Archive for the ‘Normas Técnicas’ Category

Plastômetro de Extrusão da Dynisco simplifica o gerenciamento de dados de teste de índice de fluidez de polímeros

10/06/2013

O novo software, agora disponível com os plastômetros de extrusão LMI, oferece simplicidade na coleta, armazenagem e gerenciamento digital dos dados pelo sistema.

Dynisco_LMIDesde sua introdução no mercado, o plastômetro de extrusão LMI tem sido reconhecido pelos seus recursos avançados, adequados para os modernos laboratórios de testes. Segundo a Dynisco (www.dynisco.com), as inovações incluem um sistema ergonômico de manuseio de pesos, compactação automatizada de amostras de resina, medição digital melhorada do deslocamento do pistão e uma interface de usuário com tela de toque. Agora, um novo software de gerenciamento de dados completa o pacote.

“O LMI é a abordagem da Dynisco na reinvenção do equipamento mais comum em qualquer laboratório de polímeros,” observa Joe DiOrio, Gerente de Produtos. “Juntamente com seus recursos ergonômicos, o nosso novo software transforma um equipamento de laboratório padrão, no sonho de todo operador de testes do século 21.”

O software LaVA™ Suite é um desenvolvimento de propriedade da Dynisco. O nome “LaVA” significa Laboratory Viscosity Analysis (análise de viscosidade em laboratório). De acordo com a Dynisco, o software  é capaz de fornecer uma maior gama de dados, simplificando radicalmente a análise, o processamento e o arquivamento de relatórios. Ele captura não somente os valores de índices de fluidez, mas também a tensão e a taxa de cisalhamento e a densidade aparente do fundido ao mesmo tempo em que registra as condições de teste. O software LaVA Suite possui a aparência e o comportamento de aplicativos dos PCs ou dispositivos móveis mais modernos. O layout da tela e a navegação do menu são imediatamente intuitivos para o pessoal de laboratório de qualquer nível de habilidades.

Segundo a Dynisco, outros recursos importantes do LMI incluem:

  • Novo sistema de gerenciamento de pesos Inspirada na ergonomia de um aparelho de academia de ginástica, a Dynisco armazenou todos os pesos no próprio equipamento e o ato de mudar a carga do teste tornou-se algo tão simples quanto mover um pino de um local para o outro.
  • Fácil compactação de materiais. Para evitar a compactação inconsistente de amostras de resina, o que pode causar inconsistência de dados, a Dynisco desenvolveu um compactador de força ajustável que fornece uma força constante independente do operador.
  • Novo display com tela de toque… Substituindo o display vácuo-fluorescente, uma tela de toque colorida, maior e retro-iluminada permite a programação e a visualização mais fácil do status e dos resultados de testes.
  • Melhor encoder digital… Um encoder digital fornece uma medição precisa do deslocamento do pistão durante testes volumétricos.
  • Portas USB: 3 portas USB são padrão no LMI. Uma porta principal e duas portas secundárias fornecem toda a comunicação necessária para integrar o LMI, armazenar dados em um pendrive ou para comunicação com uma balança ou impressora.

Outros recursos importantes incluem o opcional de corte automático de amostras durante testes de Método A e A/B e a correlação dos dados para determinar a viscosidade intrínseca do PET.

A Dynisco é uma empresa líder global no fornecimento de soluções de medição e controle precisas, robustas e confiáveis para extrusão e outros processos da indústria de plásticos,  nos quais a pressão e a temperatura são críticas. A Dynisco Plastics Segment é parte de uma organização global que fornece tecnologias de medição, equipamentos de controle e instrumentação analítica para uma grande gama de aplicações industriais. A empresa possui instalações de fabricação em Massachusetts, Nova Iorque, Ohio e na Malásia. A Dynisco atende um amplo grupo de clientes em todo o mundo, incluindo OEMs, distribuidores e usuários finais.

