Archive for the ‘Aditivo’ Category

4º Fórum Milliken reúne profissionais da cadeia do plástico para discutir inovação e casos de sucesso tecnológico

05/10/2018

Evento apresentou ferramentas de inovação que podem ser usadas dentro das próprias empresas, além de cases de embalagens, tampas e filmes plásticos

O 4º Fórum Milliken, com foco em soluções para a indústria do plástico, reuniu mais de 100 profissionais, entre consumidores, convertedores, proprietários de marcas e fabricantes de resina para promover debates sobre inovação e colaboração dentro do setor de embalagens de polietileno e polipropileno. “Essa integração gera conhecimento, parcerias e soluções dentro das nossas áreas de atuação. Juntamos o que temos a oferecer com as necessidades de vocês”, anunciou Cristina Neri, diretora regional para a América Latina da companhia.

Denilson Shikako, CEO da Fábrica de Criatividade, foi o palestrante convidado para apresentar as ferramentas de inovação disponíveis para se trabalhar dentro de cada empresa, tais como Design Thinking, Inexistente, Agrupar, Open Innovation, entre outras. “Há padrões e processos que podem ser implementados para a geração de inovação. Apenas 15% das patentes do mundo vêm de laboratórios de inovação; todo o resto, de profissionais comuns”, destacou.

Vários executivos da Milliken apresentaram casos de sucesso com tecnologias inovadoras em embalagens, tampas e filmes plásticos, oferecendo também projetos personalizados aos participantes. Henrique Noguchi, gerente da linha Keyplast América Latina de pigmentos, corantes e efeitos especiais, abordou as tendências para embalagens injetadas, considerando a demanda por sustentabilidade e perfil dos consumidores de acordo com a pirâmide etária. “Dessa forma, repriorizamos processos e modificamos algumas estruturas, pois cada vez mais as embalagens são diferenciais para as empresas”.

Rodrigo Silva, gerente de contas sênior, falou sobre as embalagens plásticas no segmento de utilidades domésticas que usam o Millad NX8000, o qual, segundo a Milliken, traz máxima transparência e confere ao polipropileno uma aparência mais “limpa” quando comparada aos clarificantes tradicionais. Devido à maior janela de processo obtida pelo uso do plástico com esta solução, a transparência da peça é pouco afetada por variações de processo. Há também benefícios na redução no consumo de energia e potencial redução de ciclo devido à possibilidade de processamento a temperaturas mais baixas, garante a empresa.

Já o gerente técnico Edmar Nogueira deu enfoque às tampas, que têm um equilíbrio químico complexo onde a pigmentação pode afetar a cristalização e a dimensão das peças, o que pode causar vazamentos ou dificuldades de abertura, entre outros problemas. “Nossas soluções neutralizam esses efeitos e é importante lembrar que, se a tampa falhar, a embalagem, o produto, a marca e a fabricante serão comprometidos aos olhos dos consumidores finais”, ressaltou.

As embalagens plásticas termoformadas de alta transparência são outra especialidade da Milliken. Para o segmento, a empresa fornece o NX UltraClear, que atende à demanda por sustentabilidade, alimentação saudável e refeição pronta, além da conveniência de poder ser levado ao microondas. Márcio Biaso, gerente de contas sênior, apresentou dois casos de sucesso, incluindo o de uma das redes de fast food mais famosas do mundo e de uma das maiores cafeterias. O executivo também citou a conclusão observada, através do uso de óculos especiais, de que os consumidores olham muito mais para embalagens transparentes.

Já Aparecido Albarici, gerente técnico, falou sobre os filmes flexíveis de polietileno de alto desempenho e a importância da barreira a vapor de água para manter os alimentos frescos por mais tempo. “Novamente, o fator sustentabilidade está incluído na nossa linha de produção. Além de aumentarmos de 30% a 43% a barreira a vapor, conseguimos reduzir a opacidade e aumentar o brilho dos produtos produzidos com nossos agentes químicos”, concluiu, antes de convidar a todos para apresentar projetos de interesse para serem testados e prototipados no laboratório da Milliken.

A Milliken foi fundada em 1865. A empresa emprega mais de 100 PhDs e acumula mais de 2.200 patentes nos EUA e mais de 5 mil patentes no mundo todo, desde sua fundação.

Fonte: Milliken

Curta nossa página no

Anúncios

Chem-Trend apresenta novidades em diversos segmentos com foco em inovação e sustentabilidade

27/08/2018

Executivos da empresa receberam a imprensa para expor tecnologias e aplicações

Em um evento exclusivo para a imprensa em São Paulo (SP), o VP Executivo Global de Marketing e Tecnologia da Chem-Trend, Miguel Psillakis; o CEO da empresa, Paulo Noce; a Diretora de Vendas, Patrícia Ajeje; e o Gerente Nacional de Vendas, Eduardo Colácio, apresentaram as mais recentes tecnologias e aplicações da Chem-Trend para os diversos segmentos industriais em que a empresa atua. Foram abordados os conceitos de inovação e sustentabilidade, que são temas muito discutidos no processo de compra e desenvolvimento de produtos. Os executivos aproveitaram a ocasião para lançar oficialmente o Relatório de Sustentabilidade 2018 para o mercado brasileiro.

A preocupação com a inovação e o investimento em tecnologias sustentáveis – e como elas impactam os negócios e a produção industrial – deu o tom da conversa. Nessa linha, a Chem-Trend vem investindo em aplicações que promovem a substituição de elementos químicos potencialmente perigosos à saúde e ao meio ambiente (HAPs – Poluentes Atmosféricos Perigosos e VOCs – Compostos Orgânicos Voláteis) e, ao mesmo tempo, aperfeiçoando a performance de seu abrangente portfólio.

Outro ponto de destaque comentado pelos executivos foi o foco no desenvolvimento de produtos com menor concentração e/ou livre de solventes, reduzindo a dependência desse material nos produtos fabricados pela empresa. Em 1963, a Chem-Trend lançou e promoveu um lubrificante de molde para o segmento de fundição sob alta pressão à base de água, comercialmente viável e com desempenho igual ou superior ao de base solvente, afirma a empresa. Recentemente, também investiu no desenvolvimento da tecnologia HERA (High Efficiency Release Agent), que, segundo a Chem-Tren, aumenta significativamente a eficiência do processo de fundição por meio de ganhos com produtividade, redução de consumo de água e energia elétrica, diminuição da quantidade de lubrificantes aplicados no processo e aumento da vida útil do ferramental.

Para Miguel Psillakis, “esses são exemplos de que a Chem-Trend não fornece apenas especialidades químicas, e sim produtividade e qualidade de processo e produtos a seus clientes. Isso está no DNA da empresa. É a forma como adicionamos valor. Maior produtividade e menos desperdício são os alicerces da sustentabilidade, levando a uma redução no consumo de energia e de recursos em toda a cadeia”.

Uma tendência bastante comentada entre os executivos e profissionais presentes foi a do aumento da utilização de materiais mais leves na indústria, como o alumínio, magnésio e compósitos. O mercado global tem se orientado para uma demanda crescente focada na redução de peso de seus produtos finais. No setor automotivo, por exemplo, inclui a aplicação em blocos de motor e, no eólico, pás cada vez maiores e mais leves. A Chem-Trend tem trabalhado ativamente em produtos com foco nessa área e também em materiais.

“Temos um cuidado constante com a sustentabilidade, tanto em relação ao footprint – devido ao impacto direto das nossas operações no meio ambiente -, como no que se refere ao handprint, de como as nossas soluções e serviços ajudam os clientes a serem ainda mais sustentáveis.”, completa Ajeje.

Mix de negócios dão suporte durante períodos de crise e oferecem novas oportunidades

A Chem-Trend não se limita apenas ao desenvolvimento, produção e comercialização de agentes desmoldantes especializados, mas também a uma linha de produtos auxiliares para diversos setores como: borrachas, pneus, poliuretanos, fundição, madeira, compósitos e termoplásticos. “A nova planta da empresa, inaugurada em 2016, fornece produtos para toda a América do Sul e África do Sul. Embora seus negócios estejam bastante relacionados com a cadeia do setor automobilístico (equipamentos originais + after market), o que permitiu crescimentos significativos nos últimos anos, a Chem-Trend conta com um mix de atuação amplo, que fornece alternativas e oportunidades em períodos de crise”, adiciona o CEO Paulo Noce.

Outro fator que contribui para o bom desempenho da empresa é o investimento em Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) e a constante renovação de portfólio. A cada ano, 500 produtos são lançados e, a cada cinco, a renovação é total.

“Somos uma empresa global, com atuação nos cinco continentes. A interação e troca de informações diárias entre as equipes permite o bom andamento e o sucesso da organização. Porém, buscamos atuar de forma mais regionalizada possível, visando o melhor atendimento e entendimento das necessidades e demandas específicas de cada mercado”, finaliza o VP Miguel Psillakis.

