Archive for the ‘Indústria de Plásticos’ Category

Husky aumenta investimentos na China para atender necessidades da crescente base de clientes

06/07/2012

Acordo de investimento assinado com o governo local para compra de terras na região de Suzhou

A Husky Injection Molding Systems anunciou investimentos adicionais para apoiar o seu contínuo crescimento na China, com planos para estabelecer uma nova fábrica na região de Suzhou. Os investimentos em curso permitirão que a Husky melhore o seu suporte local, reduza tempos de fornecimento e reaja de forma mais rápida às necessidades da sua crescente base de clientes na região.

“A Husky tem desfrutado de relações duradouras com muitos clientes em toda a China. O forte aumento da demanda por plásticos na região estimulou o crescimento de nossos clientes e nós tivemos a sorte de crescer eles. Hoje, a região da Ásia-Pacífico representa um dos maiores e mais dinâmicos mercados que a empresa atende “, disse John Galt, Presidente e CEO da Husky. “O nosso investimento em Suzhou é um passo para assegurar que nós teremos condições de atender às expectativas crescentes dos clientes nesta região. Nosso objetivo é ficarmos cada vez mais ágeis para oferecer serviços e suportes mais rápidos – não só para a China, mas para os mercados globalmente “

Compra de terrenos em Suzhou

A Husky assinou recentemente um acordo de investimento com o governo local de Suzhou para comprar 53.000 metros quadrados de terrenos na região. A terra está localizada no novo distrito de Suzhou e é uma área que oferece oportunidade para uma maior expansão para além da área existente. A Husky planeja construir instalações fabris no estado-da-arte que irão aumentar ainda mais a capacidade local para melhorar o suporte ao cliente e reduzir os tempos de fornecimento. O site deverá estar totalmente operacional em 2014 e vai se somar à já forte presença da empresa na China.

Investimentos para melhorar o suporte local

Trabalhando com a maior rede de vendas e serviços do seu setor industrial, a Husky continuamente investe na sua infra-estrutura global para atender às necessidades específicas dos clientes. Ao longo dos últimos anos, a Husky reforçou a sua presença e a capacidade da sua cadeia de suprimento na China. Desde o estabelecimento da sua presença inicial em 2004, a Husky mais do que duplicou a sua pegada na região e mais do que triplicou sua força de trabalho regional. A unidade de Suzhou complementará as instalações existentes da empresa, mais especificamente o Centro Técnico de Shanghai. Inaugurada como sede da Husky na região da Ásia-Pacífico, a unidade de Xangai também dobrou sua presença desde 2004, expandindo-se em 2006 e novamente em 2009. Ela continua a ser um centro de referência para a região e é responsável por uma série de atividades-chave, incluindo serviços e vendas, engenharia de desenvolvimento, recursos humanos, finanças, montagem de máquinas e fabricação de câmara quente.

Para acomodar o seu crescente negócio de câmara quente na região, a Husky também fez investimentos recentes em renovação de câmara quente, fabricação de câmara quente e na capacidade de conversão de moldes. O foco principal dessas iniciativas é continuar a reduzir os tempos de fornecimento e melhorar a resposta aos clientes, apoiando a estratégia global da empresa para servir os clientes na região de forma mais eficaz.

Sobre a Husky – A Husky Injection Molding Systems é um fornecedor líder mundial de equipamentos de moldagem por injeção e serviços para a indústria de plásticos. A empresa tem mais de 40 escritórios de serviços e vendas, oferecendo suporte a clientes em mais de 100 países. As instalações fabris da Husky estão localizadas no Canadá, Estados Unidos, Luxemburgo, Áustria e China.

Fonte: Husky

Curta nossa página no

Com foco no meio ambiente, Interplast terá ilha de reciclagem do plástico

06/07/2012

Projeto coordenado pelo SIMPESC busca explicar o processo de reciclagem e mostrar o quanto é economicamente viável e importante para o meio ambiente.

A 7ª edição da Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico está programada para acontecer de 20 a 24 de agosto, nos pavilhões da Expoville, em Joinville/SC. Consolidada como a feira mais importante do segmento plástico na América Latina em 2012, o evento é referência pelas soluções, alternativas e novas tecnologias que apresenta.

Neste ano, uma das novidades da edição será o Projeto Ilha da Reciclagem do Plástico, em parceria com o SIMPESC, INP, Instituto do PVC e Plastivida. Os visitantes que passarem pela feira vão poder visualizar o processo de reciclagem do plástico, que será explicado passo a passo, além de conhecer os equipamentos envolvidos e o trabalho das cooperativas. O projeto terá a coordenação do SIMPESC. “A proposta é desmistificar e ressaltar que o processo de reciclagem do plástico é um dos mais econômicos e ambientalmente corretos dentre os diversos resíduos que são reciclados atualmente”, comenta Richard Spirandelli, diretor da Messe Brasil.

Outro destaque é a realização da primeira EuroMold Brasil – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentas, Design e Desenvolvimento de Produtos em paralelo à Intrerplast. Viabilizada por meio de uma parceria entre a Messe Brasil e a organizadora de feiras alemã DEMAT, a feira vai reunir cerca de 90 empresas em um espaço de 3.000m².

Em seus 10.000 m², a Interplast vai reunir expositores vindos de todo o Brasil e de outros países, como Alemanha, Argentina, Canadá, China, Coreia do Norte, EUA, Israel e Taiwan. As empresas vão divulgar o que há de mais moderno na área tecnológica da cadeia do plástico, da matéria-prima a compostos, pigmentos, periféricos, ferramentaria e máquinas em geral.

Estrategicamente realizada em Joinville, cidade localizada na região que é um dos maiores polos do plástico e corredor comercial da América Latina, a Interplast facilita o contato entre os profissionais e empresas da área e contribui para o desenvolvimento do setor. Em sua última edição, cerca de 25 mil pessoas, de 19 países e 23 estados brasileiros, visitaram o evento, com destaque para executivos e profissionais dos segmentos de embalagem, automotivo/autopeças, construção civil e linha branca.

Simultaneamente à Interplast acontece ainda o Cintec 2012 Plástico – Congresso de Inovação Tecnológica, organizado pela Sociedade Educacional de Santa Catarina (Sociesc).

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Agenda do Export Plastic para o segundo semestre prevê participação em várias feiras e eventos internacionais

06/07/2012

O Export Plastic prepara sua agenda para o segundo semestre com o objetivo de promover as exportações das empresas associadas. Em agosto, de 25 a 28, o Programa organiza o 31º Projeto Comprador na House & Gift Fair, que será realizada na Expo Center Norte. Na mesma exposição, acontecerá o Prêmio de Design, evento que estimula a criatividade e que, pela primeira vez, será patrocinado pelo Programa.

O evento contará também com palestras sobre temas variados, entre elas a de Brett Mackie, promovida pelo Programa Export Plastic (link para inscrições: http://migre.me/9L3re). O palestrante vai abordar temas essenciais nos dias de hoje, como as boas práticas na gestão de mídias sociais; como o crescimento da mobilidade pode afetar a forma de trabalhar a comunicação com os públicos de interesse; como construir uma boa audiência nas redes sociais e como elas podem promover mais vendas. Formado em publicidade pela Universidade de Illinois (EUA), Brett Mackie possui 12 anos de experiência nas áreas de Marketing Digital, Web e Gestão de Mídias Sociais no segmento de Uitilidades Domésticas.

