Archive for the ‘Prêmio’ Category

Prêmio Plástico Sul de Inovação & Sustentabilidade apresenta vencedores em evento híbrido

07/11/2020

Primeira edição da Congratulação acontecerá no dia 12 de novembro,em transmissão ao vivo, com participações presenciais e online, reconhecendo cases importantes da indústria do plástico

A Revista Plástico Sul, que está completando neste ano duas décadas de publicação, anunciou em 2019 a criação do 1º Prêmio Plástico Sul de Inovação e Sustentabilidade, com data agendada para 2020. Os obstáculos impostos pela pandemia do Coronavírus, logo no início do ano, tornaram o projeto mais desafiador. Inicialmente programado para acontecer em evento presencial, no mês de agosto, em Joinville (SC), a programação foi adaptada para versão híbrida (transmissão ao vivo pelo youtube com participações presenciais e online), remarcada para 12 de novembro de 2020, a partir das 19 horas, e realizada em estúdio especial na cidade de Porto Alegre (RS). “Foi preciso tomar decisões rápidas e reinventar nosso Prêmio de forma muito dinâmica. Se empreender um evento tradicional em ano de pandemia já é desafiador, imaginem organizar a 1ª edição de um Prêmio, algo totalmente novo”, explica a diretora da Conceitual Brasil, responsável pela Revista Plástico Sul, Sílvia Viale.

O Prêmio Plástico Sul de Inovação e Sustentabilidade surge no setor com o objetivo de valorizar empresas que apostam em ações e produtos diferenciados tanto no quesito de economia circular, por exemplo, quanto de tecnologia nos processos de produção. A participação se dá através de inscrições de cases com valores sustentáveis e inovadores, em nove categorias. Nesta primeira edição, os trabalhos foram avaliados de forma detalhada por sete jurados experientes na cadeia produtiva do plástico e no universo acadêmico, dentro de critérios estabelecidos pela empresa responsável pela pesquisa e curadoria do Prêmio, Maxiquim. “Sabemos dos desafios de empreender uma premiação em tal conjuntura, porém, juntos aos nossos parceiros, vencemos. Desta forma, permanecemos com o objetivo de valorizar o desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras na indústria do plástico nacional”, diz a editora da Plástico Sul e Coordenadora Estratégica do Prêmio, Melina Gonçalves.

Além da divulgação dos vencedores com descrição dos seus cases, a cerimônia online contará com outras ações como enquetes ao vivo no chat com direito a presentes da Coza, sorteio de um tablet oferecido pela Termocolor e depoimentos de importantes personalidades do setor. Para participar do sorteio do tablet, é preciso guardar o número do pedido enviado no momento da inscrição e estar assistindo o evento na hora do sorteio.

O Prêmio Plástico Sul de Inovação e Sustentabilidade tem apoio da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), Associação Brasileira da Indústria de Embalagens Flexíveis(ABIEF), Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Plastivida, Instituto Brasileiro do PVC, Instituto Nacional do Plástico, Associação Brasileira dos Distribuidores de Resinas Plásticas e Afins (Adirplast), Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás-RS), Sindicato das Indústrias de Material Plástico no Estado do Rio Grande do Sul (Sinplast-RS),Sindicato da Indústria de Material Plástico de Santa Catarina (Simpesc), Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado do Paraná (Simpep), Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Vale dos Vinhedos (Simplavi).

A premiação conta ainda com o patrocínio Ouro da Wortex e Activas, patrocínio Prata da Piramidal, EntecPolymers, Adirplast, Kaneka, Procolor, Rulli Standard, Sepro do Brasil e Simplás, bem como o Apoio Especial da Termocolor, Colorfix e Interplast 2022.

Empresas finalistas:

Categoria: Sustentabilidade

Produção Limpa:
– Colorfix
– Proquitec
– Termotécnica

Logística Reversa:
– Braskem
– Grupo O Boticário
– Termotécnica

Compromisso Social:
– Cristal Copo
– Simplás
– Plastiweber

Conteúdo Reciclado:
– Sulpet
– Plastiweber
– Lineform
– EarthRenawable
– Mega Embalagens
– Braskem

Embalagens Inteligentes:
– Boccati
– Newsul
– EarthRenawable
– Termotécnica

Categoria: Inovação

Extrusão:
– Mega Embalagens
– InBrasil

Sopro:
-Boccati
-Newsul
-Zandei

Injeção:
-Boccati
-Tecnoperfil

Serviço:
1º Prêmio Plástico Sul de Inovação e Sustentabilidade
Data: 12 de novembro de 2020
Horário: 19:00
Local: YouTube Plástico Sul TV
Link para inscrições gratuitas: https://www.sympla.com.br/premio-plastico-sul-de-inovacao–sustentabilidade__1027704

Curta nossa página no

Prêmio Sinplast Attilio Bilibio: Abiplast e Multicolor são as homenageadas de 2020

07/11/2020

A tradicional premiação do Sinplast-RS, o Prêmio Attilio Bilibio, já tem seus destaques para 2020. Neste ano, o Sindicato irá homenagear José Ricardo Roriz Coelho, Presidente da Abiplast, pelo seu eficiente trabalho a favor do setor. Além dele, a empresa Multicolor Indústria e Comércio de Pigmentos Ltda., de Farroupilha, dirigida por Rafael Tronco, também receberá a premiação em função da campanha que patrocina com conteúdos positivos relacionados à imagem do plástico, desmistificando falsos argumentos contra o material.

De acordo com Roriz, Presidente da Abiplast, a distinção é uma honra. “Quando a gente trabalha em conjunto, buscando o crescimento do país, das pessoas e da indústria, nós ficamos cada vez mais motivados a atuar nesse sentido”, destacou. Já Tronco, representando a Multicolor, ficou entusiasmado com o reconhecimento. “Esse prêmio nos dá mais vigor para seguirmos trabalhando em prol do mercado em que atuamos, buscando a conscientização de que as pessoas são os principais responsáveis pelo uso adequado e consciente do plástico”, ressaltou.

Mais sobre a premiação: O Prêmio Sinplast Attilio Bilibio é tradição na entidade e leva esse nome para homenagear o empresário e ex-presidente do Sindicato já falecido. A distinção se concede aos homenageados é o Troféu Semente, da artista plástica Gloria Corbetta, e será entregue esse ano em data ainda a ser agendada.

Curta nossa página no

Arkema ganha prêmio do governo francês por resina termoplástica líquida usada na fabricação de pás de turbinas eólicas

30/10/2020

No último dia 26/10, na presença de Agnès Pannier-Runacher, Ministra Delegada da Indústria, adjunta do Ministro da Economia, Finanças e Recuperação, a Arkema recebeu o Prêmio Pierre Potier 2020 por sua resina termoplástica líquida Elium, uma inovação em compósitos que possibilita a fabricação de pás eólicas 100% recicláveis.

Espera-se que a produção de energia eólica, tanto em terra quanto no mar, desempenhe um papel importante na transição para energias de baixo carbono. Nesse mercado que conta com um crescimento anual de 12 a 15%, dezenas de milhares de pás eólicas são produzidas todos os anos ao redor do mundo. Essas pás eólicas utilizam compósitos à base de resinas termofixas, difíceis de reciclar. Ao final do seu ciclo de vida, serão na maioria das vezes enterradas ou incineradas, causando um impacto ambiental significativo.

A Arkema afirma que a resina termoplástica líquida Elium é a primeira resina que permite a fabricação de pás de turbinas eólicas totalmente recicláveis. A reciclagem, seja mecânica ou química, é um ativo considerável no ciclo de vida das turbinas eólicas. As peças são primeiro moídas e depois aquecidas para despolimerizar a resina, de modo que ela possa ser separada das fibras de reforço. Após purificação e reformulação, uma nova resina termoplástica líquida é obtida com as mesmas características da resina virgem.

A Arkema está no núcleo do consórcio ZEBRA (ZerowastE Blade ReseArch) liderado pelo IRT Júlio Verne, um ambicioso projeto que visa criar a primeira pá de turbina eólica 100% reciclável e contribuir para o desenvolvimento de soluções ecológicas e sustentáveis para a força do vento.

“Estamos imensamente orgulhosos por receber o Prêmio Pierre Potier, que premia uma solução inovadora e sustentável para pás de turbinas eólicas no final de seu ciclo de vida – um grande desafio para o setor devido aos consideráveis volumes envolvidos. Com nossa resina termoplástica Elium, oferecemos uma solução para os desafios ambientais da energia eólica, tornando-a parte de uma economia circular ”, disse Guillaume Clédat, Diretor Global de Vendas e Desenvolvimento da resina Elium.

A Arkema afirma que a resina Elium, que foi desenvolvida no seu centro de pesquisa em Lacq, permite a produção de uma grande variedade de peças termoplásticas de fibra de vidro ou fibrocomposto de carbono de todos os tamanhos e com formatos complexos, além da aplicação no mercado de energia eólica. Segundo a empresa, o benefício econômico da resina vem de duas características principais: sua facilidade de implementação com curtos tempos de endurecimento à temperatura ambiente e sua compatibilidade com as inúmeras tecnologias de processamento de resinas termofixas existentes, limitando assim os investimentos para fabricantes já equipados com essas máquinas e abrindo uma vasta gama de desenvolvimentos em muitos setores, como transporte, construção e indústria náutica.

