Archive for the ‘Blenda’ Category

SABIC reforça seu posicionamento no suporte ao crescimento dos fabricantes de veículos no Congresso SAE Brasil 2013

15/10/2013

SABIC_congresso_SAENa 22ª edição anual do Congresso SAE Brasil, em São Paulo, a unidade de negócios da SABIC – Innovative Plastics destacou sua posição no suporte aos fabricantes de veículos para aproveitarem o mercado altamente promissor do Brasil. O congresso da SAE veio num momento em que várias montadoras estão investindo para aumentar a produção no país, que já é o quarto maior mercado automotivo do mundo. Um dos programas que está estimulando o crescimento da indústria automotiva do Brasil é o Inovar-Auto, que incentiva as montadoras a se qualificar para garantir descontos fiscais significativos ao atender aos requisitos específicos do programa. Entre estes requisitos estão a melhoria da eficiência dos veículos em 12%, a realização de um número mínimo de etapas de fabricação no país e investimentos em P&D nas áreas de engenharia, tecnologia e capacitação de fornecedores. Os materiais avançados da SABIC para a indústria automotiva, a sua produção local e recursos de engenharia no país, apoiados por uma rede global de desenvolvimento e centros tecnológicos, oferecem à cadeia automotiva o suporte para atender aos requisitos do programa Inovar-Auto e suas ambições de crescimento neste importante mercado automobilístico.

“Temos o prazer de participar mais uma vez do Congresso SAE Brasil e discutir, junto à indústria, como podemos responder aos desafios e demandas mais urgentes do setor”, disse Ricardo Knecht, gerente geral, América do Sul, da unidade Innovative Plastics da SABIC. “Com este novo direcionamento para aprimorar a tecnologia dos veículos, vemos a oportunidade de oferecer uma maior colaboração através de toda a cadeia de valor, e estamos animados por unir a nossa experiência e know-how em materiais com a engenhosidade de nossos clientes e assim aproveitar ao máximo esta oportunidade”.

“Nosso melhor resultado é alcançado quando trabalhamos diretamente com nossos clientes para entender os desafios e desenhar as soluções”, disse Scott Fallon, diretor sênior de marketing automotivo para os negócios SABIC – Innovative Plastics. “É por isso que estamos ansiosos por eventos como o Congresso SAE Brasil. É outra oportunidade para iniciar esse processo de compartilhamento de conhecimento e traduzi-lo em soluções significativas, e é isso que estamos apresentando aqui em São Paulo – uma gama de soluções de baixo peso que podem ajudar as montadoras a fazer progressos significativos em direção à eficiência dos veículos definidos no programa Inovar-Auto”.

Novas janelas de oportunidade

SABIC_congresso_SAEEntre as muitas aplicações automotivas que a SABIC apresentou no Congresso SAE Brasil 2013, está a estilizada janela de policarbonato (PC) do modelo Volkswagen XL1, um híbrido plug-in com motor a diesel. O XL1 é o carro mais eficiente em produção no mundo, com uma razão de consumo de combustível europeu de 0,9 litros/100 km.

Para alcançar esse desempenho, a Volkswagen aumentou a eficiência do XL1 em todas as áreas de design e tecnologia. Isto incluiu a produção das janelas laterais por meio de uma solução moldada por um processo de injeção de dois estágios e uma tecnologia de revestimento por plasma da EXATEC™ sobre a resina LEXAN™ (PC) e a resina CYCOLOY™ (PC/ABS). Estes materiais reduzem o peso das janelas laterais em 33% em comparação a soluções convencionais de vidro, além de proporcionar uma aparência ótica de alta qualidade e uma superfície resistente à abrasão. A SABIC apoiou completamente a Volkswagen no desenvolvimento do design, engenharia e produção das janelas laterais.

Segundo a empresa, as soluções para “glazing” (plásticos para janelas de veículos) da SABIC podem reduzir o peso em até 50%, dependendo da complexidade e design da janela, se comparadas às versões em vidro convencional. Além de janelas laterais de um veículo, as montadoras podem optar por aplicar a tecnologia do glazing em PC para janelas laterais traseiras e dianteiras (rear and front quarter windows), teto e spoilers – aplicações já demonstradas em veículos de produção. Os parabrisas traseiros (backlites) apresentam uma oportunidade significativa para tirar o máximo proveito dos muitos benefícios possíveis com o uso do PC, incluindo a redução de peso, maior liberdade de design, peças aerodinâmicas e maior integração de funções.

De olho no futuro

Uma segunda aplicação de destaque na exibição é um protótipo de volante todo em plástico com base na resina LEXAN™ EXL da SABIC, um copolímero de PC de alto desempenho, com boa resistência ao impacto em ampla faixa de temperatura e elevada rigidez. Segundo a SABIC, utilizando-se um processo de moldagem por injeção de termoplásticos para este produto pode-se reduzir a massa em até 20% e de 10% a 20% o custo final da peça. A redução de massa oferece às montadoras mais espaço para a integração de componentes eletrônicos e maior liberdade de design para explorar formas originais e designs inovadores. Comparado ao processo de fundição tradicional, a moldagem por injeção pode evitar operações secundárias e agilizar a produção, reduzindo o consumo de energia e as emissões de gases de efeito estufa do processo de fabricação em até 80% e 90%, respectivamente.

Outras aplicações apresentadas no Congresso SAE Brasil 2013 no estande da SABIC incluem:

·          Paralamas e portinholas do tanque de combustível moldados a partir de resina NORYL™ GTX. Este material, quando substitui o metal, pode reduzir até 50% em peso, permitindo uma maior liberdade de design e estilo. Paralamas moldados com este material podem ser pintados on-line, ou seja, junto ao restante do corpo do veículo de demais peças metálicas, evitando a necessidade de operações secundárias e garantindo uma combinação perfeita de cores. Esta resina que é condutiva não exige uma etapa de aplicação de primer antes da pintura.

·         Módulos frontais (Front-End modules) fabricados com a resina STAMAX™ (polipropileno reforçado com de fibra de vidro longa), oferece redução de peso, boa resistência térmica e desempenho mecânico, bem como a capacidade de consolidar as peças para a montagem simplificada.

·         Molduras de faróis e componentes transparentes para iluminação moldados com a resistente resina de PC LEXAN™, uma das soluções em materiais mais importantes do mundo para lentes de faróis. A resina ULTEM™ também é destaque para aplicações em sistemas de iluminação devido às suas propriedades de alta resistência térmica e estabilidade dimensional, características que fazem desta resina um excelente candidato para avançados projetos de faróis de LED.

·         Absorvedores de energia para proteção de pedestres com base na resina XENOY™ iQ, um material composto por uma porcentagem significativa de resíduos pós-consumo renovados, tais como garrafas de água (PET). Além de redução de massa que melhora a característica de consumo de combustível e de emissões, este material oferece medidas eficientes de absorção de energia para atender os requisitos de proteção de pedestres e os danos aos veículos causados em acidentes de baixa velocidade.

A unidade de negócios da SABIC- Innovative Plastics trabalha em colaboração com os clientes desde as primeiras fases do projeto para garantir a correspondência ideal entre atributos materiais e requisitos de aplicação para o melhor desempenho geral. A SABIC possui equipes locais no Brasil, ligadas e apoiadas pela rede global da SABIC, as quais estão disponíveis para oferecer suporte técnico e de desenvolvimento. A SABIC oferece ainda aos clientes na América do Sul acesso fácil e rápido aos materiais de suas instalações de produção localizadas em Campinas (SP), no Brasil e em Tortuguitas, na Argentina.

Fonte: SABIC-IP

Curta nossa página no

Anúncios

SABIC exibe na MDM Brazil 2013 soluções para a indústria médica projetadas para ajudar a melhorar a segurança do paciente e do médico

29/08/2013

SABIC_MDMA unidade de negócios Innovative Plastics da SABIC está ajudando seus clientes brasileiros que atuam na indústria médica e hospitalar a enfrentar o desafio de reduzir  infecções relacionadas à assistência médica entre pacientes e profissionais da área. Segundo um relatório de 2011 da Organização Mundial da Saúde, estima-se que, em países em desenvolvimento como o Brasil, 10 entre cada 100 pacientes hospitalizados devem contrair pelo menos uma vez durante o tratamento uma infecção hospitalar. O amplo portfólio da SABIC de soluções de materiais para a área da saúde, em exibição na MD&M Brazil 2013 (27-28 de agosto; São Paulo, Brasil), pode ajudar seus clientes a reduzirem esse número e atenderem às demandas cada vez mais rigorosas da tecnologia médica, incluindo melhor desempenho em esterilização e propriedades antimicrobianas.  Dentre as soluções destacadas no evento, estão a resina ULTEM™ HU1004 da SABIC – uma combinação de resinas PEI (polieterimida) desenvolvida especificamente para aplicações na área da saúde –, todo o portfólio antimicrobiano da linha LNP™ da SABIC e ainda a resina LEXAN™ HFD, um copolímero de policarbonato de alto fluxo desenvolvido com foco no desempenho do processamento. Todos esses materiais demonstram o compromisso da SABIC com seus clientes locais, no sentido de permitir que desenvolvam dispositivos médicos econômicos e com tecnologia de ponta, visando oferecer à pacientes e médicos os mais seguros ambientes para assistência à saúde.