A Chem-Trend é uma organização global com foco no desenvolvimento, produção e comercialização de agentes desmoldantes para uso nas indústrias de borracha, pneus, poliuretano, compósitos, termoplásticos e fundição sob alta pressão. No Brasil desde 1986, a Chem-Trend mantém em sua planta, em Valinhos (SP), a produção, venda, administração, atendimento e todo o suporte técnico aos seus clientes. A Chem-Trend do Brasil fornece agentes desmoldantes, lubrificantes e limpadores a todo mercado nacional, América do Sul e África do Sul.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Chem Trend

Curta nossa página no

Milliken terá novo CEO global em 1º de setembro.

21/08/2018

  • Halsey M. Cook Jr. assumirá o cargo na matriz americana e estará comprometido com inovação e assistência aos clientes; 
  • Unidade brasileira segue premissa alavancando resultados um ano após oferta local de soluções de masterbatch

A Milliken, empresa de especialidades químicas, terá um novo CEO global a partir de 1º de setembro, quando Halsey M. Cook Jr. (foto) assume o cargo na matriz na Carolina do Sul, Estados Unidos. “Ele tem a experiência necessária para acelerar o que está funcionando bem na companhia e promover mudanças nos aspectos em que possamos aumentar ainda mais nossa ênfase em inovação e assistência aos clientes”, destaca o atual CEO J. Harold Chandler, que voltará a ocupar o cargo de presidente do Conselho Diretor.

Halsey M. Cook Jr. tem 30 anos de carreira, com experiência no crescimento de diversas multinacionais e um estilo de liderança compatível com os valores e cultura da Milliken, além de compromisso junto à comunidade. O executivo já atuou em uma ampla gama de empresas de grande porte com redes expressivas de fabricação e distribuição em cargos de liderança nas áreas de vendas, marketing e desenvolvimento de produtos nos EUA e em outros países. Entre as quais, United Technologies, Legrand North America e Sonepar USA.

América Latina

O futuro CEO ainda não se manifestou sobre planos específicos para a América Latina, mas a notícia da mudança na liderança mundial chega em um momento no qual a Milliken no Brasil faz um balanço positivo de um ano de oferta local em soluções de masterbatch a partir da Grande São Paulo.

De acordo com a empresa, a facilidade de comprar localmente sem precisar importar produtos dos Estados Unidos não apenas aumentou as vendas e a quantidade de novos clientes, como também diminuiu o tempo de entrega de 40 dias para uma média de 2 dias aos clientes próximos da capital paulista.

A venda local, que atende todo o Brasil e América Latina, especialmente América do Sul, tem permitido o desenvolvimento de produtos customizados analisados caso a caso quanto a soluções para poliolefinas (PE e PP) em forma de masterbatch, que ajudam a solucionar os desafios de sustentabilidade, estética e performance.

A Milliken é uma empresa que dedica ênfase à inovação, possuindo laboratórios e centros de desenvolvimento e de aplicação em todo o mundo, onde cientistas e engenheiros desenvolvem revestimentos, especialidades químicas, aditivos e tecnologias de coloração, com aplicações desde plásticos automotivos até itens para crianças. A Milliken emprega mais de 100 PhDs e acumula mais de 2.200 patentes nos EUA e mais de 5 mil patentes no mundo todo, desde sua fundação em 1865.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Milliken

Curta nossa página no

Multicolor expõe soluções em masterbatches para indústria de plásticos durante a Interplast 2018

30/07/2018

Soluções em masterbatches, pigmentos em pó e microesferas para o mercado termoplástico são os destaques da Multicolor na Interplast. A empresa conta com atendimento que personaliza as necessidades do cliente por meio de microesferas e concentrados de cor para segmentos que requerem alta concentração e dispersão de pigmentos. A linha de produtos abrange pigmentações, aditivos, compostos e blendas.

Os masterbatches são concentrados com substâncias que fornecem ou modificam alguma característica de um polímero (resina) e/ou processo, como cor, propriedades mecânicas e características físicas. Os masterbatches podem ser granulados, quando veiculados em um polímero, ou líquidos, quando veiculados em plastificante ou similar. Nas duas opções o veículo empregado deve ser compatível com o polímero a ser utilizado para a confecção de uma peça específica.

As microesferas são concentrados, assim como os masterbatches, mas veiculados em uma cera e granulados em pequenas esferas. A cera empregada deve ser compatível com o polímero a ser utilizado posteriormente, com necessidade de uso de dosadores.

O pigmentos em pó, também denominados drycolor ou colormatch, são misturas físicas de pigmentos, homogeneizados e pré-dispersos para usos direto na confecção de peças, após devidamente mesclados no polímero.

Os conjuntos de aditivos fornecem ou modificam alguma propriedade específica ao processo ou produto final. A linha de produtos pode ser em forma de masterbatch, microesferas ou pó. Serve de auxiliar de fluxo, redutor de ciclo, protetor UV, antichama, entre outras funções.

Fonte: Interplast 2018

Curta nossa página no

Chem-Trend apresenta na Interplast 2018 portfólio de soluções em desmoldantes, agentes de purga e limpeza de moldes

25/07/2018

Líder em agentes desmoldantes e especialidades químicas traz ao evento da indústria de plásticos duas linhas exclusivas de produtos

A Chem-Trend, empresa do Grupo Freudenberg, anuncia sua participação na Feira Interplast 2018, apresentando suas linhas de produtos para o segmento de termoplásticos: Lusin® e Ultra PurgeTM. O evento ocorre de 14 a 17 de agosto, nos Pavilhões da Expoville em Joinville (SC).

Com o objetivo de consolidar as marcas e promover soluções personalizadas, a empresa traz um portfólio abrangente, que inclui agentes desmoldantes, agentes de purga, limpadores de molde, lubrificantes e protetivos de molde. O destaque fica por conta dos agentes de purga, que, segunda a empresa, apresentam eficiência para todos os tipos de polímeros, aplicações e segmentos industriais. Os produtos podem ser aplicados nos processos de limpeza de extrusoras, máquinas de moldagem por injeção e em processos por extrusão, sopro ou laminação.

Com aplicações especiais para o ramo automotivo, os produtos da Chem-Trend viabilizam soluções como mudanças de cores escuras e claras, são de fácil manuseio e eficazes em purga de roscas, cilindros e câmeras quentes, afirma a empresa.

No setor de embalagens, a empresa afirma que seus produtos customizados possuem alto poder de preenchimento nos moldes, permitindo mudanças com os equipamentos de produção em movimento.

Rodrigo Bombonatti, gerente de vendas da Chem-Trend, afirma: “queremos oferecer aos nossos clientes o que há de melhor para o setor de termoplásticos, e isso se torna possível com as linhas Lusin® e Ultra PurgeTM, que auxiliam a reduzir custos entre 50% e 70% em algumas etapas dos processos produtivos, devido à diminuição do consumo de material e tempo de parada das máquinas”.

Para Patrícia Ajeje, diretora de Vendas da Chem-Trend no Brasil, “a Interplast é uma feira de grande credibilidade e abrangência para toda a indústria do plástico. A presença da empresa é muito importante por ser uma oportunidade única de apresentar soluções que garantem os melhores resultados nas linhas de produção dos nossos clientes”, finaliza.

Serviço:
Interplast (Feira do Plástico)
Local: Pavilhões da Expoville – Joinville, SC
Data: de 14 a 17 de agosto
Horário: 14h às 21h
Localização na feira: Estande 512

Fonte: Assessoria de Imprensa – Chem Trend

Curta nossa página no

Cromex participa da Interplast pela oitava vez para expor suas soluções em masterbatch

12/07/2018

A Cromex, empresa do setor de masterbatches de cores e aditivos para plásticos ,irá expor sua linha completa de produtos e serviços na Interplast 2018, feira que será realizada entre os dias 14 e 17 de agosto, em Joinville – SC.

Durante o evento, a empresa apresentará os dois últimos lançamentos em aditivos. O primeiro é um aditivo inibidor de corrosão (VCI), utilizado na fabricação de filmes plásticos para embalagens, que, segundo a Cromex, protege os materiais metálicos produzidos pelas indústrias automotiva, metalúrgica, siderúrgica, eletroeletrônica e mecânica  contra a ação da umidade ambiente. O segundo produto é um aditivo antimicrobiano que confere aos plásticos ação bactericida (elimina as bactérias e impede sua proliferação) e pode ser usado em vários polímeros, como Polietileno (PE), Polipropileno (PP), Poliestireno (PS), AcrylonitrileButadieneStyrene (ABS) e Poli Tereftalato de Etila (PET), em todos os processos de transformação, garante a empresa.

A Cromex é especialista no desenvolvimento e na produção de concentrados de cores standard e de efeitos especiais (perolados, metalizados, policromáticos e fluorescentes) e possui uma linha de produtos capazes de atender a necessidades de diversas aplicações e segmentos (automotivo, cosmético, higiene pessoal e beleza, brinquedos, mono e multifilamentos, agricultura, fios e cabos, rotomoldagem), entre outros.

