Archive for the ‘Fornecedor’ Category

Desumidificador a vácuo da Maguire promete aumento de produtividade de operações de moldagem

11/02/2014
  • Equipamento promete aumento de produtividade da moldage, superando expectativas de velocidade, produção e partida a frio.
  • Desumidificador Maguire® VBD™ 150 produz resina pronta para o processo em apenas 35 minutos e possui novos recursos que aumentam ainda mais a produção e reduzem o tempo de limpeza e manutenção.
Maguire_Desumidificador

O desumidificador a vácuo VBD™, mostrado com o funil de extensão que aumenta a produção em 25%. Componentes de cima para baixo incluem: carregador, extensão do funil, funil de aquecimento (com pellets de resina visíveis dentro), recipiente a vácuo e funil de retenção/retirada.

A demonstração em escala de produção extensiva  com uma ampla gama de resinas demonstrou que um novo tipo de desumidificador de resina a vácuo, lançado pela Maguire Products, Inc. há menos de um ano, possui uma produtividade ainda maior do que a originalmente especificada, atingindo a desumidificação necessária em apenas 35 minutos após a partida a frio, anunciou a empresa hoje.

De acordo com B. Patrick (Pat) Smith, vice-presidente de marketing e vendas da Maguire, o desumidificador a vácuo Maguire® VBD™ 150, originalmente classificado para uma produção de até 68 kg por hora, supera facilmente 90 kg por hora com materiais higroscópicos como ABS, acrílico, nylon, policarbonato, polieterimida e PBT. A capacidade do desumidificador de entregar resina pronta para o processo em pouco mais de meia hora é nítida em relação ao desumidificador dessecante convencional, que leva até quatro horas para fazer a resina sair do início a frio para uma condição de prontidão para moldar produtos comercializáveis.

Melhorias de produtividade adicionais estão disponíveis com dois novos recursos para o desumidificador: 1) um mecanismo “EasySlide” que permite que o recipiente a vácuo deslize para fora proporcionando acesso imediato para limpeza; 2) uma extensão opcional do funil, cuja capacidade de 0,028 m3 amplia a produção do secador em 25%.

“O desumidificador a vácuo é seis vezes mais rápido que os sistemas dessecantes, o que não só torna possível partidas a frio muito mais curtas, mas também reduz o risco de degradação do material, pois a resina é exposta a temperaturas elevadas por 80% menos tempo”, disse o Sr. Smith. “Essa notável velocidade de desumidificação é atribuível a um método muito mais eficiente de extração de umidade de pellets de resina — muito mais eficiente, os desumidificadores a vácuo reduzem o consumo de energia em até 60% em comparação aos desumidificadores dessecantes”.

O desumidificador a vácuo VBD utiliza a gravidade para mover o material através de três recipientes dispostos verticalmente, com a descarga de material de um recipiente ao próximo controlada por válvulas-gaveta corrediças. De cima para baixo, os recipientes incluem um funil de aquecimento que coloca a resina na temperatura desejada; um recipiente a vácuo, no qual o vácuo reduz o ponto de ebulição da água, fazendo a umidade dentro dos pellets se vaporizar e ser expelida do pellet para um ambiente de baixa pressão em torno dele; e um funil de retenção/retirada pressurizado que é continuamente purgado por um desumidificador a ar de membrana para manter o nível desejado de desumidificação até que o material seja descarregado. Esse sistema elimina a maioria das peças móveis, especialmente o mecanismo do carrossel indexador de três estações do desumidificador a vácuo Maguire® LPD™ lançado em 2000.

O novo recurso EasySlide envolve o recipiente a vácuo, que desliza para fora no estilo de uma gaveta e é mantido de forma segura nessa posição durante a limpeza. O recurso proporciona acesso ao funil de retenção, bem como o recipiente a vácuo.

Fonte: Martino Communications

Curta nossa página no

Anúncios

Wittmann do Brasil estréia na Plastech Brasil com expectativa de 20% de crescimento

20/08/2013

Wittman_PlastechA Wittmann do Brasil, localizada em Campinas (SP), é filial comercial do Grupo Wittmann-Battenfeld, sediado em Viena, na Áustria. Contando com 10 colaboradores diretos e uma rede de representantes e assistência técnica em diversos estados brasileiros, a empresa estreia na Plastech Brasil com projeção de avanço em 2013.

Segundo o diretor Reinaldo Militto, a expectativa de crescimento em 2013, é de 20% em relação ao ano de 2012 e seus investimentos estão focados na expansão do mercado. Os principais produtos são: robôs, alimentadores, termorreguladores, dosadores volumétricos e gravimétricos, desumidificadores, medidores de fluxo e projetos de sistemas de alimentação, orientados ao segmento de transformação de plásticos.

“A Wittmann do Brasil está participando pela primeira vez da Plastech, pois acredita que a feira aproximará seus produtos do seu público-alvo, fortalecendo um contato direto com clientes, reforçando a marca no Rio Grande do Sul e  permitindo-lhe maior participação no mercado gaúcho”, avalia Militto.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plastech Brasil

Curta nossa página no

Grupo alemão Kreyenborg vende negócios na área de polímeros para americana Nordson

22/07/2013

Grupo Kreyenborg quer garantir perspectivas de negócios a longo prazo

A americana Nordson Corporation adquiriu duas das cinco empresas do Grupo Kreyenborg de engenharia, tecnologia de automação e software, sedidada em Muenster, na Alemanha. Os diretores Jan-Udo Kreyenborg e Theodor Bruckmann venderam sua participação na Kreyenborg GmbH, empresa que fabrica trocadores de tela e filtros de material fundido, assim como na empresa BKG Bruckmann & Kreyenborg GmbH, que fornece tecnologia especial de processamento para a produção de pellets de plástico de alta qualidade. Eles se retiraram da gestão dessas empresas. Os gestores de negócios das duas empresas, Jan Hendrik Ostgathe e Ralf Simon, que já trabalhavam nas empresas como diretores, vão continuar na equipe de gerenciamento das Kreyenborg GmbH e da BKG após a transferência do controle acionário da empresa.