“A redução das infecções relacionadas à assistência médica é um desafio em todo o mundo na área da saúde. Em um país como o Brasil, com uma classe média crescente, mais pessoas estão buscando atendimento médico, o que aumenta a possibilidade de contração de infecções hospitalares”, explicou Cathleen Hess, diretora de marketing na área de saúde da Innovative Plastics da SABIC. “Na SABIC, temos o compromisso contínuo de desenvolver soluções robustas que não apenas permitam aos nossos clientes atender aos desafios existentes de prevenção de infecções, mas também acompanhar as tendências da área de saúde como um todo.”

Para fortalecer as ofertas locais da SABIC, as fábricas de Campinas (Brasil) e Tortuguitas (Argentina) foram certificadas, em conformidade com as normas da FDA (Agência de Controle de Alimentos e Medicamentos dos EUA), para produzir materiais em contato com alimentos e também materiais que exijam biocompatibilidade conforme a ISO 10993.  Essas certificações podem ajudar os clientes sul-americanos a encurtarem o tempo de desenvolvimento dos produtos, reduzirem os custos de estoque e aumentarem a flexibilidade na compra de materiais, além de atenderem ao previsto aumento nos gastos com a assistência médica no Brasil, tendo em vista uma expectativa de crescimento de cerca de 8,6% (taxa de crescimento anual composta) no período de 2012-20151.

Grade de Polieterimida para aplicações que exigem intensos procedimentos de esterilização

A maior ênfase no controle de infecções está fazendo com que as atenções se voltem para os vários tipos de processos utilizados na esterilização de equipamentos e dispositivos médicos e odontológicos.  Segundo a SABIC, a resina ULTEM HU1004, uma blenda de polieterimida (PEI) com maior estabilidade hidrolítica, é um material recomendado para novas e complexas aplicações que precisam passar por vários ciclos e diferentes processos de esterilização. Esses métodos – incluindo autoclave a vapor de alta temperatura (até 134° C), radiação gama e a esterilização por plasma de peróxido de hidrogênio, um processo emergente adequado a baixas temperaturas – podem degradar os dispositivos com o tempo, diminuindo sua integridade mecânica, interferindo no desempenho ou alterando sua aparência.  Em testes envolvendo particularmente o processo de esterilização por plasma de peróxido de hidrogênio, a resina ULTEM HU1004 supera a polifenilsulfona (PPSU) em resistência à tração e ductilidade (fundamentais para estender a vida útil dos dispositivos) e mantém melhor a cor e a aparência.

Portfólio antimicrobiano pode ajudar a reduzir as infecções hospitalares em diversas aplicações

Segundo a SABIC, o seu portfólio antimicrobiano da linha LNP pode oferecer aos fabricantes de dispositivos novas soluções para enfrentar preocupações de pacientes e médicos com infecções associadas à assistência médica. O portfólio da SABIC inclui nove grades antimicrobianos diferentes, passando por quatro famílias de produtos: copolímero de policarbonato LEXAN™ EXL, resina de policarbonato (PC) LEXAN, resina XENOY™ PC/ PBT e resinas de polipropileno (PP) com e sem reforço de fibra de vidro. Essas resinas utilizam tecnologia antimicrobiana baseada em prata, já que a prata é bem adequada a várias aplicações e é aceita como antimicrobiano de ampla faixa de atuação, com atividade contra diversos patógenos.

A empresa afirma que cinco desses grades têm um alto efeito antimicrobiano (valor de redução logarítmica acima de 4, representando uma redução de 99,99 % quando testado com MRSA, seguindo o protocolo de testes ISO 22196-2007 em condições de laboratório) e quatro deles têm um efeito antimicrobiano baixo (valor de redução decimal abaixo de 4, representando uma redução de 99,0 a 99,99 % quando testado com MRSA seguindo o protocolo de teste ISO 22196-2007 em condições de laboratório). Essas opções permitem flexibilidade aos clientes, dependendo das necessidades específicas da aplicação. Além de terem essa opção, os clientes podem reduzir custos adicionais uma vez que as resinas SABIC são formuladas para serem eficazes nas mais baixas concentrações de prata.

Possíveis aplicações incluem a administração de fluidos e medicamentos, instrumentos cirúrgicos, dispositivos de monitoramento e imagem e equipamentos médicos duráveis, como camas hospitalares e mesas de operação.

Copolímero de Policarbonato de alto fluxo permite criar dispositivos médicos com designs inovadores

De acordo com a SABIC, as resinas LEXAN HFD oferecem aos projetistas de dispositivos médicos a oportunidade de reavaliar projetos para reduzir a espessura de parede de peças e possivelmente melhorar o desempenho do dispositivo por conta da menor tensão gerada na moldagem. Ainda segundo a empresa, essas vantagens posicionam esses novos materiais em uma grande variedade de aplicações, como gabinetes de equipamentos eletrônicos, artigos descartáveis utilizados no tratamento do paciente e equipamentos de diagnóstico e monitoramento. Além disso, a melhor aparência e a menor birrefringência da resina LEXAN HFD, em comparação com o PC padrão, oferecem potencial para uso em iluminação médica ou em dispositivos que exijam características ópticas excepcionais.

Com a maior ênfase no controle de infecções em ambientes de tratamento hospitalares e domésticos, os dispositivos médicos estão sujeitos a ciclos de limpeza regulares com produtos químicos e de esterilização cada vez mais rígidos.  Em decorrência disso, foi demonstrado que os dispositivos construídos de policarbonato padrão podem ser vulneráveis a rachaduras provocadas por estresse ambiental, em parte devido ao estresse residual relativamente alto em componentes moldados com PC padrão.  A SABIC afirma que as resinas LEXAN HFD, com menor tensão gerada na moldagem, podem ajudar a reduzir a ocorrência desse tipo de rachadura.

Conformidade regulatória de forma mais rápida

Os grades de resina antimicrobiana da SABIC estão entre os mais de 50 materiais médicos de alta tecnologia que contam com o suporte da política de produtos médicos da empresa, projetados com o objetivo de ajudar os OEMs a obter conformidade regulatória para suas aplicações farmacêuticas e da área médica, poupando tempo e dinheiro. A SABIC afirma que a sua política de produtos médicos dá aos clientes a confiança de que esses materiais atendem às normas globais de segurança, são fornecidos com formulação consistente e foram previamente avaliados para biocompatibilidade.

Fonte: SABIC

Curta nossa página no

Mitsubishi seleciona blenda de Poliamida/PPE da SABIC para fabricação de paralamas do Outlander Sport 2013

18/11/2012

A Mitsubishi Motors Corporation seleciona a resina NORYL GTX™ da SABIC para o Outlander Sport 2013, com os primeiros paralamas moldados por injeção em sistemas de duas cavidades da indústria

A unidade de negócios Innovative Plastics da SABIC anunciou  que a Mitsubishi Motors Corporation (MMC) escolheu a resina NORYL GTX™ 989 da SABIC para os paralamas dianteiros do seu crossover Outlander Sport 2013. Os paralamas do veículo são os primeiros a serem produzidos usando a moldagem por injeção em sistemas de duas cavidades com a resina NORYL GTX e permitiram que a MMC reduzisse o tempo de ciclo pela metade e os custos com ferramental. Outros benefícios importantes do material SABIC incluem redução de peso versus aço, promovendo ganhos de economia de combustível, sustentabilidade e flexibilidade para projetar os primeiros paralamas norte-americanos integrados com suportes de absorção de impactos para pedestre. A adoção da resina NORYL GTX 989 pela MMC para produzir em massa os paralamas demonstra o valor crescente da resina NORYL™ e da tecnologia da resina NORYL GTX para a indústria automotiva, bem como sua importância para os clientes como solução as diversas necessidades na área de fabricação e de sustentabilidade.

“Nossa estreita relação e a contínua colaboração com a SABIC foram fatores decisivos para a criação de um paralama dianteiro de alto nível para o Outlander Sport”, disse Masaki Tsugeno, vice-presidente executivo de aquisições e suprimentos da Mitsubishi Motors North America. “Estamos ansiosos para trabalhar com a SABIC no ciclo de vida de nosso veículo para garantir que o Outlander Sport continuará excedendo às expectativas de nossos clientes e para proporcionar-lhes satisfação em todos os sentidos”.

“A Mitsubishi Motors é o primeiro OEM automotivo a utilizar o novo grade da resina NORYL GTX que responde de forma progressiva a busca por novas estratégias que aumentem o desempenho e os benefícios de custo dos paralamas termoplásticos”, disse V. Umamaheswaran (UV), diretor de marketing de automotivo da Innovative Plastics. Ao combinar os aprimoramentos de desempenho da resina NORYL GTX 989 com a eficiência e a velocidade da moldagem em sistema de duas cavidades, a Mitsubishi Motors deu um grande passo em termos de inovação nos paralamas automotivos”.

Redução do tempo de ciclo e aumento do desempenho

Ao adotar a moldagem por injeção em sistemas de duas cavidades para a fabricação do paralama dianteiro do Sport Outlander, que permite que ambos componentes dos paralamas esquerdo e direito sejam produzidos de uma só vez, a MMC foi capaz de reduzir consideravelmente o tempo de ciclo. Além disso, esta abordagem reduz significativamente os custos de investimento em ferramental uma vez que apenas um molde foi necessário ao lugar de dois moldes diferentes para a produção das peças.