Ainda em agosto, entre os dias 28 e 31, a Embala Nordeste, feira especializada em embalagens, recebe a 32ª edição do projeto em Recife (PE). Já no mês de setembro, de 25 a 27, o Programa levará sua comitiva para Nuremberg, na Alemanha, para a Feira Internacional Fachpack. Em outubro, o foco das associadas estará voltado para a Colombiaplast (de 1 a 5), que será realizada em Bogotá (COL). Especializada no setor de embalagens rígidas e flexíveis, a feira está inserida na pesquisa de mercado encomendada pelo Export Plastic e no mapeamento de oportunidades para a América Latina. Também voltada para o segmento de Embalagens, no dia 28 de outubro terá início a Pack Expo, realizada em Chicago, Estados Unidos.

Fechando o ano, entre os dias 11 e 15 de novembro acontecerá a exposição Equip’Hotel, em Paris (FRA). Considerada a mais importante feira para os segmentos de restaurantes, hotéis e bares – a Equip’hotel é uma porta de entrada para o mercado europeu, africano e Américas. Bienal, em 2010, o evento contou com mais de 100 mil visitantes, sendo 17,6% internacionais; 1450 expositores de 29 países; 350 jornalistas e uma intensa programação de palestras.

Fonte: Export Plastic

Curta nossa página no

Interplast: Bekum do Brasil apresenta sua linha de máquinas sopradoras

06/07/2012

A empresa alemã Bekum, especializada na fabricação de máquinas sopradoras para o mercado transformador de plásticos, estreia na Interplast com a apresentação de linha de máquinas 100% fabricadas no Brasil. Produzidas conforme rigorosos padrões de qualidade, as sopradoras da Bekum são conhecidas por sua produtividade, longevidade e resistência ao desgaste e tem capacidade de soprar artigos entre 50 ml e 160 l em mono e multicamada. Em seu estande, a empresa vai expor também peças de reposição para os seus equipamentos.

Além de comercializar máquinas sopradoras, a Bekum conta com serviços pós-venda, vendas de peças e engenharia. “Esse atendimento completo, que vai da venda do equipamento até a assistência técnica e disponibilidade de peças para reposição, é, certamente, um diferencial, que proporciona mais segurança e comodidade aos nossos clientes”, comenta Romi Kuhlemann, gerente de marketing da Bekum.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Interplast: Pintarelli apresenta sopradora da nova linha Starmaq

06/07/2012

A Pintarelli Industrial vem se firmando como fabricante de máquinas sopradoras por extrusão contínua, com mais de 60 equipamentos das linhas Starmaq, Soprática e Versátile fornecidos ao mercado nacional. Tratam-se de células automatizadas, para os mais variados segmentos de embalagens, que destacam-se pela qualidade, produtividade e  relação custo x benefício.

Focalizada em atender as necessidades e contribuir com o crescimento de seus clientes, a Pintarelli Industrial, em parceria com a Blufer Tecnoplast, tradicional fabricante de periféricos para a área de sopro, oferece soluções completas permitindo a formação de célula produtiva com sopradoras totalmente automatizadas, do sopro até a embalagem final dos frascos soprados.

Na Interplast 2012, a Pintarelli Industrial apresentará um modelo da linha de sopradoras Starmaq totalmente automatizada com periféricos fabricados pela Blufer Tecnoplast. A nova linha foi totalmente reestilizada, está mais robusta e com força de fechamento maior. Desenvolvida para atender a NR-12, permite um maior número de cavidades na mesa de sopro. O sistema hidráulico foi projetado para ter o melhor desempenho em termos de velocidade de trabalho, com controle proporcional e menor geração de ruído. O comando por IHM gráfica de 10 touch screen permite o acesso rápido a todos os parâmetros operacionais. Outro grande diferencial é o baixo consumo de energia e a possibilidade de incrementar mais cavidades com maior velocidade em célula totalmente automatizada.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Interplast: Shini Brasil expõe sistemas de dosagem / mistura, secagem e desumificação

06/07/2012

A Shini Brasil preparou alguns destaques para o seu estande, na feira Interplast 2012, a exemplo do sistema de dosagem e mistura. Constituído por equipamentos como válvulas proporcionais, dosadores volumétricos e/ou gravimétricos, misturadores verticais, separadores de pó e magnéticos, possuem aplicabilidades diferentes, permitindo ao cliente escolher o modelo que melhor atende a sua necessidade. Outro sistema exposto no estande será o de secagem e desumidificação de matérias-primas, incluindo desumidificadores específicos para PET, ópticos e cristalização de PET. Entre os alimentadores, o destaque será o modelo SAL-300, o único monofásico do mercado com capacidade para 200 kg/h. Utilizado para o transporte de material virgem ou moído, entre suas vantagens estão o baixo nível de ruído e longa durabilidade.

Líder mundial na fabricação de plásticos da classe de equipamento auxiliar, o Grupo Shini, originário de Taiwan, está presente em mais de 50 países com bases produtivas, centros de tecnologia, equipe de vendas ou rede de serviços. Focada em oferecer soluções para empresas do ramo termoplástico, a Shini mantém alto padrão de qualidade, controlando passo a passo seus processos, desde a matéria-prima até o produto acabado. Por conta disso, está certificada com a ISO 9001:2000 e possui em seus equipamentos certificações internacionais, como CE, do instituto italiano Giordano.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Braskem e empresa americana Grace fecham parceria para desenvolvimento de produtos de origem renovável

05/07/2012

Acordo prevê o desenvolvimento de processos catalíticos para a fabricação de produtos “verdes”

 A Braskem e a empresa norte-americana W.R. Grace & Co. fecharam parceria para o desenvolvimento de tecnologias de processo e sistemas catalíticos para a obtenção de produtos químicos oriundos de fontes biológicas. O acordo visa desenvolver processos de conversão de matérias-primas de origem renovável em produtos de alto valor agregado.

O uso de matérias-primas mais sustentáveis é uma tendência crescente na indústria química global. A tecnologia que será desenvolvida pelas duas empresas baseia-se no uso de carbono renovável produzido a partir de processos agrícolas, contribuindo para reduzir as emissões de carbono em relação a matérias-primas tradicionais.

“A Braskem entende que a inovação é fundamental para consolidar sua liderança no mercado global de biopolímeros, ampliando seu portfólio de produtos de base renovável. A parceria com a Grace vai nos ajudar a atingir nosso objetivo de forma mais rápida e efetiva”, afirma Marcelo Nunes, diretor de Químicos Renováveis da Braskem.

A W.R. Grace é reconhecida mundialmente por sua atuação inovadora na área de catalisadores com liderança nos segmentos de refino de petróleo e de poliolefinas. “Estamos contentes por ter a oportunidade de trabalhar com a líder mundial em plástico verde”, diz George Young, vice-presidente de Desenvolvimento de Novos Negócios da Grace.

A Braskem produz em escala industrial, desde setembro de 2010, polietileno oriundo do etanol de cana-de-açúcar, matéria-prima 100% renovável. Este plástico “verde” é um marco mundial de inovação, que faz do Brasil o maior produtor de biopolímeros do planeta. Identificado pelo selo “I’m greenTM”, o polietileno verde brasileiro está presente em diversos produtos no Brasil e no mundo.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no

 

Empresa americana Myers Industries irá adquirir Plásticos Novel

30/06/2012

Unidade da Novel em Lauro de Freitas (BA)

A Myers Industries, Inc.  anunciou no dia 29/06 que assinou um acordo para aquisição da Plásticos Novel S.A.®. A transação deverá ser finalizada em julho de 2012. A Novel é a criadora e fabricante líder de caixas e sacos de plástico reutilizáveis no Brasil para remessa e armazenamento em ciclos completos nos setores de alimentação e agricultura, em rápido crescimento, da região. A Novel também produz uma variedade diversificada de produtos plásticos para a segurança industrial.