O realinhamento com a empresa de engenharia mecânica Nordson, de Westlake, Ohio, nos Estados Unidos, é, segundo informações da Kreyenborg, necessário para a segurança corporativa de longo prazo das duas empresas em mercados mundiais fortemente modificados. No longo prazo, um fabricante de médio porte precisa de um forte presença global para se manter competitivo com os “big players”, especialmente na Ásia e na América do Norte. Pelo fato de serem empresas saudáveis, a Kreyenborg e a BKG tiveram a chance de negociar com os novos proprietários e foram capazes de alcançar um resultado bem-sucedido. A Nordson Corporation opera em mais de 30 países e possui uma forte posição financeira.

Em relação ao emprego dos 270 funcionários das duas empresas, que foram informados sobre a transação em um reunião na última quinta-feira (18 de julho), a situação permanece inalterada. As instalações de produção das duas empresas em Coermuehle e Hessenweg em Muenster foram arrendadas a longo prazo para a Nordson, por um prazo inicial de dez anos. A Nordson é um dos líderes globais da indústria, no segmento. Foi criada em 1954 e é uma empresa de engenharia familiar com mais de 5.000 funcionários e um volume de negócios anual de 1,5 bilhões de dólares americanos.

Fonte: Kreyenborg

Curta nossa página no

Clariant apresenta soluções inovadoras para o segmento de plásticos durante a Feiplastic 2013

29/05/2013

Clariant_320_feiplasticEntre os dias 20 e 24 de maio, aconteceu no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, a Feiplastic 2013 (Feira Internacional do Plástico). A Clariant, uma das líderes mundiais em especialidades químicas, aproveitou a realização do evento mais importante para o setor de plásticos na América Latina para o lançamento de novas soluções que buscam a inovação, com foco nas necessidades dos clientes, sem abrir mão da segurança dos usuários e do meio ambiente. Três unidades de negócios da empresa – Masterbatches, Pigments e Additives – estiveram presentes, divulgando o que possuem de mais avançado para o mercado.

Clariant promove linha completa de pigmentos com redução de halogênio

A Clariant Pigments é líder global no fornecimento de pigmentos orgânicos, preparações pigmentárias e corantes para a indústria do plástico. “São décadas de experiência, know how e foco nas necessidades dos clientes que imprimem em nossos produtos uma reputação de excelente desempenho técnico e alta qualidade, todos desenvolvidos em nossos próprios laboratórios“, explica Geraldo Ventola, Gerente da BU Pigments para a América Latina.

Para auxiliar seus clientes produtores de eletro-eletrônicos a atender à legislação cada vez mais rigorosa, a qual exige a minimização de substâncias indesejadas nesses aparelhos, a Clariant promoveu durante a Feiplastic seu portfólio de produtos LHC (Low Halogen Content). A linha é composta por 15 soluções que unem a redução de halogênio à alta performance. “A Clariant vem, cada vez mais, fortalecendo sua posição como fornecedora de pigmentos e corantes para aplicações críticas, apoiando seus clientes a cumprirem com os requisitos de sustentabilidade da indústria do plástico“, reforça Geraldo Ventola.

Também foram apresentados no evento dois corantes vermelhos com propriedades que visam o melhor resultado no produto final dos clientes. De acordo com a Clariant, o PV Fast Red HGR tem a vantagem de permitir sua mistura com o amarelo para a produção de tons de laranja limpos sem perder performance no resultado, garantindo boa solidez à luz e boa resistência térmica, o que representa uma opção de excelente custo-benefício. Já o PV Fast Red E4G, com um tom vermelho amarelado, chega para completar a linha à base de Quinacridona, que reúne pigmentos nobres de alta performance com alta solidez à luz e alta resistência térmica, uma solução indicada para todos os tipos de plásticos.

A Clariant levou também para a Feiplastic o lançamento PV Fast Green GNX, pigmento verde com alta perfomance em termos de dispersão. Segundo a empresa, esta solução possui tratamento físico que lhe concede o atributo de melhorar a dispersabilidade, contribuindo efetivamente com o desempenho aprimorado do processo produtivo.

Aditivos da Clariant agregam qualidades a materiais comuns

A Clariant Additives é uma das maiores fornecedoras do mercado de produtos para efeitos funcionais em plásticos com soluções inovadoras. A empresa produz um amplo portfólio de aditivos poliméricos, como antioxidantes, estabilizantes de processamento, estabilizantes à luz, agentes antiestáticos, ceras poliolefínicas, montânicas, amídicas e  retardantes de chamas não-halogenados. “A Clariant possui um portfólio de aditivos bastante amplo, capaz de atender todo o mercado com soluções de alta performance e agregando propriedades para melhoria dos processos produtivos de nosos clientes”, explica Paulo Ghidetti, Coordenador Técnico da Unidade de Negócios de Aditivos para a América Latina.

Durante a Feiplastic, a Clariant apresentou um lançamento global em sua linha de estabilizantes à luz: o Hostavin NOW™ para aplicação em filmes empregados na cobertura de estufas agrícolas – de acordo com a empresa, o produto consiste em uma solução personalizada de estabilizantes aos raios UV baseada em Amino Éter que proporciona um alto desempenho mesmo nas condições mais severas, superando em vários aspectos outros produtos padrão do mercado, como na resistência ao contato com defensivos agrícolas, prolongando a durabilidade dos filmes. O Hostavin Now™ é um produto inovador, tendo como base uma molécula desenvolvida pela Clariant, completamente diferente das existentes no mercado. A empresa afirma que ele oferece mais benefícios em relação a aditivos similares, como alta compatibilização com a resina, melhor distribuição e incorporação no filme plástico e isenção de propriedades organolépticas (como odor) durante o processamento.

