Archive for the ‘Saúde’ Category

Eastman aumenta capacidade de produção de copoliéster

06/08/2013

Expansão de capacidade visa dar suporte à forte demanda mundial

No dia 30 de julho passado, a Eastman Chemical Company anunciou seus planos para aumentar a capacidade de produção do copoliéster Tritan ™ na fábrica de Kingsport, Tennessee (EUA). Através de uma série de projetos, a empresa planeja expandir sua capacidade de 60 mil toneladas para 76 mil toneladas métricas para atender à crescente demanda pelo material. Os projetos deverão ser concluídos até meados de 2014.

“A Eastman continua a experimentar uma forte demanda global por Tritan”, disse Lucian Boldea, vice-presidente e gerente geral de Materiais Avançados e Especialidades Plásticas da Eastman. “Estamos ganhando força em mercados tais como no segmento médico, de bens duráveis ​​e de cuidados com o bebê. Este investimento em Tritan vai nos permitir manter nossa posição como líder global de mercado em copoliésteres. Continuaremos também a avaliar opções para expansões mais significativas no futuro. ”

O Tritan ™ é um copoliéster de nova geração que, segundo a Eastman, proporciona um equilíbrio de propriedades, incluindo tenacidade, durabilidade em máquina de lavar louça e transparência superior. Desde o seu lançamento em 2007, o Tritan tem sido o material escolhido para mais de 600 produtos que mantém contato com alimentos,  desde itens para servir servir e armazenar comida até garrafas esportivas reutilizáveis, produtos de higiene infantil e pequenos eletrodomésticos.

Fonte: Eastman

Curta nossa página no

Anúncios

Dow apresenta soluções inovadoras e sustentáveis na Feiplastic

10/04/2013

feiplastic

Companhia reforça compromisso de desenvolver e oferecer ao mercado brasileiro soluções inovadoras e sustentáveis para os reais desafios da cadeia de valor do plástico

A unidade de negócios de Plásticos de Performance da Dow investe continuamente em Pesquisa e Desenvolvimento para oferecer soluções e polímeros de alto desempenho que atendam às demandas de diferentes segmentos de mercado e aplicações. Durante a Feiplastic 2013 – Feira Internacional do Plástico, que acontece de 20 a 24 de maio, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, diversas soluções inovadoras para os mercados de alimentos e bebidas, higiene, medicina e cuidados pessoais, limpeza, logística, agrícola entre outros, serão apresentadas pela Companhia.

Neste ano, a Dow leva para os visitantes o desafio de unir a cadeia em busca de soluções para otimizar recursos, melhorar performances, aumentar o desempenho de processos e oferecer características diferenciadas ao produto final. “A Dow participa da Feiplastic como uma provedora de soluções diferenciadas para a indústria, focando em aspectos de desempenho, eficiência e sustentabilidade para toda cadeia”, detalha Letícia Jensen, diretora de vendas para Plásticos de Performance para o Brasil. “Oferecemos excelente nível de serviços e novas tecnologias que fortalecem a diferenciação e o crescimento dos nossos clientes e parceiros”, completa Letícia.

Entre as soluções que estarão expostas estão:

Nova Plataforma de produtos

A Dow apresentará este ano uma nova família de resinas de polietileno de baixa densidade linear (PEBDL) que foi desenvolvida na América Latina, e combina a processabilidade do polietileno de baixa densidade (PEBD) com as propriedades mecânicas e selagem das resinas de PEBDL.

Essa tecnologia inovadora e patenteada pela Dow possibilita, por exemplo, maior estabilidade do processo de extrusão, resultando no aumento de produtividade e das propriedades mecânicas, e menor necessidade do uso de PEBD em blendas, com potencial de redução de espessura.

Entre as aplicações que podem ser beneficiadas com esta tecnologia estão os filmes termoencolhíveis, filmes agrícolas, silobolsas e sacaria industrial, entre outras aplicações.

Embalagens flexíveis

Alinhada às necessidades do mercado, a Dow lança uma nova resina de PEBDL com coeficiente de fricção (CoF) controlado e excelentes óticas, permitindo maior produtividade no processo de empacotamento e melhor visual das embalagens. CoF controlado e propriedades óticas superiores são uns dos atributos mais solicitados pelos convertedores de filmes para empacotamento automático e filmes para laminação.

Entre outras soluções inovadoras que a Companhia traz para o mercado de plásticos está o filme Diamanto™, uma tecnologia que combina rigidez, brilho e transparência e se configura como uma alternativa para substituir filmes de cPP e BOPP. Para termoformagem flexível, também há estruturas ricas em polietileno que possibilitam o crescimento desse tipo de embalagem em diversos mercados.

No setor de embalagens flexíveis para o mercado de líquidos, a Dow apresenta uma novidade que desafia os limites do segmento: ela é ideal para o mercado de food service e permite consumo total do produto evitando desperdícios, além de apresentar menor volume para transporte e descarte, quando comparada às embalagens rígidas tradicionais. Além disso, parcerias inéditas permitem trazer a solução completa, que inclui resina, fabricação e sistemas de enchimento. As vantagens beneficiam uma ampla gama de aplicações para os setores de alimentos, tintas, lubrificantes, logístico e outros.

