Archive for the ‘Indústria de Plásticos’ Category

Rhodia, Valeo e PSA Peugeot Citroen confirmam benefícios ambientais de resina de poliamida reciclada para autopeças

06/08/2012

Uma Análise do Ciclo de Vida (ACV) conduzida pela Rhodia (empresa do grupo Solvay), Valeo e PSA Peugeot Citroën confirmou os benefícios ambientais obtidos com o uso de poliamida reciclada em aplicações automotivas. As três empresas realizaram uma análise multi-critérios de todo o ciclo de vida do conjunto de hélice e defletor do radiador, um componente importante da refrigeração do motor do novo Peugeot 208, que está sendo lançado mundialmente em 2012 pela PSA. A Valeo fabrica esta autopeça a partir da poliamida Technyl® reciclada da Rhodia Plásticos de Engenharia.

O estudo, que foi revisado por uma consultoria independente (BIO Intelligence Service), comparou o impacto ambiental no uso de poliamida Technyl® reciclada em relação ao Technyl® produzido com resina virgem, tendo em conta toda a cadeia de valor e destacando os sete principais critérios ambientais: mudança climática, esgotamento de recursos não-renováveis​​, o impacto sobre a redução da camada de ozônio, acidificação, eutrofização, o consumo de energia primária e oxidação fotoquímica.

Os resultados mostram que utilizando-se a poliamida Technyl® reciclada o impacto ambiental do componente é significativamente reduzido ao longo de todo o seu ciclo de vida. No geral, para os sete critérios utilizados, o benefício varia de -9% para -28%. Além disso, os resultados das análises indicam que todo o benefício ambiental é obtido na fase de produção da Rhodia Plásticos de Engenharia, na qual se fabrica a poliamida reciclada.

A poliamida não sofre nenhum tipo de alteração durante o processo de injeção, nem durante a instalação ou utilização do componente, uma vez que o desempenho mecânico da poliamida Technyl® reciclada permite produzir componentes do conjunto de hélice e defletor do radiador com uma concepção, peso e vida util idênticos aos obtidos com Technyl® produzido com resina virgem.

“A colaboração com parceiros como a Rhodia e a Valeo, ambos comprometidos com o desenvolvimento sustentável, representa uma vantagem real no cumprimento dos limites legais em matéria de emissões de CO2 e na redução ainda maior do impacto ambiental dos automóveis”, diz Louis David, diretor adjunto da Pintura, Materiais e Processos da PSA Peugeot Citroën. “Esses resultados tão significativos confirmam a importância de escolher bem os materiais reciclados de alto desempenho técnico para um carro de melhor concepção ecológica”.

O benefício é medido pela escala de produção em massa de automóveis. Por exemplo, o uso de Technyl® reciclado da Rhodia na produção anual estimada do conjunto de hélice e defletor do radiador para o Peugeot 208 evita a geração de um volume de gás de efeito estufa equivalente ao produzido por 400 mil veículos em movimento em torno do anel viário de Paris ou à oxidação fotoquímica (responsável por picos de ozonio) causada pela circulação de 2,2 milhões de veículos na mesma via.

Em média, um veículo é constituído de 20% de polímeros, dos quais de 150 a250 kg são plásticos de diferentes tipos. A iniciativa de colaboração entre a Rhodia, Valeo e PSA Peugeot Citroën tem o potencial de confirmar cientificamente o aumento do uso de plásticos reciclados para responder aos desafios ambientais enfrentados pela indústria automotiva mundial.

Fonte: Rhodia

Curta nossa página no

Plastech Brasil 2013 estará presente na Interplast 2012 em Joinville

26/07/2012

A Plastech Brasil 2013 – Feira de Tecnologias para Termoplásticos e Termofixos, Moldes e Equipamentos, realizada pelo Simplás – Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho, estará presente, de 20 a 24 de agosto, na Interplast 2012. O evento acontece nos Pavilhões da Expoville, em Joinville – SC. O objetivo da participação é divulgar a quarta edição Feira, que acontece de 27 a 30 de agosto em Caxias do Sul – RS.

Na Interplast 2012, a Plastech Brasil 2013 contará com um stand institucional, resultado de uma parceria entre com a Messe Brasil, que promove o evento catarinense. Durante a Plastech 2013, a Messe irá participar também com estande, para divulgar a Interplast 2014.

Sobre a Plastech Brasil 2013

A cada edição, a Plastech Brasil – Feira de Tecnologias para Termoplásticos e Termofixos, Moldes e Equipamentos  se destaca no segmento plástico no Sul do país, visto que, está inserida no segundo maior pólo industrial do Brasil. Realizada na Serra gaúcha, região que conta com mais de 500 empresas de transformação num universo de apenas 8 municípios (num raio de apenas 50 km), que consomem mais de 450 mil toneladas/ano de resinas, com amplo parque fabril, e em constante evolução tecnológica, utilizando mais de 4 mil unidades de máquinas e equipamentos.

Para a quarta edição, o evento deverá contar com mais de 400 marcas nacionais e do exterior em exposição e uma expectativa de público visitante próximo a 30 mil pessoas, considerando que a Feira tem a participação de um público qualificado e direcionado para as novidades do mundo do plástico. É uma grande oportunidade de integrar a cadeia produtiva, com o objetivo de mostrar aos potenciais clientes e fornecedores o excelente nível tecnológico das empresas locais, nacionais e internacionais, pesquisas e aperfeiçoamento mercadológico.

A Feira abrange expositores dos segmentos de matérias primas e produtos básicos; máquinas, equipamentos e acessórios; moldes e ferramentas; transformadores de plástico; instrumentação, controle e automação; serviços e projetos técnicos; publicações técnicas e entidades e instituições do país e exterior.

Organizada e realizada pelo Simplás – Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho -, conta com especial apoio do Sinplast/RS – Sindicato das Indústrias de Material Plástico no Estado do Rio Grande do Sul-, e do Simplavi – Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Vale dos Vinhedos-, de Bento Gonçalves. A Plastech Brasil também tem o apoio das principais entidades representativas da cadeia petroquímica-plástica do país – Abiplast, Abief, Abmaco, Abimaq, Adirplast, Abimei, Abinfer, Siresp, INP e também da FIERGS, do Simecs, da CIC-Caxias e Prefeitura Municipal de Caxias do Sul.

Serviço:

Plastech Brasil 2013 – Feira de Tecnologias para Termoplásticos e Termofixos, Moldese Equipamentos.

Quando: de 27 a 30 de agosto

Local: Centro de Feiras e Eventos – Pavilhões da Festa da Uva – Caxias do Sul – RS – Brasil

Realização: Simplás -Sindicato das Indústrias de Material Plástico do Nordeste Gaúcho

Informações: +55 54 3228 1251/ 8135 1182 – plastech@plastechbrasil.com.br

Fonte: Núcleo Comunicação / Plastech Brasil

Curta nossa página no

Poliuretano produzido com agente expansor ecológico desperta interesse em Feira na Tailândia

25/07/2012

Angola, Moçambique, Nigéria, Uruguai, Rússia e Canadá, são países que se interessaram pela tecnologia de espumas de poliuretano apresentada pela indústria brasileira Purcom na Feira de Tecnologias Alternativas promovida pelo Programa Ambiental das Nações Unidas (PNUD) em Bangkok, na Tailândia, de 21 a 24/7. O processo utiliza o agente expansor Ecomate, em substituição ao gás Hidroclorofluorcarbono (HCFC), que destrói a camada de ozônio e está sendo banido do Brasil a partir do ano que vem, por determinação do Protocolo de Montreal.