Também foram destaques no estande da Clariant: o Hostavin N 845 PP,  um estabilizante à luz do grupo químico dos HALS, o qual, de acordo com a Clariant, é muito eficiente para a estabilização de poliolefinas e outros plásticos devido a sua alta compatibilidade e resistência à extração por água e detergentes;  e o Hostanox QB 1202, desenvolvido para estabilização térmica de processamento com alta eficiência na proteção dos plásticos durante esta estapa do processo, mantendo propriedades fundamentais, como fluidez e cor.

Comprometida com a preservação do meio ambiente,  a Clariant Additives dedica-se ao desenvolvimento de novos produtos baseados em matérias-primas oriundas de fontes renováveis, entre eles o  Licocare™ SBW11. Lançada recentemente, esta cera, utilizada no processamento de PVC, é produzida a partir de óleo de soja e modificada quimicamente.

Ainda dentro do portfólio de ceras, a Clariant também divulgou a linha de ceras de polipropileno e polietileno Licocene, desenvolvidas a partir de um processo exclusivo da companhia empregando nova tecnologia de catalisador. Tal inovação, de acordo com a empresa, permite atingir alta eficiência de dispersão de Pigmentos em super concentrados, usando combinações de Licocene como veículo (carrier) com várias vantagens, como menor inventário, produções mais curtas e economia de energia devido a temperaturas mais baixas de processamento.  Como um dos mais importantes fornecedores de ceras montânicas, a Clariant também realizou durante a feira a divulgação dos produtos Licomont® NAV101 e Licomont® CAV102, indicados como agente de nucleação para plásticos, como poliéster e poliamida, trazendo melhoria na fluidez durante o processo de extrusão  e na desmoldagem durante o processo de injeção.

Outro destaque na Feiplastic foi a linha completa de retardantes de chama totalmente livre de halogênios e metais pesados, ou seja, além de evitar a propagação da chama evita a emissão de gases tóxicos quando expostos ao fogo. Os produtos da linha Exolit® OP foram desenvolvidos especialmente para plásticos de engenharia e, de acordo com a Clariant, apresenta as seguintes vantagens: alta eficiência como retardante de chama; excelente propriedade elétrica em situações de curto-circuito (CTI 500-600 V); não interferência na coloração dos compostos empregados; manutenção de boas propriedades mecânicas nos plásticos de engenharia; baixa densidade aos plásticos de engenharia após sua adição; e alta estabilidade de temperatura para processamento.

Laboratório com foco no segmento têxtil de poliéster é novidade da Unidade de Negócios de Masterbatches

A Clariant Masterbatches  desenvolve soluções em concentrados de cor e aditivos, além de compostos técnicos, para a indústria de plásticos com performance e qualidade reconhecidas pelo mercado. “A combinação de nossa presença global e fortes parcerias locais nos tornou um dos maiores fornecedores do setor. Operamos mais de 50 unidades de produção em todo mundo“, declara Monica Ferreira, Diretora da Unidade de Negócios de Masterbatches para a América Latina. “Além de novidades em soluções, aproveitaremos a realização da Feiplastic para anunciar a ampliação do nosso  Laboratório para o Setor Têxtil, localizado em Suzano (SP), que terá como foco o desenvolvimento de soluções para aplicação em poliéster“, complementa a executiva.

As novas instalações do laboratório permitirão à Clariant reproduzir o processo de produção de seus clientes para a coloração de fibras de poliéster destinadas à fabricação de carpetes e para a confecção de tecidos para emprego nas indústrias automobilística e têxtil, conseguindo preparar soluções que atendam necessidades específicas desses produtores. “Nosso laboratório faz parte da ampla infraestrutura de centros de aplicacação da Clariant, com o objetivo de ofecer aos clientes um serviço diferenciado, garantindo confiabilidade no desenvolvimento dos projetos“, explica Rogério Zerino, Gerente de Masterbathes para o setor Têxtil na América Latina.

Durante a Feiplastic, a Clariant também promoveu sua linha de Masterbatches Líquidos, os quais, segundo a empresa, garantem excelente homogeneização e performance inigualável em relação à cor. O Master Líquido é fabricado por meio de uma dispersão de pigmentos em veículos líquidos, um tipo de formulação que traz inúmeros benefícios ao processo de extrusão ou injeção, por exemplo, possibilita uma troca de cor mais rápida e aumento da produtividade. Além disso, oferece outras vantagens à versão sólida, como a redução de custos com transporte e menor espaço para armazenamento, já que é apresentado de forma mais concentrada.  Por tratar-se de uma tecnologia ainda pouco explorada no mercado de masterbatches, a Clariant dispõe de uma equipe técnica altamente capacitada para treinar o cliente e assim obter o máximo proveito de suas vantagens.

Outro destaque na feira foi o produto CESA® Laser (Laser Marking) para marcação a laser. Trata-se de um aditivo que produz efeito térmico e fotoquímico na frequência de radiação de energia emitida por um  laser de alta definição, permitindo a marcação individualizada e permanente de todos os polímeros. E, ainda, a Clariant promoveu o Hydrocerol®, um agente de expansão química e agente de nucleação utilizado em diversos processos de transformação de termoplásticos que, em condições de temperatura controlada, libera gases formando estruturas celulares. Afirma a Clariant que a tecnologia do Hydrocerol permite reduzir custo, reduzir o peso da peça, melhorar o processo, reduzir o ciclo, corrigir empenamento e deformação, aumentar a rigidez relacionada ao peso, melhorar propriedades elétricas, além de garantir isolamento térmico e acústico em diversas aplicações, tais como  embalagens, produtos  de bens de consumo e aplicações automotivas e de construção.