Criado em 2006 pelo Ministério da Economia, Finanças e Indústria e agora patrocinado pela Fundação Maison de la Chimie e France Chimie, o Prêmio Pierre Potier destaca e premia iniciativas no campo da química que promovem o desenvolvimento sustentável, bem como o desenvolvimento de abordagens eco-responsáveis no setor. Concedido por um júri de especialistas em pesquisa, indústria e ministério, este prêmio se tornou uma referência importante para organizações de apoio empresarial.

Curta nossa página no

Canudinho biodegradável fabricado com PHA vence Prêmio de Inovação em Bioplásticos da Associação Americana da Indústria do Plástico (PLASTICS)

23/08/2020

Danimer Scientific e Wincup desenvolveram canudo fabricado com bioplástico biodegradável, o primeiro do gênero

A Divisão de Bioplásticos da Plastics Industry Association (PLASTICS) anunciou no dia 20/08 que as empresas Danimer Scientific e a WinCup foram as vencedoras conjuntas do Prêmio 2020 de Inovação em Bioplásticos. Juntas, as duas desenvolveram os primeiros canudos vendidos comercialmente fabricados com polihidroxialcanoato (PHA), um material comprovado como uma alternativa biodegradável confiável em relação ao plástico tradicional.

A WinCup criou os canudos Phade™ usando o PHA da marca Nodax™, da Danimer Scientific, que se degradam completamente sem deixar microplásticos para trás. A demanda do consumidor por produtos plásticos amigáveis ao meio ambiente está crescendo exponencialmente. Os canudos Phade™ foram os primeiros canudinhos de plástico do mercado a atender a essa demanda ecológica sem perder a sensação e a qualidade do plástico. Os canudos e agitadores Phade™ têm propriedades exclusivas que não são sensíveis à temperatura e às condições de transporte em ambientes quentes.

“Estamos honrados em conceder o Prêmio de Inovação em Bioplásticos para a Danimer Scientific e a WinCup, reconhecendo seu trabalho em inovação contínua”, disse Patrick Krieger, Diretor de Sustentabilidade e Materiais da PLASTICS. “Em 2018, a Danimer, junto com a PepsiCo, recebeu reconhecimento por seu saco de chips industrialmente compostável, que buscava fornecer uma solução de fim de vida sustentável para um formato de embalagem de difícil reciclagem. Desde então, eles avançaram muito em sua produção e compostagem com PHA, resultando em um canudo plástico que é biodegradável no meio marinho. Este produto também atende a um princípio maior na indústria de plásticos: solução inovadora de problemas para criar produtos que os consumidores desejam.”

A Danimer Scientific é atua na criação de maneiras mais sustentáveis ​​e naturais de fazer produtos plásticos que são biodegradáveis ​​e compostáveis. As aplicações para seus biopolímeros incluem aditivos, revestimentos aquosos, fibras, filamentos, filmes e artigos moldados por injeção, entre outros. Com sede nos Estados Unidos, a empresa possui 125 patentes em quase 20 países para uma variedade de processos de fabricação e formulações de biopolímeros.

“A inovação é um processo colaborativo e este reconhecimento do nosso trabalho com a WinCup destaca o sucesso que é possível quando os fabricantes de matéria-prima e produto final se associam para trazer novos materiais ao mercado”, disse Scott Tuten, diretor de marketing da Danimer Scientific. “Nosso lançamento do primeiro canudo plástico do gênero, compostável em casa e biodegradável em ambiente marinho, é apenas o começo. Esperamos continuar nossa parceria com a WinCup para fornecer aos consumidores opções confiáveis ​​e sustentáveis ​​para produtos descartáveis.”

A WinCup é uma fabricante líder de artigos de serviço de alimentação descartáveis ​​para viagem com sede nos Estados Unidos.

“Continua a crescer a demanda do consumidor por produtos inovadores que minimizem os impactos ambientais e que, ao mesmo tempo, mantêm um desempenho superior – e nós precisávamos de um material inovador para atender a essa demanda”, disse Brad Laporte, Diretor de Operações da WinCup. “A parceria com a Danimer Scientific para desenvolver canudos e agitadores com base em PHA é um grande passo para mudar o futuro em plásticos descartáveis.”

“As reações de clientes e do mercado ao lançamento deste produto inovador e relevante têm sido extremamente positivas e esperamos uma demanda muito alta pelo Phade nos próximos meses”, disse Michael Winters, presidente da WinCup Foodservice. “Estamos especialmente honrados em ter nosso trabalho reconhecido pela Plastics Industry Association.”

O Prêmio Inovação em Bioplásticos é anunciado anualmente durante a Semana de Bioplásticos da Divisão de Bioplásticos da PLASTICS. Bioplastics Week é uma iniciativa impulsionada por mídia social, criada para aumentar a visibilidade dos bioplásticos e educar as pessoas sobre os muitos benefícios dos bioplásticos.

Curta nossa página no

Premiação promovida pelo Indac ressalta atributos do acrílico

03/02/2020

De projeto arquitetônico de 20 toneladas aos objetos mais delicados, plástico nobre ajuda a criar peças únicas

Para incentivar mais profissionais a exporem seus projetos e descobrirem as potencialidades do acrílico, o INDAC (Instituto Nacional para o Desenvolvimento do Acrílico), criou o Prêmio Design em Acrílico. Neste mês, o Instituto anunciou os ganhadores da quinta edição do prêmio, que teve inscrições abertas até 14 de dezembro do ano passado. “Tivemos inscrições de todo o país, o que nos permite conhecer e apresentar para o mercado o trabalho feito por profissionais e empresas de todos os cantos do Brasil”, diz Carlos Rizzo, arquiteto fundador da Acrilaria e membro do corpo diretivo do Instituto.

Nesta edição do Prêmio, o primeiro lugar ficou com o projeto COBERTURA RETRÁTIL DO SHOPPING CIDADE JARDIM (foto), em São Paulo. Maior cobertura telescópica da América Latina, a obra pesa 20 toneladas e conta com sistema retrátil motorizado, além de 16 módulos compostos de alumínio estrutural e cobertos com chapas de acrílico cast transparente de 3mm de espessura cada. “Precisávamos cobrir duas áreas de 15mX30m cada no último piso do shopping. Projetamos então, para cada uma delas, oito conjuntos de estruturas metálicas independentes, sendo apenas dois deles fixos. O acionamento é feito via controle remoto”, explica Marco Antonio Pie, responsável pelo projeto. “Optamos pelo acrílico pela leveza e transparência que ele proporciona. O manuseio das placas nos conjuntos, manutenção, conforto térmico e acústico, também impactaram na escolha do material”, conta.

Embora seja amplamente usado em edificações em países da Europa e da Ásia, o acrílico ainda é pouco explorado pelos arquitetos e engenheiros civis brasileiros, conta Rizzo: “A escolha acertada do material nesse projeto chamou bastante a atenção de nós, jurados, que ainda ficamos bastante impressionados com a beleza do trabalho. Recebemos trabalhos de diversas modalidades, o que mostra na prática a versatilidade que o acrílico tem de atender a diferentes propósitos e demandas. Não por menos ressaltamos que o acrílico é incrível para nichos diversos, como a movelaria, a comunicação visual, a iluminação, a arquitetura e a engenharia. Se fossemos separar os projetos que recebemos por áreas, teríamos com certeza uma dúzia de nichos diferentes sendo representados”.

O segundo projeto premiado pelo Instituto nesta edição do evento vem do segmento de design de interiores: A ADEGA DE VINHOS de Alexandre Lima, de Recife, com prateleiras verticais de acrílico e furos angulados, espelho e iluminação especial, proporcionam um ambiente onde a garrafa do vinho suspensa parece flutuar, totalmente livre de qualquer interferência visual, tanto na parte da frente como na de trás. No projeto, conta Alexandre, o grande desafio foi o de deixar as garrafas em ângulo inclinado com apenas um furo nas pranchas verticais de acrílico, como sustentação. “Para resolver, aumentamos a espessura da chapa para proporcionar mais área de sustentabilidade ao gargalo, daí partimos para os furos angulados e transversais, pois desta maneira as garrafas ficariam na posição correta de repouso”, explica.

Lima, que foi revendedor de chapas de acrílico no começo do seu trabalho, descobriu na transformação da peça sua verdadeira vocação: “O acrílico se ajusta a tudo que se deseja, com uma farta diversidade de cores, espessuras e formas. É só pensar e desejar que se cria”.

Direcionada ao segmento moveleiro, a POLTRONA NOME – AK, de Thais Oncken, ficou com o terceiro lugar da premiação. A peça, que mistura acrílico transparente e madeira de demolição, traduz não apenas a versatilidade que esse plástico tem de ser moldado das formas mais variadas, mas, principalmente, de sua enorme capacidade de adequação a outros materiais. “O acrílico é extremamente resistente, transparente e tem muitas características positivas para ter seu uso muito ampliado no design de interiores ou em projetos de arquitetura e engenharia, como guarda-corpos de prédios e escadas e boxes de banheiros”, diz Thais. Oncken é designer e trabalha exclusivamente com acrílico há seis anos.

Júri Popular

Além das escolhas feitas pelos jurados do INDAC, a entidade ainda promoveu um júri popular em seus canais de comunicação digital, onde foram escolhidos outros três projetos. O primeiro colocado desta categoria foi o APARADOR COLONIAL DE ACRÍLICO, de Danilo Cardoso: “A peça define-se em uma mistura de estilos. Os pés foram inspirados nos móveis talhados em madeira trazidos pelos portugueses ao Brasil colônia. Já o tampo tem um estilo mais contemporâneo. Desta forma aliamos o design do móvel à nobreza e sofisticação do acrílico”, conta. O móvel foi desenvolvido para um projeto de decoração da arquiteta Mônica Andrade em um apartamento no bairro nobre de Salvador”, conta o empresário.