Duas de 40 aplicações de Ecomate desenvolvidas pela Purcom, com o apoio do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD),  foram exibidas na mostra: os caminhões frigoríficos da Folle-Randon e as casas populares da catarinense Fischer, homologadas pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e pelo programa Minha Casa, Minha Vida.

A Fischer investiu R$ 50 milhões na produção de casas pré-fabricadas com painéis recheados de poliuretano produzido com Ecomate, em sua fábrica de Brusque-SC, que ocupa uma área total de 3,6 km2, emprega 1.100 pessoas e tem capacidade para fabricar 500 casas/mês. Além da resistência mecânica, fornecida por uma amarração de aço apoiada em base de concreto (radier), as casas possuem isolamento térmico e acústico, resistem ao fogo e podem ser construídas em quatro dias. O peso de cada unidade oscila de 2.500 a 3 mil quilos e a área construída varia de 40 a 70 m2. Um único caminhão pode entregar painéis para cinco casas numa única remessa.

Além do baixo custo, da ordem de R$ 30 mil por unidade, em média – como convém a programas sociais como o Minha Casa, Minha Vida – as casas da Fischer possuem sistema de aquecimento solar e de coleta e armazenagem da água da chuva. A empresa já vendeu cerca de 3 mil unidades à CDHU-SP (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano de São Paulo e fechou um contrato com o governo do Uruguai que prevê a montagem de quatro casas para exibição e experimentação.

Folle-Randon

O outro exemplo de uso industrial da espuma de poliuretano à base de Ecomate apresentado em Bangkok foi o da fabricante de carrocerias para transporte frigorífico Folle, de Chapecó-SC, recentemente adquirida pela gaúcha Randon. O histórico da transformação, que começou em 2007, foi apresentado no painel de Espumas da Conferência pelo engenheiro da empresa, Felipe Crestani. A empresa fundada por Nilson Folle existe há 50 anos e a ideia de substituir o HCFC foi reforçada pela aspiração de grandes clientes, como a Brasil Foods.

A empresa fabrica portas, blocos de fechamento lateral, paredes e soalhos de caminhões e tem capacidade para cerca de 100 carroçarias/mês, em média. A Folle faturava, em média, R$ 18 milhões por ano antes da aquisição e a Randon pretende investir R$ 100 milhões na transferência de sua produção de carroçarias para Chapecó.

Fonte: Purcom / Verbo Comunicação

Curta nossa página no

Estádio do Morumbi recebe os primeiros assentos fabricados com polietileno derivado de etanol

25/07/2012

A giroflex-forma, em parceria com Braskem e Cromex, estreia a primeira linha de assentos produzidos apenas com matéria-prima renovável  no estádio do São Paulo Futebol Clube.

A giroflex-forma, líder no mercado mobiliário em toda a América Latina, lança os primeiros assentos do país feitos a partir de plástico de origem renovável, no camarote do Estádio do Morumbi, em São Paulo. Desenvolvidas em parceria com Cromex e Braskem, as cadeiras instaladas utilizam o polietileno oriundo do etanol de cana-de-açúcar —matéria-prima 100% renovável, de alto valor agregado e reciclabilidade.

“A novidade para todos nós é a sustentabilidade envolvida na concepção do projeto. Isso porque o plástico utilizado nos assentos tem como matéria-prima o etanol, fonte renovável de energia, o que substitui o composto tradicional a base de petróleo”, afirma Linaldo Vilar, diretor de novos negócios da giroflex-forma. Nos próximos três anos, a empresa pretende investir quase R$ 6 milhões no mercado de assentos para arenas esportivas.

Fabricada pela Braskem, maior produtora mundial de biopolímeros, a resina dos ‘assentos de cana’ é mundialmente reconhecida por manter os benefícios e propriedades do polietileno tradicional e ser mais sustentável. O diferencial mais importante é sua capacidade de contribuir para a redução do efeito estufa: para cada tonelada produzida, são capturadas e fixadas até 2,5 toneladas de gás carbônico (CO2) da atmosfera.

A Cromex, empresa líder no mercado de concentrados de cores e aditivos, desenvolveu uma nova geração de compostos com o PE Verde, que serão usados nos mesmos assentos. São aditivos de performance e processo, com formulações isentas de metais pesados e propriedades retardantes de chama livre de halogênios, que seguem os pré-requisitos das normativas FIFA e ABNT.

Fonte: Braskem / Giroflex (foto)

Curta nossa página no

Indústrias Romi expõe injetora e sopradora na Embala Nordeste 2012

23/07/2012

Empresa traz para o principal evento realizado no Nordeste, a Sopradora ROMI PET 230 e a injetora hidráulica ROMI EN 150

A Indústrias Romi S.A., líder brasileira no setor de máquinas-ferramenta e máquinas para plásticos, além de importante produtora de fundidos e usinados, apresentará ao público da Região Nordeste, durante a Embala NE 2012,  a sopradora automática ROMI PET 230. Equipamento com capacidade produtiva de até 2500 frascos por hora e de até 3 litros de capacidade volumétrica, a sopradora ROMI PET 230 possui o diferencial de alimentação e extração automáticos, sendo voltada à fabricação de garrafas PET para as indústrias de alimentos, bebidas e produtos de higiene e limpeza.

No evento, os visitantes também poderão conhecer a injetora ROMI EN 150, máquina equipada com servobomba, que garante melhor performance do sistema hidráulico com baixo nível de ruído e consumo energético. Ela é voltada para a produção de peças de pequeno e médio porte, com aplicações de até 170 toneladas.

O novo diretor da área de Máquinas para Plástico, William dos Reis afirma que a Embala NE é uma feira de extrema importância para o Nordeste do Brasil, região que se destaca pelo grande potencial e desenvolvimento industrial. “Queremos reforçar a presença da companhia nessa região, demonstrando assim nosso amplo portfólio de máquinas para processamento de plástico.”

A Embala NE – 7ª Feira Internacional de Embalagens e Processos, que será realizada entre os dias 28 e 31 de agosto, das 14 às 21 horas, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Recife/PE. Durante o evento, a Romi colocará toda a estrutura da companhia à disposição dos seus clientes, como vendas, serviços pós-venda, reforma de máquinas, entre outros.

Fonte: Indústrias Romi

Curta nossa página no

Braskem adia planos de construção de novas plantas de Polietileno e Polipropileno

20/07/2012

Segundo o jornal Valor Econômico, a Braskem adiou para 2013 os planos para construção de três novas unidades de Polietileno e Polipropileno. Essas três unidades compreendem duas plantas para produção de Polietileno e Polipropileno, respectivamente, a partir do etanol e uma terceira planta no Pólo Petroquímico de Camaçari para produção de Polipropileno a partir da nafta.

A Braskem tinha planejado iniciar a construção nos próximos meses, com investimentos aproximados de 1 bilhão de reais.

