais Funcionais para a América Latina da Dow.

Fonte: Dow

Curta nossa página no

Coim Brasil conclui expansão de fábrica de Adesivos e Selantes para embalagens flexíveis

04/06/2013

Capacidade de produção aumentou em aproximadamente 30% e empresa consolida a liderança na América Latina em Adesivos e Selantes para embalagens flexíveis

A Coim Brasil, empresa localizada em Vinhedo/SP, anunciou a conclusão da expansão feita em sua planta. O investimento foi da ordem de  R$10 milhões e com isso, o faturamento tem potencial para aumentar em 20 a 30%, assim como sua capacidade de produção. Além disso, a empresa passa consolida a liderança  no segmento de adesivos para embalagens flexíveis na América Latina.

A fábrica conta com equipamentos de última geração e únicos no país, que possuem uma tecnologia de alto controle de processos online, o que garante excelente qualidade e risco zero de problemas de contaminação de produtos. “Com essas mudanças conquistamos novos clientes e trouxemos inovação para o mercado de embalagens flexíveis”, afirma o CEO José Paulo Victorio, da Coim Brasil.

Sobre a Coim Brasil: Fundada em 1962, a COIM é especializada em policondensação (ester), poliadição (poliuretanos) e outras especialidades químicas. Possui capacidade de produção de 48 mil toneladas/ano em seu complexo industrial de diferentes linhas de produtos para mais de 25 diferentes aplicações no mercado. Neste ano, a empresa comemora 15 anos de atuação no Brasil e 50 anos no total.  A empresa possui fábricas localizadas na Itália, Alemanha, Cingapura, Estados Unidos e Brasil.

Fonte: Coim Brasil

Curta nossa página no

Dow apresenta soluções inovadoras e sustentáveis na Feiplastic

10/04/2013

feiplastic

Companhia reforça compromisso de desenvolver e oferecer ao mercado brasileiro soluções inovadoras e sustentáveis para os reais desafios da cadeia de valor do plástico

A unidade de negócios de Plásticos de Performance da Dow investe continuamente em Pesquisa e Desenvolvimento para oferecer soluções e polímeros de alto desempenho que atendam às demandas de diferentes segmentos de mercado e aplicações. Durante a Feiplastic 2013 – Feira Internacional do Plástico, que acontece de 20 a 24 de maio, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, diversas soluções inovadoras para os mercados de alimentos e bebidas, higiene, medicina e cuidados pessoais, limpeza, logística, agrícola entre outros, serão apresentadas pela Companhia.

Neste ano, a Dow leva para os visitantes o desafio de unir a cadeia em busca de soluções para otimizar recursos, melhorar performances, aumentar o desempenho de processos e oferecer características diferenciadas ao produto final. “A Dow participa da Feiplastic como uma provedora de soluções diferenciadas para a indústria, focando em aspectos de desempenho, eficiência e sustentabilidade para toda cadeia”, detalha Letícia Jensen, diretora de vendas para Plásticos de Performance para o Brasil. “Oferecemos excelente nível de serviços e novas tecnologias que fortalecem a diferenciação e o crescimento dos nossos clientes e parceiros”, completa Letícia.

Entre as soluções que estarão expostas estão:

Nova Plataforma de produtos

A Dow apresentará este ano uma nova família de resinas de polietileno de baixa densidade linear (PEBDL) que foi desenvolvida na América Latina, e combina a processabilidade do polietileno de baixa densidade (PEBD) com as propriedades mecânicas e selagem das resinas de PEBDL.

Essa tecnologia inovadora e patenteada pela Dow possibilita, por exemplo, maior estabilidade do processo de extrusão, resultando no aumento de produtividade e das propriedades mecânicas, e menor necessidade do uso de PEBD em blendas, com potencial de redução de espessura.

Entre as aplicações que podem ser beneficiadas com esta tecnologia estão os filmes termoencolhíveis, filmes agrícolas, silobolsas e sacaria industrial, entre outras aplicações.