Segundo a Cromex, o seu portfólio de masterbatches para PET (granulometria cilíndrica ou micropellets) possui uma ampla variedade de opções de cores, incentivando a liberdade de design dos transformadores plásticos na produção de embalagens para atrair o consumidor final. Segundo a empresa, são fabricados com desempenho aprovado pela FDA e ANVISA e graus compatíveis de pigmentos e corantes isentos de metais pesados que ajudam a proteger o meio ambiente.

Think Green, liveallcolors – Preocupada em promover práticas ambientalmente responsáveis, a Cromex foi uma das empresas pioneiras em masterbatches de cores e aditivos totalmente isento de metais pesados.

O masterbatch isento de metais pesados evita o risco de contaminação cruzada e não possui substâncias consideradas perigosas, prevenindo com isso a contaminação do solo ou água com metais pesados no momento do descarte de embalagens ou produtos plásticos, afirma a Cromex.

Os benefícios de não se usar metais pesados também diz respeito diretamente aos colaboradores da empresa, proporcionando-lhes mais segurança no ambiente de trabalho, já vez que há a redução de risco de contaminação do organismo durante a manipulação dos concentrados, inclusive ocasionando a redução de exames toxicológicos.

Segundo Cesar Ortega, Diretor de Vendas da Cromex, a empresa tem investido em tecnologia, P&D e na qualificação de pessoas para ampliar e melhorar sua gama de soluções e para prestar melhores serviços, além de produzir e entregar melhores produtos a seus clientes. “Consideramos a região Sul um importante polo de desenvolvimento de tecnologias e um mercado estratégico. Com uma equipe de vendedores, distribuidores e assistência técnica regionais, o foco da companhia é estreitar o relacionamento com clientes e parceiros locais, assim como conquistar novas oportunidades. Somos certificados pela ISO 9001, 14001 e OHSAS 18001 e nossos produtos obedecem as mais rigorosas normativas internacionais como REACH, FDA entre outras.”

Serviço: Cromex na INTERPLAST 2018
Pavilhões da Expoville – Joinville – SC
Localização do estande: Rua B, Stand 440

Fonte: Assessoria de Imprensa – Cromex

Curta nossa página no

Versatilidade de clarificante da Milliken para embalagens termoformadas em polipropileno será apresentada na Fispal Food Service

07/06/2018

Produto confere ao polipropileno (PP) altíssima transparência para uso em embalagens alimentícias, além de tornar possível o uso em micro-ondas, aliado a vantagens ambientais e comerciais do material

A mudança de hábitos alimentares das pessoas tem provocado uma nova percepção na indústria, que vem trabalhando no sentido de oferecer embalagens com condições adequadas para garantir segurança e o acondicionamento eficiente dos alimentos. Algumas soluções como o clarificante NXTM UltraClearTM, desenvolvido pela Milliken (www.milliken.com), proporcionam altíssima transparência em embalagens termoformadas em polipropileno (PP), afirma a empresa. Tal propriedade é ideal para recipientes cujo conteúdo precisa estar protegido e à vista do consumidor.

Durante a Fispal Food Service – Feira Internacional de Produtos e Serviços para a Alimentação Fora do Lar, que acontece de 12 a 15 de junho no Expo Center Norte, a Milliken apresentará diversas aplicações, entre elas o uso de sistema de selagem com atmosfera modificada para bandejas de PP ultra clarificado com o produto.

Segundo a empresa, a ação do clarificante é capaz de superar o tradicional aspecto translúcido do PP em embalagens termoformadas (moldadas em altas temperaturas), criando uma transparência similar àquela do PET e PS (poliestireno), mas com os benefícios ambientais e de desempenho do material.

De acordo com Edmar Nogueira, gerente técnico da Milliken, “embalagens transparentes permitem que o consumidor possa verificar ainda nas gôndolas dos supermercados ou das lojas de conveniência o aspecto geral dos ingredientes das refeições prontas ou semi-prontas”. Segundo uma pesquisa encomendada pela empresa a um instituto americano, há ainda uma “necessidade emergente”, demonstrada pelos consumidores, de que essa alimentação seja “conveniente”, “rápida” e “saudável”. “Isso importa diretamente na qualidade e segurança da embalagem, pois terá de resistir pelos caminhos percorridos entre o freezer, a sacola (para a casa ou para o trabalho) e o fogão (ou micro-ondas), explica Nogueira.

As vantagens de usar o PP estão na baixa pegada de carbono durante a produção da resina, baixa densidade do material e altos valores de recuperação de energia. De acordo com a Milliken, o PP consome uma menor quantidade de energia durante sua produção, quando comparado com outros plásticos, e sua baixa densidade resulta em menor volume de resíduos. É um plástico ideal para a economia circular. A diferença de peso entre embalagens de PP e outros materiais está normalmente entre 15% e 20% a menos para o polipropileno. A resistência ao calor do PP permite o uso em micro-ondas, agregando conveniência à embalagem.

Além do uso em termoformagem, o clarificante Millad NX8000®, presente no concentrado, também é utilizado em outras aplicações como frascos, utensílios domésticos e outros recipientes.

A Milliken é uma empresa inovadora que atua nos segmentos de revestimentos, especialidades químicas, aditivos e tecnologias de coloração, com aplicações desde plásticos automotivos até itens para crianças. A Milliken possui laboratórios e centros de desenvolvimento e de aplicação em todo o mundo, empregando mais de 100 PhDs e acumulando mais de 2.200 patentes nos EUA e mais de 5 mil patentes no mundo todo, desde sua fundação em 1865.

Serviço:

FISPAL 2018 – 34ª Feira Internacional de Produtos e Serviços para a Alimentação Fora do Lar
Data: 12 a 15 de junho
Local: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo.
http://www.fispalfoodservice.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Milliken

Curta nossa página no

Cromex levará ao México novidades em cores e aditivos para embalagens

19/05/2018

A empresa estará presente na Expo Pack 2018, que será realizada em junho, e fará parte do estande do Think Plastic Brazil

A Cromex, empresa do segmento de masterbatches de cores e aditivos para plásticos,irá expor sua linha completa de produtos e serviços na Expo Pack 2018, feira de embalagens que será realizada entre os dias 05 e 08 de junho no México.

Durante o evento, que contempla mercados tais como o de alimentos, bebidas, farmácia, beleza, artes gráficas, química, eletrônica, têxtil e automotivo, a Cromex apresentará o seu portfólio completo de produtos e também o aditivo inibidor de corrosão (VCI), utilizado na fabricação de filmes plásticos para embalagens, que protege os materiais metálicos produzidos pelas indústrias automotiva, metalúrgica, siderúrgica, eletroeletrônica e mecânica em geral contra a ação da umidade ambiente, afirma a empresa.

Outra novidade é o masterbatch preto – Superblack® – com mais negro de fumo. Segundo a Cromex, o produto possui poder de cobertura e dispersão e é perfeito para ser aplicado em diferentes formulações plásticas sem perder as características e beleza do produto final. Também estarão em exposição a linha dos concentrados brancos para o mercados de descartáveis, além dos coloridos e aditivos para marcadores a laser, embalagens rígidas, flexíveis e os masterbatches especiais para BOPP (filmes biorientados).

A Cromex afirma que os concentrados de aditivos voltados para aplicações de embalagens, também expostos durante a feira, oferecem resistência a impactos e proteção em níveis que geralmente superam os padrões de qualidade e durabilidade exigidos pela indústria. Os produtos também oferecem características de transparência e brilho.

Think Green, liveallcolors: Preocupada de promover boas práticas sustentáveis, a Cromex afirma que todos os seus masterbatches de cores e aditivos são isentos de metais pesados, o que contribui para a preservação do meio ambiente no momento do descarte devido ao fato de não haver substâncias consideradas perigosas e, consequentemente, não ocorrer contaminação do solo ou da água com metais pesados.

Além do setor de embalagens, A Cromex atende hoje a mais 17 setores da economia (construção civil, agronegócios, automotivo, eletrodoméstico, brinquedos, cosmético, higiene e limpeza, etc).

Segundo Glauco Moraes, Diretor Comercial da Cromex, a empresa tem investido em tecnologia, P&D e na qualificação de pessoas para ampliar e melhorar sua gama de soluções – produtos e serviços – para prestar melhor serviço, além de produzir e entregar melhor produto a seus clientes. “Queremos estar entre as cinco grandes produtoras mundiais de masterbatches e com o reconhecimento positivo do mercado. Hoje nossos produtos estão em mais de 60 países e temos planos de crescer a participação externa”, afirma o executivo. Atualmente, 30% dos negócios da Cromex são voltados aos mercados externos.