O presidente e CEO, John C. Orr, disse, “A Novel complementa nossos negócios de embalagens existentes no Brasil, e possui fortes laços com empresas líder no setor através da sua reputação em inovação e serviços. A Novel se encaixa perfeitamente dentro da nossa estratégia de crescimento geográfico e quanto a embalagens”.

Fundada em 1975, A Novel possui duas fábricas nos estados  da Bahia e do Paraná, cobrindo assim os principais centros de negócios industriais e agrícolas no nordeste e sul do país. Especializado em produtos de embalagens moldados por injeção, a Novel é líder em contêineres reutilizáveis de plástico tanto para o mercado de alimentos e bebidas, quanto para a agricultura. Seus produtos para o tráfego e segurança industrial abrangem desde capacetes de segurança e proteção para ouvidos até placas e sinalização de trânsito. A Novel é  conceituada pela sua contínua inovação, qualidade e serviço, tendo como clientes grandes empresas internacionais.

A Novel fará parte do segmento de embalagens da Myers Industries. Entre outras empresas neste segmento estão a Buckhorn®, fabricante líder de contêineres e sacos a granel reutilizáveis com sede na América do Norte; a Akro-Mils®, líder em sistemas de sacos de lixo e armazenamento; e a Myers do Brasil®, localizada no estado de São Paulo, Brasil, que produz contêineres e sacos a granel para os mercados da região de agricultura e fabricação.

Sobre a Myers Industries

A Myers Industries, Inc.  é uma fabricante internacional diversificada de produtos de polímeros para os mercados industriais, agrícolas, automotivo, comerciais e de consumo. A empresa também é a maior distribuidora de ferramentas, equipamentos e suprimentos para o setor de serviços de pneus, rodas e acessórios de automóveis nos EUA. Em 2011, a empresa registrou vendas líquidas de US$ 755,7 milhões. Para mais informações, visite o site http://www.myersindustries.com.

Fonte: Myers Industries

Curta nossa página no

Redes de Supermercado de São Paulo voltam a distribuir sacolas plásticas

26/06/2012

Segundo a Folha de São Paulo, as redes Carrefour e Pão de Açúcar voltarão a distribuir as sacolinhas plásticas a partir da próxima quinta-feira, 26 de junho, à tarde.  A iniciativa destina-se a cumprir notificação da decisão liminar da juíza Cynthia Torres Cristófaro, da 1ª Vara Central da capital, emitida ontem, que determinou que os supermercardos devem voltar a distribuir gratuitamente as sacolinhas plásticas para embalagem dos produtos comprados nos seus estabelecimentos.   A rede Walmart também informou que iniciará a distribuição das sacolinhas tão logo receba a notificação, o que ainda não ocorreu.

A liminar estabeleceu um prazo de 48 horas para os supermercados voltarem a fornecer as sacolinhas, a partir do instante em que receberem a notificação.

Segundo a juíza,  a interrupção da distribuição gratuita das sacolas  “nitidamente onera desproporcionalmente o consumidor”.

A APAS (Associação Paulista de Supermercados) afirmou que vai recorrer da decisão.

Para mais informações, clique nos links abaixo para acessar matérias no site da Folha de São Paulo e da Plastivida:

Folha de São Paulo

Plastivida

Curta nossa página no

Uso de poliamida da BASF reduz peso de peças de caminhões

26/06/2012
  • Módulos plásticos de ar e óleo para caminhões
  • Primeiro duto de ar de caminhão feito com Ultramid®

 Um composto de plástico da BASF foi, pela primeira vez, utilizado na seção de ar de um veículo comercial. O duto de ar para motores de caminhão DD 13/DD 15 é uma das primeiras aplicações de grande produção para a classe de poliamida (PA) Ultramid® A3W2G6. O componente, que é produzido pela ElringKlinger a partir da PA altamente resistente ao envelhecimento por calor, oferece elevadas capacidades mecânicas e térmicas. O módulo de admissão de óleo multifuncional também é fabricado a partir de uma poliamida da BASF. A designação DD 13/DD 15 abrange uma gama de motores de caminhão a diesel de alto desempenho com deslocamento aproximado de 13 e 15 litros, respectivamente, que a Detroit Diesel, fabricante de motores de caminhão e subsidiária da Daimler, produz nos EUA.

Duto leve de calor com Ultramid®

A tendência de leveza tem tomado conta do setor de caminhões. Assim como no setor de automóveis, o objetivo para DD 13/DD 15 é substituir peças pesadas de metal por componentes leves de plástico que proporcionam um desempenho equivalente. Comparado com o seu antecessor de alumínio, o leve duto de ar feito a partir da poliamida da BASF é 1,8 kg mais leve, ou seja ou 50% mais leve.

A alta resistência ao envelhecimento por calor da poliamida de especialidade Ultramid® A3W2G6 é confirmada pelo seu desempenho em testes de pulsação de pressão do componente a 140°C. O duto de ar deve sobreviver 3.000 horas de flutuações de pressão entre 0,4 e 3,5 bar. Estes são os requisitos especiais no setor de veículos comerciais. Eles surgem a partir da mistura de ar fresco do motor com o gás de escape quente (até 230°C) recirculado (EGR: recirculação dos gases de escape). No ponto em que o gás de escape é reintroduzido e sob cargas elevadas, os picos de temperatura de até 200°C podem ocorrer.

Módulo de admissão de óleo com válvula de retenção integrada

O módulo de admissão de óleo do DD 13/ DD15 também apresenta desafios exigentes para o material. É feito a partir de Ultramid® A3WG7 e, além da ligação de admissão de óleo e da linha de fornecimento de óleo, incorpora uma válvula de retenção integrada. No teste de componente, o material envelhecido tem de resistir a mais de 10 milhões de ciclos de pulsação de pressão de óleo entre 5 e 13 bar a 120°C. Em testes de longa duração, 500.000 ciclos devem ser suportados na presença de uma mistura de óleo que contém não somente o óleo do motor envelhecido, mas também os componentes do combustível. Enfim, é esperado para um caminhão dirigir cerca de 1,2 milhões de km. Nesta parte, a substituição de Ultramid para o metal e o elevado grau de integração funcional resultou em reduções de custo e de peso de 0,8 kg, ou 50% por peça.

Simulação digital e testes de componentes

Com a ajuda de  instrumento  de simulação em computador, a BASF prestou assistência à equipe de desenvolvimento na ElringKlinger. No caso do módulo de óleo, por exemplo, um objetivo foi o de prevenir a fadiga induzida do material pelo funcionamento dinâmico do motor e deste modo maximizar a vida de serviço. Ao mesmo tempo, as junções de solda precisaram ser concebidas com muito cuidado: junções de solda são potenciais pontos fracos que devem ser submetidos à menor carga possível durante a operação. Técnicas de desenho computacionais foram utilizadas para satisfazer ambos os requisitos: no primeiro caso, otimização numérica de topologia; no segundo, otimização da forma: empregando princípios biônicos nos locais virtuais de aproximação de plástico, precisamente os locais do componente onde é realmente necessário suportar cargas. Este desenvolvimento foi acompanhado de dispersão, pulsação de pressão e testes laboratoriais de ruptura de pressão do componente na BASF.

Fonte (inclusive foto) : BASF

Curta nossa página no

Clariant lança na MD&M Brasil aditivos que melhoram processamento e funcionalidade

26/06/2012
  • Expansão contínua de um portfólio de masterbatches e compostos dedicado aos setores médico e farmacêutico.
  • Soluções inovadoras para a funcionalidade e a produtividade promovem a diferenciação e a redução de riscos.
  • Pré-teste de ingredientes usando dados de extração e avaliação biológica apoia o desenvolvimento do cliente.