Mais um destaque é o stand up pouch 100% PE, uma embalagem patenteada pela Dow, confeccionada com uma estrutura de filme totalmente de polietileno em substituição a filmes multimateriais e que tem como sua principal vantagem sua fácil reciclabilidade.

Para proporcionar embalagens flexíveis ainda mais leves, destaca-se ainda a tecnologia de microfoaming (microespumado), que propicia a fabricação de filmes com menor peso, reduzindo assim, o impacto da embalagem.

Higiene e Medicina

Para atender às demandas que impulsionam o mercado de higiene e medicina, entre os destaques do setor está a resina de fibra ASPUN™. Este material à base de polietileno é utilizado na produção de fibras e não-tecidos aplicados em artigos higiênicos e médicos descartáveis. O ASPUN confere aos produtos um toque ultra macio e suave, que se traduz em extraordinário conforto ao usuário, além de excelente processabilidade, garantindo produtos altamente diferenciados aos donos de marcas. Atualmente, a Dow é lider de mercado com as resinas ASPUN como referência na aplicação em fibra bicomponente na Europa e Estados Unidos. Na América Latina, a solução que a Dow traz para o mercado são as novas resinas ASPUN para aplicação em fibra monocomponente, que considera a força do parque industrial da região e métricas de sustentabilidade, já que o desafio é atender com um único material a requerimentos técnicos específicos da aplicação (capacidade de fiação, resistência à abrasão, processamento limpo, etc) somados a uma suavidade sem precendentes. Reciclabilidade e potencial redução de espessura do produto final também são considerados na nova solução.

Desde 2012 a Dow está comprometida com o segmento de medicina oferecendo os polímeros HEALTH+™ desenvolvidos para embalagens médicas como as utilizadas para soluções parenterais de pequeno, médio e grande volume. Os polímeros HEALTH+™ foram especialmente concebidos para conferir as seguintes garantias: qualidade do produto; conformidade com as regulamentações; compromisso com fornecimento acompanhado de suporte e assistência técnica.

As inovações da Dow no mercado de higiene continuam. A Companhia lança durante a Feiplastic as resinas AGILITY™ para filmes backsheet utilizados na fabricação de fraldas e absorventes femininos. Convertedores podem usufruir de melhoria nos níveis de produção, além de propriedades mecânicas superiores (maior rigidez e tenacidade) que possibilitam redução de espessura do filme, um processo mais robusto e garantia de integridade do filme no processo de produção do produto final.

Unitização

Para o setor logístico, a Dow promove o Stretch Hood, tecnologia para paletização que tem apresentado globalmente o maior percentual de crescimento (11% ao ano) do mercado dos filmes plásticos para embalagens secundárias e terciárias. Essa tecnologia tem sido utilizada principalmente em produtos para a construção civil (sacos de cimento), linha branca e ensacados (sacaria de produtos químicos e petroquímicos).

Adesivos

Entre os adesivos, a adesão rápida é um atrativo. Com o More-Free 980/CR-85, um adesivo sem solventes de médio desempenho, é possível reduzir o tempo de espera entre os cortes das estruturas em até 40%. O produto apresenta resistência química ao calor mais alta que a de produtos padrão e funciona muito bem em estruturas que incluem filmes de alumínio, PET e filmes metalizados. Ideal para reduzir o tempo de entrega de estruturas complexas de Stand Up Pouches, muitas vezes utilizadas na embalagem de substâncias agressivas.

Para rótulos de vinho, a novidade é o adesivo Robond PS-68AR, sensível à pressão que combina melhor maquinabilidade, boa resistência à água gelada e um equilíbrio peel/shear adequado que permite posicionar fácil e corretamente o rótulo na garrafa sem risco de cair. O adesivo Robond PS-68AR é a combinação perfeita para atender aos requisitos dos engarrafadores.

Fonte: Dow – Assessoria de Imprensa

Curta nossa página no

Governo alemão e BASF lançam projeto de pesquisa de longo prazo sobre a segurança de nanomateriais.

16/05/2012

O Ministério Federal alemão do Meio Ambiente, Preservação da Natureza e Segurança Nuclear (BMU), o Instituto Federal para a Segurança e Saúde Ocupacional (BAuA) da Alemanha e a BASF lançaram um projeto conjunto de pesquisa sobre a segurança de nanomateriais.Estudos de longo prazo estão sendo planejados para investigar potenciais efeitos crônicos de nanopartículas no pulmão. Os estudos deverão ocorrer durante quatro anos e atenderão as diretrizes de teste da OECD (Organização para a Cooperação Econômica e Desenvolvimento). O valor total do financiamento do projeto é de 5 milhões de Euros.

“Nenhum estudo de longo prazo comparável, com este escopo, foi realizado até o momento para determinar o impacto dos nanomateriais. Como empresa, queremos aproveitar as enormes oportunidades oferecidas pela nanotecnologia. Por isso, também consideramos que é nosso dever esclarecer questões em aberto e preencher as lacunas em nosso conhecimento. Desta forma, nós assumimos a responsabilidade por nossas ações e para com a sociedade “, explicou o Dr. Andreas Kreimeyer, Membro do Conselho Executivo de Administração e Diretor Executivo de Pesquisas da BASF.

Para ler o artigo completo (em inglês), clique no link a seguir:

http://www.brazilianplastics.com/edicao00/wr03_may_16_2012

Fonte: BASF / BMU

Curta nossa página no