Archive for the ‘Poliimida’ Category

Evonik inaugura instalações de teste para engrenagens plásticas de alto desempenho em Darmstadt (Alemanha)

19/10/2018

Esta engrenagem, confeccionada em PEEK, é exemplo de peças que serão testadas na nova bancada de teste de engrenagens da Evonik no Friction and Motion Competence Center em Darmstadt.

Seja em bombas de ARLA 32 ou de óleo, diferenciais de balanço de massa, motores elétricos ou sistemas de sensores para interiores de veículos, os níveis de desempenho que se esperam das engrenagens de materiais sintéticos estão sempre aumentando.

Essa realidade demanda o desenvolvimento de sistemas de engrenagens que possam operar em condições secas e lubrificadas, não só em veículos, mas também em máquinas e equipamentos.

A Evonik afirma que seus produtos à base de resinas PEEK, Poliimidas e Poliamidas são adequados para esse tipo de aplicação.

Menos atrito, menor consumo de energia

Estudos comprovam que se perde até 20% da energia de um automóvel para o atrito que ocorre “debaixo do capô do motor”. É por isso que as engrenagens instaladas em motores e transmissões desempenham uma função particularmente importante. Elas têm de funcionar com alta precisão, ao mesmo tempo em que resistem a grandes desvios de tolerância causados por fatores externos como umidade, lubrificação e variação de temperatura.

Uma vez que as engrenagens plásticas de alta tecnologia estão associadas a menores perdas por atrito que as engrenagens metálicas convencionais, elas podem reduzir não só o consumo de combustível e de energia, mas também o custo envolvido no intensivo retrabalho do metal. Além disso, as engrenagens plásticas oferecem o benefício adicional de serem muito mais silenciosas.

A Evonik oferece uma variedade de compostos para moldagem, já usados há anos em engrenagens de alto desempenho, incluindo a linha de PEEK, Vestakeep®, reforçados e não reforçados, especificamente aditivados para atender aos diferentes requisitos dos clientes. Além de outros produtos como: a poliimida P84® NT, a poliamida 12 Vestamid® e a poliftalamida Vestamid® HTplus.

Nova bancada de teste para engrenagens plásticas

Em setembro de 2018, foram instalados os equipamentos de teste de engrenagens plásticas no Friction and Motion Competence Center, em Darmstadt (Alemanha), com o objetivo de estimular novos desenvolvimentos, atuando em estreita colaboração com os clientes em aplicações específicas.

A nova bancada de teste para engrenagens pode ser operada a temperaturas variando de -20°C a 260°C, dependendo da lubrificação, ou em operação a seco (dry-run).

“Os resultados nos trazem importantes características de engrenagens, como resistência do pé do dente ou do flanco do dente, além de dados sobre abrasão. É possível até mesmo estabelecer diferentes condições de processo e simular condições de lubrificação”, afirmam David Schmitz e Volker Strohm a respeito das novas opções para o desenvolvimento de compostos customizados para aplicações futuras. Os dois atuam no desenvolvimento de aplicações na linha de negócios High Performance Polymers da Evonik e apresentaram suas primeiras experiências com a palestra sobre “Redução de Atrito e Abrasão com Polímeros de Alta Performance” no FAKUMA Forum, em 18 de outubro .

Fonte: Assessoria de Imprensa – Evonik

Curta nossa página no

Anúncios

Rhodia lança inovações em plásticos de engenharia e polímeros especiais na Feiplastic 2013

20/05/2013

feiplastic

  • Novidades atendem aos diversos mercados de plásticos de engenharia e polímeros especiais de alto desempenho
  • Participação conjunta das áreas de negócios de Plásticos de Engenharia e Specialty Polymers amplia o portfolio de soluções à disposição do mercado
  • Empresa conclui investimento e amplia em 15% a produção de plásticos de engenharia no Brasil
  • Technyl® completa 60 anos de inovação

A Rhodia, empresa do grupo Solvay, com o objetivo de reforçar sua liderança no mercado de compostos de poliamidas 6 e 6.6 e de polímeros especiais, está fazendo o lançamento de inovações para atender necessidades de diversos segmentos de aplicações desses produtos.

Essas novidades criadas pelas áreas globais de negócios Plásticos de Engenharia e Specialty Polymers, que serão apresentadas na Feiplastic 2013 – Feira Internacional do Plástico (de 20 a 24 de maio, em São Paulo, Brasil), ampliam a oferta de produtos e tecnologias do grupo Solvay com foco em sustentabilidade à disposição da indústria do setor.