O segundo lugar da escolha popular ficou com a MESINHA DE CENTRO OU CANTO, de Paulo Sérgio de Oliveira e Silva. Nela, de forma totalmente artesanal, o designer uniu acrílico e madeira, aplicando no plástico a arte milenar da marchetaria. “Essa experiência recente de manipular o acrílico me mostrou que o material é um mundo que não tem limite para criações”, explica o marceneiro que tem artesanato como hobby.

O segmento de comunicação visual e merchandising, que é, no país, o maior consumidor do acrílico, também teve um trabalho ressaltado na premiação. O TROFÉU DO PRÊMIO MINUANO DE LITERATURA, desenvolvido por Bárbara Lopes, surpreende pela composição e leveza. “Esse troféu foi criado para atender um concurso literário com temática no vento Sul, aquele que traz as tempestades e, aqui no Sul do Brasil é chamado de Vento Minuano”, conta Bárbara. Entre os desafios do projeto, diz ela, que há mais de 20 anos trabalha com criação e desenvolvimento de peças em acrílico, estava a confecção das páginas em ângulos que ficassem seguros, mas, ao mesmo tempo, que remetessem a sensação de folhas sendo sopradas pelo vento. Deu certo.

Prêmios

Única premiação do setor de acrílico no país, o Prêmio Design em Acrílico do INDAC visa valorizar os trabalhos que melhor ressaltam algumas das muitas características do material, como beleza, transparência, versatilidade, leveza e alta capacidade de propagação da luz.

Neste ano, o 1º colocado ganhou um tour no Salão de Design de Móveis de Milão (ISALONI), com direito também a estadia na cidade italiana, além de traslado do hotel ao evento. Os outros ganhadores terão seus trabalhos expostos pelo INDAC, além de receberem um troféu confeccionado exclusivamente para o Prêmio.

O Instituto Nacional para o Desenvolvimento do Acrílico é uma organização criada há 19 anos com objetivo de promover o uso correto do acrílico, difundir o conhecimento das suas propriedades e aplicações, além de ampliar sua participação no mercado.

A entidade, geradora de negócios e difusora de conhecimento para o setor de acrílico, reúne atualmente 35 filiados em todo o país.

Curta nossa página no

 

Prêmio Mundial de Inovação em Embalagens da Dow escolhe garrafa de PET com aparência de vidro da japonesa DNP como vencedora

18/11/2019

  • A Dai Nippon Printing Co. Ltd. conquista os Top Honors no 2019 Packaging Innovation Awards da Dow
  • Os vencedores dos prêmios representam algumas das mais inovadoras novidades em embalagens em termos de tecnologia, experiência do usuário e de sustentabilidade.

A Dow anunciou os vencedores do 2019 Packaging Innovation Awards, que reconhece as principais realizações do setor de embalagens em design, materiais, tecnologias e processos inovadores .

A maior premiação, o Diamond Award, foi concedida para a Dai Nippon Printing Co. Ltd., por sua garrafa de plástico PET DNP Functional Film Complex, uma alternativa ambientalmente amigável e consciente, que proporciona uma aparência de vidro distinta devido a uma destacável camada externa que pode atuar como barreira ao oxigênio quando combinada com o PET. Atualmente, muitas garrafas de bebidas são feitas de vidro por conta de suas propriedades de barreira e percepção de luxo, apesar de seu peso maior e maior risco de quebra. O vidro frequentemente se despedaça enquanto é coletado ou classificado e seu resíduo pode contaminar outros produtos que poderiam ser reciclados. A inovação da empresa mantém todas as qualidades que os consumidores adoram nas garrafas de vidro – a sensação e a percepção de luxo – enquanto cria um produto reciclável, leve e praticamente inquebrável.

“Este ano, recebemos um número recorde de inscrições de designs inovadores de embalagens de todo o mundo”, disse Diego Donoso, presidente de negócios da Dow Packaging & Specialty Plastics, se referindo às quase 250 inscrições de empresas de mais de 30 países. “Parabéns a todos os vencedores de 2019. Estou continuamente impressionado com as inovações de classe mundial que vemos ano após ano. ”

O prêmio Packaging Innovation Awards de 2019, organizado pela Dow, anteriormente conhecido como DuPont Awards for Packaging Innovation, está agora em sua 31ª edição e é a premiação independente mais antiga do setor de embalagens. A cada ano, o painel de juízes é composto por profissionais de todo o mundo em uma ampla gama de áreas, incluindo design, engenharia, varejo, conversão e academia.

“É uma honra fazer parte de um evento dedicado à busca das melhores inovações em embalagens, independentemente da localização e aplicação”, disse o juiz David Luttenberger, diretor global de embalagens do Mintel Group, Ltd. “Estou realmente impressionado com os vencedores deste ano e animado por ver tantas empresas de todo o mundo constantemente inovando para atender às demandas dos consumidores e práticas sustentáveis.”

Além do Diamond Award, os juízes também selecionaram oito finalistas Diamond, 10 vencedores do Gold Award, 12 vencedores do Silver Award e duas categorias de Menção Honrosa:

Vencedor do Diamond

Dai Nippon Printing Co. Ltd., Garrafa de plástico para PET de filme funcional DNP

Finalistas Diamond

  • Embrapa Tecnologia de Alimentos, Desenvolvimento de Embalagens Inovadoras para Frutas
  • Procter & Gamble, Caixa do Detergente Tide Eco-Box
  • Henkel, tecnologia EPIX ™ para embalagens sustentáveis
  • Danone Nutricia Research, OpTri, um Frasco Dobrável para Nutrição Parenteral
  • Amcor, Paperly ™ Embalagem à Base de Papel Termoformador
  • Werner & Mertz GmbH e Mondi Group, Bolsa Frosch 100% Reciclável e Sustentável, Feita em Polietileno
  • ProAmpac e L’Oréal, REDKEN® Flahs Lift Bonder Inside
  • Truman’s, Truman’s Starter Kit

Vencedores do Gold Award

  • Kawakami Sangyo Co., Ltd., UKIYO-E PUTIPUTI
  • Meiji Co., Ltd., meiji The Chocolate 6COLLECTIONS Pacote Sortido
  • Duallok, Uma Solução Elegante de Embalagem Resistente a Crianças
  • Amcor, 46 oz. Coffeemate® natural bliss® Cold Brew com Base Amcor Geo-Strap ™
  • ALICO SA, ReciPack
  • CI TAKIRON Corporation, Zíper Sensorial SANZIP
  • Amcor, Molson Coors – Sacola Térmica de 12 Unidades
  • Reckitt Benckiser, Finish 0%
  • DuPont Teijin Films, Processo de Despolimerização LuxCR™
  • Huhtamaki PPL Ltd., Bag-in-Bag para Extrema Resistência a Quedas

Vencedores do Silver Award

  • Amcor, Embalagem de Biscoito para Bicho de Estimação Full Moon Perdue Natural
  • Hangzhou Holmes Food Co., Ltd., Embalagem “Fresh Lock” Baicaowei
  • Weener Plastics, Tampa de Dispenser de Sabão 100% PCR
  • Hangzhou Qunle Packaging Co., Ltd., Embalagem do Petisco “Fortune Stick”
  • KW Container, TruSnap ™ com Recipiente de Tinta TwistCap
  • Incom Packing, SPOT
  • Blue Apron, Embalagem Sustentável em Gel
  • Huhtamaki PPL Ltd., Embalagem para Resistência a Quedas e Barreira
  • ITC Limited, Business Packaging, “Pacote de Farinha de Trigo Respirável” com Controle de Liberação de Ar
  • Procter & Gamble / Gillette, Lâmina de Barbear Joy
  • Schur Star Systems, Embalagem Zip-Pop Schur®Star
  • Unilever, Love Beauty and Planet

Menção Honrosa de Colaboração

  • Werner & Mertz GmbH e Mondi Group, Bolsa Frosch 100% Reciclável e Sustentável, Feita em Polietileno

Menção Honrosa em Comércio Eletrônico

  • PAC Worldwide, Scent Blocking Protective Mailer
  • Smart Karton, Pack Inteiro de Papel
  • Procter & Gamble (China) Sales Co., Ltd., Embalagens para Comércio Eletrônico
  • Procter & Gamble, Caixa do Detergente Tide Eco-Box
  • Henkel, tecnologia EPIX ™ para Embalagens Sustentáveis
  • Truman’s, Truman’s Starter Kit

Para mais informações e imagens de cada participação premiada, visite www.DowPackagingAwards.com

A Packaging and Specialty Plastics (P&SP), uma unidade de negócios da Dow, oferece produtos para mercados de uso final em embalagens de alimentos, higiene pessoal, infraestrutura, bens de consumo e transporte. A P&SP é uma das maiores produtoras mundiais de resinas de polietileno, polímeros funcionais e adesivos e colabora com toda a cadeia de valor no desenvolvimento sustentável de aplicações e no design do ciclo de vida da economia circular para plásticos. A Dow opera 113 fábricas em 31 países e emprega aproximadamente 37.000 pessoas. A Dow apresentou vendas pro forma de aproximadamente US$ 50 bilhões em 2018.