Embalagens flexíveis

Alinhada às necessidades do mercado, a Dow lança uma nova resina de PEBDL com coeficiente de fricção (CoF) controlado e excelentes óticas, permitindo maior produtividade no processo de empacotamento e melhor visual das embalagens. CoF controlado e propriedades óticas superiores são uns dos atributos mais solicitados pelos convertedores de filmes para empacotamento automático e filmes para laminação.

Entre outras soluções inovadoras que a Companhia traz para o mercado de plásticos está o filme Diamanto™, uma tecnologia que combina rigidez, brilho e transparência e se configura como uma alternativa para substituir filmes de cPP e BOPP. Para termoformagem flexível, também há estruturas ricas em polietileno que possibilitam o crescimento desse tipo de embalagem em diversos mercados.

No setor de embalagens flexíveis para o mercado de líquidos, a Dow apresenta uma novidade que desafia os limites do segmento: ela é ideal para o mercado de food service e permite consumo total do produto evitando desperdícios, além de apresentar menor volume para transporte e descarte, quando comparada às embalagens rígidas tradicionais. Além disso, parcerias inéditas permitem trazer a solução completa, que inclui resina, fabricação e sistemas de enchimento. As vantagens beneficiam uma ampla gama de aplicações para os setores de alimentos, tintas, lubrificantes, logístico e outros.

Mais um destaque é o stand up pouch 100% PE, uma embalagem patenteada pela Dow, confeccionada com uma estrutura de filme totalmente de polietileno em substituição a filmes multimateriais e que tem como sua principal vantagem sua fácil reciclabilidade.

Para proporcionar embalagens flexíveis ainda mais leves, destaca-se ainda a tecnologia de microfoaming (microespumado), que propicia a fabricação de filmes com menor peso, reduzindo assim, o impacto da embalagem.

Higiene e Medicina

Para atender às demandas que impulsionam o mercado de higiene e medicina, entre os destaques do setor está a resina de fibra ASPUN™. Este material à base de polietileno é utilizado na produção de fibras e não-tecidos aplicados em artigos higiênicos e médicos descartáveis. O ASPUN confere aos produtos um toque ultra macio e suave, que se traduz em extraordinário conforto ao usuário, além de excelente processabilidade, garantindo produtos altamente diferenciados aos donos de marcas. Atualmente, a Dow é lider de mercado com as resinas ASPUN como referência na aplicação em fibra bicomponente na Europa e Estados Unidos. Na América Latina, a solução que a Dow traz para o mercado são as novas resinas ASPUN para aplicação em fibra monocomponente, que considera a força do parque industrial da região e métricas de sustentabilidade, já que o desafio é atender com um único material a requerimentos técnicos específicos da aplicação (capacidade de fiação, resistência à abrasão, processamento limpo, etc) somados a uma suavidade sem precendentes. Reciclabilidade e potencial redução de espessura do produto final também são considerados na nova solução.

Desde 2012 a Dow está comprometida com o segmento de medicina oferecendo os polímeros HEALTH+™ desenvolvidos para embalagens médicas como as utilizadas para soluções parenterais de pequeno, médio e grande volume. Os polímeros HEALTH+™ foram especialmente concebidos para conferir as seguintes garantias: qualidade do produto; conformidade com as regulamentações; compromisso com fornecimento acompanhado de suporte e assistência técnica.

As inovações da Dow no mercado de higiene continuam. A Companhia lança durante a Feiplastic as resinas AGILITY™ para filmes backsheet utilizados na fabricação de fraldas e absorventes femininos. Convertedores podem usufruir de melhoria nos níveis de produção, além de propriedades mecânicas superiores (maior rigidez e tenacidade) que possibilitam redução de espessura do filme, um processo mais robusto e garantia de integridade do filme no processo de produção do produto final.