Nesta aplicação, o primeiro painel de carroçaria de automóvel utilizando a NORYL GTX 989 resina alavancou o aprimoramento do desempenho mecânico do material, que é uma mistura de poliamida (PA) com o poliéter de fenileno (PPE) modificado. Em comparação com o grade anterior, a resina NORYL GTX 989 proporciona aprimoramento na tolerância ao calor, o que a torna uma boa opção para utilização em processos de pintura em linha que exigem maior resistência térmica das peças. Os materiais da série NORYL GTX avançados também promovem a redução do coeficiente de dilatação térmica linear (coefficient of linear thermal expansion – CLTE) em 10 por cento quando comparado aos grades anteriores, dando maior estabilidade dimensional que permite aos projetistas automotivos maior liberdade para criar painéis de carroceria maiores e de alta precisão.

A MMC aproveitou totalmente a vantagem desta liberdade de projeto para integrar os suportes de absorção de energia no paralama e assim aumentar o nível de proteção aos pedestres. Os estudos de validação indicaram um valor de critério para lesão na cabeça (head injury criterion) 25 por cento menor para o paralama feito com a resina NORYL GTX quando comparado ao de um para-lama de aço.

O uso da resina NORYL GTX ao lugar do aço no paralama do Outlander Sport reduziu o peso do veículo em 3 kg. Esta redução de peso é particularmente importante tendo em vista as regras de economia de combustível dos EUA anunciadas recentemente, dobram as exigências de milhagem para frotas dos fabricantes.

De acordo com o cartão de pontuação de produtos sustentáveis da SABIC, verificado pela GreenOrder, empresa líder de consultoria em sustentabilidade, o uso da resina NORYL GTX 989 versus o aço em painéis de carroceria pode resultar em 45 por cento de redução no consumo de energia e em 47 por cento de redução na emissão de dióxido de carbono (CO2) para cada paralama em cada ciclo de vida do veículo.

A nova resina NORYL GTX 989 está disponível globalmente.

Fonte: SABIC-IP

Curta nossa página no

PolyOne Mostra Soluções para Saúde na feira Compamed em Düsseldorf.

30/11/2011

A PolyOne Corporation, uma fornecedora global de materiais poliméricos especializados, serviços e soluções mostrou seu portfólio ampliado de soluções de saúde inovadoras durante a feira Compamed, ocorrida em Düsseldorf, na Alemanha, entre 16 a 19 de novembro.

A feira Compamed focaliza-se em fornecedores de equipamentos médicos e atrai cerca de 600 expositores e mais de 16.000 participantes. É realizada em conjunto com a Medica, a maior feira médica do mundo, atraindo mais de 130.000 participantes e 4.400 expositores.

A PolyOne mostrou toda a sua linha de produtos voltados para o segmento de equipamentos médicos.  As novidades no portfolio incluem os novos produtos OnColor ™ HC Plus transparente, soluções antimicrobianas WithStand ™ (lançamento para a Europa)  e outras soluções sob a marca NEU.

Linha transparente está disponível para aplicações médicas com copoliésteres.

O OnColor ™ HC Plus Transparente complementa a linha de cores em masterbatch para resinas opacas (certificadas em protocolos de teste USP Classe VI) e está atualmente disponível para copoliésteres Tritan ™ da Eastman para aplicações médicas , havendo também grades adicionais para Policarbonato, ABS e poliésteres a serem comercializados no primeiro trimestre de 2012. Os masterbatches OnColor ™ HC Plus são certificados segundo protocolos de teste USP Classe VI, como parte de um esforço para gerenciar riscos e aumentar a velocidade de lançamento de produtos no mercado de aplicações para saúde e fabricação de equipamentos médicos.

A Compamed 2011 também marcou o lançamento europeu da tecnologia de soluções antimicrobianas WithStand™ da Polyone. Esta tecnologia pode inibir o crescimento de bactérias, quando utilizado como aditivo em dispositivos médicos. Ela representa um esforço colaborativo entre a PolyOne e a SANITIZED AG, um dos produtores líderes mundiais da função de higiene antimicrobiana e de proteção de materiais nas áreas de têxteis e plásticos.

A NEU Specialty Engineered Materials LLC, uma subsidiária da PolyOne, também anunciou o lançamento da linha NEUsoft ™ – soluções em materiais para aplicações médicas. A série NEUsoft ™ são poliéteres transparentes ou formulações de TPU (Poliuretano Termoplástico) baseadas em poliésteres e blendas, possuindo boa elasticidade e também excelente abrasão e resistência ao rasgo. Estas formulações recentemente receberam certificações USP Classe VI e certificações ISO 10993. Devido ao fato de serem pré-certificados, os materiais NEUsoft ™ habilitam os fabricantes de equipamentos médicos a agilizarem o desenvolvimento de seus produtos e o processo de comercialização, dando-lhes a confiança necessária para avançar com os testes regulatórios de seus produtos.

Além disso, a NEU recentemente apresentou o serviço de Resposta Rápida NEUSpeed ™ , um serviço disponível globalmente que permite atender a um pedido dentro de um dia útil para um grupo seleto de formulações certificadas segundo a USP Classe VI e ISO 10993. Com este serviço, os pedidos serão atendidos nas instalações da NEU dentro de um dia útil após a recepção e serão despachados de acordo com o método de transporte especificado por cada cliente.

Compósitos de polímeros e metais oferecem proteção contra radiação.

A PolyOne também mostrou sua solução Trilliant ™ para proteção contra radiação, que oferece uma alternativa ao chumbo para proteção contra radiações. Estes compósitos de polímero-metal, que atendem às diretivas RoHS, protegem contra a radiação nos mesmos níveis oferecidos pelo chumbo, permitindo que os clientes PolyOne fiquem um passo à frente de mudanças regulatórias previstas na RoHS.

Sobre a PolyOne

A PolyOne Corporation teve receitas de US $ 2,6 bilhões em 2010 e é uma fornecedora de materiais poliméricos especializados, serviços e soluções. Sediada próximo a Cleveland, em Ohio, nos EUA, A PolyOne tem operações em todo o mundo. Para obter informações adicionais sobre a PolyOne, visite o site http://www.polyone.com.

Fonte: PolyOne (inclusive fotografias)

SABIC-IP e governo de Chongqing (China) assinam acordo para construção de fábrica de plásticos de engenharia.

11/11/2011

A SABIC-IP, a Chongqing Xiyong Micro-Electronic Industrial Park e a Comissão Econômica e de Informatização de Chongqing anunciaram um acordo através do qual a SABIC instalará uma fábrica de compostos termoplásticos de engenharia em Chongqing, na China. O movimento apóia o plano de crescimento de cinco anos do governo chinês que prevê a expansão da região ocidental do país e reforça o compromisso da SABIC de construir sobre sua tradição em atender este mercado importante com soluções de materiais de alta qualidade. Chongqing já se consolida como um importante polo industrial para os fabricantes mundiais de computadores, eletroeletrônicos e de automóveis – segmentos críticos da indústria que a SABIC vem atendendo há muitos anos com sua tecnologia na fabricação de materiais, desenvolvimento de aplicações e assistência técnica local.

 Este é o terceiro investimento em termoplásticos de engenharia na China feito pela SABIC este ano. Entre os anúncios anteriores está o acordo da SABIC com a Sinopec para colaborar na produção de policarbonato na China, com um investimento conjunto entre as duas empresas que serviria para financiar uma nova fábrica com capacidade anual de 260 quilotoneladas métricas. O segundo anúncio foi de investimentos em novas linhas de produção de resinas e filmes de policarbonato Lexan da SABIC em Xangai e Nansha em 2012.

 A nova fábrica de compostos, que deverá entrar em operação em 2013, produzirá policarbonato, copolímeros e blendas de policarbonato e outros termoplásticos de elevada qualidade e de categoria internacional da SABIC, proporcionando acesso mais fácil aos clientes do sudoeste da China. O local terá linhas de compostagem, capacidades de desenvolvimento de cores e equipamentos avançados, o que permitirá a SABIC trabalhar com seus clientes e parceiros na criação de novas aplicações para os plásticos de engenharia. Hoje, a SABIC tem na Ásia 41 escritórios, 9 locais de fabricação e 5 Centros de Tecnologia e Inovação nos 12 principais países asiáticos para atender um portfólio de clientes em diversas indústrias.

Fonte: SABIC IP

Novos dispositivos de terapia do sono da ResMed fabricados com resinas de Policarbonato e Blenda PC/ABS da SABIC ajudam pacientes a respirar mais facilmente.