Curta nossa página no

Reunião-Jantar do Simplás terá lançamento de nova premiação setorial

05/11/2019

1º Prêmio Plástico Sul de Inovação e Sustentabilidade será apresentado no evento que fecha o calendário oficial da entidade em 2019

O evento que encerra o calendário oficial de atividades do Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás) em 2019 foi o escolhido para a apresentação de um novo prêmio setorial, com alcance para todo o Sul do Brasil. O 1º Prêmio Plástico Sul de Inovação e Sustentabilidade será lançado na última Reunião-Jantar da temporada, dia 11 de novembro (segunda-feira), a partir das 19h30, no Restaurante Sica, da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (RS).

A iniciativa é da Conceitual Brasil, responsável por algumas das mais tradicionais e respeitadas publicações do setor no país, as revistas Plástico Sul e Plástico Nordeste. Segundo os organizadores, trata-se de um reconhecimento sem similar no mercado, justamente por ser direcionado à valorização do transformador, a partir de exemplos reais.

“Em 2020 completaremos 20 anos de Plástico Sul e consideramos este o momento ideal para iniciar a premiação. Assim, convidamos uma consultoria de peso no mercado, a Maxiquim, e pedimos o apoio de entidades de alta representatividade na região. O intuito é engajar todo o mercado do Sul do país nesta ação. O evento de entrega dos troféus será durante a Interplast 2020 que também completará 20 anos na ocasião, em Joinville (SC)”, revela a editora Melina Gonçalves.

Entre os objetivos da nova iniciativa estão valorizar as ações inovadoras e sustentáveis das empresas fabricantes de plásticos da região sul do país, reforçar as marcas que apostam nos três estados como propulsores de desenvolvimento do setor e oferecer ao mercado uma premiação técnica.

“A premiação cria uma sinergia entre todos os elos da cadeia de transformação de plásticos e destaca realizações dos fabricantes de material plástico de Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O reconhecimento parte tanto da opinião pública envolvida com o setor quanto dos fornecedores que são convidados a patrocinar o Prêmio”, detalha Melina.

A seleção dos vencedores ocorrerá por meio de comissão julgadora composta por representantes de sindicatos dos três estados do Sul do país, do patrocinador principal, da consultoria Maxiquim e da Revista Plástico Sul.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Simplás

Curta nossa página no

Dow abre inscrições do “Prêmio para Inovação em Embalagens 2019”

05/03/2019

Projetos serão avaliados por um grupo internacional de especialistas independentes, com o objetivo de reconhecer embalagens inovadoras em tecnologia e sustentabilidade, que promovam experiências mais eficazes com o cliente

A Dow abriu inscrições de “Prêmio para Inovação em Embalagens 2019”. As empresas interessadas podem se inscrever no site www.dowpackagingawards.com até 29 de março. Este é o segundo ano em que a Dow patrocina a premiação reconhecida globalmente, dando continuidade à iniciativa criada pela DuPont há mais de 30 anos.

“As conquistas revolucionárias alcançadas por toda a cadeia de valor são nossa fonte de inspiração todos os anos. É uma grande honra sermos os anfitriões de um programa que traz inovações criativas e soluções para os problemas de embalagens em todo o mundo”, afirmou Diego Donoso, presidente para o negócio de Embalagens e Plásticos de Especialidades da Dow. “Estamos ansiosos para conhecer as soluções que serão reconhecidas pelo júri como as melhores e mais brilhantes do setor”.

Seguindo a tradição do prêmio mais antigo do setor, a Dow está compondo um grupo internacional de jurados independentes. Além de incluir a comunidade acadêmica, os projetos serão avaliados por especialistas em diferentes áreas, com o objetivo de oferecer uma perspectiva global nas áreas de design, engenharia, varejo, comércio eletrônico e conversão.

Em 2018, o programa recebeu mais de 200 inscrições de empresas em mais de 30 países. Foram premiados nove finalistas na categoria Diamante (Diamond Award), oito na categoria ouro (Gold Award) e 11 na categoria prata (Silver Award), com destaque para a grande vencedora do Diamond Award – a premiação mais importante do programa. A embalagem para líquidos Aeroflex da Procter & Gamble  (foto) foi reconhecida com o prêmio máximo por utilizar uma tecnologia avançada que aumenta a eficiência de recursos e ao mesmo tempo consegue oferecer uma melhor experiência para o cliente.

As inscrições para a premiação deste ano são gratuitas e os materiais da Dow e da DuPont não precisam estar presentes nos itens inscritos. Os projetos devem estar comercialmente disponíveis há pelo menos um ano. Para mais informações, acesse o regulamento no site www.dowpackagingawards.com.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no

Termotécnica vence prêmio internacional de embalagem WorldStar 2019

16/01/2019

A Termotécnica é uma das vencedoras do WorldStar 2019, um dos mais importantes prêmios do mercado de embalagens. Concorrendo com outras 319 embalagens, de 35 países, a conservadora “DaColheita” para cumbucas de frutas reduz o desperdício de alimentos e venceu em duas categorias: Food e Save Food. Segundo a Termotécnica, a categoria SaveFood está alinhada com a iniciativa da ONU de mesmo nome que tem o objetivo de reduzir o desperdício de alimentos.

A conservadora “DaColheita” é uma embalagem desenvolvida em EPS e 100% reciclável. A Termotécnica afirma que a solução permite alto isolamento térmico e a ampliação em até 30% da vida de prateleira das frutas, mantendo suas propriedades nutricionais. Segundo a empresa, a eficácia da conservadora tem sido comprovada na prática por produtores de uva do Vale do São Francisco, tanto para o mercado interno quanto para exportação, que já utilizam a embalagem.

Certificados por testes em laboratórios europeus, o uso da embalagem resulta em redução de perdas e desperdício de alimentos, afirma a Termotécnica, o que torna a solução adequada para acondicionar as frutas da colheita até o consumidor, reduzindo a absorção de impactos no transporte e ainda podendo ser utilizada como embalagem expositora no ponto de venda.

Save Food

A iniciativa da ONU que faz parte dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da organização, propõe reduzir pela metade, até 2030, “o desperdício de alimentos per capita mundial, nos níveis de varejo e do consumidor, e reduzir as perdas de alimentos ao longo das cadeias de produção e abastecimento, incluindo as perdas pós-colheita”. De acordo com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), um terço de toda a comida produzida no mundo é desperdiçada. Este volume seria suficiente para alimentar todas as pessoas que passam fome.

Foi pensando na cadeia produtiva e nas possibilidades de redução de perdas que a Termotécnica desenvolveu a embalagem “DaColheita”, vencedora do prêmio. Este tipo de iniciativa é pouco explorada no Brasil, o que faz da Termotécnica uma pioneira no desenvolvimento de soluções que levem em consideração a qualidade e manutenção do frescor das frutas.

O prêmio

Organizado pela World Packaging Organisation, entidade que reúne associações de embalagens de todo o mundo, o prêmio de reconhecimento dos vencedores será entregue no dia 15 de maio, em Praga, na República Tcheca.

A Termotécnica é a maior indústria transformadora de EPS da América Latina e líder no mercado brasileiro deste segmento. Produz soluções para Embalagens e Componentes, Conservação, Agronegócios, Cadeia de Frio, Movimentação de Cargas e Construção Civil. Aos 57 anos, a empresa possui matriz em Joinville (SC) e unidades de produtivas e de reciclagem em Manaus (AM), Petrolina (PE), Rio Claro (SP) e São José dos Pinhais (PR).

Fonte: Termotécnica

Curta nossa página no </

BASF conquista prêmio da Ford para batentes de suspensão em poliuretano microcelular

09/01/2019

A BASF recebeu um novo prêmio Q1 da Ford, desta vez com as soluções para batentes de suspensão em Cellasto®, tecnologia em poliuretano microcelular da empresa.

“Este prêmio é uma grande honra para nós, representa um reconhecimento, não só pela qualidade da solução, mas também porque cumprimos um rígido e abrangente processo relacionado à produção, logística e um alto nível de excelência operacional”, comemora Jefferson Schiavon, gerente de Cellasto para a América do Sul.

“Gostaríamos de dividir esse reconhecimento com toda a equipe, por seu comprometimento e eficiência, que garantiu o estreitamento das relações com a Ford como parceira”, afirma Sérgio Gonçalves, responsável pela Qualidade de Materiais de Performance da BASF para a América do Sul.

Segundo a BASF, o Cellasto®, elastômero de poliuretano microcelular utilizado nos sistemas de suspensão veiculares, atua na redução do ruído e vibração do veículo, melhora da durabilidade da peça e aumento da segurança e do conforto ao dirigir o carro. A solução atende a uma das grandes tendências automotivas de melhorar a dirigibilidade e segurança nos veículos. Além dos batentes de suspensão, os componentes em Cellasto® são aplicados na indústria automotiva como solução de absorção de energia, por exemplo, em isoladores de mola. A divisão também vem introduzindo na região a tecnologia para top mounts.

Fonte: BASF

Curta nossa página no </

Quatro inovações brasileiras entre as vencedoras mundiais do “Prêmio para Inovação em Embalagens da Dow”

20/12/2018

Ana Paula Moreno (CBA B+G), Sergio Romeiro (Wave Intl) e Amanda Ortolani (GPA): os vencedores brasileiros

Entrega de prêmio que reconhece avanços no setor de embalagens em 2018 aconteceu no dia 12 de dezembro, tendo quatro empresas brasileiras entre os destaques mundiais

A Dow entregou no último dia 12 o “Prêmio para Inovação em Embalagens de 2018” para as empresas brasileiras que estiveram entre as ganhadoras da edição de 2018. A iniciativa celebra as maiores inovações no setor em termos de design, materiais, tecnologias e soluções para o mercado de embalagens.

