Posts Tagged ‘Acondicionamento’

Primeiro lote de exportação de uvas de cooperativa paulista para Hong Kong é acondicionado em conservadoras da Termotécnica

03/02/2020

A Termotécnica vem estreitando parceria com a Cooperativa Agroindustrial APPC, que representa um grupo de produtores rurais de Pilar do Sul (SP). Formada, em sua maioria, por descendentes de imigrantes japoneses –, a APPC tem como foco a produção de frutas diferenciadas e de alto padrão, entre elas uvas, atemoias, tangores (um tipo de tangerina), ameixas, nêsperas, pêssegos e lichias.

O carro-chefe da APPC é a Pilar Moscato, uva gourmet que é marca registrada da Cooperativa. No primeiro lote de exportação desta uva para Hong Kong, realizada agora em janeiro de 2020, as frutas de qualidade premium viajaram acondicionadas nas conservadoras DaColheita fabricadas pela Termotécnica.

Segundo a empresa, as conservadoras DaColheita permitem alto isolamento térmico, facilidade no empilhamento e transporte. Na corrida contra o tempo,que acontece no trajeto entre o produtor e o consumidor, as soluções DaColheita ampliam em até 30% o shelf-life das frutas, afirma a Termotécnica, que também garante que a embalagem mantém as propriedades nutricionais e as condições ideais para frutas e hortaliças preservarem sua integridade, qualidade nutricional e frescor por mais tempo.

Segundo a Termotécnica, ao proteger contra trocas bruscas de temperatura, as conservadoras DaColheita contribuem para reduzir podridões e conservar o peso e o aspecto de frescor das frutas.

Como consequência, assegura a empresa, essas características aumentam o valor agregado com a percepção de fruta de qualidade superior, ao meesmo tempo em que promovem aumento do giro das mercadorias, o fortalecimento da marca do produtor com identidade visual e associação à qualidade.

A Termotécnica afirma que as soluções DaColheita também abrem um leque de oportunidades para ofertar o produto em outros períodos além da safra.

A parceria entre a Termotécnica e a Cooperativa Agroindustrial APPC foi destacada na 2ª Cerimônia de Início de Safra da Uva Pilar Moscato, que ocorreu no último sábado, 25 de janeiro, na Associação Cultural e Desportiva de Pilar do Sul (KAIKAN).

“Temos um grande ativo de proximidade e reconhecimento da marca DaColheita para FLV junto a toda a cadeia, desde os produtores no campo, o canal de distribuição e o varejo de hortifrútis especializado. Isso nos dá muito potencial para diversificar o atendimento para todas as culturas de produtos frescos”, afirma o coordenador Comercial/Região Sudeste da Termotécnica, Pedro Scatena.

O diretor Superintendente da Termotécnica, Nivaldo Fernandes de Oliveira, reforça: “somos reconhecidos pelos agricultores por não apenas fornecer o produto, mas introduzir novas tecnologias e soluções e um novo modelo de negócios para agregar valor à produção de hortifrutis brasileiros. Essa visão de que somos protagonistas no desenvolvimento de ações inovadoras neste mercado com soluções de pós-colheita tem sido extremamente positiva para nossa marca e para a credibilidade do nosso trabalho”.

Sustentabilidade

As soluções DaColheita reforçam o compromisso da Termotécnica com a economia circular, desenvolvendo soluções de embalagens sustentáveis. O EPS (isopor), usado na fabricação das embalagens DaColheita, é um material 100% reciclável formado por 98% de ar, não utilizando CFC e HCFC e por isso não gerando danos à camada de ozônio. Por ser inerte, não prolifera fungos e bactérias. O seu processo requer baixa utilização de recursos naturais como água e energia, não contamina e não gera riscos à saúde e ao meio ambiente.

Desde 2007, a Termotécnica realiza o Programa Reciclar EPS, com logística reversa e reciclagem do material em todo o Brasil. Já são mais de 40 mil toneladas de EPS pós-consumo que ganharam um destino mais nobre – ou seja, 1/3 de todo o material consumido no país. Além da parceria próxima com os produtores e agentes de toda a cadeia logística, a Termotécnica amplia também o trabalho com os varejistas para aderirem ao Reciclar EPS e disponibilizarem ao consumidor final pontos de recolhimento para reciclagem deste material.