Fonte: Dynisco

Curta nossa página no

Anúncios

Arburg recebe certificação ISO 50001 em Sistemas de Gerenciamento de Energia

08/08/2012

A Arburg atingiu um outro importante objetivo: a certificação ISO 50001, tendo a TÜV Süd como o certificador -, além das ISO 9001 e ISO 14001. A certificação segundo a norma ISO 50001 compromete a Arburg com o uso eficiente de energia em todas as áreas da empresa. A Arburg é uma das primeiras empresas a ter sido tripla certificação ISO.

Padrão ISO 50001

A norma internacional ISO 50001 sobre Sistemas de Gerenciamento de Energia  é muito recente. Foi publicada pela primeira vez em Inglês em Junho de 2011, sendo que a versão alemã se seguiu em dezembro de 2011. A TÜV Süd explica seus objetivos da seguinte forma: “O núcleo da ISO 50001 é a melhoria contínua do desempenho de uma organização no que tange à energia. A norma descreve os requisitos que uma organização necessita cumprir para os propósitos de introdução, implementação, manutenção e melhoria de um sistema de gerenciamento de energia. Essa abordagem sistemática visa habilitar uma organização a melhorar seu desempenho relacionado com a energia, aumentar a sua eficiência energética e otimizar a sua utilização de energia. “

ISO 50001 como novo marco

O fato de que Arburg foi certificada pela TÜV Süd apenas um ano desde a publicação da ISO 50001 sublinha o papel principal que é desempenhado pela empresa fabricante de máquinas em termos de questões energéticas e ambientais. Seu foco na produção de máquinas injetoras energeticamente eficientes em um sistema de produção energeticamente eficiente já estava consagrado na gestão ambiental de acordo com a ISO 14001. A ISO 50001 agora compromete a Arburg com a implementação e cumprimento de medidas de eficiência energética individualmente quantificáveis . A estratégia subjacente ao novo sistema de gestão de energia é planejado e organizado pelo Grupo de eficiência energética, composto por especialistas de diversos setores, o qual existe desde 1996.

Em busca  de economias potenciais

No futuro, um componente chave do sistema de gestão energética se constituirá de medições de energia sistematicamente planejadas, detalhadas e contínuas, com a finalidade de estabelecer com precisão a quantidade de energia que é utilizada e o local onde é consumida, em um processo de produção intensivo em energia. A avaliação e a análise do consumo anual irá facilitar a identificação de potenciais de economia ocultos. A este respeito, a Arburg também atribui importância às idéias e sugestões de seus funcionários, cuja consciência sobre o tema da eficiência energética está sendo reforçada através de várias atividades.

Eficiência energética em foco ao longo de décadas

O tema da economia de energia não é novo na Arburg. Na verdade, a atenção para economias potenciais de energia na empresa tem sido um elemento-chave em todos os desenvolvimentos e investimentos durante décadas. Isto aplica-se aos seus produtos, mas também ao seu processo produtivo e instalações.

Na área de produtos, a gama de tecnologia de máquinas otimizadas energeticamente está sendo continuamente ampliada, de modo que um número crescente de máquinas injetoras Allrounder agora exibem o rótulo de eficiência energética da Arburg: e². A tecnologia e gerenciamento energético das instalações da Arburg são, por exemplo, caracterizadas pela energia geotérmica, energia fotovoltaica, usinas térmicas “block-type”, a utilização da água da chuva, energia eólica e calor gerado na produção, bem como a ventilação e extração natural em seus prédios.

Com a introdução do sistema de gestão de energia certificado segundo a norma ISO 50001 em 2012, um marco adicional foi alcançado, constituindo uma base sobre a qual a empresa vai promover uma evolução contínua em matéria de eficiência energética.

Fonte: Arburg

Curta nossa página no

PolyOne Mostra Soluções para Saúde na feira Compamed em Düsseldorf.