A equipe da Clariant Masterbatches também divulgou durante a Feiplastic o ColorForward™ 2014, guia de previsão de tendências e cores publicado anualmente pela empresa com foco na indústria do plástico. O estudo é produzido pela rede global ColorWorks™ da Clariant e utiliza a linguagem das cores para expressar as tendências que vão atrair a atenção dos consumidores nas embalagens plásticas e definir a paleta de tons para 2014. Para essa edição, foram reunidos especialistas em cor, design, marketing e polímeros de todas as partes do mundo, representando diversas disciplinas que identificaram tendências sociais que podem causar um importante impacto no futuro próximo: Keep It Real, que busca manter o interesse dos consumidores cansados de marcas e produtos sempre iguais; Re|use|full, que observa materiais existentes sob diferentes ângulos para novas criações; There to Share, que nos apresenta a era digital, a mobilidade e a informação acessível a todos; One Time Zone, inspira-se nas cidades, na cor escura e profunda das altas horas da noite; Vamos Jogar Bola, busca no futebol e no espírito brasileiro as cores do carnaval e ritmos da dança.

Fonte: Clariant / Burson Masteller

Foto (créditos): Feiplastic

Curta nossa página no

Conair destaca sistema de secagem / transporte móvel na Feiplastic 2013

15/05/2013

feiplastic

Logo-ConairUm dos maiores fornecedores  globais de equipamentos auxiliares para processamento de plásticos, o grupo Conair apresentará na Feiplastic um sistema de secagem/transporte móvel, misturadores gravimétricos, equipamentos de transporte de resina, de transferência de calor e granuladores acoplados a máquinas.

Destaque para o sistema de secagem/transporte móvel MDCW-25, que pode ser utilizado por processadores de plásticos que desejam mudar a capacidade de secagem de polímeros de uma célula de fabricação para outra.

Imagem-ConairOs sistemas MDCW são compostos de um eficiente secador Carousel ® Plus e um transportador, coletor de pó e reservatório de vácuo para alimentação direta – transportando materiais secos para a zona de alimentação da máquina.

A montagem é feita de forma segura e conveniente – em um carrinho com rodas -, a fim de que a preparação, secagem do lote, limpeza e manutenção possam ocorrer remotamente sem gastar tempo valioso de máquina ou exigir a subida do operador na máquina.

O MDCW-25 a ser exposto na Feiplastic  é um entre sete modelos diferentes com capacidade nominal de saída variando entre 6 a 150 kg/h. Os secadores usam um dessecante à base de peneira molecular, em um disco que gira continuamente para gerar ar de secagem com ponto de orvalho de -40° C e temperatura até 90°C.

Outras novidades

Além dos sistemas de secagem MDCW, a Conair vai expor uma ampla variedade de equipamentos auxiliares para processamento de plásticos:

Equipamento de transporte de resina – incluindo os modernos reservatórios e carregadores Access, que contém uma moega angulada exclusiva para facilitar a limpeza e manutenção e uma abertura de descarga superdimensionada para evitar a aglomeração de materiais.

Serão expostas duas unidades completas com seus motores a vácuo, além de um modelo de alimentação direta para uso em um sistema de transporte de vácuo central.

Misturadores gravimétricos TrueBlend™ – representados pelo TB-100-4, que oferece capacidade de produção de até 181 kg/h. Os misturadores TrueBlend estão disponíveis em diversos tamanhos, com capacidade máxima de saída até 5443 kg/h e precisão de ±0,5% do ponto de ajuste do peso de corantes e aditivos. Seus controles são intuitivos e fáceis de usar, com uma tela de LCD sensível ao toque, contendo gráficos coloridos. Todos os pontos de ajuste são exibidos simultaneamente. Os operadores simplesmente digitam as porcentagens da mistura na tela sensível ao toque e o sistema pesa automaticamente os ingredientes na sequência correta e mantém a proporção desejada da mistura.

Equipamentos de transferência de calor – serão expostas duas unidades de controle de temperatura de molde, montadas uma sobre a outra, o que minimiza a necessidade de espaço no piso. Dois níveis de controle diferentes serão exibidos: o mais simples – o controle TW-Plus – possui indicação de leitura alfanumérica de grande porte e a opção de controlar a temperatura tanto com base na temperatura da água para o processo, como na temperatura da água de retorno ou pela média das duas temperaturas. O controle TW-1 que oferece um display maior e um pacote opcional de comunicação de dados. As duas unidades possuem bombas de alta eficiência, aquecedores fabricados com Incoloy e garantia de 3 anos.

Granuladores acoplados a máquinas – possuem um motor de baixa rotação e alta eficiência energética, um projeto avançado de câmara de corte e facas em rotor escalonado. O modelo NCR 614S exposto foi projetado para operação silenciosa, máxima potência de corte e capacidade de saída de até 91 kg/h para alimentação de múltiplos canais, passagem e pequenas peças por robô ou via manual.

Sobre o Grupo Conair: O Grupo Conair ( http://www.conairgroup.com ) é um importante fornecedor global de equipamentos auxiliares para processadores de plásticos, incluindo sistemas de secagem de resina, misturadores, alimentadores e sistemas de transporte de materiais, equipamentos de controle de temperatura e granuladores. A Conair é uma companhia internacional, com operações de longa data na Europa, Ásia e América do Sul. Suas soluções para extrusão incluem sistemas de controle de linha, sistemas de reciclagem de filmes e rebarbas de extrusão de tubos e perfis.