Para se adequar à presente desaceleração global na indústria petroquímica, as prioridades da Braskem passaram a ser o aumento de capacidade de produção de plantas e a modernização do seu parque petroquímico, segundo relato de Carlos Fadigas, presidente da Braskem, ao Valor Econômico.

Outros investimentos da empresa em andamento compreendem a conclusão de uma nova planta de butadieno no Rio Grande do Sul e uma nova unidade de PVC no Estado de Alagoas, que estão incluídos no orçamento de R$ 1,8 bilhões, previstos para 2012.

De acordo com Carlos Fadigas, o projeto de Polipropileno derivado do Etanol (“PP verde”) é o que está mais adiantado e deve ser iniciado antes dos outros dois, que deverão esperar mais um pouco.

Curta nossa página no

Matriz de extrusão e anel de ar da Davis Standard ajudam a aumentar em 50 % a produtividade de linha de filme da empresa americana Mid South Extrusion

13/07/2012

Michael A. Henagan, Executivo da Mid South Extrusion, e o novo sistema implementado pela Davis Standard.

Uma matriz Centrex de três camadas e um anel de ar Triple Lip da Davis Standard ajudaram a empresa Mid South Extrusion a aumentar em 50 % a produção de uma linha existente na empresa, ao mesmo tempo em que melhoraram o controle de uniformidade da espessura do filme. A Mid South, com sede em Monroe, Louisiana, reformou uma linha da Davis-Standard instalada originalmente em 1999 com a finalidade de produzir o novo filme metalocênico coextrudado ExtrudTuff ™ da empresa. Os limites de produção e qualidade da Mid South foram estudados através da aplicação da nova tecnologia usando uma linha piloto da Davis Standard.

“A demanda para o nosso novo filme ExtrudTuff tem sido excepcional, por isso chamamos a Davis-Standard para encontrar uma maneira econômica para melhorarmos as nossas taxas de produção e qualidade”, disse Mike Henagan, vice-presidente executivo de operações da Mid South. “A Davis-Standard provou que eram possíveis taxas de produção maiores e uma melhor qualidade pelo uso de nova tecnologia para produzir nosso novo filme coextrudado. Pudemos inicialmente validar as capacidades de processamento da matriz e do anel de ar na linha piloto da Davis Standard. Isto nos levou a comprar novas roscas e cilindros DSB ® III, juntamente com uma nova matriz Centrex e anel de ar Triplo Lip. Em seguida, desenvolvemos um plano para fazer a transição da forma mais suave possível, para evitar perturbações nas programações de produção críticas. Nós simplesmente não podíamos ter surpresas ou interrupções. A linha foi então reformada e colocada de volta à produção antes do previsto por causa do excelente gerenciamento do projeto e suporte. Nossos clientes estão muito satisfeitos com o resultado. “

Os ensaios na linha-piloto da Davis-Standard em Bridgewater, New Jersey, mostraram o aumento da taxa de produção em 50 por cento e uma melhoria substancial no controle da uniformidade da espessura do filme usando a matriz Centrex de três camadas e a tecnologia IBC (resfriamento interno do balão), em conjunto com o anel de ar Triple Lip. A linha piloto é um sistema de 300 mm de diâmetro. Embora a linha piloto seja muito menor do que a linha de produção existente na Mid South Extrusion, a Davis-Standard usou a informação obtida nos ensaios e desenvolveu uma solução para a linha existente, a qual inclui conjunto de novas roscas e cilindros, sopradores e controles para acompanhar a nova matriz e anel de ar. A matriz Centrex é reconhecida por grandes volumes de IBC (resfriamento interno do balão) e taxas de produção aumentadas, enquanto o anel de ar Triple Lip fornece um resfriamento superior e controle da espessura. Tanto a matriz como a anel de ar tem tido um um bom desempenho desde que foram testados no outono passado.

A adição do filme de engenharia ExtrudTuff dá à Mid South Extrusion uma vantagem ainda maior no mercado de filmes de embalagem, proporcionando propriedades físicas melhores que os filmes de polietileno tradicionais.

Fonte: Davis Standard

Curta nossa página no

Interplast 2012: Premiata apresenta novidades para o segmento de reciclagem e transformação de plásticos

13/07/2012

A Máquinas Premiata vai levar, para a Interplast 2012, suas novidades para o segmento de reciclagem e transformação de plásticos. Um dos lançamentos será o novo misturador secador vertical, modelo 2012, que ganhou melhorias em seu sistema de aquecimento e mancais.

O misturador compacto, desenvolvido para pequenas quantidades de material, e os modelos de funil misturador e funil misturador secador também estarão no estande da empresa.

Outro destaque será o porta big bag estacionário, com ou sem moega, para descarga de bags com mais de 1.000 kg. “Nossa filosofia é desenvolver projetos seguros, eficientes e de excelente qualidade, sempre buscando zelar pela segurança de operação das máquinas e equipamentos”, comenta Rafael Rosanelli, diretor da Máquinas Premiata.

Sobre a Máquinas Premiata

A Máquinas Premiata é uma empresa fabricante de máquinas, periféricos e acessórios para o setor de reciclagem e transformação de plásticos. Localizada em São Vendelino/RS, emprega, em seu processo produtivo, sistemas de corte a laser, corte plasma CNC, dobra CNC e solda Mig/Mag. A empresa aplica a sua tecnologia de ponta no desenvolvimento de equipamentos, resultando em projetos funcionais e com elevado padrão de qualidade.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Sindiplast-ES prepara mais uma edição da Semana do Plástico do Espírito Santo

13/07/2012

Semana do Plástico 2011

O Sindicato da Indústria de Material Plástico do Espírito Santo (Sindiplast-ES) está organizando uma programação especial para a Semana do Plástico ES 2012, que acontece de 01 a 06 de outubro, em Vitória. Neste ano, o tema principal será “O Plástico e suas Aplicações”.

Segundo o presidente do Sindiplast-ES, Leonardo de Castro, a novidade ficará por conta da reunião bimestral da diretoria da Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), que ocorre no primeiro dia da Semana do Plástico ES como parte da programação.  Após o encontro, o secretário de Desenvolvimento do Espírito Santo, Márcio Félix, fará uma apresentação aos empresários destacando as oportunidades de investimentos no Estado.

A programação do evento também contará com exposição de produtos das indústrias do plástico, rodada de negócios, palestra e seminário de formação e capacitação. A tradicional festa de integração dos profissionais da indústria, o Dia de Lazer, também está confirmada.

A Semana do Plástico ES está em sua quinta edição. O evento tem o objetivo de dar mais visibilidade ao setor de transformação do plástico do Espírito Santo, mostrar o aspecto econômico e social do produto e valorizar a responsabilidade socioambiental, com o envolvimento de toda a sociedade, empresários, profissionais do setor e instituições públicas e privadas.

Fonte: Contatus Comunicação

Curta nossa página no

Produção de embalagens com resinas derivadas de amido é objeto de aliança entre empresas da Austrália e Nova Zelândia

12/07/2012

A Cardia Bioplastics Ltda, fornecedora internacional de resinas derivadas de fontes naturais, e a Alto Packaging, uma fabricante líder de embalagens rígidas, anunciaram uma parceria estratégica para produzir soluções de embalagem de alto desempenho com benefícios ambientais.