Aos 58 anos, a Termotécnica é uma das maiores indústrias transformadoras de EPS da América Latina e produz desde soluções para Embalagens e Componentes, Conservação, Agronegócios, Cadeia de Frio, Movimentação de Cargas até itens para Construção Civil. Com matriz em Joinville (SC), possui unidades produtivas e de reciclagem em Manaus (AM), Petrolina (PE), Rio Claro (SP), São José dos Pinhais (PR) e Pirabeiraba (SC).

Curta nossa página no

 

Maligan lança soft case para equipamentos médicos

28/08/2018

Referência na fabricação de malas e cases especiais, a Maligan acaba de lançar um soft case voltado ao acondicionamento e transporte de equipamentos médicos. Diferentemente dos produtos similares hoje encontrados no mercado, a novidade da Maligan conta com uma estrutura rígida de compósitos.

“Trata-se de um material que combina elevados índices de resistência mecânica e leveza, características ideais quando se procura um case”, afirma Marcelo Sartore, diretor da Maligan.

Outro diferencial do lançamento, segundo a empresa, é o corte a laser das espumas de polietileno expandido aplicadas no interior do produto. “São todas feitas sob medida para acondicionar de forma segura qualquer tipo de equipamento médico, a exemplo de endoscópios, pinças de laparoscopia, ultrassons e conjuntos urológicos”. A segurança é prioritária no transporte desses itens, cujos preços ultrapassam facilmente a casa dos R$ 100 mil.

Ainda internamente, o soft case da Maligan dispõe de acabamento em EVA e manta perfilada (“caixa de ovo”) de poliuretano. Por fora, couro ecológico e fechamento com zíper reforçado. “Além de médicos, instrumentadores e profissionais da área de saúde em geral, empresas especializadas na locação de equipamentos fazem parte do público-alvo do nosso soft case’”, conclui Sartore.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Maligan

Curta nossa página no

Caixas da Termotécnica em EPS mantém frutas saudáveis por mais tempo

18/03/2015

Termotecnica_dacolheitaA Linha DaColheita, da Termotécnica, compreende caixas para acondicionamento de frutas feitas em EPS(isopor®). Seu diferencial de maior destaque é a conservação térmica. Ao manter a temperatura dentro da caixa, a fruta sofre menor perda de peso, desidratação e mantém seu teor vitamínico por mais tempo.

As conservadoras DaColheita já são utilizadas com sucesso por produtores de frutas premium de Petrolina (PE), no Vale do São Francisco, onde a Termotécnica tem uma unidade fabril para atender este mercado em franco desenvolvimento.

De acordo com o Gerente Comercial da Fazenda Special Fruit, Roberto Carvalho, da cidade de Petrolina, as conservadoras em EPS da Termotécnica têm como principal benefício o aumento na vida de prateleira da fruta. “Identificamos que as uvas acondicionadas e transportadas em EPS duravam em torno de 20% a mais de tempo nas prateleiras, em comparação com as frutas nas embalagens de papelão”, explica Roberto.

A Fazenda Special Fruit é cliente da Termotécnica há quatro anos, consumindo cerca de 600 mil embalagens DaColhieta por ano de EPS para uvas. Além do ganho em maior tempo de conservação, Roberto destaca que os clientes que preferem a embalagem de EPS costumam ser os mais exigentes. “Além de terem o produto por mais tempo nas prateleiras, esses clientes também buscam uma melhor apresentação da fruta, que se destaca quando está no EPS”, frisa. A Special Fruit comercializa a marca Suemi no mercado interno e para exportação.

A Cooperativa de Agronegócio de Juazeiro adotou há mais de dois anos as conservadoras de EPS para transporte e comercialização de uvas do segmento premium. De acordo com o engenheiro agrônomo Junior Silveira, responsável pela área Comercial da cooperativa, as embalagens de EPS trazem uma impressão bastante positiva no aspecto visual, de higiene, no contraste das frutas que ficam mais vistosas e com um visual fantástico. “Nossas vendas foram alavancadas com as embalagens DaColheita, proporcionando agregação de valor principalmente para os mercados de São Paulo e Rio de Janeiro”, revela Silveira.