29/09/2011

A unidade de negócios Innovative Plastics da SABIC anunciou hoje que a ResMed – líder global em produtos médicos para o tratamento e gerenciamento de distúrbios respiratórios – selecionou as resinas Cycoloy* e Lexan * para aprimorar o desempenho, a estética e a sustentabilidade em seus dispositivos da nova série S9™ da ResMed para tratamentos de distúrbios do sono. A resina Cycoloy de policarbonato/acrilonitrila-butadieno-estireno (PC / ABS) da SABIC apresenta retardância à chama sem o uso de halogênios e alto fluxo em processamento, sendo também usada para moldar o complexo chassi de parede fina do S9™. A resina Lexan, com base em policarbonato, é um material biocompatível com ótimo acabamento de superfície sendo também utilizado na caixa superior do S9™ e na tampa do umidificador H5i™. Ambos materiais ajudaram a ResMed a criar uma concepção com estética excepcional que atrai o cliente. A série de dispositivos S9™ ResMed demonstra como o amplo e crescente portfólio de materiais de alto desempenho da SABIC ajudam seus clientes a criarem novas e inovadoras tecnologias.

“Escolhemos as resinas Cycoloy e Lexan da SABIC para os componentes principais de nossos dispositivos de terapia do sono, a série S9™, por várias razões”, disse Gary Robinson, vice-presidente de Supplier Alliance da ResMed. “Essas resinas termoplásticas eco-progressivas proporcionaram vantagens importantes, como a flexibilidade de design, excelente desempenho em trabalho e tornou o uso dos dispositivos mais simples. A SABIC também ofereceu serviços que permitiram agregar valores importantes ao projeto, desde o desenvolvimento da cor adequada até o aprimoramento do processo produtivo, o que nos ajudou muito a alcançar nossos objetivos”.

“A SABIC oferece aos clientes da área de cuidados com a saúde um dos portfólios mais robustos de materiais de alta qualidade presentes na indústria de plásticos, abrangendo assim as principais tendências no setor, tais como a miniaturização e estética de equipamentos para uso doméstico”, disse Thomas O’Brien, diretor de marketing para Indústria Médica e Hospitalar da Innovative Plastics. “Temos muito orgulho de nossa estreita colaboração com empresas líderes do setor como a ResMed, o que nos possibilita fornecer materiais com a mais alta tecnologia, qualidade e desempenho para a fabricação de seus produtos. Nossos produtos certificados e combinados com a experiência de uma empresa líder com mais de 75 anos no setor de termoplásticos formam a força motriz que nos permite ajudar clientes a inovarem continuamente seus produtos, atendendo assim às desafiadoras exigências da área médica e hospitalar em todo o mundo”.

 Praticidade e apelo ao cliente

 A nova série S9™ da ResMed para dispositivos para o tratamento de distúrbios do sono – incluindo modelos contínuos, automáticos e variáveis de pressão positiva de vias aéreas – combinam uma concepção aerodinâmica de alta tecnologia com uma funcionalidade e conforto aprimorados através do controle combinado do clima e do teor de umidade do ar que o paciente respira.

Estes novos dispositivos são produzidos através do uso das resinas Lexan e Cycoloy da SABIC resultando em dispositivos parecidos com um rádio-relógio ou aparelho de som, sem causar a estranhesa comum à presença de equipamentos médicos em residências. Para facilidade de uso, eles são projetados para serem leves e duráveis.

A resina da Cycoloy da SABIC fornece excelente desempenho mecânico sob condições de alta temperatura. Além disso, este material oferece retardância à chama sem o uso das convencionais substâncias halogenadas, o que permite o cumprimento de exigências das diretivas sobre Restrições a Substâncias Perigosas (Restriction of Hazardous Substances – RoHS) e Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos (Waste Electrical and Electronic Equipment – WEEE) da União Europeia (UE). O chassi dos dispositivos feitos com a resina Cycoloy foi ainda personalizado na cor cinza-escuro.

A Resina Lexan foi escolhida para as tampas inteligentes do umidificador H5i™ por suas propriedades de impacto excepcionais. A resina Lexan faz parte do amplo e crescente portfólio da SABIC de mais de 50 tipos de resina para uso em equipamentos médicos e hospitalares, sendo estes apoiados por uma abrangente política de produtos para usos em dispositivos de cuidados com a saúde.

Fonte: SABIC-IP

Venda de Plásticos de Engenharia cresce no País.

30/08/2011

Pesquisa promovida pela ADIRPLAST revela que a comercialização no Brasil dos plásticos de engenharia deve chegar a 35 mil toneladas neste ano

O consumo de plásticos de engenharia no Brasil cresceu em 2010. Segundo levantamento promovido pela ADIRPLAST – Associação Brasileira dos Distribuidores de Resinas Plásticas – e realizado Maxiquim Consultoria, o faturamento dos distribuidores ligados à entidade com o segmento de especialidades cresceu 1,5% no ano passado. Foi de 7,4% para 8,9% da participação no montante faturado pelas empresas.

Em relação ao volume de vendas, a pesquisa apontou que os plásticos de engenharia, também conhecidos por especialidades, tiveram, em 2010, 6,3% de participação na cadeia de distribuição de resinas.

E a boa fase dos plásticos de engenharia no mercado nacional deve se repetir neste ano. Levantamento que considera o primeiro trimestre deste ano, feito entre as empresas associadas à entidade, mostra que as especialidades foram responsáveis por mais de 10% do faturamento dos distribuidores, contra apenas 8,3% no mesmo período do ano passado. E a expectativa da ADIRPLAST é que esse mercado ainda cresça 28% neste ano, chegando a 35 mil toneladas comercializadas.

Entre os plásticos de engenharia, os que mais se destacam hoje no mercado brasileiro são ABS e San, Eva, Poliacetal e Poliamida, entre outros.

Para Laércio Gonçalves, presidente da ADIRPLAST, o avanço nas vendas dos plásticos de especialidades no mercado nacional reflete a boa fase pela qual passa o país e principalmente os segmentos industriais que mais fazem uso dessas matérias-primas: “A maior qualificação da indústria nacional e aumento de consumo da população são alguns dos motivos pelos quais vemos o mercado de plásticos de engenharia crescendo a cada ano. Segmentos ligados aos mercados automobilístico, médico-hospitalar, alimentício ou de higiene pessoal, além dos mercados de produtos mais sustentáveis, de eletro-eletrônico e de construção, são alguns dos consumidores desse tipo de material”.

Novidades, tecnologia e variedade
Diversas resinas compõem o segmento de plásticos de engenharia. Elas apresentam propriedades diferenciadas em relação às resinas commodities, como o polietileno (PE), o polipropileno (PP), o poliestireno (PS) e o PVC.

Pelas suas propriedades mecânicas, térmicas e óticas, os plásticos de engenharia são usados em aplicações de alta tecnologia. No setor automotivo, por exemplo, elas vêm sendo utilizadas cada vez mais, inclusive como substitutas de metais como o aço e o alumínio. Essa substituição tem ajudado a diminuir o peso dos veículos e, consequentemente, a reduzir o consumo de combustíveis e a emissão de gases nocivos à saúde.

Entre os principais plásticos de engenharia oferecidos hoje pelos distribuidores ligados à ADIRPLAST destacam-se as diferentes variedades de ABS (Acrilonitrila Butadieno-Estireno), SAN (Copolímero Estireno-Acrilonitrila), compostos de PP e PE, MABS (resinas mistas), ASA (Acrilonitrila Es tireno-Acrilato), PA (Poliamida), PBT (Polibutileno Tereftalato), POM (Poliacetal), PMMA (Polimetacrilato de Metila) e PPA (Poliftalamida), entre inúmeros outros tipos.

Atualmente as principais novidades deste segmento ficam por conta das resinas modificadas e blendas, algumas formuladas com materiais de alto apelo tecnológico e até sustentável. O material tem sido mais usado pelas empresas que trabalham mais fortemente o apelo de sustentabilidade de seus produtos e marcas.

Destaque também para algumas resinas mais específicas, usadas principalmente pela indústria médico-hospitalar, assim como para a copoliéster, que confecciona produtos de alta resistência, tanto ao impacto como a altas temperaturas, suportando acima dos 100°C. O material ainda oferece resistência química aos produtos e uma transparência similar a do vidro, entre outras propriedades marcantes. Sem contar que o componente é livre de substâncias restritas e, por isso, aprovado pelos mais respeitados ór gãos de regulamentação de materiais de destinação a contato humano. Hoje os principais mercados consumidores deste produto têm sido os fabricantes de embalagens de cosméticos e utilidades domésticas.

Já para os mercados de construção e design, a tecnologia fica por conta da resina ABS/PMMA. O material oferece alta resistência a impactos, a tração e a altas temperaturas. Fácil de moldar e altamente resistente à exposição ao tempo e a produtos químicos, esse plásticos tem sido usado na fabricação de sanitários de ônibus, cubas de banheiro e até banheiras de hidromassagem.

Fonte: Adirplast / Baião de 3

 

SABIC IP apresenta Peugeot moderno com materiais automotivos de alto desempenho e suporte local em seu novo sedan 408 Griffe

30/05/2011

O novo Peugeot 408 Griffe, um sedan compacto médio, apresenta quatro aplicações que usam materiais de alto desempenho da SABIC Innovative Plastics: para-lamas dianteiros e tampa do tanque de combustível moldados com a resina Noryl GTX*; um módulo frontal usando a resina de polipropileno de fibra de vidro longa SABIC® STAMAX®; a resina Cycoloy* para uso em aplicações interiores e lanternas e a resina Cycolac* para aplicações externas. Esses quatro materiais de alto desempenho foram selecionados pela Peugeot para seu novo sedan por sua liberdade de design excepcional e outras vantagens, como resistência, redução de peso, qualidade e segurança. A Peugeot também escolheu os materiais da SABIC Innovative Plastics por sua capacidade comprovada de auxiliar OEMs automotivos a atender as demandas do mercado em constante mudança e normas regulatórias ambientais cada vez mais rígidas.