A Alto Packaging Food é conhecida por ser uma empresa inovadora em soluções de embalagens rígidas para alimentos frescos. Uma parte fundamental da inovação da empresa é baseada em princípios de sustentabilidade. Como resultado, a Alto se associou à Cardia Bioplstics para produzir soluções de alto desempenho em embalagem, fabricadas com as novas resinas termoplásticas da Cardia obtidas a partir de amido.

“As embalagens são uma parte integrante da vida moderna e nós as usamos em quase todos os setores imagináveis”, disse Dr. Frank Glatz, diretor da Cardia. “Por esta razão, o desenvolvimento de soluções de embalagem com melhores propriedades ambientais, através da utilização de componentes renováveis, é importante para a indústria de embalagens.”

Inicialmente com foco nas embalagens dos alimentos frescos, a nova embalagem será fabricada com resinas bioplásticas da Cardia, que têm um maior conteúdo renovável e menor pegada de carbono do que as resinas convencionais. Além disso, elas são compatíveis com os processos atuais de reciclagem de plástico e atenderão aos requisitos de segurança alimentar.

As Resinas Cardia BioHybrid combinam termoplásticos renováveis com materiais poliméricos baseados em petróleo para reduzir a dependência de recursos finitos do petróleo e para reduzir a pegada de carbono. O material renovável é derivado de culturas de milho plantadas para uso industrial.

Ron Starnes, Gerente Técnico da Alto Food Packaging disse: “A Alto Packaging tem orgulho de estar trabalhando em parceria com a Cardia Bioplastics para produzir soluções em embalagens de alto desempenho com melhores atributos ambientais.”

“Nós somos sérios sobre a criação de um futuro mais sustentável através do uso de materiais mais renováveis, e estamos ansiosos para trabalhar com a Cardia Bioplastics para trazer soluções de embalagem mais amigáveis ao ambiente para o mercado na Austrália e na Nova Zelândia através da Alto e de empresas associadas ao grupo”, disse o Sr. Starnes.

Sobre o Alto Food Packaging: atuando há mais de 62 anos, possui hoje oito plantas na Nova Zelândia e quatro plantas na Austrália. A empresa tem mais de 300 funcionários e é uma subsidiária integral do Pact Group, que tem 55 fábricas e emprega mais de 3.000 pessoas em toda a Austrália, Nova Zelândia e Ásia. A Alto Packaging é uma das empresas líderes da Austrália e Nova Zelândia no segmento de embalagens plásticas rígidas, especializando-se em extrusão e termoformagem, moldagem por sopro e moldagem por injeção para uso em uma ampla gama de áreas de mercado, incluindo alimentos frescos; bebidas, cuidados pessoais e de saúde; industrial e técnica.

Sobre a Cardia Bioplastics:  Desenvolvedora e fabricante de resinas sustentáveis e de produtos acabados derivados de recursos renováveis para o mercado global de embalagens e produtos plásticos. A Cardia detém um portfólio de patentes de tecnologias de resinas sustentáveis. A Companhia foi criada em 2002 e sua sede principal está em Melbourne, Austrália. O Centro de Desenvolvimento de Produto e fábrica é em Nanjing, China e há também escritórios na América, Europa, Malásia e China.

Fonte: Cardia Bioplastics

Curta nossa página no

Interplast 2012: Piovan demonstra sistema completo de dosagem, mistura e transporte de polímeros

12/07/2012

Há quase 50 anos trabalhando com o tratamento de matérias plásticas, a Piovan é especialista em desenvolver soluções para as mais diversas aplicações na transformação de polímeros, desde injeção e sopro, até extrusão e tratamento de PET e PC. Para a Interplast 2012, a empresa preparou diversos produtos, que se destacam por sua tecnologia e aplicabilidade. Um sistema completo de dosagem, mistura e transporte de polímeros estará em funcionamento no estande. Transportando polietileno linear de baixa densidade, fornecido pela Braskem, o sistema conta com um dosador gravimétrico com quatro estações de dosagem, capacidade de 500 kg/hora, controle touch screen de 8,5″, quatro funis alimentadores independentes com controle por microprocessador Easy² System, um desumidificador compacto da série DS 507 e uma unidade de vácuo para altas capacidades.

Outro destaque é o secador, da linha DPA, a ar comprimido, para secagem de materiais higroscópicos. Indicado para desumidificação de pequenos volumes de resina, o equipamento pode ser instalado sobre injetoras ou sopradoras.

Para a linha de refrigeração industrial, a Piovan traz o Dry Cooler, para resfriamento de água industrial em circuito fechado. Além de garantir água sempre limpa e consumo reduzido, o equipamento ainda conta com vantagens como baixos níveis de ruído e flexibilidade para atender a diversas aplicações. Da mesma forma, outro produto, o Mini Chillers, também pode ser utilizado em qualquer aplicação. Com capacidade de resfriamento de até 25.000 kcal/h, está disponível a água e a ar. Caracterizado pelo design extremamente compacto, o equipamento ocupa apenas 0,5 m² da área fabril, proporcionando grande versatilidade na instalação.

“Sempre nos colocamos a disposição de nossos clientes, como parceiros de engenharia, desde o desenvolvimento do projeto até a implementação de sistemas centralizados turn-key e soluções inovadoras, em sintonia com as exigências do mercado e as evoluções tecnológicas”, comenta Ana Green, da área de marketing da Piovan.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Interplast 2012: Romi expõe sopradora recém-lançada

11/07/2012

Empresa traz para o principal evento do setor na Região Sul a Sopradora ROMI Premium Full e a injetora hidráulica ROMI EN 150

 A Romi apresenta ao público da Interplast 2012 sua mais nova máquina para o setor de sopro, a Sopradora ROMI Premium Full. O equipamento, que produz frascos em geral, oferece alta eficiência e produtividade, para fabricação de embalagens de até 5 litros.

Durante o evento, os visitantes também poderão conhecer a injetora ROMI EN 150 para PVC, máquina equipada com servobomba, que garante melhor performance do sistema hidráulico, resultando em baixo consumo energético e reduzido nível de ruído. Ela é voltada para a produção de peças de pequeno e médio porte, com aplicações de até 170 toneladas.

Segundo o diretor da área de Máquinas para Plástico, William dos Reis, a Interplast é uma feira de extrema importância para o Sul do Brasil, região que se destaca pelo grande potencial e desenvolvimento industrial. “Queremos reforçar a presença da companhia nessa região, demonstrando assim nosso amplo portfólio de máquinas para processamento de plástico.”

A Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico será realizada entre os dias 20 e 24 de agosto, das 14 às 21 horas, no Expoville, em Joinville/SC. Durante o evento, a Romi colocará toda a estrutura da companhia à disposição dos seus clientes, como vendas, serviços pós-venda, reforma de máquinas, entre outros.

Fonte: Indústrias ROMI

Curta nossa página no

Feira Internacional do Plástico, com novo nome, ocorrerá em São Paulo em Maio de 2013.

11/07/2012

Com nova marca, a Feira Internacional do Plástico acontece em maio de 2013 e já movimenta o setor com a presença maciça de parceiros e entidades apoiadoras na noite de lançamento.