A participação da Cromex na Feira Expo Pack 2018 se dá em parceria com o programa de incremento às exportações de plásticos, Think Plastic Brazil, programa conjunto da cadeia produtiva do plástico e do governo brasileiro, por meio da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

Serviço: Cromex na Expo Pack 2018
Expo Santa Fe México, Ciudad de México
Localização do estande: #2039 / 2148

Fonte: Cromex

Curta nossa página no

Milliken lança na NPE 2018 tecnologias para maximizar o desempenho de copolímeros de impacto para injeção

14/04/2018

Empresa também irá expor outros itens do seu portfólio de tecnologias de aditivos para melhorar a transparência, desempenho e processamento de poliolefinas

A Milliken lançará um exclusivo modificador de desempenho e também a sua mais recente tecnologia da família de agentes nucleantes Hyperform® HPN durante a NPE – The Plastics Show 2018, que ocorrerá de 7 a 11 de maio em Orlando, nos Estados Unidos. A empresa firma que essas duas novidades mudarão significativamente o desempenho de copolímeros de impacto para moldagem por injeção.

Segundo a Milliken, o seu modificador de desempenho aumenta a resistência ao impacto do material, otimiza a fluidez e reforça a rigidez do produto, abrindo espaço para uma redução eficiente da espessura. Já o novo nucleante Hyperform HPN maximiza a rigidez, o que também permite espessuras mais finas, afirma a empresa.

Os outros agentes nucleantes da Milliken para polipropileno e polietileno também serão exibidos. Eles fornecem um equilíbrio de resistência ao impacto e desempenho de rigidez, bem como um melhor controle da contração para reduzir a deformação.

Também estarão em exibição os absorvedores UV ClearShield® para PET, que, segundo a Milliken, oferecem proteção UV e maior estabilidade de cor para prolongar a vida útil de alimentos e bebidas, assim como de produtos de higiene pessoal e de limpeza doméstica.

Outros itens do portfólio de tecnologias de aditivos da empresa para melhorar a transparência, desempenho e processamento de poliolefinas que serão expostos incluem o NX™ UltraClear PP, um polipropileno clarificado com Millad® NX™ 8000 que melhora a estética, transparência e qualidade das aplicações do polipropileno, afirma a Milliken.

Esta tecnologia de alto desempenho incentiva o uso mais amplo de poliolefinas. De acordo com a empresa, ela combina resistência a altas temperaturas com ótima transparência, leveza e facilidade de reciclagem. Os corantes ClearTint®, que estão em conformidade com a FDA – Food and Drug Administration e oferecem cores brilhantes, ricas e transparentes para as aplicações em polipropileno, também serão apresentados no estande.

A crescente variedade de produtos Milliken agrega valor significativo a vários materiais plásticos populares que são utilizados no setor de embalagens, utensílios domésticos, móveis, eletrodomésticos, indústrias e automóveis. Aplicações representativas destes setores serão exibidas no evento, demonstrando os benefícios das tecnologias.

Os agentes clarificantes e nucleantes da empresa serão apresentados em uma ampla variedade de peças a serem produzidas ao vivo na exposição pelos principais fabricantes de máquinas de moldagem por termoformagem, injeção, extrusão e compressão. Exemplos incluem frascos farmacêuticos e tampas de sorvete com rótulos In Mold Label.

A Milliken atua nos segmentos de revestimentos, especialidades químicas e aditivos e tecnologias de coloração com aplicações abrangentes, desde plásticos automotivos até itens para crianças. A empresa possui uma atuação pró-ativa em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, empregando mais de 100 PhDs e acumulando mais de 2.200 patentes nos EUA e mais de 5 mil patentes no mundo todo, desde sua fundação em 1865.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Milliken

Curta nossa página no

Pesquisas sobre grafeno realizadas na Universidade Mackenzie despertam interesse da indústria de plásticos da Serra Gaúcha

14/04/2018

Material plástico aditivado com grafeno

Sindicato identifica oportunidades de negócio para o setor em visita a centros de pesquisa e desenvolvimento em São Paulo

A reciclagem dos pacotes de salgadinhos consumidos aos milhões todos os dias pode dar origem a uma matéria-prima relevante para impressão 3D, conseguida através da aditivação do polipropileno biorientado (BOPP) das embalagens descartadas de batatas fritas, nachos e outras guloseimas com partículas de grafeno.

E representa uma das oportunidades identificadas para o mercado do plástico durante visita a centros tecnológicos, em São Paulo, pelo Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho (Simplás). Já é a segunda vez em menos de seis meses que o sindicato passa pelo Centro de Pesquisas Avançadas em Grafeno, Nanomateriais e Nanotecnologias da Universidade Presbiteriana Mackenzie – o MackGraph, onde a novidade foi apresentada quinta-feira (12/04). Assim como na ocasião anterior, em novembro passado, o objetivo do Simplas é detectar e compreender os possíveis impactos do grafeno para a indústria do plástico.

As possibilidades de aplicações só crescem no setor. Existe a possibilidade de que, em breve, a carroceria de um automóvel, que hoje é fabricada em aço, possa ter estrutura de plástico aditivado com grafeno. O material é muito mais resistente do que o aço, porém, flexível.

“É uma inovação que contempla três conceitos fundamentais para o futuro de qualquer negócio: sustentabilidade, tecnologia de ponta e altíssimo valor agregado. Percebemos que as pesquisas na Mackenzie estão bastante avançadas. O passo seguinte é dar viabilidade industrial e comercial para que estes novos materiais sejam naturalmente absorvidos pelo mercado”, constata o presidente do Simplás, Jaime Lorandi.

O grafeno possui condutividade térmica bastante superior à do cobre e tem uma densidade muito baixa.

Lorandi e o diretor executivo do Simplás, Zeca Martins, integram a missão organizada pelo Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (Simecs) e pela Uniftec, que também visitará o Instituto Mauá, o Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) e o Centro Tecnológico de São José dos Campos. As organizações são referência nacional em pesquisa e desenvolvimento para a indústria 4.0.

“O Simplás está sempre em busca de novas oportunidades de negócios e conhecimento para seus representados. Muitas delas, já são realidade e estão disponíveis hoje. O que procuramos é identificar e acessar estas novidades, a fim de trazer maiores condições de competitividade às empresas do setor”, conclui Lorandi.

Fonte:  Assessoria de Imprensa – Simplas

Curta nossa página no

Solvay apresentou um portfólio ampliado de especialidades de sílica durante a feira Tire Tech Expo em Hannover

23/02/2018

Participando da Tire Tech Expo, a Solvay compartilhou os seus resultados promissores em relação aos pneus agrícolas, para caminhões e para inverno. Uma conferência especial liderada pelo especialista em sílica, Dr. Thomas Chaussée (Gerente Global de Pesquisa e Desenvolvimento para pneus), divulgou os resultados na quarta-feira, 21 de fevereiro.

“Estamos orgulhosos em divulgar que o Premium SW confirma seus resultados inovadores em pneus para caminhões e seu status de solução em relação às próximas regulações neste mercado”, disse Thomas Chaussée antes de acrescentar que “nós também compartilhamos com os participantes da conferência como a Sílica Solvay pode contribuir com os desafios de pneus agrícolas e continuar otimizando o desempenho dos pneus de inverno “.

“As equipes de sílica Solvay estão muito próximas do mercado e nós investigamos continuamente as tendências e necessidades nos diferentes segmentos de mercado e aplicações”, afirma An Nuyttens, presidente da Unidade Global de Negócios de Sílica da Solvay. “É por isso que estamos ampliando nosso portfólio de especialidades, pois queremos acompanhar nossos clientes ao longo do caminho que eles escolherem”.

A Tire Tech Expo é considerada como o fórum mais efetivo e eficiente do mercado de pneus para networking e encontros empresa-a-empresa.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Solvay Sílica

Curta nossa página no

 

SABIC adquire participação acionária de 24,99% na Clariant

25/01/2018

  • Participações adquiridas pela SABIC anteriormente pertenciam à 40 North e Corvex Management
  • Clariant reconhece a aquisição feita pela SABIC
  • Clariant e SABIC iniciarão discussões

A Clariant, uma empresa líder mundial em especialidades químicas, reconheceu hoje (25/01/2018) o investimento realizado pela empresa química e parceira SABIC, que adquiriu uma participação de 24,99% na Clariant. A aquisição dessas participações, que anteriormente pertenciam à White Tale e 40 North, faz com que a SABIC se torne o maior acionista da Clariant.

Como é habitual na indústria, a Clariant foi informada da intenção da SABIC de adquirir as ações antes da transação. A SABIC é uma das principais empresas químicas globais, com um importante negócio de especialidades químicas e um parceiro da Clariant na joint venture de catalisadores Scientific Design.

A Clariant pretende se engajar em conversações com a SABIC nas próximas semanas para discutir a nova situação e explorar possíveis formas de criar valor. A Clariant também continuará o diálogo existente com todos os outros acionistas.

A SABIC não diz quanto pagou pelas ações, mas a participação vale em torno de USD 2.4 bilhões, com base no atual valor de mercado.

Segundo a agência de notícias Reuters, a SABIC disse não ter planos atuais para se tornar o controlador da Clariant. Porém, a transação gerou incertezas pelo fato de que a Arábia Saudita busca diversificar sua economia e reduzir sua dependência do petróleo.

Alguns analistas não esperam que a SABIC pare por aí. Ela pode tentar convencer o segundo maior acionista da Clariant, uma família ligada ao grupo alemão Sued-Chemie, a vender sua participação na empresa.