Unitização

Para o setor logístico, a Dow promove o Stretch Hood, tecnologia para paletização que tem apresentado globalmente o maior percentual de crescimento (11% ao ano) do mercado dos filmes plásticos para embalagens secundárias e terciárias. Essa tecnologia tem sido utilizada principalmente em produtos para a construção civil (sacos de cimento), linha branca e ensacados (sacaria de produtos químicos e petroquímicos).

Adesivos

Entre os adesivos, a adesão rápida é um atrativo. Com o More-Free 980/CR-85, um adesivo sem solventes de médio desempenho, é possível reduzir o tempo de espera entre os cortes das estruturas em até 40%. O produto apresenta resistência química ao calor mais alta que a de produtos padrão e funciona muito bem em estruturas que incluem filmes de alumínio, PET e filmes metalizados. Ideal para reduzir o tempo de entrega de estruturas complexas de Stand Up Pouches, muitas vezes utilizadas na embalagem de substâncias agressivas.

Para rótulos de vinho, a novidade é o adesivo Robond PS-68AR, sensível à pressão que combina melhor maquinabilidade, boa resistência à água gelada e um equilíbrio peel/shear adequado que permite posicionar fácil e corretamente o rótulo na garrafa sem risco de cair. O adesivo Robond PS-68AR é a combinação perfeita para atender aos requisitos dos engarrafadores.

Fonte: Dow – Assessoria de Imprensa

Curta nossa página no

Parceria entre Braskem e DuPont cria nova linha de produtos com polietileno derivado de cana-de-acúcar

18/11/2012

Resinas adesivas e modificadores de polímeros adesivos passarão a utilizar o plástico de origem renovável

A DuPont Packaging & Industrial Polymers (DuPont) anunciou o lançamento de uma nova linha de resinas adesivas e modificadores de polímeros em parceria com a Braskem, maior produtora de resinas das Américas e líder mundial na produção de biopolímeros, ampliando assim suas linhas de resinas DuPontT Bynel® e DuPontT Fusabond®. Os produtos foram desenvolvidos para igualar ou superar o desempenho de seus equivalentes derivados de petróleo, além de complementar a crescente carteira de soluções da DuPont visando maior sustentabilidade. Os produtos são ainda totalmente recicláveis através das atuais redes de reciclagem de polietileno (PE).

Através da parceria, anunciada oficialmente na European Bioplastics Conference, em Berlim, na Alemanha, a DuPont empregará o PE de fonte renovável da Braskem na produção de alternativas substitutivas às resinas adesivas e modificadores de polímeros de origem fóssil. Assim, usuários poderão atingir melhores indicadores ambientais sem alterar os níveis de desempenho ou processabilidade dos produtos.

O polietileno desenvolvido pela Braskem utiliza o etanol renovável produzido a partir da cana-de-açúcar em substituição a materiais com base em petróleo. O polietileno “verde” oferece um impacto ambiental positivo em relação ao polietileno com base em petróleo, já que captura e sequestra CO2 da atmosfera ao longo da sua cadeia produtiva.

“Estes dois materiais possuem inúmeras aplicações em diversas indústrias,” diz Shanna Moore, diretora global de sustentabilidade da DuPont Packaging & Industrial Polymers. “Estamos comprometidos em auxiliar os clientes a atingirem seus objetivos, visando oferecer maior sustentabilidade em seus produtos. Através de nossos esforços dedicados de pesquisa e desenvolvimento e parcerias como essa com a Braskem, podemos atender com sucesso os desejos de nossos clientes de reduzir sua pegada de carbono”, ressalta.

“A Braskem está empenhada em transformar o desenvolvimento das linhas Bynel® e Fusabond® em uma parceria longa e frutífera com a DuPont”, diz Marcelo Nunes, diretor de Químicos Renováveis da Braskem. “Sabemos que a utilização de biopolímeros em produtos voltados para a indústria de filmes e embalagens multicamadas é uma tendência e os negócios crescerão bastante”.