Uma trajetória de mais de duas décadas na organização da Feira Internacional do Plástico brasileira está prestes a ganhar um novo capítulo. Agora renovada, a FEIPLASTIC – FEIRA INTERNACIONAL DO PLÁSTICO já nasce como a principal feira no Brasil para apresentação de tendências, demonstração de lançamentos do setor do plástico e geração de networking. Fortalecido, o evento tem a marca da organização Reed Exhibitions Alcantara Machado e o apoio das principais entidades do setor como a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), a Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast), a Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) e o Sindicato da Indústria de Resinas Plásticas (Siresp).

Durante o evento de lançamento, Juan Pablo De Vera, presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado, destacou o trabalho da Abiplast, que propôs à promotora o desafio de renovar a feira. “Foram meses de trabalho e testes para definirmos o novo produto. Firmamos por mais 20 anos o contrato com a associação e agora temos o grande desafio de inovar e fazer do Brasil o melhor lugar de negócios para todos”, afirmou. Com investimentos na casa de R$ 5 milhões para ampliar a divulgação para o mercado sobre a nova marca, a Feiplastic será maior também em área física. A área de exposição dentro do Pavilhão de Exposições do Anhembi cresceu. Dos 78 mil m² de 2011, em 2013 o evento terá 85 mil m², abordando os mais variados e importantes setores da indústria do plástico, divididos nos pilares do evento: Negócios, Sustentabilidade e Tecnologia, nos quais se incluem empresas de Produtos Básicos e Matérias-Primas; Máquinas, Equipamentos e Acessórios; Moldes e Ferramentas; Transformadores de Plástico; Resinas Sintéticas; Instrumentação, Controle e Automação; Serviços e Projetos Técnicos.

“São novos conceitos e propostas. O Brasil está cada vez mais forte na América Latina, abre portas para outros mercados, e a Feiplastic vem ao encontro dessa nova realidade”, disse José Ricardo Roriz, presidente da Abiplast, ressaltando a importância da renovação. A indústria do plástico é o terceiro maior empregador industrial do Brasil. Só em São Paulo, ocupa a segunda colocação em número de empregos gerados – até o final de 2011, só no estado de São Paulo a indústria do plástico empregou cerca de 190 mil pessoas. Nacionalmente, mantém cerca de 380 mil empregos diretos e, indiretamente, cria emprego para 600 mil pessoas. Com a discussão da sustentabilidade, reciclagem e renovação cada vez mais em pauta, a FEIPLASTIC 2013 deve promover ainda mais a economia e tecnologia do setor, reunindo marcas importantes, profissionais de diversas áreas e partes do mundo e público comprador qualificado. Novidades e tendências em produtos, serviços e equipamentos estarão em um só lugar.

A expectativa para 2013 é de 1.400 marcas expositoras, entre nacionais e estrangeiras, com a presença de 70 mil visitantes/compradores. Para Renato Endres, diretor de Relações Institucionais da Abiquim, também presente à cerimônia de lançamento da Feiplastic, a cadeia do plástico é tão importante que merece uma feira como essa. Ele destacou ainda a representatividade do segmento de resinas termoplásticas e a iniciativa do governo federal em criar o Conselho de Competitividade para o setor químico, que trata de temas como o custo da matéria-prima, capacitação dos recursos humanos, ampliação dos centros de pesquisa e desenvolvimento e o aumento das energias renováveis.

Pelos corredores da nova edição da feira, empresários, engenheiros, técnicos e estudantes de áreas como automóveis, construção civil, embalagens, farmácia, alimentos e bebidas, utilidades domésticas, eletroeletrônica e agronegócios estarão no melhor local para atualização profissional, efetivação de bons negócios e troca de conhecimento. “O projeto Feiplastic é muito bem-vindo”, finalizou Carlos Padovan, vice-presidente da Abimaq, também durante a cerimônia. Segundo ele, a nova feira terá um papel importante como força agregadora do setor do plástico em prol de condições mais favoráveis à indústria brasileira.

Mais Informações:

Feiplastic – Feira Internacional do Plástico 2013

Data: 20 a 24 de maio de 2013

Horário: Segunda a sexta das 11h às 20h

Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi

Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – São Paulo – SP – Brasil

http://www.feiplastic.com.br

Curta nossa página no

Tribunal de Justiça de SP indefere pedido de suspensão de distribuição de sacolas plásticas

10/07/2012

Nesta terça feira, dia 10,  o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo indeferiu o pedido de cassação da liminar que havia determinado que os supermercados do Estado de São Paulo voltassem a distribuir as sacolinhas plásticas durante as compras realizadas em seus estabelecimentos.

Segundo a relatora do processo no Tribunal de Justiça, desembargadora Berenice Marcondes Cesar,   o recurso não atende aos requisitos estabelecidos no artigo 558 do Código de Processo Civil, que requer urgência para que um efeito suspensivo seja deferido.

A suspensão da liminar havia sido solicitada em recurso impetrado pelo Carrefour  e tinha como objetivo suspender novamente a distribuição de sacolinhas plásticas. A Associação Paulista de Supermercados e as redes Walmart, Sonda e Pão de Acúcar também tentam suspender a distribuição gratuita das sacolinhas para os consumidores de São Paulo.

Mais informações pode ser obtidas no site do jornal O Estado de São Paulo.

Curta nossa página no

LyondellBasell licencia tecnologia de fabricação de Polipropileno para empresa da Rússia

10/07/2012

A LyondellBasell anunciou ontem que a ZapSibNeftekhim LLC, uma subsidiária integral da SIBUR, escolheu a tecnologia de processo Spheripol da LyondellBasell para uma nova planta de polipropileno (PP) com capacidade de 500 Kton/ano, a ser construída em Tobolsk, na Federação Russa. O início das operações está previsto para depois de 2017.

“Esta será a planta com maior capacidade de produção de polipropileno construída até hoje usando a tecnologia de processo Spheripol”, disse Bob Patel, vice-presidente sênior de Tecnologia e de olefinas e poliolefinas para a Europa, Ásia & Internacional da LyondellBasell. “Isto proporcionará à ZapSibNeftekhim um método económico para produzir uma vasta gama de grades de polipropileno de qualidade superior.”

Características importantes da tecnologia Spheripol incluem uma ótima qualidade do produto, uma operabilidade entre as melhores na indústria, a possibilidade de partidas e mudanças de grade rápidas  e capacidades de até 550 KT por ano.

A LyondellBasell é uma licenciadora líder de polipropileno e tecnologias de polietileno com mais de 250 licenças de processos de poliolefinas.

Fonte: LyondellBasell

Curta nossa página no

Husky aumenta investimentos na China para atender necessidades da crescente base de clientes

06/07/2012

Acordo de investimento assinado com o governo local para compra de terras na região de Suzhou

A Husky Injection Molding Systems anunciou investimentos adicionais para apoiar o seu contínuo crescimento na China, com planos para estabelecer uma nova fábrica na região de Suzhou. Os investimentos em curso permitirão que a Husky melhore o seu suporte local, reduza tempos de fornecimento e reaja de forma mais rápida às necessidades da sua crescente base de clientes na região.