Ao lado de cases globais vencedores, houve quatro da América Latina, todos eles brasileiros: Wave Seal Technology (Wave International), para a tampa Wave feita de alumínio selável; Danoninho para Levar (Danone Brasil), voltado para o lanche infantil; KitKat Celebreak Box (CBA + B + G), pela criatividade em seu design de embalagem ; e o Removedor de Manchas Qualitá (Grupo GPA), feito com um recipiente plástico com 70% de resina reciclada proveniente das próprias estações de reciclagem da empresa.

“Todos os anos recebemos centenas de projetos com soluções de grande valor, mas em 2018 as empresas se superaram. Esta é uma prova do compromisso de empresas de todo o mundo para atender às necessidades dos clientes e enfrentar os desafios globais. Estamos felizes em poder organizar um prêmio tão importante para a indústria e receber cases que inspiram e nos fazem sempre buscar o que há de mais recente em inovação. Os cases vencedores na América Latina mostram que a região está seguindo as tendências globais, trazendo soluções que atendem às necessidades de empresas e consumidores”, afirma Daniella Souza Miranda, vice-presidente Comercial da área de Plásticos da Dow na América Latina.

O grande vencedor do ano de 2018, com o Diamond Award, foi o case embalagem Air Assist da Procter & Gamble, uma inovação revolucionária em desempenho e sustentabilidade para embalagens utilizadas tanto no comércio virtual quanto varejo convencional. A tecnologia de embalagem para líquidos utiliza gás comprimido para conferir rigidez sob medida para a estruturação do filme flexível.

O 30o “Prêmio para Inovação em Embalagens de 2018 da Dow” é uma continuação do reconhecido “Prêmio DuPont para Inovação em Embalagens”, programa de premiação mais antigo do setor, julgado de forma independente, que foi lançado em 1986. Como nos anos anteriores, o corpo de jurados foi formado por especialistas em embalagens com histórico e diferentes formações acadêmicas, a fim de garantir o alcance global da premiação. Entre os itens avaliados estão o design, a engenharia e o varejo. No total, foram avaliadas mais de 200 inscrições de soluções desenvolvidas por empresas de 30 países.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no </

Guia Exame de Sustentabilidade 2018 elege Termotécnica como PME mais sustentável do Brasil

02/12/2018

Empresa é premiada também como a empresa mais sustentável do setor Químico

O Guia EXAME Sustentabilidade 2018 elegeu a Termotécnica – maior indústria da América Latina de transformação de EPS (poliestireno expandido) – como a PME mais sustentável do Brasil no ano e como a empresa mais sustentável na categoria Química. O destaque foi para o Programa Reciclar EPS, que já deu um novo destino a mais de 40 mil toneladas de EPS (conhecido como isopor®) – um terço de todo o EPS reciclado no Brasil.

A notícia foi recebida pelo presidente da Termotécnica, Albano Schmidt, junto com integrantes da empresa, em evento que lançou o Guia EXAME Sustentabilidade 2018 no dia 22/11,em São Paulo (SP), durante o EXAME Fórum Sustentabilidade.

De 179 empresas inscritas no prêmio, 78 foram premiadas. O resultado foi obtido com base em uma avaliação baseada emanálise dos projetos de sustentabilidade e aplicação de questionário da Fundação Getúlio Vargas.

Albano Schmidt valoriza o fato dos reconhecimentos estarem alinhados a um dos objetivos estratégicos da empresa, que prioriza a “Economia Circular na Prática”.“Temos uma atenção especial com a sustentabilidade em nossos processos internos, desde a concepção à logística reversa e reciclagem dos produtos. É muito gratificante ser reconhecido por uma iniciativa nossa, pensada para a preservação do meio ambiente e para a qualidade de vida das pessoas”, destaca.

Os destaques apontados pelo prêmio

Criado em 2007 pela Termotécnica, o Programa Reciclar EPS foi uma antecipação à PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos). Desde sua criação, a iniciativa pioneira no País já deu um novo destino a mais de 40 mil toneladas de EPS, gera cerca de 100 empregos diretos, conta com mais de 1,2 mil Pontos de Coleta e 300 cooperativas de reciclagem parceiras, o que impacta diretamente mais de cinco mil famílias. Recentemente, a empresa passou a disponibilizar também um Ponto de Coleta de EPS para reciclagem no galpão da Liga das Escolas de Samba de São Paulo (SP).

Depois de reciclado, o EPS volta para o mercado e é utilizado para a fabricação de itens como: régua escolar, solas de sapato, rodapés, molduras, entre outros.

O prêmio também destacou a iniciativa da empresa de mudar a matriz energética com a substituição do óleo derivado de petróleo por biomassa. A empresa já utiliza, nas fábricas de São José dos Pinhais e de Manaus, aparas da indústria moveleira para movimentar caldeiras. O projeto está sendo implementado em três fábricas, com investimentos de R$ 10 milhões e conclusão em 2020.

A Termotécnica é a maior indústria transformadora de EPS da América Latina e líder no mercado brasileiro deste segmento. Produz soluções para Embalagens e Componentes, Conservação, Agronegócios, Cadeia de Frio, Movimentação de Cargas e Construção Civil. Com matriz em Joinville (SC), possui unidades produtivas e de reciclagem em Manaus (AM), Petrolina (PE), Rio Claro (SP) e São José dos Pinhais (PR).

Fonte: Assessoria de Imprensa – Termotécnica

Curta nossa página no </

SIG ganha Prêmio Alemão de Embalagem pela Signature Pack

04/10/2018

A Signature Pack, embalagem asséptica cartonada da SIG, fabricada com materiais renováveis de origem vegetal, recebeu o “Prêmio Alemão de Embalagem” na categoria Sustentabilidade.

Este ano, o Prêmio recebeu 226 inscrições de 10 países; a premiação aconteceu durante a FachPack, em Nuremberg. O Prêmio Alemão de Embalagem é uma competição internacional, multi-setorial e multi-materiais. Anualmente, o Instituto Alemão de Embalagem (Deutsches Verpackungsinstitut – dvi) premia projetos de embalagem inovadores e criativos. O Instituto tem todos os elos da cadeia de valor do setor de embalagem como seus associados.

Como sentenciou Bettina Horenburg, membro do Board do Instituto e responsável pelo Prêmio Alemão de Embalagem: “A embalagem é um ponto chave na infraestrutura. E é por isso que ela tem uma atenção especial do público. As crescentes demandas nas áreas de sustentabilidade, eficiência e conveniência só podem ser atingidas pela inovação contínua”.

Embalagem com valor agregado

Segundo a SIG, a sua embalagem Signature Pack agrega valor à indústria e, ao mesmo tempo, atende às expectativas dos consumidores que dão cada vez mais importância a embalagens amigas do meio ambiente e sustentáveis. Os polímeros usados na laminação do material cartonado e também na fabricação da tampa da embalagem vem de fontes renováveis de madeira na Europa e são certificadas por sistemas de sertificação reconhecidos e aprovados (ISCC PLUS e TÜV SÜD CMS71), via um sistema de balanço de massa. Isto significa que, para os polímeros usados na Signature Pack, uma quantidade equivalente de biomateriais é usada como matéria-prima na fabricação dos polímeros. O óleo alto (Tall oil) foi selecionado como matéria-prima pois, como um subproduto da produção de papel, ele é considerado como um resíduo, ao invés de ser uma cultura agrícola que necessita de terra e recursos para crescer.

O veredito do júri foi: “Signature Pack estabelece um marco de sustentabilidade. A embalagem se caracteriza pelo uso de matérias-primas renováveis, pela conservação dos recursos fósseis e pela redução das emissões de CO2 em comparação às embalagens convencionais”.

Nora Wigand, Gerente de Marketing D-A-CH e Udo Felten, Gerente de Produto Relacionado a Sustentabilidade Ambiental Global & Assuntos da SIG, receberam o prêmio em nome da SIG durante a cerimônia em Nuremberg. “Estamos muito satisfeitos pelo fato de que, após o Prêmio de Inovação Mundial em Bebida, a Signature Pack também tenha recebido o Prêmio Alemão de Embalagem. O compromisso com produtos amigos do meio ambiente e soluções de embalagem sustentáveis é um dos pontos mais relevantes para a indústria e para os consumidores, nacional e internacionalmente. Estamos orgulhosos de que a Signature Pack seja vista e apreciada como um marco no setor de embalagens assépticas. Ela leva à substituição do plástico convencional, de origem fóssil, por materiais de base vegetal”.

A SIG é líder no fornecimento de sistemas e soluções para embalagem asséptica. Fundada em 1853, a SIG está sediada em Neuhausen, Suíça, possuindo 5.000 colaboradores em todo o mundo permite para atender clientes em 65 países. Em 2017, a SIG produziu 33,6 bilhões de embalagens cartonadas e faturou €1,66 bilhão.

Fonte: SIG

Curta nossa página no

Procter & Gamble vence 30ª edição do Prêmio para Inovação em Embalagens de 2018 da Dow

18/09/2018

Os premiados representam as melhores inovações em embalagens em termos de avanço tecnológico, sustentabilidade e experiência para os usuários.