Segundo a Gerente Comercial da Termotécnica, Maida Rodrigues, as conservadoras em EPS também proporcionam ao produtor a facilidade e durabilidade durante o transporte e empilhamento, já que o material tem alta resistência ao peso e absorve bem os impactos. “Além disso, para o varejista, as conservadoras DaColheita agregam uma melhor estética na exposição dos produtos pois mantêm o formato e não absorvem umidade e, para o consumidor final, garantem a integridade das características nutricionais, ou seja, um produto de maior qualidade”, ressalta Maida.

A engenheira de alimentos, Franciele D’avila, que atua na área de Pesquisa e Desenvolvimento da Termotécnica, reforça que os benefícios com o armazenamento da uva em EPS são muito significativos e vão desde a otimização da mão de obra na fazenda, a menor perda de água e vitamina C da fruta, a menor perda de degrana, até a satisfação dos consumidores. Ela ainda complementa que, além de testes internos, estudos de centros de pesquisa e universidades de renome mundial comprovam a superioridade das características de conservação pelo EPS.

Segundo a Termotécnica, um desses estudos, conduzido pelo Korean Food Research Institute, entidade localizada na Coreia do Sul, que estuda tecnologias de base sobre o armazenamento, segurança e distribuição de alimentos para melhorar a saúde das pessoas e a qualidade de sua vida, realizou uma série de pesquisas que destacam o percentual de vitamina C de frutas e legumes, após uma semana de armazenamento em embalagens de EPS e papelão. A média de ganhos com o EPS é significativa. Ao comparar a conservação de uvas quando armazenadas em embalagens semelhantes, sendo uma de papelão e outra de EPS, verifica-se um aproveitamento de mais de 40% superior quando armazenada na embalagem de EPS.

Sobre a Termotécnica:  maior indústria transformadora de EPS da América Latina e líder no mercado brasileiro deste segmento a Termotécnica produz soluções para Construção Civil, Embalagens e Peças Técnicas, Conservação, Agronegócios e Movimentação de Cargas.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Termotécnica

Curta nossa página no

ABNT publica norma desenvolvida pelo INP

13/04/2011

No dia 16 de março, foi publicada mais uma Norma elaborada pelo Instituto Nacional do Plástico, sede do Organismo de Normalização Setorial de Embalagem e Acondicionamento Plásticos.

Trata-se da ABNT NBR 15931 – Tanque estacionário de superfície, rotomoldado em polietileno (PE), para armazenamento de combustíveis líquidos com volume entre 1.000 L e 10.000 L – Projeto, requisitos e métodos de ensaio.

A Norma não inclui, todavia, tanques utilizados para transporte e distribuição de combustíveis ou tanques para estocagem de gases. Para saber como adquiri-la, clique aqui.

Fonte: Boletim do INP

Instituto Nacional do Plástico publica agenda de reuniões em agosto para discussão de Normais Técnicas para Embalagem e Acondicionamento de Plásticos.

12/08/2010

Confira as datas e os locais dos próximos encontros que discutem as Normas Técnicas para Embalagem e Acondicionamento Plásticos:

Terça-feira, 10 de agosto, das 14h às 17h
Revisão ABNT NBR 14222 Embalagem plástica para água mineral e de mesa – Garrafão retornável – Requisitos e métodos de ensaio
Revisão ABNT NBR 14328 Embalagem plástica para água mineral e de mesa – Tampa para garrafão retornável – Requisitos e métodos de ensaio
Revisão ABNT NBR 14637 Embalagem plástica para água mineral e de mesa – Garrafão retornável – Requisitos para lavagem enchimento e fechamento
Revisão ABNT NBR 14638 Embalagem plástica para água mineral e de mesa – Garrafão retornável – Requisitos para distribuição
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4º andar – Vila Olímpia – São Paulo/SP
Quarta-feira, 11 de agosto, das 14h às 17h
51:003.05-001 Potes plásticos – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4º andar – Vila Olímpia – São Paulo/SP
Quinta-feira, 12 de agosto, das 9h às 12h
51:002.05-001 Filmes plásticos (lonas plásticas) para silagem – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4º andar – Vila Olímpia – São Paulo/SP
Terça-feira, 17 de agosto, das 10h às 12h
51:003.04-002 Contentores móveis de plástico
Parte 1: Contentor de duas rodas com capacidade de 120, 240 e 360 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos por coletor compactador (RSU) e de saúde (RSS)
Parte 2: Contentor de quatro rodas com capacidade de 660, 770 e 1 000 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos (RSU) por coletor compactador e de saúde (RSS)
Parte 3: Métodos de ensaio
Parte 4: Requisitos de segurança e saúde
Local: ANFIR – Rua Conselheiro Saraiva, 306 – Santana – São Paulo/SP
Quinta-feira, 19 de agosto, das 13h30 às 16h30
51:005.01-003 Tanque estacionário rotomoldado em polietileno (PE) para acondicionamento de combustíveis – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4º andar – Vila Olímpia – São Paulo/SP
Quinta-feira, 26 de agosto, das 14h às 17h
ABNT NBR 14937 Sacolas plásticas tipo camiseta – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Sexta-feira, 27 de agosto, das 10h às 13h
51:003.03-002 Embalagens resistentes à crianças – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP

INP divulga agenda de próximas reuniões para discussão de Normas Técnicas para Embalagem e Acondicionamento Plásticos.

07/07/2010

Confira as datas e os locais dos próximos encontros que discutem as Normas Técnicas para Embalagem e Acondicionamento Plásticos:

Quarta-feira, 14 de julho, das 9h às 12h
51:002.05-001 Filmes plásticos (lonas plásticas) para silagem – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Quinta-feira, 15 de julho, das 13h30 às 16h30
51:005.01-003 Tanque estacionário rotomoldado em polietileno (PE) para acondicionamento de combustíveis – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Terça-feira, 20 de julho, das 10h às 12h
51:003.04-002 Contentores móveis de plástico
Parte 1: Contentor de duas rodas com capacidade de 120, 240 e 360 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos por coletor compactador (RSU) e de saúde (RSS)
Parte 2: Contentor de quatro rodas com capacidade de 660, 770 e 1 000 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos (RSU) por coletor compactador e de saúde (RSS)
Parte 3: Métodos de ensaio
Parte 4: Requisitos de segurança e saúde
Local: ABRELPE – Av. Paulista, 807 – Cj 207 – São Paulo/SP
Terça-feira, 27 de julho, das 10h às 13h
51:003.03-002 Embalagens resistentes à crianças – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Quinta-feira, 5 de agosto, das 9h às 12h
CEE 00:001.95 Estufas e viveiros agrícolas
Local: UNICAMP/FEAGRI – Rua Cândido Rondon, s/n – Barão Geraldo – Campinas/SP
Quinta-feira, 5 de agosto, das 14h às 17h
51:002.04-001/3 Filmes plásticos agrícolas para cultivo protegido – Requisitos e métodos de ensaio – Parte 3: Telas para sombreamento e proteção
Local: UNICAMP/FEAGRI – Rua Cândido Rondon, s/n – Barão Geraldo – Campinas/SP
Quarta-feira, 11 de agosto, das 14h às 17h
51:003.05-001 Potes Plásticos (utilidade doméstica) – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Quinta-feira, 12 de agosto, das 9h às 12h
51:002.05-001 Filmes plásticos (lonas plásticas) para silagem – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Terça-feira, 17 de agosto, das 9h às 12h
51:003.04-002 Contentores móveis de plástico
Parte 1: Contentor de duas rodas com capacidade de 120, 240 e 360 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos por coletor compactador (RSU) e de saúde (RSS)
Parte 2: Contentor de quatro rodas com capacidade de 660, 770 e 1 000 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos (RSU) por coletor compactador e de saúde (RSS)
Parte 3: Métodos de ensaio
Parte 4: Requisitos de segurança e saúde
Local: ANFIR –  Rua Conselheiro Saraiva, 306- São Paulo/SP
Quinta-feira, 19 de agosto, das 13h30 às 16h30
51:005.01-003 Tanque estacionário rotomoldado em polietileno (PE) para acondicionamento de combustíveis – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Sexta-feira, 27 de agosto, das 10h às 13h
51:003.03-002 Embalagens resistentes à crianças – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP

As datas acima podem sofrer alterações ou cancelamentos. Para mais informações, entre em contato com Carla Castilho, pelo e-mail carla@inp.org.br.

Fonte: INP