“A Husky tem desfrutado de relações duradouras com muitos clientes em toda a China. O forte aumento da demanda por plásticos na região estimulou o crescimento de nossos clientes e nós tivemos a sorte de crescer eles. Hoje, a região da Ásia-Pacífico representa um dos maiores e mais dinâmicos mercados que a empresa atende “, disse John Galt, Presidente e CEO da Husky. “O nosso investimento em Suzhou é um passo para assegurar que nós teremos condições de atender às expectativas crescentes dos clientes nesta região. Nosso objetivo é ficarmos cada vez mais ágeis para oferecer serviços e suportes mais rápidos – não só para a China, mas para os mercados globalmente “

Compra de terrenos em Suzhou

A Husky assinou recentemente um acordo de investimento com o governo local de Suzhou para comprar 53.000 metros quadrados de terrenos na região. A terra está localizada no novo distrito de Suzhou e é uma área que oferece oportunidade para uma maior expansão para além da área existente. A Husky planeja construir instalações fabris no estado-da-arte que irão aumentar ainda mais a capacidade local para melhorar o suporte ao cliente e reduzir os tempos de fornecimento. O site deverá estar totalmente operacional em 2014 e vai se somar à já forte presença da empresa na China.

Investimentos para melhorar o suporte local

Trabalhando com a maior rede de vendas e serviços do seu setor industrial, a Husky continuamente investe na sua infra-estrutura global para atender às necessidades específicas dos clientes. Ao longo dos últimos anos, a Husky reforçou a sua presença e a capacidade da sua cadeia de suprimento na China. Desde o estabelecimento da sua presença inicial em 2004, a Husky mais do que duplicou a sua pegada na região e mais do que triplicou sua força de trabalho regional. A unidade de Suzhou complementará as instalações existentes da empresa, mais especificamente o Centro Técnico de Shanghai. Inaugurada como sede da Husky na região da Ásia-Pacífico, a unidade de Xangai também dobrou sua presença desde 2004, expandindo-se em 2006 e novamente em 2009. Ela continua a ser um centro de referência para a região e é responsável por uma série de atividades-chave, incluindo serviços e vendas, engenharia de desenvolvimento, recursos humanos, finanças, montagem de máquinas e fabricação de câmara quente.

Para acomodar o seu crescente negócio de câmara quente na região, a Husky também fez investimentos recentes em renovação de câmara quente, fabricação de câmara quente e na capacidade de conversão de moldes. O foco principal dessas iniciativas é continuar a reduzir os tempos de fornecimento e melhorar a resposta aos clientes, apoiando a estratégia global da empresa para servir os clientes na região de forma mais eficaz.

Sobre a Husky – A Husky Injection Molding Systems é um fornecedor líder mundial de equipamentos de moldagem por injeção e serviços para a indústria de plásticos. A empresa tem mais de 40 escritórios de serviços e vendas, oferecendo suporte a clientes em mais de 100 países. As instalações fabris da Husky estão localizadas no Canadá, Estados Unidos, Luxemburgo, Áustria e China.

Fonte: Husky

Curta nossa página no

Com foco no meio ambiente, Interplast terá ilha de reciclagem do plástico

06/07/2012

Projeto coordenado pelo SIMPESC busca explicar o processo de reciclagem e mostrar o quanto é economicamente viável e importante para o meio ambiente.

A 7ª edição da Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico está programada para acontecer de 20 a 24 de agosto, nos pavilhões da Expoville, em Joinville/SC. Consolidada como a feira mais importante do segmento plástico na América Latina em 2012, o evento é referência pelas soluções, alternativas e novas tecnologias que apresenta.

Neste ano, uma das novidades da edição será o Projeto Ilha da Reciclagem do Plástico, em parceria com o SIMPESC, INP, Instituto do PVC e Plastivida. Os visitantes que passarem pela feira vão poder visualizar o processo de reciclagem do plástico, que será explicado passo a passo, além de conhecer os equipamentos envolvidos e o trabalho das cooperativas. O projeto terá a coordenação do SIMPESC. “A proposta é desmistificar e ressaltar que o processo de reciclagem do plástico é um dos mais econômicos e ambientalmente corretos dentre os diversos resíduos que são reciclados atualmente”, comenta Richard Spirandelli, diretor da Messe Brasil.

Outro destaque é a realização da primeira EuroMold Brasil – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentas, Design e Desenvolvimento de Produtos em paralelo à Intrerplast. Viabilizada por meio de uma parceria entre a Messe Brasil e a organizadora de feiras alemã DEMAT, a feira vai reunir cerca de 90 empresas em um espaço de 3.000m².

Em seus 10.000 m², a Interplast vai reunir expositores vindos de todo o Brasil e de outros países, como Alemanha, Argentina, Canadá, China, Coreia do Norte, EUA, Israel e Taiwan. As empresas vão divulgar o que há de mais moderno na área tecnológica da cadeia do plástico, da matéria-prima a compostos, pigmentos, periféricos, ferramentaria e máquinas em geral.

Estrategicamente realizada em Joinville, cidade localizada na região que é um dos maiores polos do plástico e corredor comercial da América Latina, a Interplast facilita o contato entre os profissionais e empresas da área e contribui para o desenvolvimento do setor. Em sua última edição, cerca de 25 mil pessoas, de 19 países e 23 estados brasileiros, visitaram o evento, com destaque para executivos e profissionais dos segmentos de embalagem, automotivo/autopeças, construção civil e linha branca.

Simultaneamente à Interplast acontece ainda o Cintec 2012 Plástico – Congresso de Inovação Tecnológica, organizado pela Sociedade Educacional de Santa Catarina (Sociesc).

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Agenda do Export Plastic para o segundo semestre prevê participação em várias feiras e eventos internacionais

06/07/2012

O Export Plastic prepara sua agenda para o segundo semestre com o objetivo de promover as exportações das empresas associadas. Em agosto, de 25 a 28, o Programa organiza o 31º Projeto Comprador na House & Gift Fair, que será realizada na Expo Center Norte. Na mesma exposição, acontecerá o Prêmio de Design, evento que estimula a criatividade e que, pela primeira vez, será patrocinado pelo Programa.

O evento contará também com palestras sobre temas variados, entre elas a de Brett Mackie, promovida pelo Programa Export Plastic (link para inscrições: http://migre.me/9L3re). O palestrante vai abordar temas essenciais nos dias de hoje, como as boas práticas na gestão de mídias sociais; como o crescimento da mobilidade pode afetar a forma de trabalhar a comunicação com os públicos de interesse; como construir uma boa audiência nas redes sociais e como elas podem promover mais vendas. Formado em publicidade pela Universidade de Illinois (EUA), Brett Mackie possui 12 anos de experiência nas áreas de Marketing Digital, Web e Gestão de Mídias Sociais no segmento de Uitilidades Domésticas.

Ainda em agosto, entre os dias 28 e 31, a Embala Nordeste, feira especializada em embalagens, recebe a 32ª edição do projeto em Recife (PE). Já no mês de setembro, de 25 a 27, o Programa levará sua comitiva para Nuremberg, na Alemanha, para a Feira Internacional Fachpack. Em outubro, o foco das associadas estará voltado para a Colombiaplast (de 1 a 5), que será realizada em Bogotá (COL). Especializada no setor de embalagens rígidas e flexíveis, a feira está inserida na pesquisa de mercado encomendada pelo Export Plastic e no mapeamento de oportunidades para a América Latina. Também voltada para o segmento de Embalagens, no dia 28 de outubro terá início a Pack Expo, realizada em Chicago, Estados Unidos.