 “Nosso trabalho com a Peugeot nesse veículo abrangeu os centros de desenvolvimento de indústrias automotivas na Argentina, Brasil China e França, e demonstra a capacidade da SABIC Innovative Plastics de fornecer recursos locais e globais que otimizam a eficiência e o valor da fabricação automotiva”, declarou Edson Simielli, gerente geral da divisão automotiva para a América do Sul da SABIC Innovative Plastics. “Os dez anos de sucesso da Peugeot no Brasil são um marco significativo e esperamos continuar nosso estreito relacionamento com esse cliente, ajudando-o a expandir seus negócios por aqui.”

 Tecnologia de materiais que visam preferências locais e requisitos globais

 Os materiais da SABIC Innovative Plastics para aplicação automotiva apoiam OEMs e linhas, pois buscam atender as necessidades de mercado locais e também as exigências ambientais e de segurança globais. A SABIC Innovative Plastics trabalhou em conjunto com a Peugeot em muitas aplicações importantes para o sedan 408:

  • Para-lamas dianteiros e tampa do tanque de combustível: A resina leve Noryl GTX é uma importante contribuição para melhor eficiência do combustível e um nível mais baixo de emissões no sedan 408. Quando usada para substituir metais, a resina Noryl GTX consegue diminuir o peso em até 50% e oferece uma liberdade de design bem maior. Pode ser pintada online juntamente com o Body-In-White (BIW) de metal, o que dispensa operações secundárias e garante a perfeita combinação de cores. Essa resina condutiva não exige uma demão de primer antes da pintura. A Peugeot escolheu a resina Noryl GTX* devido ao bom resultado anterior em outros veículos, incluindo os para-lamas dianteiros Peugeot 307, fabricado na Argentina.
  • Módulo frontal: O polipropileno de fibra de vidro longa STAMAX® permitiu aos designers da Peugeot criar um módulo frontal leve, que oferece excelente resistência estrutural e boa resistência térmica. Um dos principais benefícios foi a consolidação da peça, que agiliza a montagem.
  • Painel central e  carcaça de lanterna: A resina de policarbonato/acrilonitrilo-butadieno-estireno (PC/ABS) Cycoloy* XCY oferece excelente desempenho térmico e mecânico, resistência hidrolítica superior em comparação com outros materiais PC/ABS, excelente acabamento de superfície e facilidade no processamento.
  • Frisos externos: Essas peças decorativas cromadas usam a resina MG37EP Cycolac*, resultando em peças de excelente acabamento superficial e com adequada resistência térmica e ap impacto.

Fonte: SABIC IP

Produção local da resina Flexible Noryl* da SABIC IP reduz os tempos de entrega para os clientes em 50 por cento

15/05/2011

Durante a BrasilPlast 2011, a SABIC Innovative Plastics anunciou que a partir de agora fornecerá a sua mundialmente renomada resina Flexible Noryl* para o essencial mercado sul-americano. Esta nova produção local reduzirá drasticamente os tempos de produção de resinas sustentáveis, não halogenadas e retardadoras de chamas em até 50 por cento, em média, e é um acréscimo bem vindo ao já amplo portfólio de produtos da empresa fabricados no Brasil. O anúncio da SABIC Innovative Plastics sublinha o compromisso da empresa em ajudar a assegurar o fornecimento local confiável de seus materiais sustentáveis termoplásticos para ajudar os clientes locais e regionais a destacarem seus produtos, crescerem e obterem êxito nos mercados em que se inserem.

A produção local da resina Flexible Noryl ainda poderá beneficiar os clientes sul-americanos de fios e cabos nas indústrias automotiva e elétrica/eletrônica (E/E) acelerando o tempo de colocação no mercado e apoiando a conformidade com as normas ambientais.

“Nossa nova capacidade de produção demonstra nosso sério compromisso com o mercado sul-americano, em que já oferecemos sólidos serviços e suportes técnicos locais incluindo o desenvolvimento de aplicação e a adequação às cores do cliente,” afirma Ricardo Knecht, gerente geral da SABIC Innovative Plastics na América do Sul. “Agora que fornecemos entregas muito mais rápidas de amostras e resinas, podemos facilitar significativamente o planejamento dos clientes e a utilização da tecnologia da resina Flexible Noryl em seus programas. Isto também abrirá possibilidades novas para este versátil material, tais como o uso expandido em cabos USB, audio e vídeo e de carregadores de celulares com opções esteticamente interessantes fornecidas pelos nossos novos tipos brancos resistentes a ultravioleta. Igualmente importante, o uso da resina Flexible Noryl apoia iniciativas de proteção ambiental em indústrias chave para beneficiar a região como um todo.”

Desempenho sustentável em fios e cabos

As resinas Flexible Noryl possibilitam desempenho ambientalmente responsável por evitarem o uso de retardadores de chama halogenados e fornecendo uma alternativa para o tradicional policloreto de vinila (PVC) em revestimento e isolamento de fios e cabos. Estes materiais apoiam a conformidade com normas tais como as diretrizes de restrição às substâncias perigosas (Restriction of Hazardous Substances – RoHS) da União Europeia e resíduos de equipamentos elétricos e eletrônicos (Waste Electrical and Electronic Equipment – WEEE) e o padrão de registro, avaliação e autorização de substâncias químicas (Registration, Evaluation and Authorization of Chemicals – REACH). Em contraste com os outros materiais , tais como polietileno reticulado, que são mais difíceis de reciclar, as resinas Flexible Noryl fornecem alto desempenho em calor dispensando o uso de reticulados.

Estes materiais possibilitam um excelente equilíbrio entre flexibilidade, propriedades mecânicas e facilidade de processamento. Eles também apresentam desempenho ultravioleta em ambientes internos para resistir ao desbotamento e à decomposição.

As resinas Flexible Noryl estão disponíveis em branco, preto ou ainda em grades coloridos
conforme a demanda.

Fonte: SABIC IP

SABIC apresenta materiais inovativos para os principais setores em crescimento na América do Sul, durante BrasilPlast 2011

15/05/2011

O sedan compacto médio da Peugeot 408 Griffe usa os materiais de alto desempenho da SABIC IP, que permitem maior liberdade de projeto e leveza

Durante a Brasilplast 2011, a SABIC  enfatizou os seus recursos regionais expandidos, as suas novas tecnologias e o sólido relacionamento com os clientes.

O estande  da SABIC na Brasilplast demonstrou as quatro facetas do mote “Cultura da inovação”, que tem como pilares a sustentabilidade, o crescimento, a tecnologia e o foco no cliente. A empresa apresentou diversos materiais do seu amplo portfólio, com aplicações avançadas para todos os principais setores em crescimento no Brasil, como o automotivo, o médico-hospitalar e o de infraestrutura.

“A participação na BrasilPlast 2011 deu à SABIC uma grande oportunidade de mostrar seu compromisso firme e de longo prazo com a América do Sul, seu sucesso e crescimento contínuo,” declara Khaled Al-Mana, VP executivo da divisão de polímeros da SABIC.  “O enfoque na Cultura da inovação direciona nossa estratégia para sermos líderes mundiais em produtos químicos, inclusive plásticos. Temos orgulho dos nossos investimentos em recursos globais e em nosso amplo portfólio de produtos, que são cruciais para o fornecimento de soluções completas ao aos clientes”, diz Al-Mana.

“Nossa prioridade é apoiar as necessidades dos clientes”, afirma Charlie Crew, VP executivo da divisão Innovative Plastics da SABIC. “Para fazer isso, investimos constantemente em soluções de materiais de alto desempenho, recursos avançados de desenvolvimento de aplicativos e serviços de valor agregado, que ajudem nossos clientes a serem competitivos e a terem sucesso nos mercados locais, regionais e globais. A SABIC Innovative Plastics continua a se pautar em sua rica tradição de produtos inovadores e avançados, mantendo sempre um fluxo constante de novas soluções para o mercado”, completa Crew.

O tema Cultura da inovação da SABIC para a BrasilPlast 2011 está baseado em quatro pilares estratégicos:

1. Crescimento
A SABIC, para atender às exigências atuais e futuras dos clientes, continua a investir na expansão da produção local e global.