“A SABIC não é conhecida por se satisfazer com participações minoritárias,” disse o analista da Baader Helvea, Markus Mayer, segundo a Reuters. “Como consequência, eu acho que eles vão tentar comprar a participação de 14% das famílias ligadas à Sued-Chemie e depois fazer uma oferta pelo restante.

Fonte: Clariant / Reuters

Curta nossa página no

Evonik adquire divisão de aditivos de alta concentração da 3M

21/12/2017

  • Portfólio de aditivos especiais da Evonik para a indústria do plástico será ampliado para incluir aditivos sólidos
  • Tecnologia permite soluções inovadoras para a indústria de processamento do plástico
  • Aquisição enfatiza foco da Evonik em Aditivos Especiais -um dos motores de crescimento da empresa.

A Evonik adquiriu a divisão de compostagem de aditivos de alta concentração da 3M. O acordo correspondente já foi assinado. Com o negócio, o grupo de especialidades químicas aumenta suas possibilidades de crescimento no negócio de alta lucratividade dos aditivos especiais. A Evonik já oferece uma variedade de aditivos para a indústria do plástico e a aquisição permitirá que a empresa passe a oferecer também aditivos sólidos.

“Estamos formando uma plataforma excelente para o desenvolvimento de soluções inovadoras, além de expandir de modo significativo o nosso portfólio de produtos”, diz o Dr. Dietmar Schaefer, responsável pela linha de negócios Interface & Performance da Evonik. O acordo aumenta as capacidades da empresa em aditivos especiais – uma de suas mais importantes áreas de crescimento. Ainda sujeita às costumeiras condições de fechamento, a operação deve ser concluída no primeiro trimestre de 2018. As partes concordaram em não revelar o valor da compra.

A aquisição inclui o portfólio de produtos Accurel®, produzido em Obernburg (Bavária, Alemanha), bem como as instalações produtivas de Obernburg, incluindo os 25 postos de trabalho que serão mantidos. A tecnologia de compostagem de aditivos de alta concentração permite que os fabricantes de plásticos introduzam grandes volumes de aditivos em uma matriz polimérica por meio de um suporte de polímero sólido. Com isso, a Evonik poderá explorar novas aplicações, por exemplo na indústria de embalagens. Os novos produtos serão incorporados à linha de negócios Interface & Performance da Evonik.

A linha de negócios Interface & Performance produz e comercializa aditivos especiais para a indústria do plástico. Esses produtos facilitam o processamento do plástico (dispersão de cargas, fluidez, antiestática) e melhoram o seu desempenho (resistência a riscos, controle de odor, resistência mecânica). Para isso, a linha de negócios lança mão de plataformas de tecnologia inovadoras para a produção de silicones e aditivos especiais à base de surfactantes. As aplicações típicas que a empresa tem em mente na indústria do plástico por meio dos aditivos especiais incluem filmes, espumas, fibras, nãotecidos, moldagem por injeção e cabos.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Evonik

Curta nossa página no

3M reafirma sua liderança em inovação durante a Plastimagen México 2017

24/11/2017

No âmbito da celebração de 70 anos da 3M no México, a empresa esteve presente na vigésima primeira edição da Plastimagen México 2017, o evento mais importante na indústria de plásticos na região.

Na presença de 32 mil visitantes que se reuniram de 7 a 10 de novembro no centro Citibanamex, a 3M apresentou várias soluções para a indústria plástica através do seu negócio de Materiais Avançados, que aplica as inovações científicas da 3M para oferecer melhor desempenho para o setor.

Com mais de 16 anos de experiência, as tecnologias de soluções de Materiais Avançados ajudam a aumentar a produtividade e a eficiência das indústrias atendidas pela 3M. As soluções providas pelo negócios de Materiais Avançados são focalizadas essencialmente em aplicações de peças moldadas por injeção, pintura reflexiva de calor e revestimentos industriais, recipientes retornáveis ​​e garrafas leves.

Neste ano, a 3M participou com três produtos principais na Plastimagen México 2017:

  • As microesferas de vidro, que permitem reduzir o peso em peças de plástico e o custo na fabricação de vários produtos. A tecnologia foi desenvolvida pela 3M na década de 1960 e foi refinada ao longo do tempo, tornando-se um produto emblemático da divisão de Materiais Avançados.
  • Auxiliares de processamento, que são um aditivo especializado para melhorar e facilitar o processamento de polímeros. Como conseqüência, permitem a eliminação da rugosidade no material e transições de cores mais rápidas.
  • Nitreto de Boro – cerâmicas avançadas que funcionam como aditivos para polímeros e são usadas em aplicações de tecnologia de iluminação LED, baterias de alta capacidade, aplicações eletrônicas para indústrias de consumo e automotiva, oferecendo benefícios de alta condutividade térmica, propriedades de isolamento elétrico, densidade reduzida e propriedades de processamento para injeção plástica.

Oscar David Molina Ramírez, Engenheiro de Desenvolvimento de Aplicações na Divisão de Materiais Avançados (à esquerda, na foto), comentou: “Nossos materiais estão presentes em grandes projetos das empresas mais importantes, tanto em aplicações subterrâneas quanto na área espacial. Buscamos constantemente desenvolver tecnologias e soluções que ajudem a aumentar a produtividade e a eficiência da indústria de plásticos “.

Fundada em 1902, a 3M possui mais de 91 mil colaboradores ao redor do mundo, com escritórios em mais de 70 países. Com $30 bilhões de dólares anuais em vendas em 2016, a 3M aloca 5,8% de suas vendas para pesquisa e desenvolvimento em todo o mundo, tendo investido um total de US $ 1,7 bilhão em 2016. A empresa possui 36 laboratórios e Centros de P&D e 8 mil pesquisadores em todo o mundo, contando com 46 plataformas tecnológicas. Ao longo da sua história, a 3M já requereu mais de 109.000 patentes.

No México, a 3M está presente desde 1947, possuindo 9.800 funcionários e exportando para 20 países. Possui várias fábricas no Páis, além de um Centro de Inovação e Pesquisa e Desenvolvimento onde a tecnologia é usada para desenvolver soluções adaptadas às necessidades dos clientes locais.

Curta nossa página no

Dow passa a comercializar aditivos de silicone para poliuretano da antiga Dow Corning sob a marca VORASURF™

22/11/2017

A divisão de Ciência dos Materiais da DowDuPont anuncia que, a partir de agora, os aditivos de silicone da Dow Corning, empresa que foi integrada à Dow em 2016, serão comercializadas pela companhia sob a marca Vorasurf™. As soluções são destinadas aos mercados de conforto (colchões e calçados) e eficiência energética (espumas em spray) e contribuirão com o atendimento à crescente demanda por materiais de alto desempenho.

“São mais de 100 produtos da antiga Dow Corning voltados ao setor de poliuretanos que foram incorporados pela Dow, expandindo nosso portfólio de surfactantes de silicone para espumas de poliuretano com desempenho superior”, afirma Andres Posada, gerente de Marketing de Perforance Silicones da divisão. “Além de ampliar nossa linha, continuamos investindo em inovação, como os novos surfactantes automotivos, com baixo composto orgânico volátil (COV) e novas soluções para espumas rígidas compatíveis com os novos agentes de expansão hidrofluoroolefina (HFOs).”

A transição à marca Vorasurf™ começa em novembro de 2017 e será concluída no final de 2018. Todos os produtos de silicone da Dow Corning continuarão sendo oferecidos e para ajudar a garantir uma passagem tranquila, os nomes atualizados dos produtos apresentarão o “DC” da Dow Corning e manterão os números originais de grau do produto (como DC 193, DC 2525 e DC 5950). A lista com todos os nomes atualizados está disponível no centro de informações da Dow Corning e para mais informações os clientes podem entrar em contato com os representantes de vendas ou visitar http://www.dowcorning.com/content/polyuret/

A Divisão de Ciência dos Materiais da DowDuPont, uma divisão da DowDuPont, tem um portfólio abrangente, compreendendo materiais avançados, intermediários industriais e plásticos destinados a clientes de mercados de alto crescimento, como embalagens, infraestrutura e cuidados do consumidor. A DowDuPont pretende separar a Divisão de Ciência dos Materiais em uma empresa independente e de capital aberto.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Dow

Curta nossa página no

Clariant apresenta soluções inovadoras e sustentáveis para megatendências globais durante a Feiplastic 2017

07/04/2017

  • Foco em Saúde e Nutrição, Estilo de Vida, Mobilidade e Urbanização
  • Aditivos, masterbatches e pigmentos inovadores e sustentáveis criando valor para as pessoas
  • Clariant na Feiplastic 2017, Estande B68, entre os 03 e 07 de abril de 2017, no Pavilhão Expo Center Norte, São Paulo

A Clariant, uma das empresas líderes mundiais em especialidades químicas, destaca, em seu estande na Feiplastic 2017, as megatendências globais que influenciam a indústria de plástico e demonstra como a empresa está criando valor para esse setor com base nas necessidades que essas tendências geram para as pessoas.