A Clariant lança seu novo portfólio estendido de aditivos MEVOPUR™ com foco na melhoria da funcionalidade e do processamento em aplicações de dispositivos médicos no evento MD&M 2012 em São Paulo, Brasil.

A linha de aditivos responde à pressão cada vez maior por custos no setor e à demanda pela diferenciação de aparelhos através de desempenho e design de última geração. Esta linha também ajuda os fabricantes a garantirem a segurança e a facilidade de uso, ampliando sua atratividade em relação aos profissionais da medicina e ao mercado de autoadministração. Ela complementa a linha de cores padrão ISO/USP da Clariant, que oferece criatividade em opções de cores vibrantes para os aparelhos.

A linha utiliza ingredientes avaliados através do ISO10993 / USP23 partes 87 e 88. Isso ajuda as companhias de dispositivos médicos na avaliação de biocompatibilidade de ingredientes e permite que empresas farmacêuticas e conversores estabeleçam um claro perfil de extração e simulem o potencial de lixiviação nas embalagens que entram em contato com medicamentos. Os dados auxiliam os processos de garantia de qualidade e ajudam a minimizar os riscos no desenvolvimento e no ciclo de vida dos dispositivos médicos, além de reduzirem os custos de desenvolvimento para os clientes. Benefícios funcionais inovadores, que promovem melhorias de design e desempenho dos produtos, são integrados ao material polimérico. Os potenciais benefícios incluem, por exemplo:

Baixo atrito superficial: a redução permanente e imediata do atrito entre as peças reduz a força de rotação, deslizamento e acionamento, ajudando a melhorar a funcionalidade de aparelhos dosificadores, como as canetas de aplicação de insulina. Outros exemplos são a redução da resistência à inserção para cateteres e a eliminação de óleos em componentes de seringas.

O masterbatch de aditivos oferece uma alternativa efetiva aos químicos fluorados e sua baixa viscosidade de fundido melhora a liberação do molde, evitando depósitos no produto final.

Os pacotes de aditivos incluem uma linha antimicrobiana baseada nos agentes antimicrobianos MedX, da SANITIZED® AG em PP, PE e PC, oferecendo aos fabricantes opções para aumentar o desempenho e o valor de seus produtos médicos. Pacotes de dados e dados de eficiência estão à disposição dos clientes, a fim de fundamentar as aprovações regulatórias de produtos que utilizam a linha MedX.

Novos antiestáticos permanentes que podem reduzir cargas elétricas superficiais, a fim de possibilitar a administração simplificada de medicamentos em pó, oferecem um potencial de migração reduzido em comparação com sistemas convencionais que funcionam por migração.

Aditivos que aumentam a produtividade, com foco na melhoria de custos e processamento, incluem:

Nucleantes de última geração e auxiliadores de processo: os novos masterbatches MEVOPUR da Clariant aditivados com nucleantes para dispositivos médicos moldados por injeção ajudam a reduzir o período dos ciclos em até 12% (dependendo do tipo de resina polimérica) e geram um aumento potencial das taxas de produção. Isso é demonstrado em testes usando peças moldadas por injeção em comparação com PP-H não nucleados e nucleantes convencionais (à base de benzoato). Ao melhorar a cristalização nesses tipos de polímeros de poliolefina usando esses nucleantes, os materiais se tornam mais rígidos e têm maior resistência à distorção térmica.

Os problemas de distorção pós-moldagem são às vezes vistos em peças moldadas por injeção em poliolefinas. Isso também pode ser negativamente influenciado por pigmentos que levam os processadores a ajustar as configurações da máquina para cada cor. Esses problemas podem ocorrer muito tempo depois da produção do dispositivo, aumentando o risco de baixa confiabilidade. Ao utilizar a experiência da Clariant em aditivos, é possível desenvolver uma mistura personalizada, a fim de otimizar o período do ciclo e as propriedades mecânicas.

Aditivos de marcação a laser: marcações duráveis e indeléveis sem tinta ajudam a reduzir as preocupações com resíduos de solventes. Oferecem uma solução permanente, que pode ser obtida sem contato com a ferramenta de marcação, que sobrevive a repetidas esterilizações. Gera a possibilidade de realizar marcações precisas e reduzidas em áreas difíceis de processar com outras tecnologias.

Maior proteção durante a esterilização: a linha de estabilizadores ajuda a proteger PP e COC contra o amarelecimento e a manter as propriedades físicas durante a esterilização por irradiação de raios gama / e-beam. Embora graus médicos de PP estabilizados para raios gama estejam disponíveis no mercado, a escolha é limitada, e para aplicações que requerem esterilizações repetidas ou doses elevadas, o nível usual de estabilização pode não ser suficiente. O masterbatch de aditivos MEVOPUR oferece a possibilidade de superar essas limitações.

Todos os masterbatches, compostos e cores, assim como os aditivos, são fabricados nos três centros de competência farmacêutica e médica da Clariant, registrados com ISO 13485:2003 e instalados nos EUA, Europa e Ásia.

“Os desenvolvimentos de aditivos MEVOPUR representam o compromisso contínuo da Clariant em levar sua experiência em cores e aditivos a uma grande variedade de aplicações industriais, juntamente com a compreensão do controle de risco, consistência de produto e conformidade regulatória necessários ao setor médico. A linha de aditivos MEVOPUR é Controlada, Consistente, Conforme e… funcional”, afirma Steve Duckworth, Diretor Global do Segmento Médico e Farmacêutico da Clariant.

Fonte (incluindo foto):  Clariant

Curta nossa página no

SABIC IP exibe portfólio de soluções em materiais avançados para aplicações em dispositivos médicos e odontólogicos durante MD&M Brasil

26/06/2012

A SABIC IP destaca sua cultura de inovação na MD&M Brazil – em São Paulo, Brasil, entre os dias 26 e 27 de junho, no estande nº 709 – com a exibição de aplicações de clientes globais demonstrando a versatilidade do portfólio de termoplásticos de engenharia da empresa. A SABIC também  apresenta grades de resinas desenvolvidas especificamente para atender aos padrões e tendências do setor, tais como biocompatibilidade e de desempenho em processos de esterilização.

Outro destaque da SABIC na exposição são as aplicações de dispositivos médicos, as quais demonstram como seus materiais estão elevando o nível dos projetos, de desempenho, de sustentabilidade e de facilidade no uso destes dispositivos. Algumas destas aplicações incluem um colimador de raios-X usando o composto LNP* Thermocomp* HSG e uma câmara de isolamento fabricada com a resina Ultem*. Estes materiais podem ajudar os clientes a obter vantagens competitivas em todo o mundo.

Todas as resinas de alto desempenho dedicadas à indústria médica e odontológica da SABIC são amparadas por uma política global de produtos para cuidados com a saúde. Isto assegura aos OEMs a confiança de que os materiais utilizados no desenvolvimento de seus dispositivos podem atender às normas globais do setor e estão sendo formulados de modo consistente, assim como são pré-avaliados quanto à sua biocompatibilidade.

Fonte: SABIC-IP

Curta nossa página no

Novo processo de injeção da Mecaplast pode reduzir em até 50 % o peso de peças plásticas automotivas

22/06/2012

Estrutura de uma peça com espuma

A Mecaplast, empresa fornecedora de componentes automotivos plásticos com sede em Mônaco e com fábricas na França e outros países europeus, Turquia, Brasil, México, China e Índia, acredita que pode reduzir o peso de peças automotivas interiores e exteriores entre 30 a 50%, usando uma tecnologia de moldagem por injeção recém-patenteada, em combinação com novos compostos de polipropileno.