  • Maior capacidade para atender às necessidades dos clientes– A SABIC Innovative Plastics expandiu sua capacidade de produção local no Brasil com a inclusão de uma nova e sofisticada linha de manufatura, que trabalha com cores personalizadas e com a flexibilidade de produzir tamanhos de lote menores, o que permite acesso mais fácil e rápido às amostras de materiais necessárias para o desenvolvimento de aplicativos. Os produtos disponíveis para a produção nessa nova linha incluem a resina de acrilonitrila butadieno estireno (ABS) Cycolac*, a resina de policarbonato (PC)/ABS Cycoloy*, a resina Lexan* PC, a resina Lexan EXL, a resina de óxido de polifenileno/polifenileno (PPO/PP) Noryl PPX*, a resina de acrilonitrila estireno acrilato (ASA) Geloy*, as resinas de polibutileno tereftalato (PBT) Valox* e PC/PBT Xenoy*, além de outros compostos LNP*.
  • Produção local de resinas sustentáveis Flexible Noryl* – A SABIC Innovative Plastics está agora disponibilizando fornecimentos locais de sua reconhecida resina Flexible Noryl para o mercado sul-americano, diminuindo o tempo de entrega da resina não halogenada retardante a chamas e sustentável em cerca de 50%, em média.
  • Capacidade expandida de poliolefinas – A SABIC expandiu recentemente a capacidade de produção de poliolefinas em sua unidade da Arábia Saudita. Junto com as instalações de polietileno (PE) do Reino Unido e da Alemanha, e as mais recentes instalações de PE e PP da China, essa expansão permite à SABIC Polymers fornecer confiabilidade aos clientes em todo o mundo, inclusive segmentos de mercado nas Américas.

2. Tecnologia
A SABIC continua concentrada no desenvolvimento de materiais para atenders às demandas tecnológicas atuais e futuras, que vão desde equipamentos médicos, até iluminação por LEDs (diodos emissores de luz). Esses materiais proporcionam alto desempenho, atendem às exigências e requisitos mais rigorosos e agregam valor ao reduzir custos e ao abrir oportunidades para novos projetos que levem ao crescimento. As principais tecnologias incluem:

  • Portfólio para sistemas de liluminação em LED – Esses materiais avançados incluem a resina Lexan PC com retardante à chama (FR) e atendem à norma UL94 V0 em 1,5 mm. Essa resina proporciona iluminação de LED de parede fina em aplicações transparentes ou com difusão. O estande da SABIC trará exemplos de iluminação por LED com níveis variados de difusão.
  • Materiais especiais para cuidados com a saúde – Os compostos de alta gravidade específica (HSG) LNP Thermocomp* para blindagem de radiação que atendem às mudanças futuras na isenção de substituição do chumbo em produtos da Categoria 8, de acordo com a diretiva EoHS (Restrição de Substâncias Perigosas), da União Europeia (UE). Além disso, os compostos LNP Faradex* da empresa integram proteção contra interferência gerada por sistemas wireless de monitoramento de pacientes, aumentando o uso em instalações residenciais e de cuidados de longo prazo.
  • Painéis transparentes para automóveis com a Lexan PC – A tecnologia avançada Lexan GLX PC com revestimentos Exatec*, da SABIC Innovative Plastics, está conduzindo ao desenvolvimento de novos avanços nas aplicações em painéis transparentes para automóveis, como janelas traseiras, grandes tetos solares, spoilers e lanternas traseiras, que podem oferecer até 50% de redução de peso em comparação às janelas de vidro de mesmo tamanho. De forma mais significativa, a redução do peso com painéis transparentes contribui na redução do centro de gravidade do veículo, melhorando o controle e segurança. A empresa exibirá um protótipo de módulo de teto e janelas laterais traseiras do SEAT.
  • Chapa Lexan Thermoclick* – Este sistema de chapas alveolares apresenta uma conexão de perfil que combina propriedades mecânicas, ópticas e térmicas de alto nível para revestimentos e fachadas de construção. Esse sistema de interconexão dispensa perfis verticais, economizando tempo e custos de instalação ao mesmo tempo em que proporciona eficiência energética e excelente estética final. Os sistemas de chapas Lexan Thermoclick obedecem às normas CC1 (ASTM D635) e Classe A (ASTM E-84) para classificação de incêndio e fumaça.

3. Sustentabilidade
As questões de sustentabilidade estão no centro da estratégia de negócio da SABIC. O portfólio de produtos, a experiência tecnológica e o histórico de inovação da SABIC permitem o desenvolvimento de materiais que ajudam os clientes a atenderem às diversas questões ambientais, como o corte no consumo de energia durante a manufatura, a redução no peso de produtos ou a diminuição no tamanho das peças (deixando-as mais finas), permitindo uma reciclagem mais fácil ou a incluso de conteúdo reciclável.

  • Portfólio de Soluções Sustentáveis – A SABIC Innovative Plastics traz como destaque seu portfólio expandido de Soluções Sustentáveis e o novo processo de validação para materiais sustentáveis, feito para ajudar os clientes a reduzirem suas emissões de carbono e de energia, diminuirem os resíduos e garantirem a rigorosa conformidade para com normas ambientais globais. Todos os produtos atendem à norma de terceiros adequada ou, na falta de norma reconhecida, passam por avaliação dos benefícios ambientais usando um Cartão de Pontuação de Produtos Sustentáveis rigoroso, desenvolvido em parceria com a GreenOrder, uma empresa de consultoria líder em sustentabilidade ambiental.
  • Materiais com conteúdo PCR – Uma série bem ampliada de produtos da SABIC Innovative Plastics contendo materiais reciclados pós-consumo (PCR) está disponivel em algunas linhas de produtos, como as resinas Valox iQ*, Xenoy iQ* e PCR Lexan EXL, com as novas resinas de PCR Cycoloy e Noryl Classico, e três linhas de resinas Lexan EXL.
  • Materiais avançados com FR – A empresa está produzindo em caráter local duas novas linhas da resina Flexible Noryl: a WCD801AU, para possível uso no recobrimento de cabos, e a WCP821U, para possível uso em componentes de cabos moldados. Esses materiais utilizam sistemas FR, que dispensam o uso de aditivos clorados ou bromados.
  • Grades de alta densidade, com alto peso molecular, para tubulações – Os grades bimodais de polietileno de alta densidade (HDPE) da SABIC são compostos com uma concentração básica de preto de carbono, que oferecem aos conversores uma boa economia de energia e possibilita a instalação de tubulações ecologicamente responsáveis.

4. Foco no cliente
Para ajudar os clientes a inovar, criar diferenciais em suas aplicações e aprimorar a manufatura, a SABIC Innovative Plastics atua de forma colaborativa em todo o processo de desenvolvimento de aplicações. Equipes locais dedicadas, no Brasil e na Argentina, concentradas no desenvolvimento de cores e na produção de amostras na unidade de Campinas, posicionam a empresa para responder rapidamente às necessidades dos clientes.

  • Resinas leves Noryl GTX* – Empresas automotivas, como a Peugeot, por exemplo, desfrutam de uma liberdade maior para criar painéis maiores, mais leves e com alta precisão, usando a resina Noryl GTX. Quando usada em substituição aos metais, a resina Noryl GTX pode proporcionar uma redução de peso de até 50%, contribuindo para uma maior eficiência no uso de combustíveis e menos emissões. A SABIC Innovative Plastics ofereceu à Peugeot, por exemplo, suporte local e global em todo o processo de desenvolvimento de seu novo sedan médio compacto, o modelo 408 (em exibição estande da SABIC na feira)
  • PP SABIC® STAMAX® para o setor automotivo – A resina de polipropileno de fibra de vidro longa (LGFPP) STAMAX leve e de alto desempenho, da SABIC, oferece boa resistência térmica e bom desempenho mecânico em módulos frontais automotivos. Um benefício adicional do uso desse material é a liberdade de poder consolidar as peças da região frontal dos veículos, o que se traduz em agilização da montagem e redução de custos sistêmicos. O Peugeot 408, com módulo frontal na versão Griffe, estará em exibição na BrasilPlast.

Fonte: SABIC IP

Resinas da SABIC-IP são usadas pela GE Healthcare em novo equipamento de Raios-X.

16/02/2011

A SABIC Innovative Plastics anunciou que a GE Healthcare, líder global em tecnologias para a indústria médica, selecionou a resina Valox* e a resina Xylex* para a fabricação de caixas de armazenamento de sua nova máquina portátil de raios-X “Optima XR220amx1”.

Essas resinas de alto desempenho contribuem para que a GE Healthcare esteja de acordo com as rigorosas exigências do setor, como segurança, eficiência do equipamento nos tratamentos e aprimoramento em relação aos cuidados com o paciente. Esse dispositivo inovador possibilita que os diagnósticos radiológicos sejam realizados diretamente no local de internação do paciente.

A SABIC Innovative Plastics oferece um amplo portfólio de materiais para o setor de saúde, proporcionando soluções para as diversas as mudanças regulatórias, exigências de projeto e desempenho enfrentadas pelos clientes do setor de equipamentos médicos.

“A parceria com a SABIC Innovative Plastics neste projeto de alta visibilidade tem gerado benefícios não apenas para nossos clientes, mas principalmente para os usuários finais de nossos produtos” diz Guillermo Sander, Gerente Global de Marketing, Mobile DXR da GE Healthcare.

“Com as resinas Valox e Xylex criamos uma “sala radiográfica sobre rodas”: portátil, fácil de limpar e com design atraente. O amplo portfólio de resinas e os serviços de desenvolvimento de aplicações fornecidos pela SABIC Innovative Plastics nos ajudaram a aperfeiçoar o projeto e a aprimorar o desempenho dos dispositivos de diagnósticos para esta nova geração” afirma Sander.

“A SABIC Innovative Plastics está aumentando o foco no suporte aos fornecedores globais da indústria Médico-hospitalar, promovendo a diversificação de dispositivos ao oferecer as mais avançadas tecnologias em materiais”, diz Tom O’Brien, Diretor Global de Marketing de Produtos Médico-hospitalares da SABIC Innovative Plastics.