“A Clariant está comprometida com o desenvolvimento de soluções que atendam às demandas atuais e futuras do mercado, especialmente influenciadas pelas megatendências globais. Apoiando os clientes a encontrar alternativas inovadoras e sustentáveis, estamos fortalecendo nossa entrega de valor para a sociedade”, destaca Mônica Ferreira Vassimon, Presidente da Clariant na América Latina, reforçando o lema da empresa na Feiplastic 2017: “Criando Valor para as Pessoas”.

Os serviços e soluções da Clariant para aplicações plásticas englobam aspectos como segurança e conforto, produção mais eficiente e compatível com o meio ambiente. Dentre os destaques apresentados no evento a partir das megatendências globais estão:

Saúde e Nutrição:

  •  Pigmentos orgânicos PV Sólido para embalagens em contato com alimentos e bens de consumo. Segundo a empresa, garantem intenso efeito de cor, assim como características Low Warping, crucial para a produção de embalagens em moldes grandes.
  • Filmes agrícolas resistentes: solução de aditivos para polímeros AddWorks® AGC 104 para filmes de estufa de poliolefinas com maior duração, que ajudam a aumentar a proteção de cultivos e a reduzir o descarte de materiais, afirma a Clariant
  • Masterbatches de aditivos: CESA®-LASER para gravação a laser em polímeros termoplásticos, em cores ou nos tradicionais tons de cinza; CESA®-antimicro para proteção antimicrobial de produtos plásticos.

Estilo de vida:

  • Pigmentos para plásticos utilizando matérias-primas renováveis: a Clariant é a primeira produtora de pigmentos de quinacridona à base de bioácido succínico. O PV Sólido Pink E /E01 oferece cores brilhantes para produtos do dia a dia, desde brinquedos até embalagens de alimentos e produtos têxteis.
  • Aditivos para polímeros AddWorks® série LXR3 que oferecem alto nível de proteção durante a fabricação e a utilização dos artigos plásticos. Segundo a empresa, aditivos mantém aspecto de alta qualidade, cores radiantes de longa duração, transparência brilhante e estável.
  • “Boom” de aparelhos eletrônicos: investimento mundial da Clariant na fabricação de masterbatches e compostos pré-coloridos em pequenos lotes para resinas de engenharia e plásticos de alta resistência à temperatura, apoiando a indústria de eletroeletrônicos com soluções personalizadas.

Mobilidade:

  • Pigmentos orgânicos PV Sólido de alto desempenho que atendem aos requisitos e às mais rígidas condições de teste da indústria automotiva, com aplicação em acabamentos têxteis internos sujeitos a rigorosas condições de uso, afirma a empresa.
  • Proteção mais segura para plásticos automotivos contra incêndio: segundo a Clariant, o retardante de chamas de fosfinato não halogenado Exolit® OP 1400 oferece excelente estabilidade de processamento e proteção mais segura contra incêndio em baixa dosagem para poliamidas, usadas em peças automotivas elétricas e estruturais.
  • Aditivos de cor e desempenho para compostos resistentes a altíssimo calor: a Clariant lança novas linhas de masterbatches e compostos coloridos para plásticos de engenharia e resinas de alta resistência à temperatura, a fim de atender às tendências de leveza e miniaturização.

Urbanização:

  • Pigmentos orgânicos PV Sólido de alto desempenho. Segundo a Clariant, apresenta excelente solidez à luz e às intempéries, cor itensa e alta resistência térmica, com aplicação em fios e cabos, tuberias, perfis de PVC para construção civil, entre outros.
  • Ceras montânicas. De acordo com a fabricante, o material apresenta excelente desempenho, gerando benefícios para plásticos de engenharia, como maior janela de processamento devido aos efeitos multifuncionais de lubrificação, excelente estabilidade, alta eficácia e baixa migração na matriz plástica. Adicionalmente, o fornecimento de ceras montânicas é estável e confiável.
  • Agentes químicos espumantes Hydrocerol® para redução do peso dos componentes plásticos em até 20% sem impactar a estabilidade das peças, além de atuar como isolante térmico e de ruído, garante a empresa.

Fonte: Clariant

Curta nossa página no

Chem-Trend apresenta na Feiplastic portfólio de soluções inovadoras

31/03/2017

Fabricante de agentes desmoldantes e especialidades químicas traz ao evento duas linhas de produtos exclusivas

Participando pela primeira vez como expositora individual, além do histórico de presença nas edições anteriores em parceria com outras empresas, a Chem-Trend, empresa do Grupo Freudenberg, apresenta na Feira Feiplastic 2017 suas linhas de produtos para termoplásticos Lusin® e UltrapurgeTM, adquirida no final de 2016. A feira ocorre de 3 a 7 de abril, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP).

Com o objetivo de consolidar as marcas e promover soluções inovadoras e personalizadas, a empresa traz um portfólio abrangente que inclui agentes desmoldantes, agentes de purga, limpadores de molde, lubrificantes e protetivos de molde. O destaque fica por conta dos agentes de purga, aplicados nos processos de limpeza de extrusoras e máquinas de moldagem por injeção e em processamento por extrusão, sopro ou laminação.

Rodrigo Bombonatti, gerente de vendas da Chem-Trend, afirma: “queremos oferecer aos nossos clientes o que há de melhor para o setor de termoplásticos, e isso se torna possível com as linhas Lusin® e UltrapurgeTM, que auxiliam a reduzir custos entre 50% e 70% em algumas etapas dos processos produtivos, devido à diminuição do consumo de material e tempo de parada das máquinas”.

Para Ana Clara Cordeiro, diretora de Vendas da Chem-Trend no Brasil, “estar presente na Feiplastic é muito importante e estratégico para a empresa, por ser uma feira de grande credibilidade e abrangência para toda a indústria do plástico. Além de ser uma oportunidade única de mostrarmos soluções que garantem os melhores resultados nas linhas de produção dos nossos clientes”, finaliza.

Serviço:
Feiplastic (Feira Internacional do Plástico)
Local: Expo Center Norte, São Paulo
Data: de 3 a 7 de abril
Horário: 11h às 20h

Fonte: Assessoria de Imprensa – Chem Trend

Curta nossa página no

Dow traz para a Feiplastic resina plástica que compatibiliza PE e PP

30/03/2017

Intune™ Propylene OBC, com inovadora estrutura molecular, permite que produtos produzidos com materiais reciclados a partir desses dois componentes tenham a mesma qualidade daqueles elaborados com matéria-prima virgem

Uma das grandes dificuldades em se obter um material de qualidade oriundo da reciclagem de polietileno e polipropileno é causada pela impossibilidade de separação total destes materiais que são, originalmente, incompatíveis. Com isto, o resultado da reciclagem é um produto final de menor qualidade. Solucionar esta questão era algo que o mercado há muito vinha demandando para permitir uma reciclagem mais eficiente e a produção de produtos melhores e mais sustentáveis.

Assim, a área de Elastômeros da Dow investiu no desenvolvimento da resina Intune™ Propylene OBC. Este material, ao ser adicionado à formulação do produto, torna o polietileno e o polipropileno compatíveis, assegurando melhor qualidade ao produto final, comparável à matéria-prima virgem, afirma a Dow.

“Muitas vezes a indústria precisa unir duas soluções para obter características que não são encontradas em apenas um produto. E é justamente nisso que a tecnologia Intune™ Propylene OBC, da Dow, se destaca. O material combina propriedades dos polímeros polietileno e polipropileno, como resistência, flexibilidade e transparência, aumentando as possibilidades de aplicação desses polímeros e facilitando o processo de reciclagem. Intune™ Propylene OBC é um material inovador no mercado em função de sua arquitetura molecular diferenciada em bloco”, explica Marcello Mori, diretor Comercial da Dow para Elastômeros na América Latina.

Segundo a Dow, ao permitir possibilidades de combinações de propriedades dos dois materiais, a resina amplia o leque de aplicações de suas blendas e reúne seus benefícios em um único produto. Entre os objetos que podem ser reciclados e voltar ao mercado com qualidade similar estão caixas de utilidades domésticas, engradados de bebidas, móveis para jardim, entre outros. Além das aplicações destinadas ao mercado de reciclagem, Intune™ Propylene OBC também pode ser utilizado em blendas de polímeros virgens para melhorar ainda mais suas propriedades. Alguns exemplos são tambores moldados por sopro, tanques e caiaques produzidos por rotomoldagem, caixas transparentes de utilidades domésticas, além de embalagens flexíveis obtidas por extrusão de estruturas multicamadas.