O compromisso da Braskem com o meio ambiente e sua abordagem à produção sustentável atraiu a DuPont, já que ambas as empresas incluem fortes compromissos ambientais em suas missões. A DuPont possui vasto conhecimento em embalagem multicamadas e na formulação de compostos de polímeros. Tal conhecimento, combinado com novos materiais, permitirá maior penetração de polímeros de fontes renováveis em estruturas mais sofisticadas.

As resinas adesivas de coextrusão DuPontT Bynel®, geralmente chamadas de tie layers, ajudam fabricantes de embalagem a melhorarem suas barreiras, vedação de calor e outras funções em estruturas multicamadas como filmes, garrafas, tubos e folhas termoformáveis. A DuPont oferece à indústria de embalagens a maior variedade disponível destas resinas especializadas. Com os novos grades de origem renovável, a empresa pretende ajudar fabricantes de filmes e embalagens multicamadas que passaram a utilizar o polietileno verde da Braskem a aumentar o conteúdo de material renovável em suas estruturas.

As resinas na linha de produtos DuPontT Fusabond® são polímeros modificados que foram desenvolvidos para facilitar a combinação de polímeros diferentes utilizados em compostos endurecidos, preenchidos ou misturados. Assim como a família de produtos Bynel®, a DuPont oferece uma ampla variedade de produtos para melhor se adaptar às demandas de aplicações específicas. Entre as possíveis aplicações de grades de origem renovável da linha Fusabond® estão o seu uso em compostos de madeira/plástico, compostos de amido/PE e compostos de fibra de vidro/PE, nos quais a utilização de um modificador de base renovável aumenta significativamente a porcentagem de material renovável na estrutura.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no

Dow Elastômeros lança dois produtos inovadores da família de Elastômeros Poliolefínicos para Adesivos Hot Melt

28/08/2012

Novos grades oferecem desempenho aprimorado para substratos de difícil adesão e maior flexibilidade de formulação

A Dow Elastômeros, unidade de negócios da The Dow Chemical Company , lançará dois novos polímeros parte de sua família de Elastômeros Poliolefínicos  AFFINITY™ GA na World Adhesive & Sealant Conference -WAC (“Conferência Mundial de Adesivos e Selantes”), que acontecerá de 18 a 21 de setembro de 2012, em Paris, França.

O primeiro lançamento, o AFFINITY GA 1000R,  é um polímero enxertado de anidrido maleico (MAH) que oferece excelente resistência de adesão em substratos de difícil adesão (hard-to-bond – HTB), tais como papéis e placas revestidas ou papel reciclado, além de maior estresse térmico – torna-se mais resistente em temperaturas entre 5°C e 10°C, característica que ajuda a manter os conteúdos das embalagens selados durante os estágios de logística, principalmente no armazenamento e transporte, onde pode ocorrer variação de temperatura.

O segundo grade – AFFINITY GA 1875 – oferece uma opção de menor viscosidade para uma maior flexibilidade de formulação, além de excelente resistência de adesão em adesivos hot melt de baixa temperatura de aplicação, tanto quando utilizado sozinho quanto em combinação com outros polímeros AFFINITY GA.

“Nossos clientes do setor de adesivos buscam funcionalidade e estética aprimoradas em suas aplicações. Temos notado um aumento significativo tanto no uso de substratos de difícil adesão em embalagens, impulsionado pelo desejo de uma aparência melhor ou mais funcionalidade, quanto na necessidade de os formuladores oferecerem soluções mais personalizadas capazes de atender a vários requisitos de temperatura de aplicação e teores de viscosidade”, afirmou Alastair Hill, Gerente Global de Marketing para a área de Adesivos da Dow Elastômeros. “Estamos ampliando as já conhecidas vantagens da família de polímeros AFFINITY GA. Com o AFFINITY GA 1000R e AFFINITY GA 1875, podemos oferecer aos clientes um portfólio aprimorado que atende a esses requisitos”.