30/11/2011

A PolyOne Corporation, uma fornecedora global de materiais poliméricos especializados, serviços e soluções mostrou seu portfólio ampliado de soluções de saúde inovadoras durante a feira Compamed, ocorrida em Düsseldorf, na Alemanha, entre 16 a 19 de novembro.

A feira Compamed focaliza-se em fornecedores de equipamentos médicos e atrai cerca de 600 expositores e mais de 16.000 participantes. É realizada em conjunto com a Medica, a maior feira médica do mundo, atraindo mais de 130.000 participantes e 4.400 expositores.

A PolyOne mostrou toda a sua linha de produtos voltados para o segmento de equipamentos médicos.  As novidades no portfolio incluem os novos produtos OnColor ™ HC Plus transparente, soluções antimicrobianas WithStand ™ (lançamento para a Europa)  e outras soluções sob a marca NEU.

Linha transparente está disponível para aplicações médicas com copoliésteres.

O OnColor ™ HC Plus Transparente complementa a linha de cores em masterbatch para resinas opacas (certificadas em protocolos de teste USP Classe VI) e está atualmente disponível para copoliésteres Tritan ™ da Eastman para aplicações médicas , havendo também grades adicionais para Policarbonato, ABS e poliésteres a serem comercializados no primeiro trimestre de 2012. Os masterbatches OnColor ™ HC Plus são certificados segundo protocolos de teste USP Classe VI, como parte de um esforço para gerenciar riscos e aumentar a velocidade de lançamento de produtos no mercado de aplicações para saúde e fabricação de equipamentos médicos.

A Compamed 2011 também marcou o lançamento europeu da tecnologia de soluções antimicrobianas WithStand™ da Polyone. Esta tecnologia pode inibir o crescimento de bactérias, quando utilizado como aditivo em dispositivos médicos. Ela representa um esforço colaborativo entre a PolyOne e a SANITIZED AG, um dos produtores líderes mundiais da função de higiene antimicrobiana e de proteção de materiais nas áreas de têxteis e plásticos.

A NEU Specialty Engineered Materials LLC, uma subsidiária da PolyOne, também anunciou o lançamento da linha NEUsoft ™ – soluções em materiais para aplicações médicas. A série NEUsoft ™ são poliéteres transparentes ou formulações de TPU (Poliuretano Termoplástico) baseadas em poliésteres e blendas, possuindo boa elasticidade e também excelente abrasão e resistência ao rasgo. Estas formulações recentemente receberam certificações USP Classe VI e certificações ISO 10993. Devido ao fato de serem pré-certificados, os materiais NEUsoft ™ habilitam os fabricantes de equipamentos médicos a agilizarem o desenvolvimento de seus produtos e o processo de comercialização, dando-lhes a confiança necessária para avançar com os testes regulatórios de seus produtos.

Além disso, a NEU recentemente apresentou o serviço de Resposta Rápida NEUSpeed ™ , um serviço disponível globalmente que permite atender a um pedido dentro de um dia útil para um grupo seleto de formulações certificadas segundo a USP Classe VI e ISO 10993. Com este serviço, os pedidos serão atendidos nas instalações da NEU dentro de um dia útil após a recepção e serão despachados de acordo com o método de transporte especificado por cada cliente.

Compósitos de polímeros e metais oferecem proteção contra radiação.

A PolyOne também mostrou sua solução Trilliant ™ para proteção contra radiação, que oferece uma alternativa ao chumbo para proteção contra radiações. Estes compósitos de polímero-metal, que atendem às diretivas RoHS, protegem contra a radiação nos mesmos níveis oferecidos pelo chumbo, permitindo que os clientes PolyOne fiquem um passo à frente de mudanças regulatórias previstas na RoHS.