A Mecaplast está prestes a embarcar em um projeto patrocinado pelo governo francês, batizado de Plume, para industrializar o processo, o qual é baseado em uma combinação de núcleos (machos) móveis no molde, um agente químico de expansão e cargas leves para reforço. O projeto começa em setembro, terá a duração de dois anos e um orçamento total de € 2,4 milhões.

O projeto também vai envolver a participação de várias outras empresas francesas: o produtor de compostos Sumika Polymer Compounds (uma empresa do grupo Sumitomo); o fabricante de moldes Cero; o laboratório de pesquisa de ciência de polímeros IMP da Universidade de Saint-Etienne, e o Cemef, laboratório de pesquisa associado ao CNRS, com experiência em simulação de processos.

“A Incorporação de peças feitas pelo processo Plume poderia levar a uma redução total do peso de veículos entre 5 a 7 kg”, diz Elsa Germain, Engenheira de Pesquisa e Inovação da Mecaplast. “Isso vai ter um importante efeito na redução do consumo de combustível, resultando em uma queda de emissões de dióxido de carbono em torno de 0.5-0.7g/km”

O processo é similar ao já usado no Japão para a produção de peças utilizadas por empresas automotivas tais como Honda e Toyota. No entanto, esse processo tem algumas limitações, especialmente em termos de acabamento de superfície, uma vez que as peças são feitas de polipropileno com carga de talco. O processo  Plume vai usar compostos recém-desenvolvidos contendo pouca ou nenhuma quantidade de talco.

Em vez disso, eles incorporam novas cargas para reforço, que não só resultam em uma melhor qualidade superficial, mas também ajudam a reduzir o peso da peça em até 7%, sem perda de propriedades mecânicas. Compostos com várias cargas serão testados durante o projeto Plume.

Os novos compostos, que são baseados em copolímero de impacto de Polipropileno e serão desenvolvidos exclusivamente para a Mecaplast, também têm propriedades de escoamento muito boas. O Índice de fluidez é superior a 50 g/10 min. Isto é uma fator crítico para o sucesso do processo Plume.

No processo Plume, o material é injetado em um molde cujas paredes móveis estão inicialmente em uma posição projetada para a frente. Depois que todo o material é injetado e a camada superficial da peça se solidifica, as paredes do molde se retraem. Isto reduz a pressão na cavidade do molde e o agente de expansão químico, até então dissolvido na massa fundida, sai da solução nas áreas da peça que ainda estão fluidas para criar uma estrutura celular que preenche o novo espaço criado. O processo de formação de espuma por si só (independentemente da formulação do composto) permite uma redução de peso na peça de pelo menos 30%, em comparação com uma peça convencional sólida.

O Cemef vai estudar a reologia do material fundido e os seus efeitos sobre o processo e irá também realizar a análise das microestruturas criadas pela formação de espuma. O IMP-UJM vai avaliar o comportamento mecânico de peças feitas sob várias condições.

A Mecaplast planeja experimentar o processo em dois componentes automotivos: uma guarnição interna do porta-malas  e moldagens exteriores do beltline. As moldagens do beltline serão produzidas em duas versões: uma com uma superfície granulada, que não necessita de pintura, e outra que poderá ser pintada.

Fonte: Mecaplast

Curta nossa página no

Romi oferece máquinas injetoras revisadas com garantia.

20/06/2012

A Romi está disponibilizando a seus clientes a comercialização de máquinas-ferramenta e injetoras seminovas. Responsável por essa iniciativa, a nova Unidade de Negócios da Companhia está pronta para atender aos clientes, oferecendo máquinas revisadas / reformadas com garantia do fabricante.

Com isso, os clientes Romi passam a dispor de uma linha de produtos seminovos de alta qualidade e confiabilidade, a preços competitivos e com garantia. O processo de revisão da máquina é realizada por profissionais da própria fábrica, que utilizam somente peças originais. Os clientes contam, ainda, com a possibilidade de instalação de itens opcionais novos. Segundo o diretor da nova unidade de Serviços, Ivan Machado, “a Romi observou essa necessidade do mercado e se estruturou com excelência para atendê-la. Nossos clientes conhecem a experiência da Romi em desenvolver máquinas de qualidade e apresentar um suporte ágil aos nossos clientes”.

 “Nossa experiência propicia ainda a entrega desses equipamentos em condições ideais para a produção. Essas máquinas são uma alternativa para clientes que desejam adquirir um produto com qualidade e alto desempenho, com preço diferenciado e garantia direta do fabricante”, completa Machado.

Fonte: Romi

Curta nossa página no

Decisão do MP abre espaço para retorno das sacolas plásticas aos supermercados de São Paulo

20/06/2012

Com decisão, supermercados devem voltar a distribuir sacolas plásticas em respeito ao Código de Defesa do Consumidor

O Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo decidiu por unanimidade nesta terça-feira, 19 de junho, que o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que limitava o direito do consumidor em receber gratuitamente as sacolas plásticas, não é válido. Com a decisão, os estabelecimentos devem voltar a distribuir as sacolinhas em cumprimento ao Código de Defesa do Consumidor.

A petição contra a homologação do TAC foi uma ação movida pela Plastivida Instituto Sócio Ambiental dos Plásticos, pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Idecon) e pelo terceiro interessado SOS Consumidor.

Com isso em vista, os estabelecimentos comerciais que deixarem de distribuir as sacolas gratuitamente, pelas quais a população já paga e têm o preço embutido nos produtos, correm o risco de serem acionados pelos órgãos de defesa do consumidor, mediante denúncia. “As pessoas que se sentirem lesadas devem procurar os órgãos de defesa do consumidor e o próprio Ministério Público”, afirma Miguel Bahiense, presidente da Plastivida.

“O Conselho Superior do MP entendeu que existe um descompasso muito grande e que o ônus na não distribuição das sacolas plásticas está recaindo apenas sobre os consumidores. Na visão do órgão, essa situação precisa ser revertida o quanto antes”, finaliza Jorge Kaimoti Pinto, advogado da Plastivida.

Fonte: Plastivida

Curta nossa página no

Interplast 2012: Kiefel apresenta linha Speedformer para produção de componentes termoformados

15/06/2012

Para a Interplast 2012, a Kiefel do Brasil, empresa líder em projetos e manufatura de máquinas para processamento de materiais laminados plásticos, preparou muitas novidades. Quem passar pelo estande da empresa vai poder conferir a nova linha Speedformer, para a indústria de embalagens, que reduz os custos da produção de componentes termoformados em 10%.

 O Speedformer KMD 80 recupera a energia e, dependendo do material, a velocidade operacional chega a 65 ciclos por minuto. Além disso, conta com diminuição do consumo de material e um sistema inovador de transporte de filme.

Outra novidade é a linha KTR, de termoformadoras com mesas basculantes. Sistema de empilhamento de custo eficiente e livre de desgaste, indicado para indústria de alimentos, pode ser integrado as máquinas já existentes, alcançando 45 ciclos por minuto. Com uma ampla linha de produtos, a Kiefel ainda leva para a feira máquinas de solda para indústria médica, máquinas termoformadoras para indústria de refrigeradores e máquinas e dispositivos para indústria automotiva.