Lançamento de novidades – Na área de plásticos de engenharia, a principal novidade da empresa é o Technyl® ECO, uma aplicação criada no Brasil para o plástico de engenharia a partir de poliamida 6.6 reciclada, que é obtida por meio de um processo exclusivo de reciclagem química produzido pela Rhodia com o aproveitamento de resíduos de fios têxteis e industriais de poliamida.

Esse processo garante excelentes propriedades mecânicas e manutenção das propriedades térmicas ao Technyl® ECO, fazendo com que ele possa ser utilizados em peças com alta exigência em performance, além de permitir uma redução significativa de CO2 equivalente. De acordo com análises de produto em aplicação industrial, o uso dessa poliamida reciclada permite a redução de 70% da emissão de CO2 equivalente e de 76% do consumo de energia, quando comparado ao composto virgem. Outro aspecto importante dos compostos Technyl® ECO é a qualidade assegurada Rhodia.

Rhodia_Entrada_de_arDestinadas inicialmente ao segmento automotivo, as poliamidas Technyl® ECO podem ser aplicadas na produção de diversas autopeças. A primeira autopeça a partir dessa poliamida reciclada, um coletor de admissão de ar para motor de automóvel, foi desenvolvida pela Rhodia e a Magneti Marelli, líder no desenvolvimento e produção de sistemas e componentes de alta tecnologia para veículos.

O coletor de admissão de ar é responsável por levar ar ao motor do veículo, além de dar suporte à galeria e ao corpo de borboleta. Trata-se de uma peça com alta exigência técnica de performance para a qual o Technyl® ECO já está homologado.

Investimentos em inovações sustentáveis – “Nosso planejamento estratégico, para reforçar nossa posição de liderança em plásticos de engenharia a partir de poliamida 6 e 6.6, contempla o desenvolvimento permanente de inovações que valorizam a sustentabilidade em todos seus aspectos e estão em linha com as grande tendências da sociedade atual”, afirma Marcos Curti, diretor para as Américas da área global de negócios Plásticos de Engenharia do grupo Solvay.

A empresa concluiu recentemente a instalação de uma extrusora mega compounder, um investimento que aumentou em 15% a capacidade da unidade industrial em São Bernardo do Campo, para atender os mercados da América Latina. Os plásticos de engenharia a partir de poliamidas 6 e 6.6 da Rhodia são empregados principalmente na produção de peças para a indústria automotiva, de eletroeletrônicos e bens industriais e de consumo.

“Abastecemos as necessidades dos clientes e trabalhamos em conjunto com eles para a criação de novas aplicações, que atendem tanto ao mercado interno quanto aos mercados internacionais”, acrescenta Curti, lembrando, como exemplo, os produtos anti-chama livres de halogênio, produzidos a partir de plásticos de engenharia da Rhodia.

Technyl, 60 anos de inovação – Durante a Feiplastic 2013, sob o slogan “60 anos de inovação”, a Rhodia inicia a comemoração da existência da marca Technyl, que se tornou reconhecida internacionalmente como uma das mais importantes linhas de produtos e tecnologia em plásticos de engenharia ou plásticos técnicos, cujas aplicações têm contribuído para o crescimento de diversos mercados industriais.

Polímeros Especiais – Um dos destaques do grupo Solvay no evento serão os Specialty Polymers, área global de negócios em que a empresa dispõe de um vasto portfólio de produtos e aplicações destinados a diversos mercados de atuação. “Estamos prontos para acompanhar todo o crescimento tecnológico que se dará no Brasil nos próximos anos, tanto pelos produtos que oferecemos quanto pela qualificação de nossos profissionais”, diz Alexandre Guimarães, gerente de Vendas e Marketing da área global de negócios Specialty Polymers para a América do Sul.

Essa área de negócios do grupo Solvay apresenta durante o evento uma série de novidades. Por exemplo, no segmento de produtos para a área de Saúde, no qual é cada vez maior o uso de polímeros especiais da empresa, em substituição ao metal, vidro e outros materiais, uma das inovações é o triângulo Bender, um dispositivo de apoio e posicionamento para cirurgia ortopédica totalmente ajustável, desenvolvido pela empresa norte-americana Tri-Medics, LLC, um dos principais fabricantes de dispositivos médicos e de instrumentação.