Sobre a PolyOne

A PolyOne Corporation teve receitas de US $ 2,6 bilhões em 2010 e é uma fornecedora de materiais poliméricos especializados, serviços e soluções. Sediada próximo a Cleveland, em Ohio, nos EUA, A PolyOne tem operações em todo o mundo. Para obter informações adicionais sobre a PolyOne, visite o site http://www.polyone.com.

Fonte: PolyOne (inclusive fotografias)

Simplás realiza palestra sobre segurança no trabalho.

07/06/2011

O encontro ocorre no mini-auditório da CIC no dia 8 de junho

O Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho – Simplás, realiza a palestra NR-12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos e seu Impacto na Indústria do Plástico. O evento ocorre no dia 8 de junho, às 19h30min, no mini-auditório da CIC, em Caxias do Sul.

A NR-12 institui a obrigatoriedade de adaptação das máquinas tanto novas como usadas no quesito segurança pelas empresas. A palestra tem o objetivo de esclarecer a Norma nos âmbitos financeiro, técnico e produtivo da implementação destas pelas empresas.

A Norma visa à redução dos índices de acidentes de trabalho e, consequentemente, a diminuição dos processos judiciais.

Quem ministra a palestra é o engenheiro Amarildo Tomaz. Pós-graduado em Administração de Recursos Humanos e Engenharia de Segurança do Trabalho, Tomaz é diretor da PROALT – Segurança e Qualidade. Também é diretor de engenharia de segurança da SEAAQ e perito em processos de insalubridade e periculosidade. Além disso, é educador na área de segurança ocupacional há mais de 18 anos.

Estão convidados a participar na palestra diretores de empresas, profissionais responsáveis pela segurança, RH e manutenção.

Fonte: Núcleo / Simplás

ABNT publica norma desenvolvida pelo INP

13/04/2011

No dia 16 de março, foi publicada mais uma Norma elaborada pelo Instituto Nacional do Plástico, sede do Organismo de Normalização Setorial de Embalagem e Acondicionamento Plásticos.

Trata-se da ABNT NBR 15931 – Tanque estacionário de superfície, rotomoldado em polietileno (PE), para armazenamento de combustíveis líquidos com volume entre 1.000 L e 10.000 L – Projeto, requisitos e métodos de ensaio.

A Norma não inclui, todavia, tanques utilizados para transporte e distribuição de combustíveis ou tanques para estocagem de gases. Para saber como adquiri-la, clique aqui.

Fonte: Boletim do INP

Consulta Nacional sobre Normas para embalagem e acondicionamento plásticos – INP / ABNT ONS-51

03/09/2010

Atualmente, seis Projetos de normatização do Instituto Nacional do Plástico / ABNT ONS-51 estão em Consulta Nacional, aguardando votação.