Sobre a Kiefel

A Kiefel GmbH é membro do grupo alemão Brückner, que atua no ramo do estiramento de filmes e também fornece equipamentos para a fabricação de filmes e chapas. A Kiefel fornece para importantes fabricantes de vários setores, como indústrias automotivas, tecnologia médica, refrigeração e embalagem. Com sede na Alemanha, a empresa possui subsidiárias de vendas e centros de serviço nos Estados Unidos, França, Holanda, Rússia, China e Brasil, além de vendedores associados em mais de 60 países.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Interplast 2012: Körper apresenta unidades de água gelada e chillers com trocadores a placas

15/06/2012

Quem passar pelo estande da Körper, na Interplast 2012, vai poder conferir a novidade que a empresa preparou para o evento: as unidades de água gelada e chillers com trocadores a placas. Indicadas para processos industriais onde o circuito de água é fechado e a variação de temperatura não deve ultrapassar 1°C. Mais compactas que um equipamento convencional, as unidades podem ser fornecidas com capacidades entre 5.000 kcal/h e 540.000 kcal/h.

Outra linha que também vai estar na feira é a de termoreguladores, que reúne num mesmo equipamento os benefícios de uma unidade de água gelada e de um termoregulador. Por conta disso, proporciona ao processo produtivo o controle preciso das temperaturas de aquecimento e refrigeração. Os termoreguladores da Körper operam com duas saídas de água, sendo a variação de água gelada de 5°C a 25°C e de água quente de 10°C a 90°C.

Sobre a Körper

Há 26 anos no mercado de resfriamento de água industrial, a Körper atende aos mais complexos projetos de engenharia de resfriamento. Com investimentos constantes em novas tecnologias, a empresa desenvolve equipamentos com maior eficiência energética e adequados à nova demanda do mercado, que pede produtos sustentáveis e com menor impacto ambiental. A empresa também presta serviços de manutenção preventiva, assistência técnica e reposição de componentes para todos os tipos de equipamentos de resfriamento, sejam eles Körper ou de outros fabricantes.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Interplast 2012: Ineal expõe linha de equipamentos periféricos.

15/06/2012

Desde 2004, quando participou pela primeira vez da Interplast, a Ineal Equipamentos Periféricos tem marcado presença em todas as edições da feira. Em 2012, a empresa traz para o seu estande uma amostra de toda a sua linha de equipamentos. Entre os destaques, está o dosador gravimétrico DPG-200/4, que possui uma excelente relação custo x benefício para trabalhar como central de mistura ou sobre a máquina transformadora, com dosagens precisas para materiais granulados ou moídos.

Outro equipamento é o desumidificador da linha SDI, líder nacional no seu segmento. Indicado para secagem contínua de qualquer tipo de matéria-prima higroscópica, atua automaticamente por meio de comando digital com a temperatura de secagem regulada individualmente no silo de secagem, o que permite flexibilidade e economia de energia.

A Ineal também leva para a feira o moinho de baixa rotação, esteira de transporte com separador de galhos, dosador volumétrico para baixos percentuais de dosagem, secador alimentador da linha SA e a melhor solução em sistemas de controle para a linha de extrusão de filme, o dosador Easy Batch, de altíssima precisão, para controle grama/metro.

Sobre a Ineal

Fundada em 1990, a Ineal está localizada em Santo André/SP e conta com fabricação 100% nacional de seus produtos. Fabrica equipamentos periféricos para os mais variados processos de transformação de plástico: injeção, sopro, extrusão de filme, extrusão de mono e multi filamentos, extrusão de tubos e perfis, extrusão de chapas, extrusão de fios e cabos, rotomoldagem, entre outros. A empresa trabalha com uma linha completa de automação, na parte de alimentação, dosagem, secagem, desumidificação, moagem, pesagem, transporte e armazenagem de materiais plásticos nas mais diferentes formas.

Fonte: MesseBrasil

Curta nossa página no

Feira K 2013 em Düsseldorf desperta grande interesse entre expositores do setor de plásticos e borracha.

14/06/2012

Demanda por espaço de exposição tem aumento acentuado 

Depois que o prazo de inscrição oficial para a feira de 2013 se encerrou no final de maio, verificou-se que todas as grandes empresas internacionais da indústria de plásticos e borracha estarão participando da próxima feira K, que ocorrerá em outubro do próximo ano. A demanda por espaço em stands aumentou consideravelmente e inúmeros expositores querem causar um maior impacto na feira. Todos os 19 pavilhões de Exposições da Messe Düsseldorf estarão totalmente ocupados.

Para Werner M. Dornscheidt, Presidente e CEO da Messe Düsseldorf, o grande interesse de todo o setor confirma o excelente status da feira K de Düsseldorf. “A K 2013 nos dará uma visão completa de um mercado mundial em mudança e nós podemos ficar na expectativa de um grande número de inovações impressionantes. Sabemos que muitos dos nossos expositores já estão trabalhando a todo vapor em seus novos produtos e apresentações. Düsseldorf será uma poderosa fonte de inspiração para mundo dos plásticos e borracha! “

Cerca de 3.000 empresas expositoras estarão participando da K 2013, de 16 a 23 de outubro e apresentarão seus produtos e serviços para os visitantes vindos de todo o mundo, nas áreas de

  • Máquinas e equipamentos para indústria de plásticos e borracha
  • Matérias-primas e auxiliares
  • Produtos semi-acabados, peças técnicas e plásticos reforçados

Fornecedores da Alemanha, Itália, Áustria, Suíça e EUA serão de novo fortemente representados, enquanto que o número de fabricantes asiáticos de China, Taiwan e Índia mais uma vez aumentará.

“K faz a diferença” é o lema do próximo evento. A K Düsseldorf é um barômetro de tendências e fórum de inovação para todo o setor, com os debuts, a cada três anos, dos desenvolvimentos e tecnologias otimizadas mais recentes. As exibições das empresas serão complementadas por um programa especial intitulado “Plásticos movem o mundo”. Este é o lugar onde os aspectos do tema da mobilidade será abordados – tudo, desde design “leve” na construção de veículos, aeronaves e navios, e eletromobilidade, mobilidade individual e o moderno comportamento de lazer.

Fonte: Messe Düsseldorf

Curta nossa página no

Reciclagem de PET apresentou forte crescimento em 2011.

13/06/2012

Brasil consolida posição entre os líderes mundiais da atividade

O Brasil mantém a sua posição entre os líderes da reciclagem de PET no mundo. Em 2011, o País deu a destinação correta a 294 mil toneladas de embalagens de PET pós-consumo, o que representa 57,1% das embalagens descartadas pelo consumidor. Os números do 8.º Censo da Reciclagem do PET no Brasil, divulgados pela Associação Brasileira da Indústria do PET (Abipet), durante a Rio + 20, também trazem outros dados animadores.

Os detalhes foram apresentados durante a I Conferência Internacional da Indústria do PET, realizada no Hotel Renaissance, em São Paulo, entre 11 e 12 de junho. O evento reuniu mais de 340 participantes de 21 países, entre produtores de resina, recicladores, fabricantes e usuários da embalagem, máquinas e equipamentos, ao lado de consultores e especialistas internacionais, que falaram das principais tendências deste mercado.

Números mostram crescimento

O volume total reciclado em 2011 corresponde a um aumento de 4,25% em relação às 282 mil toneladas recicladas em 2010. Esse índice é mais do que o dobro do crescimento registrado na produção de novas embalagens, que mesmo enfrentando a crise mundial, foi de 2% em 2011. Atualmente, com faturamento de R$ 1,2 bilhão, a reciclagem responde por mais de um terço de todo o faturamento da indústria do PET no Brasil.