Rhodia_TrianguloPesando apenas quatro quilos, o triângulo é feito de Polifenilsulfona (PPSU) e oferece aos cirurgiões uma solução simples e fácil de usar, pois é ajustável, autoclavável e radiotransparente na utilização de raios-x. É uma alternativa altamente eficaz para substituir o suporte feito de espuma de borracha e metal, que é mais caro e mais complicado para manipulação.

No segmento industrial, a novidade da Solvay é um novo grade da linha Halar®, polímero de alta performance voltado para o revestimentos de superfícies, visando a prevenção contra agentes corrosivos. Qualquer indústria que maneje de alguma forma produtos químicos encontra nesses polímeros de revestimento uma solução tão ou mais eficaz, com melhor custo/benefício do que as soluções oferecidas por metais, como aço inox e outras ligas especiais.

O novo grade é destinado a aplicações em pintura eletrostática, muito comum para tubulações e peças de pequena geometria, mas que possui certa limitação de espessura de camada. Os polímeros da Solvay para revestimento anticorrosivo também possuem  aplicações no setor de Oil&Gas.

Para o segmento automotivo, a empresa oferece polímeros utilizados na produção de peças automotivas para ambientes agressivos, inclusive as que são imersas em biodiesel. Os polímeros especiais da Solvay são utilizados na produção de autopeças, tais como bombas de água e peças do sistema de arrefecimento, arruelas de encosto e mancais para transmissão e conectores elétricos para solda utilizando tecnologia “Reflow”.

A empresa apresenta peças com polímeros especiais para torneiras, conexões e válvulas de água quente, feitas para substituir o latão. Há também o primeiro material cromável/metalizável com função estrutural, trata-se de um dos materiais com a maior resistência mecânica do mercado, atendendo a requisitos estéticos.

Diversos novos grades atendem a aplicações de desgaste por abrasão e temperaturas ainda mais elevadas na automotiva. Grades de novos de materiais como a Poliftalamida (PPA) Amodel® atendem a validações de sistemas de turbocompressores automotivos em 220ºC por milhares de horas. O PPA Amodel ® hoje pode atender à substituição de metais em hidrômetros ou relógios de água.

Para o segmento de construção, peças podem ser produzidas com compostos de polietileno reticulado (XL Compounds) para aplicações em fios e cabos, tubos, válvulas e conexões. Um dos destaques nesse segmento são os polímeros especiais para a produção de compostos isentos de halogênios para a produção de cabos elétricos. Esse tipo de cabo está ganhando cada vez mais espaço em ambientes de alta densidade de ocupação, bem como difíceis condições de fuga. O consumo de cabos livre de halogênios ainda é pequeno, mas as novas construções principalmente do estádios de futebol para a Copa do Mundo de 2014 estão alimentando esse mercado e estima-se um crescimento de 50% em cinco anos.

Sobre a Unidade Global de Negócios de Plásticos de Engenharia: A unidade global de negócios Plásticos de Engenharia, especialista em plásticos de engenharia a partir de poliamida 6 e 6.6, desenvolve, fabrica e comercializa nos últimos 60 anos, sob a marca Technyl®, uma linha completa de plásticos de alto desempenho para os mercados automotivo, de construção, elétrica e bens de consumo. Com uma estratégia de crescimento sustentada por seis unidades de produção em todo o mundo, a GBU Plásticos de Engenharia emprega sua expertise e capacidade de inovação, a fim de atender mais de perto às necessidades dos seus clientes, através de uma rede global de centros técnicos e de Pesquisa e Desenvolvimento.

Sobre a Unidade Global de Negócios de Specialty Polymers:  Com mais de 2.700 pessoas em todo o mundo, a empresa atende clientes a partir de seus 15 centros de fabricação e 11 centros de Pesquisa, Desenvolvimento e Tecnologia. Com sede em Bollate, na Itália, a GBU fornece mais de 1.500 produtos em 35 marcas de polímeros de alto desempenho – fluoropolímeros, fluorelastômeros, fluídos fluorados, poliamidas semiaromáticas, polímeros de sulfona ultrapolímeros aromáticos, polímeros de alta barreira e compostos reticuláveis de alto desempenho – para uso em mercados de alto crescimento, como transporte avançado, saúde, água, energia, e dispositivos inteligentes.