Projeto 51:002.05-001 – Lonas plásticas para silagem – Requisitos e métodos de ensaio
Descrição:
estabelece requisitos físicos e mecânicos, além dos métodos de ensaio para lonas plásticas em polietileno e/ou copolímeros de etileno, utilizados em silagem.
Prazo: 18/10/2010.
Projeto 51:002.04-001/3 – Filmes plásticos agrícolas para cultivo protegido — Parte 3: Telas para sombreamento e proteção
Descrição:
esta parte da ABNT NBR 15560, que já teve outras duas etapas (Cobertura de estufas e Cobertura de Solos), estabelece os requisitos de desempenho de telas para sombreamento e proteção, incluindo a identificação de acordo com o fator de cobertura.
Prazo: 21/10/2010.
Projeto 51:003.04-002/1 – Contentor móvel de plástico – Parte 1: Requisitos gerais
Descrição:
especifica os requisitos gerais, de segurança, de saúde e de ergonomia para contentores móveis de plástico, para acondicionamento de resíduos de acordo com a ABNT 51:003.04-002/2 e ABNT 51:003.04-002/3. Não se aplica a contentor de lixo perigoso.
Prazo: 21/10/2010.
Projeto 51:003.04-002/2 – Contentor móvel de plástico – Parte 2: Contentor de duas rodas com capacidade de 120 l, 240 l e 360 l, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos por coletor compactador (RSU) e de saúde (RSS)
Descrição:
especifica as dimensões, volumes e capacidades de carga para o contentor móvel de plástico de duas rodas com capacidade de 120 l, 240 l e 360 l destinado ao acondicionamento de resíduos sólidos urbanos (RSU) e de saúde (RSS). Aplica-se aos coletores-compactadores dotados de dispositivo de basculamento.
Prazo: 21/10/2010.
Projeto 51:003.04-002/3 – Contentor móvel de plástico – Parte 3: Contentor de quatro rodas com capacidade de 660 l, 770 l e 1.000 l, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos por coletor compactador (RSU) e de saúde (RSS)
Descrição:
especifica as dimensões, volumes e capacidades de carga para o contentor móvel de plástico de quatro rodas com capacidade de 660 l, 770 l e 1.000 l destinado ao acondicionamento de resíduos sólidos urbanos (RSU) e de saúde (RSS). Aplica-se aos coletores-compactadores dotados de dispositivo de basculamento.
Prazo: 21/10/2010.
Projeto 51:003.04-002/4 – Contentor móvel de plástico – Parte 4: Métodos de ensaio
Descrição:
especifica os métodos de ensaio para os contentores plásticos construídos de acordo com as ABNT NBR 51:003.04-002/2 e ABNT NBR 51:003.04-002/3.
Prazo: 21/10/2010.

Procedimentos para votar:

Acesse www.abntonline.com.br/consultanacional, busque na lista à esquerda de sua tela o título ONS 51 – Embalagem e Acondicionamento Plásticos (penúltimo item) e clique sobre ele.

Aparecerá o número do projeto, a data limite para voto e uma lupa para visualização do texto. Clique sobre a lupa.
Será solicitado o seu e-mail e senha. Caso não seja cadastrado, clique em “Criar meu ABNT passaporte gratuitamente”.
Visualize o projeto e, antes de votar, leia-o atentamente, seguindo as indicações.

ATENÇÃO: Todo e qualquer comentário sobre o projeto de Norma deverá ser encaminhado via Consulta Nacional, através do site da ABNT (em forma de anexo), para que possa ser documentado e discutido na reunião de avaliação dos resultados da Consulta Nacional.

Fonte: Instituto Nacional do Plástico

Instituto Nacional do Plástico publica agenda de reuniões em agosto para discussão de Normais Técnicas para Embalagem e Acondicionamento de Plásticos.

12/08/2010

Confira as datas e os locais dos próximos encontros que discutem as Normas Técnicas para Embalagem e Acondicionamento Plásticos:

Terça-feira, 10 de agosto, das 14h às 17h
Revisão ABNT NBR 14222 Embalagem plástica para água mineral e de mesa – Garrafão retornável – Requisitos e métodos de ensaio
Revisão ABNT NBR 14328 Embalagem plástica para água mineral e de mesa – Tampa para garrafão retornável – Requisitos e métodos de ensaio
Revisão ABNT NBR 14637 Embalagem plástica para água mineral e de mesa – Garrafão retornável – Requisitos para lavagem enchimento e fechamento
Revisão ABNT NBR 14638 Embalagem plástica para água mineral e de mesa – Garrafão retornável – Requisitos para distribuição
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4º andar – Vila Olímpia – São Paulo/SP
Quarta-feira, 11 de agosto, das 14h às 17h
51:003.05-001 Potes plásticos – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4º andar – Vila Olímpia – São Paulo/SP
Quinta-feira, 12 de agosto, das 9h às 12h
51:002.05-001 Filmes plásticos (lonas plásticas) para silagem – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4º andar – Vila Olímpia – São Paulo/SP
Terça-feira, 17 de agosto, das 10h às 12h
51:003.04-002 Contentores móveis de plástico
Parte 1: Contentor de duas rodas com capacidade de 120, 240 e 360 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos por coletor compactador (RSU) e de saúde (RSS)
Parte 2: Contentor de quatro rodas com capacidade de 660, 770 e 1 000 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos (RSU) por coletor compactador e de saúde (RSS)
Parte 3: Métodos de ensaio
Parte 4: Requisitos de segurança e saúde
Local: ANFIR – Rua Conselheiro Saraiva, 306 – Santana – São Paulo/SP
Quinta-feira, 19 de agosto, das 13h30 às 16h30
51:005.01-003 Tanque estacionário rotomoldado em polietileno (PE) para acondicionamento de combustíveis – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4º andar – Vila Olímpia – São Paulo/SP
Quinta-feira, 26 de agosto, das 14h às 17h
ABNT NBR 14937 Sacolas plásticas tipo camiseta – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Sexta-feira, 27 de agosto, das 10h às 13h
51:003.03-002 Embalagens resistentes à crianças – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP

Programa de Qualidade e Consumo Responsável de Sacolas Plásticas chega a Recife.

07/07/2010

Em 9 de junho, o Instituto Nacional do Plástico (INP) lançou em Recife (PE), o projeto-piloto do Programa de Qualidade e Consumo Responsável de Sacolas Plásticas. Para um auditório de aproximadamente 60 pessoas, o superintendente do INP, Paulo Dacolina, apresentou as bases e objetivos do programa.

Na ocasião, estiveram presentes nomes como Élvio Polito, secretário adjunto do Meio Ambiente do Estado de Pernambuco, Luciano Siqueira, ex-vice-prefeito de Recife e atual vereador, Ricardo Essinge, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (FIEP), Edvaldo Guilherme dos Santos, presidente da Associação Pernambucana de Supermercados (APES) e Fernando de Araujo Pinheiro, presidente do Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado de Pernambuco (SIMPEPE).

O Projeto conta com a participação das redes de supermercados Pão de Açúcar, Arco-Íris, Sttyllo e Kennedy e com o apoio do SIMPEPE (Sindicato da Indústria de Material Plástico do Estado de Pernambuco) e APES (Associação Pernambucana de Supermercados).

Fonte:  Boletim – Instituto Nacional do Plástico

INP divulga agenda de próximas reuniões para discussão de Normas Técnicas para Embalagem e Acondicionamento Plásticos.

07/07/2010

Confira as datas e os locais dos próximos encontros que discutem as Normas Técnicas para Embalagem e Acondicionamento Plásticos:

Quarta-feira, 14 de julho, das 9h às 12h
51:002.05-001 Filmes plásticos (lonas plásticas) para silagem – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Quinta-feira, 15 de julho, das 13h30 às 16h30
51:005.01-003 Tanque estacionário rotomoldado em polietileno (PE) para acondicionamento de combustíveis – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Terça-feira, 20 de julho, das 10h às 12h
51:003.04-002 Contentores móveis de plástico
Parte 1: Contentor de duas rodas com capacidade de 120, 240 e 360 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos por coletor compactador (RSU) e de saúde (RSS)
Parte 2: Contentor de quatro rodas com capacidade de 660, 770 e 1 000 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos (RSU) por coletor compactador e de saúde (RSS)
Parte 3: Métodos de ensaio
Parte 4: Requisitos de segurança e saúde
Local: ABRELPE – Av. Paulista, 807 – Cj 207 – São Paulo/SP
Terça-feira, 27 de julho, das 10h às 13h
51:003.03-002 Embalagens resistentes à crianças – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Quinta-feira, 5 de agosto, das 9h às 12h
CEE 00:001.95 Estufas e viveiros agrícolas
Local: UNICAMP/FEAGRI – Rua Cândido Rondon, s/n – Barão Geraldo – Campinas/SP
Quinta-feira, 5 de agosto, das 14h às 17h
51:002.04-001/3 Filmes plásticos agrícolas para cultivo protegido – Requisitos e métodos de ensaio – Parte 3: Telas para sombreamento e proteção
Local: UNICAMP/FEAGRI – Rua Cândido Rondon, s/n – Barão Geraldo – Campinas/SP
Quarta-feira, 11 de agosto, das 14h às 17h
51:003.05-001 Potes Plásticos (utilidade doméstica) – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Quinta-feira, 12 de agosto, das 9h às 12h
51:002.05-001 Filmes plásticos (lonas plásticas) para silagem – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Terça-feira, 17 de agosto, das 9h às 12h
51:003.04-002 Contentores móveis de plástico
Parte 1: Contentor de duas rodas com capacidade de 120, 240 e 360 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos por coletor compactador (RSU) e de saúde (RSS)
Parte 2: Contentor de quatro rodas com capacidade de 660, 770 e 1 000 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos (RSU) por coletor compactador e de saúde (RSS)
Parte 3: Métodos de ensaio
Parte 4: Requisitos de segurança e saúde
Local: ANFIR –  Rua Conselheiro Saraiva, 306- São Paulo/SP
Quinta-feira, 19 de agosto, das 13h30 às 16h30
51:005.01-003 Tanque estacionário rotomoldado em polietileno (PE) para acondicionamento de combustíveis – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP
Sexta-feira, 27 de agosto, das 10h às 13h
51:003.03-002 Embalagens resistentes à crianças – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4 º andar – São Paulo/SP

As datas acima podem sofrer alterações ou cancelamentos. Para mais informações, entre em contato com Carla Castilho, pelo e-mail carla@inp.org.br.

Fonte: INP

INP divulga programas e parcerias de capacitação tecnológica na Interplast.

25/06/2010

O Instituto Nacional do Plástico (INP) expõe na Interplast 2010 os programas e parcerias voltados à capacitação tecnológica da cadeia produtiva do plástico no Brasil. Como entidade tecnológica setorial o INP tem a função de promover a capacitação profissional, o acesso às mais modernas tecnologias, em especial para as pequenas e médias, e desenvolver normas técnicas para a fabricação de produtos de melhor qualidade. O Instituto é resultado da união da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) e do Sindicato das Indústrias de Indústrias de Resinas Sintéticas no Estado de São Paulo (Siresp).

Fonte: MesseBrasil

Projeto de lei define critérios para fabricação de embalagens PET

16/06/2010

A Câmara dos Deputados está analisando o Projeto de Lei 7007/10, do deputado William Woo (PSDB-SP), que regula a produção de embalagens de Politereftalato de Etileno, as garrafas PET, amplamente usadas na indústria de bebidas. O objetivo é facilitar a reciclagem.

Pelo projeto, a garrafa PET deverá ser incolor e de fácil compressão, exceto aquelas de mais de dois litros, que precisam ser mais resistentes. Deverá também ter um formato que permita o recorte e o empilhamento fácil, para incentivar o processo de reciclagem. A alça de segurança na embalagem, se houver, também será fabricada em PET incolor.

A impressão do rótulo diretamente na embalagem passará a ser proibida. O rótulo deverá ser removível, sem deixar resíduos de cola depois de lavagem especial das garrafas. Além disso, a tinta de impressão da marca não poderá migrar para a embalagem.

A proposta determina ainda a fixação das etiquetas de preço sempre nas tampas ou nos rótulos, para facilitar a remoção e evitar a contaminação do PET pela cola.

O infrator estará sujeito ao pagamento de 10 a 50% do valor de venda de cada embalagem irregular colocada no mercado.

Redução do lixo
Segundo o deputado, a proposta vai incentivar a reciclagem, permitindo a redução no volume do lixo gerado pelas garrafas e o acúmulo de resíduos em aterros sanitários, ruas, galerias pluviais e rios. O deputado argumenta ainda que a reciclagem de garrafas PET gera empregos e renda para catadores, sucateiros e operários; e reduz em 30% os preços de produtos fabricados com plástico reciclado.