Fonte: Interativa Comunicação

Curta nossa página no

Songwon apresenta aditivos para polímeros na Feiplastic 2013

15/05/2013

SongwonA Songwon (www.songwon.com),  segundo maior fabricante mundial de estabilizantes para polímeros, participará na Feiplastic de 2013 em São Paulo, Brasil (20-24 de maio) – Estande G91.  A Songwon estará presente na feira em parceria com a NEXO International, sua distribuidora para a América Latina (http://nexointernational.com.br/nexo/). Através desta parceria a Songwon promove a melhoria contínua do nível de serviço e segurança do estoque para seus clientes.

Na qualidade de líder da indústria no mercado latino-americano de estabilizantes para polímeros, a Songwon está empenhada em tornar-se o fornecedor preferencial, oferecendo melhor qualidade, melhor serviço e melhor valor, além de maior inovação na sua vasta gama de produtos.

A Songwon apresentará uma linha de produtos HALS (Hindered Amine Light Stabilizers) oriunda de sua aliança com a Sabo SpA, sediada em Levate, Itália, que satisfaz a procura dos clientes por pacotes inovadores de estabilização à luz com alto desempenho, capazes de resolver os desafios em aplicações de polímero sensíveis aos raios UV.

Será apresentada também a linha Songnox® One Pack System (OPS). Os produtos Songnox® OPS combinam uma gama de aditivos em um grão livre de pó, com benefícios significativos para os produtores e transformadores de materiais termoplásticos – e agora podem ser fornecidas a partir da unidade recentemente inaugurada em Houston, USA, estrategicamente situada para satisfazer a demanda do mercado latino-americano com uma capacidade anual 7.000 toneladas/ano. Em 2014, ampliará a capcidade de produção de OPS com uma nova unidade em Kizad, Abu Dhabi. Ambas as unidades possuem processos de produção idênticos e fornecerão produtos de alta qualidade, semelhantes à da unidade original da Songwon em Greiz, Alemanha, que tem uma capacidade de 14.000 toneladas/ano. Com estes investimentos, a Songwon se tornará o principal produtor mundial de OPS.

Dieter Morath, Vice-Presidente Executivo de Vendas da Songwon e Membro do Comitê Executivo do Songwon Industrial Group, afirmou: “A região latino-americana tornou-se um mercado essencial para o negócio global de plásticos, gerando crescimento significativo. A Feiplastic é uma oportunidade importante para a Songwon apresentar sua capacidade global, com base em processos de produção totalmente integrados, e assegurar a nossa disposição de sermos o fornecedor preferencial de estabilizantes para polímero. Estamos ansiosos por dar as boas-vindas aos clientes, juntamente com nossa parceira NEXO, que é a maior e mais experiente distribuidora destes aditivos, com modernas instalações de armazenamento e logística para a região.”

Francisco Neves da Rocha, Diretor da Nexo International, continuou: “O vasto portfólio de produtos da Songwon já está disponível em grandes quantidades através de um número cada vez maior de unidades de produção em nível mundial. Na NEXO concentramo-nos na manutenção de estoques em locais chave na região, e em conjunto nós podemos oferecer os níveis mais elevados de assistência e confiabilidade.”

Fonte: Songwon

Curta nossa página no

Wortex terá estação completa para reciclar sucata plástica durante a Feiplastic 2013

24/04/2013

feiplastic

A avançada tecnologia da linha Challenger Recycler será demonstrada, ao vivo, transformando materiais plásticos em sacolas

Em apenas cinco minutos, garrafas de PET são transformadas em dezenas de embalagens de ovos. A reciclagem do plástico ganhou velocidade. Ainda bem, já que o material representa 6% do lixo produzido nas cidades e demora muitos anos para se degradar na natureza, segundo dados do Instituto Plastivida. Imprescindível no dia-a-dia das pessoas, a única opção é reciclá-lo. A tecnologia desenvolvida pela Wortex Máquinas com a Linha Challenger Recycler e o sistema de lavagem recentemente desenvolvido, permite o reaproveitamento de produtos plásticos pós-consumo (resíduos sólidos urbanos, RSU) de forma completa, rápida e com baixo custo de energia, operação e espaço. O equipamento estará funcionando, “ao vivo”, no estande da empresa, durante a FEIPLASTIC 2013 – Feira Internacional do Plástico, entre os dias 20 e 24 de maio, em São Paulo.

“Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o plástico é completamente sustentável. Esta uma prática reforçada pela nossa filosofia Recycling Technologies for a Sustainable Future. Ele pode ser reutilizado inúmeras vezes, é um ciclo que não tem fim”, garante Paolo De Filippis, diretor da Wortex. No estande de 360 m2, a estação de reciclagem receberá os produtos de plástico proveniente de RSU, que serão lavados na planta de lavagem da empresa, em Campinas (SP). A partir daí, esse material é triturado nos moinhos Zerma e granulados na máquina recuperadora com alimentação forçada. “Estes grãos alimentam uma extrusora de balão modelo Challenger Blow, que os transforma em bobinas de filme e, posteriormente, podem ser cortadas em sacos de lixo ou sacolas para saída de caixa.

A Linha Challenger Recycler abre possibilidades de negócios para os pequenos empreendedores, já que os equipamentos têm capacidade de processar de 100 a 1500 quilos de plástico por hora. Para as cooperativas, por exemplo, é uma solução para faturar mais com a venda dos grãos processados, ao invés de comercializar somente a sucata plástica. As empresas de reciclagem ganham muito em velocidade. E fabricantes de produtos plásticos podem usar a estação como sua linha de montagem –  de um lado entra o material de coleta seletiva e do outro sai o produto final.

No Brasil são consumidos por ano cerca de 3,3 milhões de toneladas de plástico. Apenas 21,7% são reciclados o que equivale a 736 mil toneladas, segundo pesquisa da Plastivida. Há uma enorme lacuna para que a sustentabilidade no setor seja plena. “As soluções da Wortex têm contribuído bastante para esta fase final do processo de reaproveitamento dos materiais. O problema é alto volume de plástico que se perde no caminho entre as latas de lixo e as empresas de reciclagem – apenas 8% dos municípios brasileiros têm sistema de coleta seletiva”, afirma Filippis.