“Estamos orgulhosos da nossa parceria de mais de 15 anos com a GE Healthcare, que tem como meta atender aos principais desafios da indústria médico-hospitalar. Nesse novo equipamento de raios-X os nossos materiais proporcionam leveza, resistência química e durabilidade” afirma O’Brien.

Materiais estão em linha com as tendências mais importantes da Indústria médico-hospitalar

A GE Healthcare escolheu a resina Valox V3900WX, uma blenda polimérica de poliéster/policarbonato (PC) de alto impacto, para atender às exigências do setor de equipamentos médicos, como mais segurança aos pacientes e maior controle sobre os custos associados os equipamentos.

A resina Valox apresenta uma ótima resistência química vinda do poliéster semicristalino, que auxilia a resistir aos mais agressivos produtos de limpeza adotados para combater as infecções de origem hospitalar. Para um equipamento portátil, como o da GE Healthcare, essa resina proporciona ainda alta resistência ao impacto e estabilidade dimensional, características do Policarbonato, que permitem suportar choques e quedas durante o transporte do equipamento dentro do hospital.

Esta resina, que também é resistente à ação dos raios ultravioletas (UV) e retardante a chamas (FR), proporciona uma boa aparência e a possibilidade de obtenção de peças moldadas na cor final desejada, sendo uma alternativa para promover a redução de custos existentes em processos de pintura, substituindo as operações tradicionais, que utilizam materiais metálicos. Outro aspecto importante é o aprimoramento da processabilidade, necessária à moldagem de peças grandes, de alta qualidade e precisão dimensional.

A resina Valox oferece mais liberdade de projeto, quando comparada ao metal. A ampla variedade de cores disponíveis para a obtenção de peças moldadas na cor final também permite a GE Healthcare a obtenha a peça na cor branca brilhante personalizada, sem custos e impactos ambientais comuns a um processo de pintura secundária. A cor inerente ao material também evita os riscos na pintura e facilita a limpeza.

A resina Valox V3900WX é um grade global (GG), com a classificação UL746C F1 da Underwriters Laboratories (UL) para todas as cores. Os grades globais da SABIC Innovative Plastics representam uma alternativa de maior flexibilidade aos clientes globais, pois permitem a transferência de projetos entre diversas regiões do mundo sem o custo e a complexidade da requalificação de material. A linha de resinas retardantes a chama possui classificação UL 94 V0 para espessura de parede abaixo de 1,5 mm e classificação 5VA para espessura de parede abaixo de 3,0 mm.

A resina Xylex X7519HP é uma blenda polimérica transparente de PC e poliéster amorfo. Comparada apenas ao PC, a adição do poliéster proporciona o aprimoramento da resistência química, mantendo os esforços para reduzir as infecções nosocomiais, ou seja, infecções adquiridas após a entrada do paciente no hospital.

O poliéster também melhora a resistência à fratura sob tensão e permite temperaturas mais baixas de processamento. A alta resistência ao impacto e a transparência similar à do vidro tornam a resina Xylex ideal para recipientes de armazenamento. Assim como a resina Valox, este material possui o recurso de ser moldado na cor final de aplicação.

A SABIC Innovative Plastics oferece uma política proativa de produtos para equipamentos de saúde, que abrange mais de 50 materiais de grades médicos e fornece listas de regulamentação e de biocompatibilidade pré-avaliadas para reduzir o tempo e as despesas dos fabricantes no desenvolvimento de novos produtos.

A empresa oferece também uma das mais amplas linhas de materiais amorfos e cristalinos para a indústria médico-hospitalar, aprovados pela United States Federal Drug Administration (FDA) e pelo Device Master File, além de estarem sujeitos a bloqueios de fórmula e a processos rigorosos de gerenciamento de mudanças.

Fonte: SABIC-IP

Novas Resinas Extem* UP da SABIC Innovative Plastics Apresentam Resistência Maior à Temperatura para Aplicações de Uso Contínuo

16/11/2010

Na K 2010,  a SABIC Innovative Plastics  anunciou que conseguiu desenvolver uma resina que suporta uma das maiores temperaturas em que um material termoplástico sem reforços ou cargas pode trabalhar.

Os Fios de Eletroímãs Podem Ser Feitos com o Uso das Resinas Extem

As resinas termoplásticas de poliimida (Thermoplastic PolyImide – TPI) Extem* UP retardantes à chama são materiais de elevada resistência à temperatura, que atingiram recentemente a classificação RTI (Relative Temperature Index, Índice de Temperatura Relativa) UL746B por conseguirem atingir a casa dos 240 °C.

Ao incorporar a resina PEEK  à tecnologia presente na resina Extem, a SABIC Innovative Plastics pode oferecer aos clientes um desempenho otimizado, combinando o melhor de ambos os materiais. Essa tecnologia abre novas oportunidades para aplicações que requerem baixo peso e temperaturas de uso contínuo mais elevadas, como placas de chips semicondutores e conectores para ambientes agressivos, propondo uma alternativa aos metais presentes nas indústrias petrolífera e aeroespacial.

“As resinas Extem UP representam uma nova era no desempenho de termoplásticos de alta temperatura ”, afirma Peter Catsman, líder global de marketing de produtos para Produtos de Alto Desempenho da SABIC Innovative Plastics.

“As resinas Extem UP permitem aos clientes uma opção completamente nova para a substituição de metais, cerâmicas e plásticos termorrígidos, que apresentam sistemas de processamento mais complicados e que podem resultar em custos e pesos mais elevados. Com a tecnologia de resinas Extem UP, a SABIC Innovative Plastics atende a uma importante demanda do mercado por uma resina termoplástica de uso contínuo em altas temperaturas, em equilíbrio com as demais propriedades do material”, conclui Catsman.

Excelência em Todo o Espectro de Desempenho
As resinas Extem UP combinam as propriedades da resina de PEEK semicristalina, como elevada resistência química, ao desgaste e alto fluxo, com as vantagens de um material amorfo com temperatura de transição vítrea elevada, como alta resistência/rigidez mecânica, estabilidade dimensional e resistência à fadiga em altas temperaturas. Esses materiais atendem às normas UL746B e apresentam um RTI de 240 °C, indicando retenção de certas propriedades mecânicas e elétricas nessa temperatura por um período de 10 anos.

Alguns destaques de desempenho específicos são: módulo de flexão até cinco vezes maior e rigidez até cinco vezes maior que a da resina de

Os Componentes de Caixas de Conectores Elétricos Podem Ser Feitos com o uso das Resinas Extem

PEEK não reforçada a 200 °C. Além disso, sua estabilidade dimensional é até 30% superior ao da resina de PEEK não reforçada. Essas propriedades permitem aos clientes projetar peças com mais liberdade e eficiência, obter maior resistência e rigidez, usando paredes mais finas para reduzir o peso e o custo da peça final, além de exercer um controle dimensional de alta precisão.

As resinas Extem UP estão disponíveis atualmente em grades não reforçados. Os materiais reforçados com fibra de vidro, minerais e fibra de carbono, assim como os grades lubrificados, já estão em fase desenvolvimento. Estas resinas são excelentes candidatas a processos de conversão, como moldagem por injeção e extrusão. Possíveis aplicações incluem peças de semicondutores (vedações, sistemas de coleta), componentes eletrônicos (conectores, fios e cabos), peças industriais (mancais, engrenagens, buchas), além de compostos e conectores de transporte.

Expandindo o Portfólio de Produtos Extem
O lançamento de resinas Extem UP é um avanço rumo à expansão da linha de produtos Extem. São três novaslinhas, que se somam às resinas Extem XH e Extem UH, que oferecem desempenho em alta temperatura de curta duração para aplicações, como soldagem sem chumbo em montagens de placas de circuito impresso.

Fonte: SABIC IP

Uniplen divulga produtos durante Interplast 2010

25/08/2010

A Uniplen, empresa do Grupo Unicoba, que atua com distribuição de resinas termoplásticas e na fabricação de Plásticos de Engenharia no mercado tecnológico há mais de 10 anos, firma ainda mais sua posição de destaque no mercado ao participar da Interplast 2010- Feira e Congresso Nacional de Integração da Tecnologia do Plástico, que acontece entre os dias 23 a 27 de agosto no Expoville, em Joinville, Santa Catarina. Com o objetivo de manter relacionamentos, conhecer novos parceiros e fazer negócios, a empresa disponibiliza ao visitante, em seu estande, um contato direto com o que há de mais avançado na tecnologia de transformação de plásticos. Durante o evento, a Uniplen/Unicoba apresenta diversos produtos como o Laston – PP elastomérico, um PP com propriedades elastoméricas para aplicações diversas, e o Tarrasc – PC Poliéster, uma blenda que une as propriedades do PC ao Poliéster trazendo alta resistência química e temperatura. Além disso, a empresa apresentará produtos plásticos de engenharia como o ABS (Acrilonitrila – Butadieno – Estireno) de alta temperatura, alto impacto, anti-chama, transparente e cromação. A inovação são as versões sem brilho muito utilizados na indústria automotiva, e com altíssimo brilho usado na fabricação de televisores de LCD e gabinetes de computador. Outros produtos integram o estande da empresa, como as resinas SAN, utilizadas na fabricação de copos de liquidificadores, partes internas de refrigeradores e baterias; o PC, um dos plásticos de engenharia utilizados na fabricação de chapas, mídias de CDS e DVDs, além de faróis de carros; o PC/ABS, uma blenda que agrega qualidades térmicas, brilho e impacto do PC, que aliados ao fácil processamento e menor custo do ABS, são muito utilizados na indústria automotiva e eletroeletrônica. Já o PP é utilizado em embalagens flexíveis, recipientes para cosméticos, indústria alimentícia e utilidades domésticas, devido seu baixo custo. Para finalizar a apresentação, a POM é usada em engrenagens, aerosóis, isqueiros, canetas e peças automotivas, devido sua alta resistência ao desgaste. Atualmente, a empresa é distribuidora da Samsung, na área de resinas ABS, matéria-prima utilizada para a fabricação de bens duráveis como TV de Plasma e batedeiras; e resinas SAN, utilizadas na fabricação de peças plásticas transparentes, como copos para liquidificadores, entre outros produtos.