O PET, por ser resistente, leve e permitir o isolamento dos líquidos, tornou-se o material mais utilizado para embalar bebidas em todo o mundo. O material começou a ser utilizado no Brasil em 1988, mas só passou a ocupar lugar de destaque no mercado em 1993. Em 1994, o Brasil já consumia 80 mil toneladas de PET. Em 2008, o consumo foi de 462 mil toneladas – um aumento de quase seis vezes em 15 anos.

A ampliação do mercado de PET trouxe como consequência o problema do lixo. A alternativa encontrada pela indústria e pelas políticas publicas foi a reciclagem. O Brasil reciclou, em 2007, 231 mil toneladas de PET, uma taxa de 53,5%. O mercado brasileiro é o segundo no ranking de reciclagem de garrafas PET no mundo, superado apenas pelo Japão, com uma taxa de reciclagem de 66,3%.

Embora expressiva, de acordo com o autor do projeto, a taxa de reciclagem no Brasil poderia ser muito maior se a embalagem fosse padronizada, facilitando a coleta seletiva do lixo.

Tramitação
Sujeito à apreciação conclusiva, o projeto será examinado pelas comissões de Defesa do Consumidor; de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara

INP divulga agenda de reuniões do ABNT/ONS 51 para Junho de 2010.

31/05/2010

O Instituto Nacional do Plástico (INP) divulgou as datas e locais dos próximos encontros que discutem as Normas Técnicas para Embalagem e Acondicionamento Plástico. Veja a seguir:

51:003.05-001 Potes plásticos conservadores de alimentos – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4º andar – Vila Olímpia – São Paulo/SP
Quinta-feira, 10 de junho, das 14h às 16h
51:002.05-001 Filmes plásticos (lonas plásticas) para silagem – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4º andar – Vila Olímpia – São Paulo/SP
Terça-feira, 15 de junho, das 9h às 12h
51:003.04-002 Contentores móveis de plástico
Parte 1: Contentor de duas rodas com capacidade de 120, 240 e 360 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos por coletor compactador (RSU) e de saúde (RSS)
Parte 2: Contentor de quatro rodas com capacidade de 660, 770 e 1 000 litros, destinado à coleta de resíduos sólidos urbanos (RSU) por coletor compactador e de saúde (RSS)
Parte 3: Métodos de ensaio
Parte 4: Requisitos de segurança e saúde
Local: ANFIR –  Rua Conselheiro Saraiva, 306 – Santana – São Paulo/SP
Quarta-feira, 16 de junho, das 14h às 16h
Revisão ABNT NBR 14222 Embalagem plástica para água mineral e de mesa – Garrafão retornável – Requisitos e métodos de ensaio
Revisão ABNT NBR 14328 Embalagem plástica para água mineral e de mesa – Tampa para garrafão retornável – Requisitos e métodos de ensaio
Revisão ABNT NBR 14637 Embalagem plástica para água mineral e de mesa – Garrafão retornável – Requisitos para lavagem enchimento e fechamento
Revisão ABNT NBR 14638 Embalagem plástica para água mineral e de mesa – Garrafão retornável – Requisitos para distribuição
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4º andar – Vila Olímpia – São Paulo/SP
Quinta-feira, 17 de junho, das 13h30 às 16h30
51:005.01-003 Tanque estacionário rotomoldado em polietileno (PE) para acondicionamento de combustíveis – Requisitos e métodos de ensaio
Local: INP – Av. Chedid Jafet, 222 – Bloco C – 4º andar – Vila Olímpia – São Paulo/SP

As datas acima podem sofrer alterações ou cancelamentos. Para mais informações, entre em contato com Carla Castilho, pelo e-mail carla@inp.org.br.

Fonte: Instituto Nacional do Plástico