Fechando o ano, entre os dias 11 e 15 de novembro acontecerá a exposição Equip’Hotel, em Paris (FRA). Considerada a mais importante feira para os segmentos de restaurantes, hotéis e bares – a Equip’hotel é uma porta de entrada para o mercado europeu, africano e Américas. Bienal, em 2010, o evento contou com mais de 100 mil visitantes, sendo 17,6% internacionais; 1450 expositores de 29 países; 350 jornalistas e uma intensa programação de palestras.

Fonte: Export Plastic

Curta nossa página no

Interplast: Bekum do Brasil apresenta sua linha de máquinas sopradoras

06/07/2012

A empresa alemã Bekum, especializada na fabricação de máquinas sopradoras para o mercado transformador de plásticos, estreia na Interplast com a apresentação de linha de máquinas 100% fabricadas no Brasil. Produzidas conforme rigorosos padrões de qualidade, as sopradoras da Bekum são conhecidas por sua produtividade, longevidade e resistência ao desgaste e tem capacidade de soprar artigos entre 50 ml e 160 l em mono e multicamada. Em seu estande, a empresa vai expor também peças de reposição para os seus equipamentos.

Além de comercializar máquinas sopradoras, a Bekum conta com serviços pós-venda, vendas de peças e engenharia. “Esse atendimento completo, que vai da venda do equipamento até a assistência técnica e disponibilidade de peças para reposição, é, certamente, um diferencial, que proporciona mais segurança e comodidade aos nossos clientes”, comenta Romi Kuhlemann, gerente de marketing da Bekum.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Interplast: Pintarelli apresenta sopradora da nova linha Starmaq

06/07/2012

A Pintarelli Industrial vem se firmando como fabricante de máquinas sopradoras por extrusão contínua, com mais de 60 equipamentos das linhas Starmaq, Soprática e Versátile fornecidos ao mercado nacional. Tratam-se de células automatizadas, para os mais variados segmentos de embalagens, que destacam-se pela qualidade, produtividade e  relação custo x benefício.

Focalizada em atender as necessidades e contribuir com o crescimento de seus clientes, a Pintarelli Industrial, em parceria com a Blufer Tecnoplast, tradicional fabricante de periféricos para a área de sopro, oferece soluções completas permitindo a formação de célula produtiva com sopradoras totalmente automatizadas, do sopro até a embalagem final dos frascos soprados.

Na Interplast 2012, a Pintarelli Industrial apresentará um modelo da linha de sopradoras Starmaq totalmente automatizada com periféricos fabricados pela Blufer Tecnoplast. A nova linha foi totalmente reestilizada, está mais robusta e com força de fechamento maior. Desenvolvida para atender a NR-12, permite um maior número de cavidades na mesa de sopro. O sistema hidráulico foi projetado para ter o melhor desempenho em termos de velocidade de trabalho, com controle proporcional e menor geração de ruído. O comando por IHM gráfica de 10 touch screen permite o acesso rápido a todos os parâmetros operacionais. Outro grande diferencial é o baixo consumo de energia e a possibilidade de incrementar mais cavidades com maior velocidade em célula totalmente automatizada.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Interplast: Shini Brasil expõe sistemas de dosagem / mistura, secagem e desumificação

06/07/2012

A Shini Brasil preparou alguns destaques para o seu estande, na feira Interplast 2012, a exemplo do sistema de dosagem e mistura. Constituído por equipamentos como válvulas proporcionais, dosadores volumétricos e/ou gravimétricos, misturadores verticais, separadores de pó e magnéticos, possuem aplicabilidades diferentes, permitindo ao cliente escolher o modelo que melhor atende a sua necessidade. Outro sistema exposto no estande será o de secagem e desumidificação de matérias-primas, incluindo desumidificadores específicos para PET, ópticos e cristalização de PET. Entre os alimentadores, o destaque será o modelo SAL-300, o único monofásico do mercado com capacidade para 200 kg/h. Utilizado para o transporte de material virgem ou moído, entre suas vantagens estão o baixo nível de ruído e longa durabilidade.

Líder mundial na fabricação de plásticos da classe de equipamento auxiliar, o Grupo Shini, originário de Taiwan, está presente em mais de 50 países com bases produtivas, centros de tecnologia, equipe de vendas ou rede de serviços. Focada em oferecer soluções para empresas do ramo termoplástico, a Shini mantém alto padrão de qualidade, controlando passo a passo seus processos, desde a matéria-prima até o produto acabado. Por conta disso, está certificada com a ISO 9001:2000 e possui em seus equipamentos certificações internacionais, como CE, do instituto italiano Giordano.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Braskem e empresa americana Grace fecham parceria para desenvolvimento de produtos de origem renovável

05/07/2012

Acordo prevê o desenvolvimento de processos catalíticos para a fabricação de produtos “verdes”

 A Braskem e a empresa norte-americana W.R. Grace & Co. fecharam parceria para o desenvolvimento de tecnologias de processo e sistemas catalíticos para a obtenção de produtos químicos oriundos de fontes biológicas. O acordo visa desenvolver processos de conversão de matérias-primas de origem renovável em produtos de alto valor agregado.

O uso de matérias-primas mais sustentáveis é uma tendência crescente na indústria química global. A tecnologia que será desenvolvida pelas duas empresas baseia-se no uso de carbono renovável produzido a partir de processos agrícolas, contribuindo para reduzir as emissões de carbono em relação a matérias-primas tradicionais.

“A Braskem entende que a inovação é fundamental para consolidar sua liderança no mercado global de biopolímeros, ampliando seu portfólio de produtos de base renovável. A parceria com a Grace vai nos ajudar a atingir nosso objetivo de forma mais rápida e efetiva”, afirma Marcelo Nunes, diretor de Químicos Renováveis da Braskem.

A W.R. Grace é reconhecida mundialmente por sua atuação inovadora na área de catalisadores com liderança nos segmentos de refino de petróleo e de poliolefinas. “Estamos contentes por ter a oportunidade de trabalhar com a líder mundial em plástico verde”, diz George Young, vice-presidente de Desenvolvimento de Novos Negócios da Grace.

A Braskem produz em escala industrial, desde setembro de 2010, polietileno oriundo do etanol de cana-de-açúcar, matéria-prima 100% renovável. Este plástico “verde” é um marco mundial de inovação, que faz do Brasil o maior produtor de biopolímeros do planeta. Identificado pelo selo “I’m greenTM”, o polietileno verde brasileiro está presente em diversos produtos no Brasil e no mundo.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no

 

Empresa americana Myers Industries irá adquirir Plásticos Novel

30/06/2012

Unidade da Novel em Lauro de Freitas (BA)

A Myers Industries, Inc.  anunciou no dia 29/06 que assinou um acordo para aquisição da Plásticos Novel S.A.®. A transação deverá ser finalizada em julho de 2012. A Novel é a criadora e fabricante líder de caixas e sacos de plástico reutilizáveis no Brasil para remessa e armazenamento em ciclos completos nos setores de alimentação e agricultura, em rápido crescimento, da região. A Novel também produz uma variedade diversificada de produtos plásticos para a segurança industrial.