Fonte: Rhodia

Curta nossa página no

Novas Resinas Extem* UP da SABIC Innovative Plastics Apresentam Resistência Maior à Temperatura para Aplicações de Uso Contínuo

16/11/2010

Na K 2010,  a SABIC Innovative Plastics  anunciou que conseguiu desenvolver uma resina que suporta uma das maiores temperaturas em que um material termoplástico sem reforços ou cargas pode trabalhar.

Os Fios de Eletroímãs Podem Ser Feitos com o Uso das Resinas Extem

As resinas termoplásticas de poliimida (Thermoplastic PolyImide – TPI) Extem* UP retardantes à chama são materiais de elevada resistência à temperatura, que atingiram recentemente a classificação RTI (Relative Temperature Index, Índice de Temperatura Relativa) UL746B por conseguirem atingir a casa dos 240 °C.

Ao incorporar a resina PEEK  à tecnologia presente na resina Extem, a SABIC Innovative Plastics pode oferecer aos clientes um desempenho otimizado, combinando o melhor de ambos os materiais. Essa tecnologia abre novas oportunidades para aplicações que requerem baixo peso e temperaturas de uso contínuo mais elevadas, como placas de chips semicondutores e conectores para ambientes agressivos, propondo uma alternativa aos metais presentes nas indústrias petrolífera e aeroespacial.

“As resinas Extem UP representam uma nova era no desempenho de termoplásticos de alta temperatura ”, afirma Peter Catsman, líder global de marketing de produtos para Produtos de Alto Desempenho da SABIC Innovative Plastics.

“As resinas Extem UP permitem aos clientes uma opção completamente nova para a substituição de metais, cerâmicas e plásticos termorrígidos, que apresentam sistemas de processamento mais complicados e que podem resultar em custos e pesos mais elevados. Com a tecnologia de resinas Extem UP, a SABIC Innovative Plastics atende a uma importante demanda do mercado por uma resina termoplástica de uso contínuo em altas temperaturas, em equilíbrio com as demais propriedades do material”, conclui Catsman.

Excelência em Todo o Espectro de Desempenho
As resinas Extem UP combinam as propriedades da resina de PEEK semicristalina, como elevada resistência química, ao desgaste e alto fluxo, com as vantagens de um material amorfo com temperatura de transição vítrea elevada, como alta resistência/rigidez mecânica, estabilidade dimensional e resistência à fadiga em altas temperaturas. Esses materiais atendem às normas UL746B e apresentam um RTI de 240 °C, indicando retenção de certas propriedades mecânicas e elétricas nessa temperatura por um período de 10 anos.

Alguns destaques de desempenho específicos são: módulo de flexão até cinco vezes maior e rigidez até cinco vezes maior que a da resina de

Os Componentes de Caixas de Conectores Elétricos Podem Ser Feitos com o uso das Resinas Extem

PEEK não reforçada a 200 °C. Além disso, sua estabilidade dimensional é até 30% superior ao da resina de PEEK não reforçada. Essas propriedades permitem aos clientes projetar peças com mais liberdade e eficiência, obter maior resistência e rigidez, usando paredes mais finas para reduzir o peso e o custo da peça final, além de exercer um controle dimensional de alta precisão.

As resinas Extem UP estão disponíveis atualmente em grades não reforçados. Os materiais reforçados com fibra de vidro, minerais e fibra de carbono, assim como os grades lubrificados, já estão em fase desenvolvimento. Estas resinas são excelentes candidatas a processos de conversão, como moldagem por injeção e extrusão. Possíveis aplicações incluem peças de semicondutores (vedações, sistemas de coleta), componentes eletrônicos (conectores, fios e cabos), peças industriais (mancais, engrenagens, buchas), além de compostos e conectores de transporte.

Expandindo o Portfólio de Produtos Extem
O lançamento de resinas Extem UP é um avanço rumo à expansão da linha de produtos Extem. São três novaslinhas, que se somam às resinas Extem XH e Extem UH, que oferecem desempenho em alta temperatura de curta duração para aplicações, como soldagem sem chumbo em montagens de placas de circuito impresso.

Fonte: SABIC IP

SABIC Innovative Plastics aumenta a capacidade de produção de resinas de Polieterimida em 35% para atender demanda mundial.