Na FEIPLASTIC, a Wortex também exibirá um vídeo de uma máquina, apresentada e testada em Buenos Aires, que identifica os diferentes materiais e faz a separação adequada. “O equipamento separa até 1000 mil toneladas de lixo por dia, e retorna ao aterro somente material inerte da ordem de 40% do volume depositado. Este material não tem mais nenhum contaminante, evitando assim os desagradáveis efeitos de produtos como chorume e animais transmissores de doenças”, explica o diretor da Wortex.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic

Curta nossa página no

Novo secador de resina a vácuo da Maguire oferece operação livre de problemas e custos operacionais competitivos

08/04/2013

O secador a vácuo Maguire® VBD™ é um sistema da nova geração que substituirá o secador a vácuo LPD™ atualmente em uso no mundo todo

Maguire

O secador a vácuo Maguire® VBD™ é mostrado com estrutura para montagem no chão. De cima para baixo, os recipientes são o recipiente de aquecimento, o recipiente a vácuo e o recipiente de retenção / retirada. Na janela do canto inferior esquerdo, é possível ver o secador de ar de membrana para purgar a umidade dos recipientes. O controlador está localizado no canto superior esquerdo.

Foi anunciado hoje pela Maguire Products, Inc. um secador de resina de design totalmente novo que representa um avanço drástico no conceito da secagem a vácuo, tornando a operação muito mais simples e confiável do que os sistemas a vácuo anteriores, ao mesmo tempo em que continua fornecendo reduções significativas no tempo de secagem e no consumo de energia em comparação a secadores dessecantes.

Embora o conceito de usar o vácuo para forçar a saída da umidade de dentro dos grânulos de resina permaneça sendo a diferença radical em relação aos sistemas desumidificadores convencionais, o novo Secador a vácuo Maguire® VBD™ acrescenta outro conceito simples: o uso da gravidade para mover o material através dos estágios do processo de secagem organizados verticalmente, com a descarga do material de um estágio para o próximo sendo controlada por válvulas de gaveta corrediça. Isso elimina a maioria das peças móveis, especialmente o mecanismo de carrossel indexador de três estações do secador a vácuo Maguire® LPD™, introduzido em 2000. O novo sistema também remove as gaxetas de vedação, que podem ser desgastadas e comprometidas pela poeira da resina, e as telas perfuradas, que requerem limpeza.

“O secador a vácuo VBD oferece um serviço livre de problemas e de baixa manutenção, juntamente com o software de fácil utilização e o controlador usado com grande sucesso no secador LPD, além dos mesmos cinco anos de garantia”, afirmou B. Patrick (Pat) Smith, vice-presidente de marketing e vendas. “A economia de energia e no tempo de ativação em comparação aos sistemas desumidificadores convencionais permite que o processador que adotar o novo secador VBD obtenha o retorno do seu investimento em questão de meses.”

O primeiro modelo no sistema de nova geração é o Secador a vácuo VBD-1000, com uma capacidade de produção de até 455 kg (1.000 lb) por hora. A unidade tem 4,9 m (16 ft) de altura e ocupa um espaço de apenas 2,1 m (6,8 ft) por 1,1 m (3,7 ft). Ela pode ser configurada para montagem no chão de fábrica (assim como mostra a foto anexa) ou em um mezanino. A Maguire oferece a unidade por aproximadamente US$ 60.000.

Uma série de secadores VBD menores, com uma produção inicial de 45 kg (100 lb) por hora, será introduzida nos próximos meses.

O secador VBD™ combina o baixo custo da secagem a vácuo com a operação livre de problemas

A economia de custo alcançada pela secagem a vácuo é resultado de três fatores: a redução de mais de 60% do consumo de energia em comparação aos secadores desumidificadores; a eliminação da necessidade de gerar novamente o desumidificador; e a redução no tempo de ativação como resultado de um ciclo de secagem equivalente a 1/6 do tempo anterior. Além disso, o tempo de exposição da resina a uma temperatura elevada é 80% menor do que ocorre com o secador desumidificador, o que significa menos tensão no processo.

A secagem a vácuo no novo secador VBD é uma operação em lote contínua em múltiplos estágios, executada em três receptáculos inoxidáveis revestidos em aço, amplamente isolados e organizados verticalmente. As válvulas de gaveta corrediça de alta velocidade para a distribuição de material de um receptáculo para o outro têm uma precisão de +/- 4 gramas por distribuição e utilizam o mesmo design amplamente empregado em outros equipamentos da Maguire. O sistema utiliza ar ambiente que é circulado por um ventilador, cujo acionamento por frequência variável economiza energia.

De cima para baixo, os recipientes são compostos por:

● Recipiente de aquecimento. Por meio de um ventilador centrífugo e de um elemento aquecedor de 40 kW, o material atinge a temperatura definida no painel de controle. O volume deste recipiente é três vezes maior que o do próximo recipiente (a vácuo), o que garante um tempo de aquecimento adequado.

● Recipientes a vácuo. Um vácuo aplicado pelo gerador-venturi reduz o ponto de ebulição da água, fazendo com que a umidade dentro dos grânulos vaporize e seja expelida do grânulo para dentro de um ambiente de baixa pressão que o cerca. A umidade é purgada do recipiente com o ar no ponto de orvalho a -40 constantemente gerado por um secador de ar de membrana.

● Recipiente de retenção / retirada. O secador de ar de membrana também purga continuamente esse recipiente pressurizado, garantindo que o nível desejado de secagem seja preservado até que o material seja descarregado na extrusão de plástico ou no processo de moldagem.

A secagem a vácuo é um conceito comprovado, com milhares de secadores LPD Maguire atualmente em operação no mundo todo. A Maguire espera que o secador VBD substitua o sistema LPD, embora a empresa continue produzindo uma pequena versão do LPD para uso laboratorial.