A Dow acaba de anunciar os vencedores do 30o Prêmio para Inovação em Embalagens de 2018, que reconhece grandes avanços no setor de embalagens em termos de design, materiais, tecnologias e processos de soluções inovadoras.

A premiação mais importante, o Diamond Award, foi concedida para a embalagem Air Assist da Procter & Gamble (foto), que trouxe inovação em desempenho e sustentabilidade para embalagens utilizadas tanto no comércio virtual quanto varejo convencional. Segundo a Dow, a tecnologia de embalagem para líquidos utiliza gás comprimido para conferir rigidez sob medida para a estruturação do filme flexível. Ao utilizar uma válvula unidirecional exclusiva, a nova embalagem garante uma distribuição mais limpa, dosagem mais controlada e facilidade de uso – o usuário consegue manuseá-la utilizando apenas uma mão –, ao mesmo tempo em que mantém a resistência necessária para que o produto, quando adquirido em lojas virtuais, possa ser transportado sem a necessidade de proteção adicional. Além disso, a Air Assist utiliza 50% menos plástico do que uma garrafa rígida tradicional, o que a torna uma solução mais eficiente do ponto de vista do uso de recursos, além de contar com uma paleta completa de cores para um design sofisticado.

“Recebemos centenas de inscrições de soluções de grande valor este ano, o que demonstra o compromisso de empresas do mundo todo em atender às necessidades dos clientes e tratar dos desafios globais”, destacou Diego Donoso, Presidente para o negócio de Embalagens e Plásticos de Especialidades da Dow. “Os premiados apresentaram inovações com design focado no cliente, aperfeiçoamentos em tecnologia de materiais e uso responsável de recursos, incluindo desde novos formatos em embalagens para alimentos e proteção para o e-commerce até embalagens médicas e de higiene avançadas”, completou o executivo.

O 30o Prêmio para Inovação em Embalagens de 2018 da Dow é uma continuação do reconhecido Prêmio DuPont para Inovação em Embalagens, mais antigo programa de premiação do setor julgado de forma independente, que foi lançado em 1986. Como nos anos anteriores, o corpo de jurados foi formado por especialistas em embalagens com histórico e formação diversas a fim de garantir que a premiação mantenha sua perspectiva global em termos de design, engenharia, varejo, conversão e por toda a comunidade acadêmica.

“É incrível poder ver, em primeira mão, as inovações que estão melhorando a vida de consumidores no mundo todo”, afirmou o jurado David Luttenberger, Diretor Global de Embalagens para o Mintel Group, Ltda. “Me sinto honrado em fazer parte de um corpo de jurados tão experiente e especializado e muito entusiasmado em ver empresas do mundo todo inovando para criar embalagens capazes de atender às demandas dos consumidores e as práticas de sustentabilidade em constante evolução”, ressaltou David.

Os jurados avaliaram mais de 200 inscrições de soluções desenvolvidas por empresas de 30 países. Além do Diamond Award, o prêmio mais importante da competição, também foram selecionados e premiados 9 finalistas na categoria Diamante (Diamond Award), 8 na categoria ouro (Gold Award) e 11 na categoria prata (Silver Award):

Solução premiada com o Diamond Award (categoria diamante)

· Air Assist —Procter & Gamble

Finalistas do Diamond Award (categoria diamante)

· Febreze ONE — Procter & Gamble
· Flat Wine Bottle — Delivering Happiness Limited T/A Garçon Wines
· LDS 2cc ECOM Dispensing Pump — Rieke
· LiquiForm® — Amcor Rigid Plastics
· Seed Phytonutrients Shower-Friendly Paper Bottle — Ecological Brands, Inc.
· Simply® Beverages Recycle Code No. 1 Extrudable PET Juice Container — The Coca-Cola Company
· StealthWrap™ — Sealed Air
· Tubairless® — Pumpart System®
· Waterless Internet Flower Packaging — Uflex Limited

Vencedores do Gold Award (categoria ouro)

· Doritos Crunch Prism Pack — PepsiCo Frito-Lay
· Doritos E-Z SnackPak™ — ProAmpac
· Dual Hoop Catheter DISK — CleanCut Technologies
· Extra Rich Rosy Foam Facial Wash Packaging — Kanebo Cosmetics Inc.
· Green Giant® Veggie Spirals™ PrimaPak® — Sonoco Products Company
· Head & Shoulders Beach Bottle — Procter & Gamble
· VOLTAREN® “No Mess” Applicator — GSK
· Wave Seal Technology — Wave International

Vencedores do Silver Award (categoria prata)

. ASAHI SUPER DRY ICE COOLER PACK — WestRock, K.K.
· CleanPouch Aseptic Spouted Pouch System – Scholle IPN
· Danoninho para Levar — Danone Brasil
· Downy (Lenor) Parfum des Secrets Package — Procter & Gamble
· KitKat Celebreak Box — CBA B+G
· Mix On Command® (MOC®) Shaker Bag — JPro Dairy International, Inc.
· PaperBoat Thandai Retortable Profile Pouch – Huhtamiaki PPL Ltd.
· PurClean™ Package — Procter & Gamble
· PushPop® Technology — Amcor Flexibles
· Stain Remover Qualitá – New Again Plastic Container — GPA Group
· Two-Layer Laminate Sachet for Packaging Margarine — PrimePak Industries Nigeria Limited

Para mais informações e imagens das soluções vencedoras de cada categoria, acesse www.dowpackagingawards.com

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no

Evonik recebe prêmio como um dos principais fornecedores automotivos de 2018

06/07/2018

A Evonik foi contemplada com o prêmio AutomotiveINNOVATION, do Center of Automotive Management (CAM) e da PricewaterhouseCoopers (PwC). Como único fabricante de materiais, a empresa de especialidades químicas ficou em terceiro lugar, atrás da Continental e da Toyoda Gosei, na categoria de fornecedor mais inovador nas áreas de chassi, carroceria e exterior.

Segundo Stephan Bratzel, diretor do CAM Institute, o poder de inovação da Evonik se comprova, por exemplo, com o desenvolvimento do processo PulPress™, que possibilita a produção de baixo custo de perfis contínuos reforçados com fibra. Com o uso da espuma estrutural Rohacell®, é possível produzir geometrias de perfil com contornos que se modificam no comprimento, como raios ou espessuras. Esses perfis encontram aplicação, por exemplo, em para-choques ou barras de proteção frontais.

“Estamos extremamente honrados com essa nomeação”, disse Oliver Eyrish, responsável pelo Evonik Automotive Team, durante a entrega dos prêmios. Afinal, é a primeira vez que a Evonik participava em uma competição dessas na companhia de renomados fabricantes e fornecedores automotivos. Como desenvolvedores de materiais, nós estamos bem no início da cadeia de processos automotivos. “Mas estamos cheios de confiança de que em breve, com novos desenvolvimentos, estaremos novamente representados no prêmio AutomotiveINNOVATION.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Evonik

Curta nossa página no

Bemis divulga vencedores de Prêmio para fornecedores de Embalagens

01/05/2018

Durante o evento, a Bemis lançou os Selos Diamante e Ouro, reconhecendo os premiados

Em um café da manhã na Amcham em São Paulo, a Bemis, uma das maiores fabricantes de embalagens do mundo, premiou os melhores fornecedores do Ano I do seu programa de relacionamento SUPERAR, com vencedores Diamante e Ouro.

Para o Diamante, o vencedor foi a Vitopel. Enquanto que na categoria Ouro, foram sete vencedores em diferentes categorias:

  • Matéria Prima Alumínio: CBA
  • Matéria Prima Filmes Plásticos: Vitopel
  • Matéria Prima Papel & Cartão: Munksjo
  • Matéria Prima Químicos: Flint
  • Matéria Prima Resinas: Braskem;
    Material Indireto Caixas de Papelão e Tubetes: Klabin
  • Serviços Fretes: CCA.

Lançado em 2016 pela Bemis, o programa é inédito no mercado de Embalagens em que atua e visa estreitar o relacionamento da Bemis com seus fornecedores, reconhecendo a importância deste elo na operação, como um diferencial competitivo.

Segundo Lisandra Salgueiro, Diretora de Compras da Bemis Latin America, o ano I foi marcado pelo aprendizado mútuo. “É extremamente gratificante perceber o nível de envolvimento de muitos fornecedores. Nossa expectativa no ano II é continuar buscando o sucesso sustentado através da excelência no nível de serviço, qualidade e ganhos de competitividade na cadeia de fornecimento”, diz a executiva.

Divididos em três categorias: matéria-prima (alumínio, filmes plásticos, papel & cartão, químicos e resinas), materiais indiretos (caixas de papelão e tubetes) e serviços (fretes), 26 fornecedores foram avaliados trimestralmente de acordo com indicadores das áreas de Logística, Qualidade, Comercial, e Pesquisa e Desenvolvimento.

A Bemis é uma das maiores fabricantes de embalagens do mundo. Com sede em Neenah, Wisconsin (EUA), a companhia atende aos mercados de alimentos, bebidas, cosméticos, farmacêuticos, higiene pessoal, limpeza doméstica, médico-hospitalares e pet food com embalagens flexíveis, rígidas, cartonadas e tubos laminados. A companhia conta com 16 mil funcionários em 58 unidades, localizadas em 12 países nas Américas do Norte e Latina, Europa e Ásia-Pacífico.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Bemis

Curta nossa página no

Projetos da Saertex são finalistas no JEC Innovation Award 2018

07/03/2018

A premiação JEC Innovation Award, que é entregue durante a exposição JEC World em Paris, na França, é considerada a mais importante competição da indústria de compósitos. A Saertex, empresa líder na fabricação de tecidos multiaxiais e materiais de reforço, inscreveu três projetos e todos foram selecionados como finalistas. A cerimônia de premiação acontece no dia 7 de março. A Saertex já levou para casa estes prêmios cobiçados em 2014 e em 2017.