Segundo a Dow, toda a gama de Elastômeros Poliolefínicos AFFINITY GA oferece excelente adesão em uma série de temperaturas, além de ótimo rendimento de adesivo por libra. A linha AFFINITY GA foi pioneira nesse tipo de polímero e especificamente desenvolvida para formulações de adesivos hot melt e uma série de aplicações de modificação de polímeros. A empresa afirma que os Elastômeros Poliolefínicos AFFINITY GA caracterizam-se por uma química diferenciada, que combina alto fluxo, baixa cristalinidade e baixo peso molecular. Oferecem inúmeras vantagens de desempenho para adesivos hot melt, tais como adesão robusta, excelente rendimento graças à maior área de cobertura do adesivo, desempenho em uma ampla gama de temperaturas, estabilidade de cor excepcional e processamento praticamente inodoro e livre de carvão.

Fonte: Dow

Curta nossa página no

Soluções adesivas diferenciadas integram portfólio da Dow para embalagens.

22/05/2012

Nova área de Adesivos e Materiais Funcionais (A&FM) oferece linhas completas de base solvente,  sem solvente (solventless) e base água

Para aproximar as unidades de negócios que atendem ao mercado de embalagens, a Dow criou, como parte da divisão de Plásticos de Performance, a área de adesivos e materiais funcionais (Adhesives & Functional Materials – A&FM). A decisão estratégica de estabelecer essa nova estrutura deve-se ao fato de que a maioria dos produtos adesivos pode ser aplicada nas soluções de polietileno desenvolvidas pela unidade de Embalagem de Alimentos e Especialidades (Food and Specialty Packaging – F&SP), o que abre inúmeras possibilidades de inovação e de trabalhos em sinergia.

“Essa configuração nos permite oferecer alternativas completas aos convertedores e proprietários de marcas. Ao trabalharmos em sintonia com toda a cadeia produtiva, passamos a conhecer melhor as necessidades do consumidor final e desenvolver opções conjuntas para atendê-lo”, destaca Andrés Salgado, gerente de marketing de A&FM para a América Latina.

O portfólio da Dow conta com marcas de adesivos renomadas no mercado, entre as quais, ADCOTE™ (base solvente), MOR-FREE™ (solventless) e ROBOND™ (base água). “Cada uma dessas linhas inclui opções que foram desenvolvidas para proporcionar um desempenho capaz de oferecer produtos de alta qualidade, níveis de eficiência que possibilitam redução de custos com estruturas e processos, além de sustentabilidade”, explica Marcelo Oyola, líder de aplicações técnicas de A&FM para a América Latina.

Base Solvente

Um dos destaques da linha de adesivos base solvente é o ADCOTE™ 675A, composto poliuretânico que faz parte de um sistema bicomponente e que, em conjunto com o catalizador ADCOTETM 675C, oferece alta adesão e excelente resistência termoquímica, sendo indicado para aplicações em laminação com alumínio e em diversos filmes de poliéster, polipropileno e em filmes coextrusados geralmente empregados em embalagens para alimentos, medicamentos e produtos industriais. Uma das principais características do ADCOTE™ 675A/675C é a baixa retenção de solventes e a excelente aparência em altas velocidades de laminação.

O ADCOTE™ 755EA/756EA e o 780 HTR/756EA são opções de adesivos bicomponentes base poliuretano recomendados para a laminação de vários tipos de filmes, como PETP, PA, BOPP e PE, e em estruturas metalizadas e de alumínio. Graças à sua formulação diferenciada, é possível trabalhar com até 55% de sólidos de aplicação, além de poderem ser submetidos a altas velocidades, o que se traduz em uma economia significativa na aplicação final.