A Maguire Productos Inc., sediada em Aston, Pennsylvania, EUA, é a maior fornecedora mundial de dosadores gravimétricos e bombas de cores líquidas, bem como fabricante de sistemas de carregamento, secadores, alimentadores e equipamentos e softwares relacionados. Seus clientes incluem moldadores por injeção, sopro e rotacionais, processadores de extrusão e fabricantes de compostos. Fundada em 1977, a Maguire opera em seis instalações de produção em Aston. A empresa mantém uma rede de distribuidores nas Américas e fora do continente, além de três subsidiárias de vendas e serviços que armazenam, vendem e oferecem serviços para sistemas de equipamentos auxiliares da Maguire e sua afiliada, Novatec, Inc.: Maguire Canada, Maguire Europe e Maguire Asia. Visite http://www.maguire.com

Fonte: Martino Communications

Curta nossa página no

Gneuss apresenta tecnologias de processamento, filtração e medição na Feiplastic 2013

08/04/2013

feiplastic

A Gneuss estará presente na Feiplastic 2013, apresentando sua extrusora MRS para degasagem de polímeros fundidos, o viscosímetro VIS on-line, a linha de Sistemas de Filtração Rotativa, bem como os sensores ecológicos de temperatura e transdutores de pressão de massa.

Tecnologia de Processamento

As Extrusoras MRS operam em aplicações de PET a nível mundial

Atualmente, as Extrusoras com Sistema Multi-Rotacional da Gneuss MRS estão operando em diferentes aplicações PET no mundo todo, incluindo aplicações para chapas, fibras e peletização.

A MRS oferece novas possibilidades para os transformadores, pois permite o processamento de PET sem pré-secagem ou cristalização. Ao oferecer uma superfície muito grande e usar um simples sistema de bomba de vácuo de anel líquido é possível transformar o material diretamente em um produto de alta qualidade. Isso é feito através de uma seção de processamento exclusiva e patenteada. Com base em uma extrusora monorosca convencional, a Seção de Rotação Múltipla (MRS) é um tambor contendo oito monoroscas satélite, acionadas por uma engrenagem (coroa) e transmissão por pinhões. Os “barris” cortados no tambor ficam aproximadamente 30% abertos e oferecem ótima exposição do fundido ao vácuo.

Graças a esse design, a performance da degasagem é cinqüenta vezes maior que a de uma extrusora monorosca convencional, empregando um vácuo de apenas 25 a 40 mbar. Ao evitar a necessidade de um sistema de alto vácuo assim como pré-secagem, a MRS é uma alternativa eficiente e  econômica às tecnologias convencionais. Outros argumentos a seu favor são o projeto simples e robusto, a pequena área ocupada e a flexibilidade oferecida.

Além da  performance de degasagem, a MRS também oferece  eficiência de descontaminação. A Food and Drug Administration (FDA) dos EUA emitiu um total de 4 LNOs (cartas de não objeção) para a extrusora MRS no processamento de materiais para a indústria alimentícia. A extrusora MRS não apenas extrai água com eficiência, como também descontamina o material, de modo que 100% dos flocos de garrafas PET podem ser processados para embalagens de alimentos. Isso é feito sem necessidade de nenhum tratamento do material, antes ou depois de ser processado na extrusora (não há nenhuma restrição no processo de lavagem, tampouco secagem, cristalização, etc.).

O Viscosímetro On-line VIS da Gneuss foi equipado com um acionamento aprimorado , com controle de velocidade sem codificador. O viscosímetro oferece medições precisas da viscosidade da massa e, graças ao seu design muito compacto, pode ser acoplado em quase todas as linhas de extrusão.

As vantagens da Extrusora MRS da Gneuss são constatadas nos cerca de 40 equipamentos já fornecidos em todo o mundo, sendo 8 na América do Sul.

Tecnologia de Filtração

Os sistemas de filtração RSFgenius e SFXmagnus são especialmente bem sucedidos na fabricação na área de chapas, fibras, espumas, tubos e muitas aplicações de reciclagem

A divisão Tecnologia de Filtração da Gneuss apresentará seus Sistemas de Filtração Rotativos com otimizações de projeto. Vários novos recursos de segurança, e a opção de ejetor automático para material de purga do RSFgenius foram acrescentados.

A Tecnologia de Filtração Rotativa é baseada em um disco de filtro no qual 10 a 13 cavidades de tela estão localizadas em uma estrutura anelar. O disco de filtro gira entre dois blocos e somente parte do disco de filtro está ativo no canal de fluxo de massa. Quando é registrado um aumento de pressão no disco de filtro, este é indexado em pequenos pulsos através de um acionamento pneumático ou hidráulico. A área ativa da tela é sempre mantida constante, o que garante um modo de operação de processo e pressão constantes. As telas podem ser trocadas pelo outro lado, abrindo-se uma pequena porta tipo escotilha, que dá acesso às cavidades. O processo de produção é ininterrupto, inclusive durante a troca dos elementos filtrantes.

Em relação à qualidade do produto que poderá ser atingida, eficiência econômica, e em termos de facilidade de manutenção, o modelo RSF genius, totalmente automático com auto-limpeza integrada de telas, oferece possibilidades incomparáveis.

Tecnologia de medição

Os transdutores de pressão sem mercúrio NTXTM da Gneuss, estão substituindo cada vez mais os transdutores com mercúrio. A série NTXTM oferece intercambialidade com outras marcas, apresentando incomparável performance. Um novo design do sensor está sendo oferecido especificamente para aplicações no processamento de alimentos. A carcaça estanque resiste a típicos tratamentos sanitários com lavadores de alta pressão usados para essas aplicações. Esses sensores também são usados em aplicações médicas.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic

Curta nossa página no

Refrisat expõe linha de refrigeração industrial na Feiplastic

08/04/2013

feiplastic

A REFRISAT, empresa certificada pela ISO 9001-2008, atua na área de refrigeração Industrial e estará expondo seus produtos e soluções durante a Feiplastic 2013. Seus produtos e soluções padrão são desenvolvidos para operações em controle térmico.