Neste ano, a Saertex, empresa familiar da região de Münsterland, Alemanha, participa na categoria “Rail Vehicle” (veículos ferroviários), junto com as empresas SMT e a Alan Harper, com um projeto que envolveu a renovação de painéis do piso em 66 trens do Deutsche Bahn ICE, removendo a madeira e introduzindo os materiais compósitos retardantes à chama Saertex LEO com fibra de vidro.

Na categoria “Marine” (náutico), o Saertex LEO integrou o design de um solário (dock) completo em compósitos para um navio de cruzeiro de 110m de comprimento, construído em parceria com o estaleiro Meyer/Neptun em Papenburg (Alemanha).

Na categoria “Construction and Infrastructure” (construcao e infraestrutura), o carbono autoadesivo SAERfix foi usado para reparar uma tubulação de concreto reforçado que estava em condições precárias. O projeto (foto), desenvolvido em associação com o cliente espanhol Grupo Navec, apresentou excelente resultado, afirma a empresa. Neste caso, A Saertex e a Henkel são as coinovadoras do projeto sob a liderança do Grupo Navec.

A premiação JEC Award é concedida por um júri de especialistas durante a realização da JEC World em Paris. A premiação é um reflexo da força de inovação das empresas do setor de materiais compósitos, sendo premiadas um total de 10 categorias.

Criada em 1982, em Saerbeck, Alemanha, a Saertex é líder na fabricação de tecidos multiaxiais e materiais de reforço, os quais conferem redução de peso, aumento de rigidez e alta resistência à corrosão. Atualmente, oferece uma ampla variedade de itens, tais como os tecidos técnicos em fibras orientadas, a manta moldada SAERcore, o complexo sanduíche SAERfoam, os tecidos auto-adesivos SAERfix, os materiais compósitos retardadores de fogo Saertex LEO e a tecnologia de reabilitação de tubulação Saertex-Liner (Saertex multiCom).

Fonte: Assessoria de Imprensa – Saertex

Solvay lança competição mundial estudantil na área de impressão 3D

19/10/2017

A Additive Manufacturing Cup (AM Cup) é destinada a estudantes universitários de todo o mundo para impressão 3D com o polímero especial KetaSpire® PEEK (polieteretercetona) da Solvay

O Grupo Solvay, um dos líderes mundiais em multiespecialidades químicas e materiais avançados, está lançando a Additive Manufacturing Cup (AM Cup), um desafio internacional para estudantes universitários que visa ao aprimoramento da tecnologia de fabricação aditiva com o uso do PEEK (polieteretercetona), um dos polímeros especiais de maior desempenho da empresa e dos mais difíceis de se imprimir em 3D.

Os estudantes podem participar da AM Cup individualmente ou em equipe. Eles terão que replicar, com a maior precisão possível, uma figura 3D com o polímero especial KetaSpire® PEEK (polieteretercetona) da Solvay. O desafio está dividido em duas etapas. A primeira envolve a reprodução de um arquivo CAD simples. As equipes que criarem as melhores impressões serão selecionadas para a etapa final, que consistirá em replicar uma forma complexa.

As impressões 3D serão avaliadas com base em dois critérios: sua estabilidade mecânica e sua aparência estética. O vencedor, o segundo e terceiro lugares serão premiados respectivamente com 10 mil euros, 5 mil euros e 3 mil euros para investimento ou para uma finalidade acadêmica em fabricação aditiva de polímeros ou, ainda, para ser o investimento inicial de ações empreendedoras. Os ganhadores poderão também destinar o prêmio em benefício de uma associação sem fins lucrativos. A Solvay poderá conceder prêmios “discricionários” adicionais aos participantes durante ou no final da competição.

Criada pela unidade global de negócios Solvay Specialty Polymers, a AM Cup está com inscrições abertas até o próximo dia 29 de outubro, através do link http://www.solvay.com/en/company/innovation/open-innovation/additive-manufacturing-cup/submission.html.

A competição começa efetivamente no próximo dia 6 de novembro e se encerra em 22 de março de 2018 com o anúncio do vencedor. Todos os participantes aprovados receberão um pacote de informações e o material necessário para a primeira etapa da competição: 500 gramas de polímero especial, arquivo CAD da peça a ser replicada, descrição do material, principais problemas a serem superados, entre outros.

Desafio – A impressão 3D é uma tecnologia impressionante que se desenvolve rapidamente. Permite a prototipagem imediata e a criação de objetos complexos em minutos. No entanto, a impressão com os melhores polímeros da indústria ainda é um desafio.

O KetaSpire® PEEK da Solvay, um dos termoplásticos de mais alto desempenho, oferece uma excelente combinação de resistência à fadiga e resistência química, semelhante à do PPS (sulfato de polifenileno). Pode operar em temperaturas mais elevadas e mantém suas propriedades mecânicas excelentes em temperaturas de uso contínuo até 240 ° C (464 ° F). Essas propriedades, aliadas a uma resistência química excepcional, permitem que ele possa substituir o metal em ambientes extremos de aplicações finais, tais como os encontrados nas indústrias de petróleo e gás, aeroespacial e automotiva. Os grades reforçados com fibra de vidro e com fibra de carbono oferecem uma ampla gama de opções de desempenho.

A Solvay é uma empresa química de multiespecialidades cujos produtos e soluções são utilizados em aviões, carros, dispositivos inteligentes e médicos, baterias, na extração de minerais e petróleo, entre muitas outras aplicações A empresa tem sede em Bruxelas e emprega 27.000 pessoas em 58 países. As vendas líquidas pró forma foram de € 10,9 bilhões em 2016. No Brasil, a Solvay também atua com a marca Rhodia.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Solvay

Curta nossa página no

Signature Pack ganha Prêmio de Inovação em Bebidas 2017

28/09/2017

A inovação da SIG conquistou o júri por oferecer valor agregado para o consumidor, para a indústria e para o meio ambiente

A Signature Pack, da SIG, embalagem cartonada asséptica cuja origem do material é atrelada a 100% de matérias-primas de fonte renovável à base de plantas, venceu o Prêmio de Inovação em Bebidas 2017 na categoria ‘Melhor embalagem cartonada ou pouch”. O Prêmio é organizado pela FoodBev.com, anualmente, desde 2002. Este ano, o júri recebeu 227 inscrições de fabricantes e fornecedores da indústria de bebidas, de 33 países. O Prêmio de Inovação em Bebidas reconhece inovações nas áreas de bebidas, embalagem, marketing e sustentabilidade.

A SIG afirma que, além do papelão (de origem vegetal) usado na Signature Pack, os plásticos usados na embalagem cartonada também são de origem renovável.

Os jurados foram unânimes em afirmar que a Signature Pack é um importante passo rumo à sustentabilidade desta indústria. Ao receber o prêmio durante a feira drinktec, Udo Felten, Gerente de Produto Relacionado à Sustentabilidade Ambiental Global & Outros Assuntos da SIG, disse: “Temos muito orgulho em receber o Prêmio de Inovação em Bebidas 2017. A resposta positiva dos jurados e experts internacionais confirma que a Signature Pack oferece valor agregado para a indústria e para os consumidores. Ao escolher a Signature Pack, os fabricantes de bebidas ajudam a reduzir o uso de materiais de fonte fóssil e a substituí-los por materiais de origem vegetal, ou seja, uma matéria-prima natural. Esta é uma vantagem clara para o meio ambiente e o retorno dos clientes é muito positivo. O lançamento da Signature Pack no mercado é um passo importante dentro da estratégia Way Beyond Good que reflete nosso caminho para nos tornarmos uma empresa de “balanço positivo”, devolvendo mais para a sociedade e para o meio ambiente do que retiramos deles.”

A SIG Combibloc é uma das principais fornecedoras mundiais de embalagens cartonadas e máquinas de envase para alimentos e bebidas. Em 2016, a empresa faturou € 1,724 bilhão, com mais de 5 mil colaboradores.

Fonte: Assessoria de Imprensa – SIG

Curta nossa página no

Covestro é eleita Empresa do Ano pela ICIS

25/09/2017

Primeira colocada em ranking global

A Covestro foi eleita Companhia do Ano ICIS baseada em suas métricas de negócios e financeiras para 2016. O prêmio foi conceido pela publicação global ICIS Chemical Business, que é parte da ICIS, a maior provedora mundial de informações sobre o mercado petroquímico.

A análise feita para a escolha da Companhia do Ano é baseada no crescimento anual em vendas, lucros e margens dos principais fabricantes químicos globais, levando em consideração o nível absoluto de retornos em termos operacional e líquido em relação às vendas e ao total de ativos.

“Nós parabenizamos a Covestro por um desempenho financeiro estelar em seu primeiro ano completo como uma empresa pública em 2016, quando o Ebitda cresceu 41% em termos anuais e o preço das ações mais que duplicou, mesmo em um ambiente com dúvidas sobre o possível excesso de capacidade no mercado de poliuretanos”, afirmou Joseph Chang, editor global da ICIS Chemical Business.