Já os adesivos de base solvente com alto teor de sólidos possibilitam a utilização de uma quantidade menor de solventes no sistema, meio ambiente e embalagem final. Permitem também a operação da linha de produção com velocidades até 20% mais altas do que com os adesivos tradicionais. Outra vantagem é a utilização nas máquinas de um sistema com até 50% mais sólidos, sem a necessidade de ajustes ou adições especiais nos equipamentos.

Solventless

A nova geração de adesivos solventless da empresa adapta-se a todos os equipamentos, tem alta velocidade e oferece cura rápida. Uma das características mais procuradas nesse tipo de laminação e que é oferecida por essa linha de adesivos refere-se à ausência tanto de “ink smearing”, ou seja, a tinta não borra, quanto de odores residuais provenientes do adesivo. Adicionalmente, 60% de seus ingredientes são “de base vegetal”.

O MOR-FREE™ 970/CR 137 é um sistema de adesivos de poliuretano sem solventes e bicomponentes indicado para a laminação de filmes impressos e não impressos, como celofane, PE (incluindo os tipos EVA), PP, BOPP, PVDC, com revestimento acrílico, PETP, PA, A-PET, PVC, e estruturas metalizadas e de alumínio. Trata-se de um sistema extremamente versátil e robusto que pode ser usado, de forma econômica e eficiente, em uma ampla gama de aplicações de uso geral e médio desempenho.

Base água

A Dow conta com uma linha abrangente de adesivos base água para laminação chamada ROBOND™ L, destinada a rótulos laminados para garrafas e embalagens que demandam resistência ao calor e à umidade e que precisam ser aquecidas no micro-ondas ou fervidas. Trata-se de uma tecnologia diferente das usualmente encontradas no mercado, que oferece grande valor agregado tanto para os convertedores quanto para os proprietários de marcas.

Entre as vantagens dessa família estão a variedade de aplicações para o usuário final, o fato de ser uma tecnologia econômica que não agride o meio ambiente e que necessita de poucos ajustes, podendo ser utilizada em diversas máquinas. A cadeia de fornecimento também se beneficia uma vez que a tecnologia acrílica base água oferece alta coesão e cura imediata após a secagem, permitindo o corte logo após o processamento. Além disso, os produtos Robond L são prontos para uso, não contêm solventes e garantem corte do material e envio no mesmo dia, o que resulta em economia.

Livres de solventes orgânicos voláteis (VOCs), essas emulsões acrílicas garantem ausência de retenção de solventes no adesivo, tornando o local de trabalho mais seguro. O meio ambiente também se beneficia já que se tratam de solventes base água.

O ROBOND™ L-330 foi criado para ser utilizado como adesivo base água com um ou dois componentes, atendendo ao requisito VOC para a laminação de substratos flexíveis. Para estruturas com PET ou de alumínio, o catalisador CR 9-101 deve ser utilizado na proporção recomendada a fim de alcançar a adesão desejada e propriedades superiores de desempenho. A alta transparência e o baixo teor de espuma são algumas das vantagens de destaque desse sistema.

Entre suas principais finalidades está a laminação de substratos como poliolefinas, filmes metalizados, papel, nylon e poliésteres. Essas laminações são utilizadas em aplicações de médio desempenho, como embalagens para salgadinhos, alimentos secos, produtos frescos e condimentos.

Fonte: Dow

Curta nossa página no

SENAI-RS organiza Seminário de Atualidades Tecnológicas em Elastômeros, Plásticos e Adesivos.

16/09/2010

Entre 30 de setembro e 1º de outubro, acontece a XV edição do Seminário de Atualidades Tecnológicas: Elastômeros, Plásticos e Adesivos, no Centro de Eventos da FIERGS, em Porto Alegre (RS).

Organizado pelo SENAI, o encontro funciona para atualização e intercâmbio de informações, acesso a inovações técnicas, tecnológicas e de gestão ao setor. No público-alvo, estão empresários, técnicos, pesquisadores, estudantes, professores e outros profissionais ligados ao setor.

Fonte: Boletim do INP