24/09/2010

Com a construção de uma nova fábrica na Espanha,  a SABIC Innovative Plastics aumentou em 35% a sua capacidade de produção de resina Ultem, a fim de atender à crescente demanda na Europa e no mundo

A SABIC Innovative Plastics inaugurou no dia 23/09 a sua nova fábrica em Cartagena (Espanha) para a produção de resina de polieterimida * Ultem (PEI), o que anuncia um novo capítulo na história de um dos materiais mais importantes da empresa e um aumento de 35% da capacidade de produção desta resina para clientes na Europa e no mundo. Estas modernas instalações, que custaram à empresa 300 milhões de Euros, constituem a segunda fábrica de resina Ultem, com a qual os clientes da SABIC Innovative Plastics têm agora uma maior garantia de abastecimento do produto.

Estas instalações contam também com capacidade extra para produzir grades da resina de ultra-alto desempenho Extem e produtos intermediários especiais (anidridos). As tecnologias de fabricação e de química de processos – inovadoras e patenteadas – que foram instaladas na fábrica trarão consigo uma melhoria na confiabilidade e flexibilidade operacional dos processos, acompanhadas por uma redução do impacto ambiental dos sub-produtos. Este investimento significativo destaca o compromisso firme da empresa em proporcionar um fornecimento garantido e com possibilidade de aumento dos grades das resins Ultem e Extem, cujo excepcional desempenho está atraindo uma demanda crescente de clientes em todo o mundo.

Nas palavras de Charlie Crew, presidente e CEO da SABIC Innovative Plastics: “O dia de hoje representa um marco na SABIC Innovative Plastics com a inauguração da nossa segunda fábrica de resinas de alto desempenho de classe mundial, em Cartagena, Espanha”. Nós começaremos imediatamente a fabricar as nossas resinas Ultem (polieterimida) e no futuro teremos a capacidade de fabricação de resinas Extem (poliimida) e outros polímeros com alta resistência térmica nesta fábrica, para assim atender à demanda de nossos clientes de todo o mundo que precisam de materiais com grandes resistências mecânica e térmica, já que as utilizarão em aplicações severas. Essas resinas também serão usadas em muitos outros compostos, que também fabricaremos na Espanha e em outras fábricas de compostos em outros países, também para servir os nossos clientes no mundo inteiro. Nossos esforços para inovar através de novas tecnologias de produto são maiores do que nunca. Esta nova fábrica reflete os grandes investimentos que estamos realizando na SABIC Innovative Plastics para melhor servir a nossos clientes, fornecendo soluções em materiais para ajudá-los a inovar e crescer. “

Resina Ultem e Blendas de Extem e produtos intermediários

A fábrica de Cartagena produzirá fundamentalmente a resina básica Ultem, um material de eficácia comprovada que oferece um balanço de propriedades melhor do que qualquer outro termoplástico disponível na indústria de plásticos global.

A resina Ultem pode ser aditivada –  com cores, reforços, etc – para produzir compostos “customizados”  nas instalações de produção da SABIC no complexo de Cartagena ou em fábricas em outros países. As resinas Ultem estão disponíveis sob a forma de fibras, espumas, tecidos, filmes e papel em outras fábricas da SABIC Innovative Plastics ou em instalações de parceiros. Além disso, este material pode ser aperfeiçoado com propriedades especiais, tais como capacidade inerente para dissipação eletrostática, lubrificação e condutividade térmica, que podem ser fornecidas pela negócio de compostos especializados  LNP da empresa.

As resinas Ultem tem levado as aplicações de clientes a novos níveis mais altos de desempenho nas áreas de eletrônicos de consumo, energia elétrica, produtos para a saúde e transporte, há mais de 30 anos . Hoje em dia, com propriedades ainda melhores e podendo ser processada por outras tecnologias, além da moldagem por injeção, a resina Ultem atende às necessidades dos clientes em setores emergentes, tais  como a energia alternativa, os iluminação por LEDs e os interiores dos aviões.

Além da resina básica Ultem, a nova fábrica pode produzir grades de resina Extem, as quais oferecem uma excepcional resistência a altas temperaturas, assim como outras propriedades desejáveis para as aplicações mais exigentes nas áreas de semicondutores,  transporte, eletricidade e eletrônica, entre outros. A fábrica está pronta para aumentar sua capacidade de produção com a finalidade de produzir grandes volumes de resinas Extem.

Além disso, dos processos de fabricação da resina Ultem, a SABIC Innovative Plastics obterá anidridos de alta pureza. Estes produtos intermediários poderão ser utilizados para a modificação de revestimentos, adesivos e plásticos termofixos, ou como produto químico básico para a fabricação de outros pigmentos, polímeros e fármacos.

Fonte: SABIC IP