Serviço
FEIPLASTIC 2017 – Feira Internacional do Plástico
Data: de 3 a 7 de abril de 2017
Horário: das 11h às 20h
Local: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo
http://www.feiplastic.com.br

Curta nossa página no

Lanxess apresenta sua gama de soluções para diversos setores da indústria na Feiplastic 2017

30/03/2017

Em um stand com 210 m², empresa exibirá aplicações e lançamentos desenvolvidos pelas unidades de High Performance Material (HPM), Rhein Chemie Additives (ADD) e Inorganic Pigments (IPG)

A Lanxess Brasil participa mais um ano da Feiplastic – Feira Internacional do Plástico, importante evento de negócios e de inovações em plástico de alta tecnologia, na América Latina. Realizada neste ano de 03 a 07 de abril, das 11h às 20h, no Expo Center Norte, a feira integra os principais tomadores de decisão da cadeia do plástico às tecnologias do futuro.

E como um dos principais players desse mercado, a Lanxess traz ao evento suas soluções e aplicações voltadas para diversos setores da indústria.

Nessa edição, a unidade de High Performance Materials (HPM) apresenta diferentes aplicações produzidas com materiais da linha Durethan (Poliamidas) e Pocan (PBT´s e blendas de PBT). “A maior parte das soluções foi desenvolvida com tecnologia Lanxess, em parceria com nossos clientes, com a utilização de análises computacionais de CAE/CAD para verificar os requisitos das aplicações e, com isso, desenvolvê-las no menor peso possível, sem comprometer os requisitos”, explica Anderson Maróstica, gerente da área técnica da unidade.

Entre os produtos da área, serão expostas algumas aplicações trazidas da matriz da Alemanha, como o Bumber Beam da Honda, uma peça desenvolvida em parceria com a montadora. Trata-se de uma travessa do parachoque traseiro de veículos, que substitui as peças atuais produzidas em metal, mantendo as mesmas propriedades, porém com uma redução de 50% do peso. Outro destaque é o pedal de freio fabricado com 100% de plástico, desenvolvido para o modelo Porsche Panamera.

Entre as aplicações produzidas no Brasil, estão o primeiro pedal de embreagem e suporte de pedais desenvolvido em parceria com a Boge para caminhões, utilizando 100% de plástico, além de front ends de plásticos injetados, tecnologia bastante difundida na Europa e que passa a ser uma tendência para o mercado local, além de diferentes tipos de coletores de admissão.

Outra unidade de negócios que vai participar da Feiplastic é a Rhein Chemie Additives (ADD), que produz aditivos para plásticos e plastificantes livre de ftalatos. Tais aditivos são utilizados na fabricação de artigos plásticos para os setores automotivos, de construção, de brinquedos, têxtil, alimentício, entre outros. Os principais produtos da Lanxess para esta unidade são Mesamoll®, Unimoll® AGF e Adimoll® DO, Disflamoll® e Levagard®.

Já no segmento de Pigmentos Inorgânicos (IPG), a Lanxess apresenta as linhas Bayferrox® e Colortherm®, que são pigmentos à base de óxido de ferro e cromo. Segundo a Lanxess, os produtos são sustentáveis, estáveis a altas temperaturas, resistentes à luz e intempéries e apresentam boa dispersabilidade, mesmo em processos de tempos curtos de permanência e baixa força de cisalhamento. Os pigmentos inorgânicos podem oferecer várias possibilidades de cores.

Fonte: Lanxess

Curta nossa página no

Aditive Plásticos leva masterbatches funcionais de aditivos para Plástico Brasil

22/03/2017

A Aditive Plásticos, empresa nacional localizada na região central de São Paulo, que atua no mercado de concentrados de aditivos há cerca de 20 anos, está apresentando soluções para o mercado na Feira Plásticos Brasil, entre as quais:

Masterfil Anticolapsante – é um aditivo de ação migratória que lubrifica e tem função tensoativa, melhorando a distribuição das células de gás em PEBD, mantendo a formação estrutural dos núcleos e evitando o colapso das mantas de EPE após sua expansão. Segundo a Aditive, isso oferece grande vantagem sobre os concorrentes devido à redução da densidade das mantas em relação aos grades do mercado, além de melhorar a distribuição das células devido à sinergia da resina e ao teor ativo.

Em paralelo, a Aditive desenvolveu um Anti UV Agroespecífico para aplicação em Bale Wrap (utilizados na agroindústria para armazenar fardos de feno ao ar livre, mantendo as propriedade do alimento). Esse aditivo Anti-UV Agro é um fotoestabilizante especial que mantém as propriedades do filme polimérico mesmo quando há a ação fertilizantes e/ou outros agentes químicos, afirma a Aditive.

A linha de Condutivos da Aditive abrange todos os tipos de aplicações, tais como, injeção, filme ou sopro. Os materiais condutivos alteram a resistência elétrica superficial do produto, alcançando valores de resistividade como 10E3 e 10E4 ohm de maneira permanente, o que evita riscos de geração de faíscas, descargas elétricas e explosões nas mais diferentes aplicações, afirma a empresa.

A linha Antichama foi desenvolvida para filmes e peças; além disso, atende às novas exigências e normatizações reguladoras mundiais desenvolvida para diversos tipos de resinas termoplásticas, tais como, poliolefinas em geral, poliamidas, poliestireno, ABS, PBT e PC.

Fonte: Aditive

Curta nossa página no

Trecora expõe ceras de polietileno na Feiplastic 2017

11/03/2017

Durante a Feiplastic, a empresa texana Trecora, fabricante de ceras de polietileno, oxidantes e alfa-olefinas, estará expondo seus produtos em um stand no Expo Center Norte, de 03 a 07 de abril de 2017.

A Trecora está presente no Brasil na Indústria do Plástico especialmente nos segmentos de PVC, HMA (adesivos de fusão a quente) e Masterbatches / Revestimentos.

Os produtos da Trecora Chemical são ceras de polietileno de ponto de fusão elevado e de baixa a média viscosidade derivados da fabricação de resinas de PEAD.

Estes produtos podem ser utilizados numa variedade de aplicações, incluindo como aditivoS de desempenho para adesivos de fusão a quente (HMA) ; Como modificador de penetração e ponto de fusão para parafina e ceras microcristalinas; como lubrificante e auxiliar de transformação de plásticos, PVC e borracha; e como um aditivo de agitação seco para tintas. Em formas oxidadas, as aplicações para cera de polietileno incluem utilização em emulsões têxteis, como a porção de cera de formulações de polimento e como lubrificante em extrusão de PVC.

A Trecora Resources possui e opera uma planta localizada no Texas, especializada em hidrocarbonetos de alta pureza e outros petroquímicos. A Trecora também possui e opera uma unidade produtora de ceras especiais de polietileno e provê serviços de processamento sob medida no complexo Petroquímico de Pasadena, também no Texas.

Fonte: Trecora

Curta nossa página no

Evonik apresenta aditivo para a produção de pneus durante feira Tire Technology Expo 2017, na Alemanha

05/03/2017

evonik-vestenamer

Na feira, em Hannover, a Evonik expôs um aditivo de processo que melhora a processabilidade de compostos de borracha

Segundo a Evonik, o seu aditivo de processo Vestenamer® simplifica a mistura e produção de vários componentes de pneus. O produto também melhora a dispersão de misturas difíceis de polímeros e reduz a viscosidade do composto, enquanto mantém as propriedades dinâmicas positivas do vulcanizado inalteradas em geral ou aumenta essas propriedades ainda mais em alguns casos, afirma a empresa.

Melhor processabilidade de componentes de borracha

Os modernos pneus de alto desempenho precisam ter baixa resistência ao rolamento e excelente tração em pistas molhadas, além de alta resistência à abrasão. Isso só é possível com o uso de cargas altamente ativas como o negro de fumo e, particularmente, as sílicas precipitadas. Especialmente as misturas com altas concentrações de carga demandam processos de mistura de múltiplos estágios para garantir uma boa dispersão. Como auxiliar de dispersão, o aditivo Vestenamer® pode reduzir de modo considerável os ciclos de mistura e, ao mesmo tempo, otimizar a consistência dos lotes na produção, diz a Evonik. Em decorrência disso, a quantidade de etapas de mistura no processo pode ser reduzida e o processo projetado com mais eficiência.

Alta dureza e resistência à abrasão, além de uma deformação por compressão muito baixa são os requisitos importantes quando se trata de compostos para diversas faixas de aros. A Evonik assegura que o Vestenamer® melhora a processabilidade do composto de borracha por meio da redução da viscosidade na temperatura da mistura e, desse modo, evita o “bagging” no laminador.

O Vestenamer® é um aditivo semicristalino também denominado “Trans-Octenamer Rubber” (TOR). Como auxiliar de processamento de polímeros, ele atua como plastificante em compostos de borracha durante a mistura e o processamento. No entanto, durante a vulcanização do componente de borracha, ele é reticulado (crosslinked) juntamente com a borracha e, como elastômero, é plenamente integrado à rede do polímero. Desse modo, as propriedades da mistura se mantêm estáveis na aplicação final.

Fonte: Evonik

Curta nossa página no

Acionistas da Chemtura aprovam aquisição feita pela Lanxess

19/02/2017

lanxesschemtura

A Lanxess, empresa alemã do segmento de especialidades químicas, deu um passo significativo na aquisição da companhia norte-americana Chemtura. Os acionistas da Chemtura aprovaram a fusão em uma reunião especial na Filadélfia, Estados Unidos. 99,88% dos votos foram favoráveis à fusão, representando 81,77% das ações ordinárias da empresa. Nos termos do acordo de fusão, os acionistas da Chemtura receberão 33,50 dólares por cada ação em circulação no fechamento da transação.