Mash lança compostos e master desmoldante em substituição ao spray

02/08/2010

A Mash Plásticos, fabricante de masterbatches, compostos e blendas poliméricas, lança compostos poliméricos termoplásticos da linha Mashcomp e aditivos em termoplásticos da linha Mastermash na Interplast 2010. O novo master desmoldante para peças injetadas em PP, por ser isento de silicone não interfere nos processos de pintura, impressão e colagem de peças injetadas. “Usado em baixas concentrações os aditivos auxiliam a extração de peças de geometria complexa ou moldes com problemas, substituindo a aplicação do spray no molde o que aumenta significativamente a produtividade”, comenta Eric Anderson, representante da empresa MASH nos estados do Paraná e SC. A nova linha de master UV de alto desempenho destina-se a mono e multifilamentos e filmes agrícolas de alto desempenho em resinas PE e PP.

Os compostos de PP condutivos e dissipativos para injeção/extrusão e a blenda PP/PA obtidos através da extrusão reativa com alta resistência a temperatura e mecânica, possibilita o seu uso onde o PP convencional não atende os requisitos mínimos necessários. “Os compostos obtidos a partir da extrusão reativa, aumentam significativamente as propriedades termo-mecânicas do PP, e são utilizados onde o PA está super dimensionado e o PP não atende. Já os compostos em nanotecnologia, conferem ao PP uma resistência ao risco e são utilizados em peças onde há esta exigência, como por exemplo, em painéis de carros” explica Eric.

Esta é a primeira edição da Mash na Interplast e além destes lançamentos, a empresa apresenta soluções tecnológicas para os diversos nichos do mercado de transformação.

Sobre a Mash Plásticos
A MASH, tecnologia em compostos e masters, desenvolve compostos termoplásticos e masterbatches, utilizados em praticamente todos os nichos de mercado da indústria de transformação, com destaque para a automobilística, eletroeletrônica, filmes e embalagens. A fábrica de 12 mil m² instalada em São Paulo absorveu investimentos da ordem de US$ 7 milhões. Equipada com máquinas alemãs de última geração e com capacidade instalada de 500 toneladas mensais, a empresa produz compostos à base de PP, ABS, PC, PPS e POM, entre outros; e de aditivos como auxiliares de processo, retardantes à chama, antibloqueio, antioxidantes, antiestáticos, absorvedores de UV, e outros.

Fonte:  Messe Brasil

Mitsubishi fabrica para-lamas dianteiro do novo crossover compacto RVR com a resina Noryl GTX*, da SABIC IP.

30/07/2010

A Mitsubishi Motors Corporation ultrapassou a concorrência ao fabricar os para-lamas do novo crossover compacto RVR, com a resina Noryl GTX*, da SABIC Innovative Plastics.

O RVR é o segundo exemplo do sucesso da parceria da Mitsubishi com a SABIC Innovative Plastics. Em 2007, a montadora utilizou a resina Noryl GTX para moldar os para-lamas dianteiros esportivos da minivan Delica D:5.

Novo crossover compacto RVR usando a resina Noryl GXT* da SABIC Innovative Plastics em seus para-lamas dianteiros.

Ao substituir o metal por essa resina de alto desempenho, a Mitsubishi reduziu o peso em quase 50% e obteve uma geometria exclusiva e altamente complexa para diferenciar o estilo do novo veículo e melhorar a conformidade com a segurança do pedestre. A resina Noryl GTX tem atraído a atenção do mercado como solução para painéis externos, ressaltando o empenho da SABIC Innovative Plastics em criar soluções automotivas inovadoras.

“Os novos para-lamas do RVR sinalizam outro marco importante para a premiada resina Noryl GTX, da SABIC Innovative Plastics, que está se tornando rapidamente o material preferido para soluções, não apenas em para-lamas, mas também em diversos componentes automotivos externos”, afirma Gregory A. Adams, vice-presidente da SABIC Innovative Plastics.

“Esta parceria com a Mitsubishi é muito significativa pelo fato de ser a primeira vez que um fabricante automotivo asiático repete a aplicação da resina Noryl GTX em seus projetos. Claramente, nosso trabalho com a Mitsubishi reflete a experiência de ambas as empresas em novos desenvolvimentos, além de ser um benefício extraordinário para os consumidores de todo o mundo”, diz Adams.

Ao desenvolver o RVR como o mais novo crossover compacto da empresa, os engenheiros da Mitsubishi fizeram todos os esforços para reduzir o peso das peças, visando obter a melhor eficiência de combustível da categoria. A resina Noryl GTX contribuiu significativamente para reduzir o peso do veículo em 3 kg. A Mitsubishi já anunciou que apresentará seu novo veículo ecologicamente responsável (batizado de Mitsubishi ASX) ao mercado europeu no fim deste ano, e depois, em outras regiões do mundo.

Múltiplos benefícios em uma única tecnologia de resina
A resina Noryl GTX oferece solução para os principais desafios dos fabricantes automotivos atuais ao permitir a redução significativa no peso das peças e contribuir para a diminuição no consumo de combustível e, consequentemente, nas emissões de gases tóxicos.

De acordo com a GreenOrder, empresa de estratégia ambiental que auditou o material, sendo este material 50% mais leve que o metal, ao equipar todos os carros que estão atualmente nas estradas da Europa com para-lamas fabricados em resina Noryl GTX, haveria uma economia de 530 milhões de litros (140 milhões de galões) de combustível, o que evitaria a emissão de 1,3 milhão de toneladas métricas (ou 1,43 milhão de toneladas americanas) de dióxido de carbono.

Este material oferece ainda mais liberdade de projeto, quando comparado ao metal. Com a moldagem por injeção da resina Noryl GTX, os projetistas da Mitsubishi puderam criar uma geometria complexa de para-lamas, que apresenta uma borda dianteira acentuada e uma fenda lateral para uma luz indicadora. Teria sido difícil atingir esse mesmo resultado com o metal, pois ele exigiria múltiplas etapas, ferramentas e operações.

A resina da SABIC Innovative Plastics também permitiu aos projetistas e engenheiros da Mitsubishi o aumento significativo da flexibilidade dos para-lamas, em comparação com o metal. Espera-se que essa flexibilidade maior permita mais absorção dos impactos na cabeça, durante incidentes com pedestres, assim como a recuperação mais fácil dos para-lamas em colisões menores.

Durante o processo de produção de veículos, a resina Noryl GTX contribuiu para reduzir a complexidade e os tempos de ciclo. A resistência a altas temperaturas e a condutividade intrínseca permitem que os para-lamas sejam pintados simultanteamente, sem a necessidade de um primer condutivo, e ofereçam uma aparência de pintura equivalente à do metal. Para otimizar o processo de pintura simultânea da parte de plástico e do corpo de metal, o cuidadoso projeto de peças e o processamento foram essenciais.

A SABIC Innovative Plastics compartilhou com a Mitsubishi sua experiência em otimizar design/desempenho, garantiu o suporte à moldagem das peças, com base em CAE, e forneceu a resina de alto desempenho Noryl GTX.

Para-lamas do RVR é o marco mais recente da resina Noryl GTX
A resina Noryl GTX vem sendo usada em para-lamas automotivos há mais de 20 anos. Desde 1988, mais de 20 milhões de veículos foram fabricados com para-lamas feitos com a resina Noryl GTX na Europa, nos Estados Unidos, no Japão, na América do Sul e na China. Entre os fabricantes automotivos que optaram por esse material na produção de para-lamas estão GM, Ford, Volkswagen, Renault, PSA Peugeot Citroen, BMW, Audi, Land Rover, Mercedes-Benz, Mitsubishi e Nissan.

Em 2009, o material foi elogiado pelo seu papel fundamental em contribuir para que o projeto de para-lamas T-Type do MY Buick® LeSabre® 1987, da General Motors (GM), vencesse o cobiçado Prêmio Hall of Fame, e para que os para-lamas do Ford Kuga vencessem o Prêmio na Categoria Segurança, ao permitirem a conformidade de segurança do pedestre, da Divisão Automotiva da Sociedade de Engenheiros Plásticos (SPE®).

Fonte: SABIC Innovative Plastics