“Isso mostra que, apesar das dificuldades em relação à coleta seletiva, o trabalho da indústria, no sentido de gerar demanda para o PET reciclado, contribui fortemente para o desenvolvimento da atividade”, afirma o presidente da Abipet, Auri Marçon. “Além disso, coletamos, reciclamos e aplicamos o material reciclado em nosso próprio território. Não exportamos as embalagens pós-consumo, como fazem algumas nações desenvolvidas, que têm bons sistemas de coleta, mas enviam seus resíduos sólidos urbanos para serem reciclados em países em desenvolvimento”, afirma.

Destinação do PET reciclado

O mercado têxtil continua sendo o principal destino de todo do PET reciclado no Brasil. O setor responde pelo uso de aproximadamente 40% de todo o material. O segundo lugar, com 18% cada um, é dividido entre os setores de embalagens e o de aplicações químicas. “A indústria têxtil continua sendo a grande aposta, mas nos chama a atenção o fantástico crescimento da utilização do PET reciclado na fabricação de uma outra embalagem, o chamado bottle-to-bottle, que teve vários projetos lançados nos últimos dois anos”, destaca Marçon.

O potencial de todos esses mercados é confirmado pelos 409 recicladores entrevistados. Desses, 42% afirmam que o setor têxtil continuará apresentando o maior crescimento na utilização do PET reciclado. Para outros 33%, as embalagens de alimentos representam o segmento mais promissor para a reciclagem do PET. A novidade é que 8% desses recicladores acreditam que as aplicações técnicas para o mercado automotivo ganharão destaque nos próximos anos.

Fonte: Abipet / WN & P Comunicação

Curta nossa página no

Interplast atrai expositores e visitantes internacionais e reúne tecnologias e lançamentos.

11/06/2012

Presidente do Simpesc aponta aspectos que contribuem com o desenvolvimento do setor.

Entre os dias 20 e 24 de agosto de 2012, acontece, nos pavilhões da Expoville, em Joinville/SC, a 7ª edição da Interplast – Feira e Congresso de Integração da Tecnologia do Plástico. Considerada a mais importante feira da América Latina desse segmento, em 2012, a Interplast é referência por reunir expositores e visitantes de mais de 20 países, que compartilham o que há de mais moderno e inovador em produtos e serviços para o segmento plástico.

Realizada pelo Sindicato da Indústria de Material Plástico no Estado de Santa Catarina (Simpesc) e organizada pela Messe Brasil, a feira é um importante canal de relacionamento e negócios para o segmento e abrange empresas de todos os portes, no momento econômico de crescimento desse segmento. “Para fortalecer o setor plástico continuamente é necessário promover o crescimento dos segmentos demandantes, desonerar o investimento, reduzir o custo de capital e melhorar a qualidade de como os tributos são cobrados. Com um apoio maior à pesquisa e inovação e criação de excelência para formação da mão de obra, o setor pode e vai crescer muito”, acredita Albano Schmidt, presidente do Simpesc.

Ele aposta na Interplast como evento esperado pelo o setor plástico, por propiciar às empresas uma excelente oportunidade de se aproximar de seus clientes, apresentando novidades, lançando produtos e divulgando soluções. “A presença em um evento desse porte consolida a marca e fortalece a empresa diante de seu público-alvo”, acrescenta.

Estrategicamente realizada em Joinville, cidade localizada na região que é um dos maiores polos do plástico e corredor comercial da América Latina, a Interplast facilita o contato entre os profissionais e empresas da área e contribui para o desenvolvimento do setor. Em sua última edição, reuniu 500 expositores e recebeu 25 mil visitantes, vindos de 19 países e 23 estados brasileiros. Em 2012, além dos expositores nacionais, empresas de países como Alemanha, Canadá, China, EUA e Taiwan já confirmaram participação na feira.

Simultaneamente à Interplast, acontecem a primeira edição da EuroMold Brasil – Feira Mundial de Construtores de Moldes e Ferramentas, Design e Desenvolvimento de Produtos, e o Cintec 2012 Plástico – Congresso de Inovação Tecnológica.

Fonte:  MesseBrasil

 

Curta nossa página no

Coca-Cola, Procter & Gamble, Ford Motor, Heinz e Nike criam grupo colaborativo para desenvolver PET 100 % de base biológica

07/06/2012

Coca-Cola, Ford Motor Company, HJ Heinz Company, NIKE, Inc. e Procter & Gamble anunciaram a formação de um grupo de trabalho colaborativo estratégico (PTC)na tecnologia de PET à base de plantas, voltado para a aceleração do desenvolvimento e utilização,  nos seus produtos, de materiais e fibras PET integralmente derivados de plantas. O PET, também conhecido como tereftalato de polietileno, é um plástico durável e leve que é usado por todas as empresas-membro em uma variedade de produtos e materiais, incluindo garrafas de plástico, vestuário, sapatos e tecidos e tapetes de automóvel.

O grupo colaborativo se desenvolverá a partir do sucesso da tecnologia da embalagem PlantBottle ™ da Coca-Cola, que é parcialmente feita de plantas e tem demonstrado um menor impacto ambiental quando comparada com garrafas plásticas de PET tradicionais. Atualmente, a Heinz licencia a tecnologia da Coca-Cola para algumas garrafas de ketchup Heinz nos EUA e no Canadá.

Este novo grupo colaborativo foi formado para apoiar novas tecnologias, num esforço para desenvolver o material que hoje é parcialmente feito a partir de plantas para uma solução 100% à base de plantas. Ao alavancar os esforços de pesquisa e desenvolvimento das empresas fundadoras, o grupo PTC está assumindo a liderança no sentido de estimular uma mudança positiva em vários setores industriais, empenhando-se em pesquisar e desenvolver soluções comerciais para o plástico PET obtido inteiramente a partir de fontes biológicas. O grupo também terá como objetivo impulsionar o desenvolvimento de metodologias e normas comuns para o uso do PET à base de plantas, incluindo análises de ciclo de vida e terminologia universal.

O PET à base de plantas pode ser produzido a partir de várias fontes, incluindo cana de açúcar, beterraba de acúcar, milho, sorgo e mandioca. Mas um dos objectivos do grupo colaborativo é pesquisar fontes não alimentícias que atendam aos critérios de sustentabilidade estabelecidos.

“Os combustíveis fósseis como o petróleo tem impactos significativos sobre a biodiversidade do planeta, clima e outros sistemas naturais”, disse Erin Simon, diretor sênior do Programa de Embalagem para o World Wildlife Fund (WWF). “A gestão sustentável dos nossos recursos naturais e a descoberta de alternativas aos combustíveis fósseis são imperativos tanto empresariais como ambientais. É encorajador ver essas empresas líderes usando a sua influência no mercado para reduzir a dependência de plásticos baseados em petróleo. Esperamos que outras empresas sigam seu exemplo.”

“O grupo colaborativo oferece uma excelente oportunidade para se trabalhar usando um novo modelo de negócios para a Procter & Gambler no estabelecimento de parcerias com empresas-líderes, não concorrentes, de produtos de consumo”, explicou Ed Sawicki, Diretor Adjunto de Desenvolvimento de Negócios Globais da Procter & Gamble. “É nossa expectativa de que isso permitirá que a P & G avance no uso comercial do PET à base de plantas de modo significativamente mais rápido, a um custo muito menor e com maior qualidade.”

A criação do grupo colaborativo PTC representa um compromisso dessas empresas de marcas líderes em promover e apoiar a pesquisa, ampliar o conhecimento e acelerar o desenvolvimento de tecnologia para tornar possível o PET 100% derivado de plantas, comercialmente viável, obtido de fontes mais sustentáveis e ao mesmo tempo reduzir o uso de combustíveis fósseis.