Matthias Zachert, Presidente da Lanxess, comentou a aprovação da incorporação por parte dos acionistas. “Estamos satisfeitos com o apoio dos acionistas da Chemtura. Essa aprovação é um marco importante no caminho da Lanxess para se tornar um dos principais players no campo da química de aditivos”.

No final de dezembro de 2016, as autoridades antitrust dos Estados Unidos já haviam liberado a aquisição. A Lanxess espera fechar a transação em meados de 2017, depois que todas as aprovações regulamentares restantes forem recebidas.

Aditivos, retardantes de chamas e lubrificantes são os principais produtos da Chemtura e complementam o atual portfólio da Lanxess. Após o fechamento da transação, essas atividades serão integradas à unidade de negócios Rhein Chemie Additives (ADD) da Lanxess para formar um novo segmento. Hoje, a unidade já fornece uma ampla gama de aditivos especiais e produtos de serviço para a fabricação de plásticos, borrachas, lubrificantes e revestimentos e emprega cerca de 1.600 pessoas, em mais de 20 locais em todo o mundo.

Além dos aditivos, o portfólio da Chemtura também inclui uretanos e organometálicos, que também serão integrados à Lanxess. A Chemtura tem cerca de 2.500 funcionários em todo o mundo e opera em 20 locais em 11 países.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Lanxess

Curta nossa página no

Evonik seleciona Carolina do Sul (EUA) para nova planta de sílicas precipitadas

13/02/2017

evonik-silicas

  • Tendência para pneus eficientes em termos energéticos gera demanda por sílica precipitada na América do Norte.
  •  O investimento é de cerca de US$ 120 milhões

A Evonik Industries está construindo uma fábrica de sílica precipitada no estado da Carolina do Sul (EUA) para abastecer a indústria de pneus. Tal indústria necessita de sílica precipitada de alta qualidade para produzir pneus com eficiente consumo de combustível e boas propriedades de aderência em pistas molhadas. Esses pneus podem economizar até 8% de combustível em comparação aos pneus convencionais para automóveis. Na América do Norte, a demanda por pneus com baixa resistência ao rolamento e maior eficiência energética está crescendo a taxas acima da média. A nova fábrica da Evonik está em construção em local próximo a Charleston, Carolina do Sul, perto das unidades de produção de grandes fabricantes de pneus. A instalação em escala mundial, com volume de investimento próximo de US$ 120 milhões, deve ser concluída em 2018. Com esse investimento, a Evonik executa um novo projeto no âmbito do seu orçamento global de investimento pré-definido.

Klaus Engel, Presidente da Diretoria Executiva da Evonik Industries AG, disse: “O investimento é parte importante da nossa estratégia para expandir nossa posição como um parceiro global para a indústria de fornecedores automotivos. Com a construção da planta no sudeste dos Estados Unidos e a planejada aquisição da divisão de sílica da Huber, estamos fortalecendo o nosso segmento Resource Efficiency e expandindo a nossa posição de liderança como fornecedor de sílica”. Há alguns dias, a Evonik anunciou a aquisição das atividades de sílica da Huber por US$ 630 milhões.

“A proximidade aos principais clientes da indústria de pneus foi algo decisivo para a escolha da Carolina do Sul. Nós queremos garantir aos fabricantes globais de pneus a segurança de fornecimento e a flexibilidade que eles esperam de nós na produção local. É por isso que investimos em locais que estão próximos aos nossos clientes”, disse Johannes Ohmer, membro da Diretoria Executiva da Evonik Resource Efficiency GmbH. A nova fábrica estará localizada na área industrial de Bushy Park, perto de Charleston.

O uso de sílica em combinação com silanos permite a fabricação de pneus com resistência ao rolamento significativamente reduzida que economizam combustível (em comparação com os pneus convencionais para automóveis). Desse modo, os “pneus verdes” contribuem para a proteção climática. A Evonik afirma ser a única empresa que fabrica ambos os componentes, tornando-se parceira dos clientes das indústrias de pneus e borracha quando se trata de formulações de alto desempenho.

Evonik é uma das fabricantes de sílica líderes do mundo. Além da sílica precipitada ULTRASIL® e SIPERNAT®, o grupo também fabrica a sílica pirogênica AEROSIL® e agentes fosqueantes à base de sílica sob a marca ACEMATT®. A Evonik dispõe de uma capacidade de produção anual global para sílica precipitada e pirogênica, bem como agentes fosqueantes, de cerca de 600.000 toneladas métricas.

A Evonik é um dos principais líderes mundiais em especialidades químicas e atua em mais de 100 países no mundo inteiro. No ano fiscal de 2015, mais de 33.500 colaboradores geraram vendas em torno de 13,5 bilhões de Euros e um lucro operacional (EBITDA ajustado) de cerca de 2,47 bilhões de Euros. No Brasil, a empresa conta hoje com cerca de 600 colaboradores.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Evonik

Curta nossa página no

Milliken apresentará clarificante para embalagens termoformadas em PP durante a Feiplastic 2017

11/02/2017

milliken-feiplastic

Produto confere ao polipropileno (PP) alta transparência, aliando aspectos ideais para embalagens alimentícias a vantagens ambientais e comerciais do material

A Milliken, empresa global de especialidades químicas, revestimento e materiais de alto desempenho, participa da FEIPLASTIC 2017 – Feira Internacional do Plástico, que acontece de 3 a 7 de abril, em São Paulo, com um produto inovador. Trata-se do clarificante concentrado NX UltraClear®, que, segundo a empresa, proporciona ao polipropileno (PP) alta transparência, ideal para a confecção de embalagens e recipientes cujo conteúdo precisa estar protegido e à vista. A Milliken afirma que a ação do clarificante é capaz de superar o tradicional aspecto translúcido do PP em embalagens termoformadas (moldadas a altas temperaturas), criando uma transparência similar àquela do PET e PS (poliestireno), mas com os benefícios ambientais e de desempenho do Polipropileno.

Edmar Nogueira, Gerente Técnico da Milliken, explica que o uso do PP apresenta vantagens tais como a baixa pegada de carbono durante a produção da resina, a baixa densidade do material e altos valores de recuperação de energia. “O PP consome uma menor quantidade de energia durante sua produção, quando comparado com outros plásticos, e sua baixa densidade resulta em menor volume de resíduos. É um plástico ideal para a economia circular”. A diferença de peso entre embalagens de PP e outros materiais está normalmente entre 15% e 20% a menos para o polipropileno. A resistência ao calor do PP permite o uso em micro-ondas, agregando conveniência à embalagem, afirma a empresa

Além do uso em termoformagem o clarificante Millad NX8000®, presente no concentrado, também é utilizado em outras aplicações como frascos, utensílios domésticos e outros recipientes.

O segmento de embalagens é o que tem maior presença na FEIPLASTIC 2017. Pesquisa realizada pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, organizadora do evento, ouviu pessoas que já visitaram outras edições da feira, além de profissionais que atuam em toda a cadeia produtiva do setor plástico, e aponta que o segmento de “embalagens” é o que leva mais profissionais a visitar a feira, a fim de procurar novos produtos e lançamentos, entre outras razões.

De acordo com essas sondagens, chama a atenção o fato de que 96% dos pesquisados disseram que vão visitar a FEIPLASTIC 2107. Desses, 15% trabalham diretamente com embalagens. Outro segmento representativo, o de transformadores de plásticos, responde por 11% dos profissionais que visitam a feira, seguido por “produtos de borracha e plástico” (10%) e “matérias-primas e insumos” (7%).

Sobre a Milliken: A Milliken atua no setor de revestimentos, especialidades químicas e aditivos e tecnologias de coloração para uma variedade de aplicações desde plásticos automotivos até itens para crianças.

Com um expertise multidisciplinar, que inclui revestimentos de piso e materiais de performance, a equipe da Milliken compreende mais de 100 PhDs e acumula mais de 2.200 patentes nos EUA e mais de 5 mil patentes no mundo todo, desde sua fundação em 1865.

Sobre a FEIPLASTIC: Realizada desde 1987 como uma parceria entre a Abiplast – Associação Brasileira da Indústria do Plástico e a Reed Exhibitions Alcantara Machado como BRASILPLAST, e desde 2013 como FEIPLASTIC, é o mais importante e tradicional evento da América Latina. A FEIPLASTIC apresenta novas tecnologias das principais empresas que são referência no setor, em segmentos como plásticos, resinas, máquinas e reciclagem, proporcionando aos seus visitantes interação com o que há de mais moderno no mercado, além de geração de negócios e networking qualificado.

Serviço
FEIPLASTIC 2017 – Feira Internacional do Plástico
Data: de 3 a 7 de abril de 2017
Local: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo
http://www.feiplastic.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa – Milliken

Curta nossa página no