O presidente e CEO, John C. Orr, disse, “A Novel complementa nossos negócios de embalagens existentes no Brasil, e possui fortes laços com empresas líder no setor através da sua reputação em inovação e serviços. A Novel se encaixa perfeitamente dentro da nossa estratégia de crescimento geográfico e quanto a embalagens”.

Fundada em 1975, A Novel possui duas fábricas nos estados  da Bahia e do Paraná, cobrindo assim os principais centros de negócios industriais e agrícolas no nordeste e sul do país. Especializado em produtos de embalagens moldados por injeção, a Novel é líder em contêineres reutilizáveis de plástico tanto para o mercado de alimentos e bebidas, quanto para a agricultura. Seus produtos para o tráfego e segurança industrial abrangem desde capacetes de segurança e proteção para ouvidos até placas e sinalização de trânsito. A Novel é  conceituada pela sua contínua inovação, qualidade e serviço, tendo como clientes grandes empresas internacionais.

A Novel fará parte do segmento de embalagens da Myers Industries. Entre outras empresas neste segmento estão a Buckhorn®, fabricante líder de contêineres e sacos a granel reutilizáveis com sede na América do Norte; a Akro-Mils®, líder em sistemas de sacos de lixo e armazenamento; e a Myers do Brasil®, localizada no estado de São Paulo, Brasil, que produz contêineres e sacos a granel para os mercados da região de agricultura e fabricação.

Sobre a Myers Industries

A Myers Industries, Inc.  é uma fabricante internacional diversificada de produtos de polímeros para os mercados industriais, agrícolas, automotivo, comerciais e de consumo. A empresa também é a maior distribuidora de ferramentas, equipamentos e suprimentos para o setor de serviços de pneus, rodas e acessórios de automóveis nos EUA. Em 2011, a empresa registrou vendas líquidas de US$ 755,7 milhões. Para mais informações, visite o site http://www.myersindustries.com.

Fonte: Myers Industries

Curta nossa página no

Redes de Supermercado de São Paulo voltam a distribuir sacolas plásticas

26/06/2012

Segundo a Folha de São Paulo, as redes Carrefour e Pão de Açúcar voltarão a distribuir as sacolinhas plásticas a partir da próxima quinta-feira, 26 de junho, à tarde.  A iniciativa destina-se a cumprir notificação da decisão liminar da juíza Cynthia Torres Cristófaro, da 1ª Vara Central da capital, emitida ontem, que determinou que os supermercardos devem voltar a distribuir gratuitamente as sacolinhas plásticas para embalagem dos produtos comprados nos seus estabelecimentos.   A rede Walmart também informou que iniciará a distribuição das sacolinhas tão logo receba a notificação, o que ainda não ocorreu.

A liminar estabeleceu um prazo de 48 horas para os supermercados voltarem a fornecer as sacolinhas, a partir do instante em que receberem a notificação.

Segundo a juíza,  a interrupção da distribuição gratuita das sacolas  “nitidamente onera desproporcionalmente o consumidor”.

A APAS (Associação Paulista de Supermercados) afirmou que vai recorrer da decisão.

Para mais informações, clique nos links abaixo para acessar matérias no site da Folha de São Paulo e da Plastivida:

Folha de São Paulo

Plastivida

Curta nossa página no

Uso de poliamida da BASF reduz peso de peças de caminhões

26/06/2012
  • Módulos plásticos de ar e óleo para caminhões
  • Primeiro duto de ar de caminhão feito com Ultramid®

 Um composto de plástico da BASF foi, pela primeira vez, utilizado na seção de ar de um veículo comercial. O duto de ar para motores de caminhão DD 13/DD 15 é uma das primeiras aplicações de grande produção para a classe de poliamida (PA) Ultramid® A3W2G6. O componente, que é produzido pela ElringKlinger a partir da PA altamente resistente ao envelhecimento por calor, oferece elevadas capacidades mecânicas e térmicas. O módulo de admissão de óleo multifuncional também é fabricado a partir de uma poliamida da BASF. A designação DD 13/DD 15 abrange uma gama de motores de caminhão a diesel de alto desempenho com deslocamento aproximado de 13 e 15 litros, respectivamente, que a Detroit Diesel, fabricante de motores de caminhão e subsidiária da Daimler, produz nos EUA.

Duto leve de calor com Ultramid®

A tendência de leveza tem tomado conta do setor de caminhões. Assim como no setor de automóveis, o objetivo para DD 13/DD 15 é substituir peças pesadas de metal por componentes leves de plástico que proporcionam um desempenho equivalente. Comparado com o seu antecessor de alumínio, o leve duto de ar feito a partir da poliamida da BASF é 1,8 kg mais leve, ou seja ou 50% mais leve.

A alta resistência ao envelhecimento por calor da poliamida de especialidade Ultramid® A3W2G6 é confirmada pelo seu desempenho em testes de pulsação de pressão do componente a 140°C. O duto de ar deve sobreviver 3.000 horas de flutuações de pressão entre 0,4 e 3,5 bar. Estes são os requisitos especiais no setor de veículos comerciais. Eles surgem a partir da mistura de ar fresco do motor com o gás de escape quente (até 230°C) recirculado (EGR: recirculação dos gases de escape). No ponto em que o gás de escape é reintroduzido e sob cargas elevadas, os picos de temperatura de até 200°C podem ocorrer.

Módulo de admissão de óleo com válvula de retenção integrada

O módulo de admissão de óleo do DD 13/ DD15 também apresenta desafios exigentes para o material. É feito a partir de Ultramid® A3WG7 e, além da ligação de admissão de óleo e da linha de fornecimento de óleo, incorpora uma válvula de retenção integrada. No teste de componente, o material envelhecido tem de resistir a mais de 10 milhões de ciclos de pulsação de pressão de óleo entre 5 e 13 bar a 120°C. Em testes de longa duração, 500.000 ciclos devem ser suportados na presença de uma mistura de óleo que contém não somente o óleo do motor envelhecido, mas também os componentes do combustível. Enfim, é esperado para um caminhão dirigir cerca de 1,2 milhões de km. Nesta parte, a substituição de Ultramid para o metal e o elevado grau de integração funcional resultou em reduções de custo e de peso de 0,8 kg, ou 50% por peça.

Simulação digital e testes de componentes

Com a ajuda de  instrumento  de simulação em computador, a BASF prestou assistência à equipe de desenvolvimento na ElringKlinger. No caso do módulo de óleo, por exemplo, um objetivo foi o de prevenir a fadiga induzida do material pelo funcionamento dinâmico do motor e deste modo maximizar a vida de serviço. Ao mesmo tempo, as junções de solda precisaram ser concebidas com muito cuidado: junções de solda são potenciais pontos fracos que devem ser submetidos à menor carga possível durante a operação. Técnicas de desenho computacionais foram utilizadas para satisfazer ambos os requisitos: no primeiro caso, otimização numérica de topologia; no segundo, otimização da forma: empregando princípios biônicos nos locais virtuais de aproximação de plástico, precisamente os locais do componente onde é realmente necessário suportar cargas. Este desenvolvimento foi acompanhado de dispersão, pulsação de pressão e testes laboratoriais de ruptura de pressão do componente na BASF.

Fonte (inclusive foto) : BASF

Curta nossa página no


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.423 outros seguidores