Fonte: Coca Cola / Procter & Gamble

Curta nossa página no

Interplast 2012: Battenfeld lança injetora Macropower de 400 toneladas de força de fechamento durante a feira.

07/06/2012

Presente na Interplast desde a primeira edição, a Battenfeld do Brasil lançará na edição 2012 da feira a injetora Macropower 400/3400,  de 400 toneladas de força de fechamento. Ironi Fernandes, diretor geral da Battenfeld do Brasil, diz que o equipamento destina-se à produção de peças médias e maiores com diferenciais como a integração com periféricos e distâncias entre colunas, permitindo o uso de moldes de grandes dimensões. “A excelente aceitação no mercado leva em conta atributos como a economia de energia elétrica, precisão e repetibilidade”, acrescenta.

A empresa apresenta ainda na feira a máquina elétrica Ecopower, de 55/130 com acionamento servo-drive na bomba, o que reduz o consumo de energia durante o processo de injeção. “A máquina ECOPOWER apresenta sistema BFMOLD™, também conhecido com VARIOTHERM, que permite aquecer e resfriar o molde rapidamente durante o ciclo de injeção, resultando uma superfície com excelente acabamento e brilho”, explica o diretor.

A Battenfeld do Brasil leva ainda para a feira uma série de periféricos como alimentadores, dosadores e aquecedores de molde, todos voltados para a indústria de transformação de plásticos.

Sobre a Wittmann Battenfeld

A Wittmann Battenfeld é fabricante e fornecedora global de injetoras de plástico, robôs e periféricos destinados à indústria de transformação de plásticos, com sede na Áustria e unidade no Brasil.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Interplast 2012: Incoe leva para a feira tecnologias de câmara quente e controladores

05/06/2012

A fabricante de sistemas de câmara quente e controladores Incoe, leva para a feira Interplast a tecnologia dos produtos disponíveis para injeção de plástico, a exemplo do primeiro sistema de bucha quente patenteado do mercado. “Os sistemas de câmara quente e controladores Incoe®, desde buchas quentes até aplicações de múltiplas cavidades de resinas de engenharia e commodities, são projetados para a injeção precisa da resina, por meio de performance confiável e custo compatível nas mais variadas aplicações”, explica Michael Rollmann, gerente geral da Incoe Brasil.

A empresa leva para a feira o Direct-Flo™ Gold para aplicações técnicas com pesos de ciclo de até 9000g; micro série pesos de ciclo de até 20g; seis categorias padrão de buchas com 14 opções padrão de ponteiras; Twin Heater (resistências de duplo filamento) e resitências multi-zona para buchas longas; sistemas unitizados a prova de vazamentos e sistemas Hot Half completos; sistemas multi-material e multi-componente; controladores de temperatura, sequencial e valvulado; sistemas valvulados hidráulicos e pneumáticos; filtros e bicos para máquina injetora.

Sobre a Incoe

Desde 1958 a Incoe® fabrica sistemas de câmara quente desenvolvidos para melhoria da produtividade das indústrias e conta com a patente original da primeira bucha quente comercializada no mercado. Dispõe de variada gama de buchas e manifolds, sistemas pré-ligados, hot halves completas e tecnologias de controle avançadas. Fornece sistemas otimizados e adaptados para aplicações nos mercados de utilidades, automotivo, eletrônico, acessórios médicos, embalagens e peças técnicas. Conta com rede de representantes em mais de 35 países e instalações próprias nos EUA, Alemanha, Brasil, China, Hong Kong e Cingapura.

Fonte: MesseBrasil

Curta nossa página no

Interplast 2012: Cintec Plásticos estimula o debate e a busca por novas tecnologias para o setor

05/06/2012

Focalizado na disseminação do conhecimento e inovação, o Cintec 2012 Plásticos – Congresso de Inovação Tecnológica tem 20 palestras técnicas e seis minicursos em sua programação. O evento aborda linhas temáticas de gestão, meio ambiente, reciclagem, matéria-prima, máquinas e processos, e moldes e ferramentas, e deve reunir empresários, especialistas e estudantes para debater tendências, novas tecnologias e soluções para o setor plástico.

A palestra de abertura, que acontece no dia 20 de agosto, será ministrada por José Ricardo Roriz Coelho, presidente da Vitopel, empresa fabricante de filmes para embalagens flexíveis, e da Associação Brasileira da Indústria de Plástico (Abiplast). Com mais de 25 anos de atuação na indústria de transformação, Roriz Coelho abordará em sua apresentação o mercado do material plástico sob a ótica do conhecimento e da sustentabilidade.

Promovido pela Sociedade Educacional de Santa Catarina (Sociesc), o Cintec construiu uma história de sucesso, ao longo dos 12 anos de sua realização. Os números acumulados pelo congresso nesse período demonstram a dimensão do evento. Até aqui já são 7.900 congressistas, 600 palestrantes e 780 horas de conhecimento.

Neste ano, o Cintec Plásticos acontece entre os dias 20 e 24 de agosto, na Expoville, em Joinville/SC. Os minicursos serão realizados na Sociesc, no Campus Marquês de Olinda.

Confira a programação:

Palestras técnicas

Local: auditório da Expoville

20.08.2012

19h30 – O mercado do material plástico sob a ótica do conhecimento e da sustentabilidade – José Ricardo Roriz Coelho, Abiplast

21.08.2012

14h30 – Consumo consciente – Miguel Bahiense, Plastivida

15h15 – Ciclo de vida: materiais convencionais x biodegradáveis – João Carlos de Godoy Moreira, Biomater Eco-Materiais

16h – Biopolímeros: suas aplicações e destinos – Walcinyr Bragatto Neto, Cargill

17h – Utilização de plástico reciclado no setor industrial – André Savioli, Rhodia

17h45 – Rede de serviços tecnológicos do Sibratec para o setor de transformados plásticos – Gustavo Domeneghetti, Sociesc

22.08.2012

14h30 – Propriedades de combustão de formulações de PVC – Antonio Rodolfo Jr, Braskem

15h15 – Plásticos de alto desempenho para aplicações na indústria aeroespacial e de petróleo e gás – Edras Oliveira, Sabic

16h – Polímeros de alta performance para aplicações em sistemas de energia – Guert Ruecker, Ticona

17h – Plásticos de alto desempenho e ultrapolímeros em aplicações de atrito/abrasão nas indústrias automotiva, mecânica e petroquímica – Felipe Albuquerque Medeiros, Solvay

17h45 – Substituição de metais por plásticos de engenharia na indústria automobilística – Cesar Marelli, Sabic

23.08.2012

14h30 – Eficiência energética no processo de injeção – Kai Wender, Arburg

15h15 – Projeto de roscas – Domingos Paiva, AX Plásticos

16h – Sistemas de secagem de matéria-prima – novas tecnologias – Federico Bugno, Moretto

17h – Novos sistemas de refrigeração e controle termográfico para peças injetadas – Marcos Cardenal, Battenfeld

17h45 – Desenvolvimentos em sistemas de alimentação automáticos – Eder Nunes, Zeppelin Systems

24.08.2012

14h30 – Inovações em aços para moldes de plásticos – Rafael Agnelli Mesquita, Villares Metals

15h15 – Revestimento PVD e nitretação sob plasma aplicados em ferramentas para conformação e corte a frio – Carlos Eduardo Pinedo, Heat Tech

16h15 – Desenvolvimento em projetos de moldes híbridos – Carlos Henrique Ahrens, UFSC

17h – Câmara quente (desmistificação, aplicação, projeto e manutenção) – Antonio Dias – Yudo

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.409 outros seguidores