“A empresa teve um desempenho particularmente forte em seu ano de estréia e os ganhos obtidos em lucros e retornos garantiram o primeiro lugar na análise detalhada de métricas financeiras da ICIS, reunidas para listar as Top 100 Companhias Químicas da ICIS”, pontuou Nigel Davis, editor da ICIS Insight.

Em 2016, o resultado líquido da Covestro subiu 132%, atingindo 795 milhões de euros, apesar de um declínio de 1,5% em vendas, fechando em 11,9 bilhões de euros. A empresa registrou crescimento de 7,5% em volume total, em meio a um cenário desafiador de preços.

“Estamos honrados com a escolha da Covestro como Companhia do Ano da ICIS – o que também serve como um grande prêmio a todos os colaboradores em todo o mundo”, afirmou o CEO Global da Covestro, Patrick Thomas. “Os seis primeiros meses de 2017 foram muito positivos para a Covestro e reforçam o nosso forte posicionamento nas indústrias de nossos clientes em regiões-chave. Nosso desempenho é sustentado por uma demanda consistentemente forte por nossos produtos, levando a dez trimestres consecutivos com aumento no Ebitda, até 30 de junho de 2017. Continuamos comprometidos em gerar valor para nossos acionistas, focalizando em Pesquisa & Desenvolvimento e inovação”.

O prêmio Companhia do Ano da ICIS é a 3ª parte da série Top 100 Companhias Químicas da ICIS, que reúne a listagem das empresas Top 100 como a parte 1, publicada na edição de 1º de setembro, e a parte 2, referente aos Líderes Regionais, publicada na revista Chemical Business em 8 de setembro.

Sobre a Covestro: Com vendas de 11,9 bilhões de euros em 2016, a Covestro está entre os maiores fabricantes mundiais de polímeros. As atividades de negócios estão focadas na fabricação de polímeros de alta tecnologia e no desenvolvimento de soluções inovadoras para produtos usados em segmentos como o automotivo, eletroeletrônico, construção e também as indústrias de esportes e lazer. A Covestro possui 30 sites de produção em todo o mundo e, no final de 2016, empregava cerca de 15.600 pessoas.

Sobre a ICIS Chemical Business: A ICIS Chemical Business é parte da ICIS, a maior provedora mundial de informações sobre o mercado petroquímico, com divisões de energia e fertilizantes. Dados sobre preços, notícias, análise e consultoria independente são ofertados aos clientes da ICIS para fundamentar a tomada de decisões comerciais e de planejamento. Com uma equipe global de mais de 600 colaboradores, a ICIS tem funcionários em Houston, Washington, Nova York, Londres, Montpellier, Karlsruhe, Milão, Mumbai, Cingapura, Guangzhou, Pequim, Xangai, Yantai, Tóquio e Perth. Cerca de 350 colaboradores são jornalistas engajados em reportar preços de mercado e notícias. A ICIS é uma divisão da Reed Business Information, parte do RELX Group.

Fonte: Covestro

Curta nossa página no

Rhodia premia fornecedores de Logística e Transportes

24/08/2017

Empresa compra por ano em torno de 70 milhões de dólares desses serviços

A Rhodia, empresa do Grupo Solvay, fez a entrega do Prêmio Excelência Fornecedor para as empresas que mais se destacaram em 2016 no fornecimento de serviços de Logística e Transportes.

Na categoria Performance, que levou em conta o Sistema de Medição de Performance adotado pela Rhodia, os vencedores do prêmio foram as empresas Servimex, por Serviços Logísticos; Den Hartogh, em Transporte Marítimo; e Transmodal, na área de Transporte Rodoviário.

Na categoria Destaque, a empresa premiou os três principais projetos que se destacaram em Inovação, Sustentabilidade e Competitividade, conforme avaliação de um comitê da Rhodia. Os cases vencedores foram as empresas Cavalinho, em Inovação; Pronave, em Sustentabilidade; e Letsara, em Competitividade.

A empresa também entregou certificados para empresas que passaram com sucesso pelo audit do programa Together for Sustainability Audit (TfS), que foram Tirapu, Transbueno, Jaloto, Manuchar, Essemaga, Santos Brasil, Cavalinho, TQUIM, Cesari, Transeich e Henrique Stefani. O programa Juntos pela Sustentabilidade (Together for Sustainability – TfS) é uma iniciativa mundial, lançada em 2014, que avalia e fomenta a sustentabilidade na cadeia de fornecimento do setor químico. A Solvay é um dos membros fundadores do TfS.

A empresa fez ainda a entrega de menções honrosas a 24 fornecedores que não registraram incidentes de transportes em 2016. São eles: Covre, Dalcoquio, Essemaga, Getel, H. Stefani, Hsud/Aliança, Jaloto, Letsara, Loga, Luxafit, Mabruk, Mirassol, Tegma, Tirapu, TQUIM, Transbueno, Transeich, Transmodal, Transpaulo, Valni, Santos-Brasil, Lune, Transcopa e Porto Ferreira.

A Rhodia compra anualmente em torno de 70 milhões de dólares em serviços de logística, para atender as suas seis unidades e conjuntos industriais instalados no Estado de São Paulo. Cerca de 60% desse valor são aplicados na contratação de 120 mil viagens rodoviárias anuais no Brasil e na América do Sul.

Segundo Eduardo Rocha, Diretor de Compras e Supply Chain do Grupo Solvay na América Latina, a companhia tem evoluído em suas metas relativas à logística e transportes, principalmente pelo esforço feito em conjunto com seus fornecedores. “Temos investido permanentemente em programas de trabalho e em sistemas de medição específicos, que nos ajudam a identificar as ações que precisamos tomar para melhorar a nossa excelência operacional e aperfeiçoar o atendimento ao cliente final”, disse.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Solvay

Curta nossa página no

RadiciGroup é premiado pela TecFil como principal produtor de filtros de combustível da América Latina

08/01/2017

radici-tecfil

A Radici Plastics Ltda, empresa com sede no Brasil e pertencente à Área de Negócio RadiciGroup Performance Plastics, recebeu o prêmio “Destaque de Qualidade”, promovido pela Tecfil, líder de mercado na América Latina na produção de filtros de combustíveis para automóveis, com mais de 5 milhões de peças produzidas por mês.

Entre os motivos que a Tecfil mencionou para a concessão do prêmio,  destaca-se a qualidade no fornecimento de tecnopolímeros inovadores e de um serviço preciso e contínuo de monitoramento dos processos.

«Trata-se de um prêmio importantíssimo para a Radici Plastics Ltda – enfatizou Jane Campos, executiva principal da Empresa – que testemunha nossa inimitável capacidade de seguir o cliente ao longo de todas as fases do processo, do projeto à realização do produto acabado. Junto com o departamento de engenharia da Tecfil, conseguimos encontrar uma solução específica para as suas exigências, disponibilizando dois produtos de marca Radilon® capazes de melhorar o desempenho conjunto do filtro de combustível».

A Radici afirma que a gama de produtos Radilon® compreende tecnopolímeros que oferecem resistências melhores em condições de temperaturas elevadas (até 230° para o Radilon® XTreme), materiais reforçados para a substituição metálica e as poliamidas a cadeia longa.

Segundo a Radici, a oferta dos produtos Radilon® está entre as mais amplas disponíveis no mercado de poliamidas e compreende compostos termoplásticos com base PA6, PA66, copolímeros, PA610, PA612, e PA especiais para usos a altas temperaturas. As poliamidas Radilon® estão disponíveis como produtos não reforçados, reforçados com fibra de vidro ou carga mineral, modificados ao impacto e com formulações especiais para aplicações específicas.

Os produtos Radilon® apresentam as características excepcionais típicas das poliamidas, como a elevada rigidez e a resistência mecânica, a tenacidade ao impacto, sobretudo no estado condicionado, além das ótimas propriedades de escorrimento e gasto, boas propriedades de isolamento elétrico e uma alta resistência química, afirma a Radici. Além de uma excelente processabilidade com as tecnologias de transformação mais comuns.

A Radici assegura que a versatilidade das poliamidas também torna possível estender as suas propriedades, adaptando-as a uma ampla gama de exigências, através do desenvolvimento de formulações especiais, e em alguns casos, de produtos sob medida segundo as exigências específicas de uso, que foi o que ocorreu na interação entre o RadiciGroup e do Tecfil.

No Brasil, o RadiciGroup está presente há quase vinte anos e hoje a Radici Plastics Ltda, com 60 funcionários. Apesar do período de recessão, a Radici Plastics Ltda afirma ter registrado um aumento do faturamento. A impulsionar as vendas, além dos setores automotivos, elétrico e eletrônico, se juntam também as aplicações especifícas para os estádios: os Radiflam®, tecnopolímeros anti-fogo com base nas poliamidas PA6 com 30% de fibra de vidro, foram utilizados para realizar as arquibancadas de cinco estruturas protagonistas dos Jogos do Rio de Janeiro: o Centro olímpico de tiro esportivo, a Arena da juventude, o Centro olímpico de Hóquei, a Arena do futuro e o Centro aquático Maria Lenk.

«Fomos os primeiros no Brasil a fornecer tecnopolímeros de poliamidas homologadas, empregadas para a realização de assentos de estádio – lembrou Jane Campos. O RadiciGroup já havia fornecido os seus tecnopolímeros para as cadeiras de oito estádios brasileiros que sediaram a Copa do Mundo de futebol em 2014».

Fonte – Assessoria de Imprensa – Radici ; foto – Twitter-Radici

Curta nossa página no