Nesta edição da Feiplastic, a empresa trará novidades em relação à tecnologia, com seu constantemente renovado sistema CLP com painel IHM Touch. A empresa é a única no setor com um laboratório de desenvolvimento deste tipo de programa para a otimização de processos industriais.

Sendo uma empresa reconhecida por sempre investir em iniciativas sustentáveis, a REFRISAT agora segue uma tendência da Indústria e investe na linha com gases refrigerantes ecologicamente corretos em todas as suas linhas e equipamentos.

Estes utilizam fluídos refrigerantes ecologicamente corretos, tais como, R-410A, R-404A, R-134A, entre outros não agressivos à camada de ozônio. A tubulação de cobre com menor quantidade de solda evita o risco de vazamento do fluído, além de possuir maior espessura, permitindo operar com maiores pressões.

Durante a feira, serão expostos os seguintes produtos:

Unidade de Água Gelada – SAT-AR TOUCH (Condensação a Ar)
O modelo contém serpentina interna e ventiladores para gerar a condensação do fluído refrigerante. O modelo possui um duplo circuito de refrigeração e dois compressores que possibilitam o uso parcial em caso de falhas.
Aplicações: Injeção, Sopro, Extrusão, Laminação e Flexografia.

Um destaque tecnológico do produto SAT-AR TOUCH e toda a sua linha é interatividade que Controlador Lógico Programável (CLP) proporciona. A tela “touch screen” responde ao toque manual, reproduz slides e visualiza os componentes internos em atividade, indicando as temperaturas e oferecendo opções de atalhos para as principais funções além de indicar possíveis falhas. Outro fator do Controlador Lógico Programável (CLP) que é universal e oferece a versatilidade de ser personalizado em softwares exclusivos para o cliente, sendo produzidos pela equipe de engenharia da Refrisat.

Resfriador de Líquido – CHILLER TOUCH (Condensação a Ar/Água)
Modelo CHILLER TOUCH tem versatilidade e qualidade comprovada para resfriadores de líquidos, fluídos ou emulsões para aplicação em sistemas e processos com necessidade de controle térmico, pois possuem diversos modelos com condensação a ar ou à água, e são dotados de componentes com reconhecida qualidade mundial, podendo ser fornecidos com compressores scroll ou parafuso.
Aplicações: Injeção, Sopro, Extrusão, Laminação e Flexografia.

O modelo CHILLER TOUCH tem várias possibilidades de aplicações, tais como, indústrias, shoppings, edifícios comerciais, aeroportos, hipermercados, pavilhões de exposição, entre outros, fazem do Resfriador de Líquido Refrisat, um equipamento versátil para qualquer finalidade.

Possui ainda a interatividade que o Controlador Lógico Programável (CLP) proporciona. A tela “touch screen” responde ao toque manual, reproduz slides e visualiza os componentes internos em atividade, indicando as temperaturas e oferecendo opções de atalhos para as principais funções além de indicar possíveis falhas.

Redução do Consumo de Energia e Aumento da Vida Útil – A utilização é mediante a carga térmica requerida, tendo o seu consumo em conformidade com a necessidade real, economizando assim energia, além de prolongar a vida útil do equipamento.

Termoregulador – TMTI
O aparelho TMTI foi projetado para controlar a temperatura de processos industriais que utilizem água ou óleo como fluído. Para água, existem opções de temperatura para operação de 10°C ou até 140°C com água pressurizada.
Para o óleo térmico são fabricados para as mesmas temperaturas ou com alternativas de até 250°C, sob consulta.
Aplicações: Injeção, Sopro, Extrusão, Laminação e Flexografia.
O TMTI possui circuitos independentes em um único equipamento que podem ser fornecidos com dois, três ou mais circuitos em um único gabinete. O controle de cada circuito é independente e dispõe de conexões individuais para cada linha do processo a ser atendido. Cada sistema conta com controle único de temperatura do fluído, dosando o aquecimento e arrefecimento de forma precisa e estável.
Algumas Características:
• Controlador com indicador de operação e falha, incluindo alarme sonoro e visual
• Painel elétrico obedece às exigências da Norma Internacional IEC para montagem, disposição e identificação dos componentes, sendo isolado da unidade hidráulica
• Controle de nível para proteção das resistências
• Reservatório e resistências em aço inoxidável
• Resistências com baixa potência por cm²

Trocador de Calor – TC W/AR (Condensação à Ar / Água)
Modelo TC W/AR tem funcionalidade da temperatura de ar frio controlada para extrusoras e co-extrusoras.
Aplicações: Extrusão e Laminação.
O trocador foi projetado para resfriar o ar através da passagem por serpentina com circulação de água gelada. O ar frio assegura a qualidade nos processos industriais envolvendo o anel de extrusoras de filme soprado PE, corrugadores de mangueiras, moinhos de tinta pó, entre outros, que incidem no aumento produtivo em processos de extrusão de filme tubular.
Algumas Caracteríticas:
• Filtro de ar com gaveta removível
• Bandeja de condensador com dreno
• Capacidade de 22.000 a 150.000 kcal/h

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic

Curta nossa página no

Romi realiza Open House em sua subsidiária do Reino Unido

19/03/2013

Objetivo é estreitar relacionamento com clientes das marcas Romi e Sandretto

A Romi abriu as portas de suas instalaçôes de Rugby, no Reino Unido, e mostrou sua experiência no desenvolvimento e fabricação de máquinas injetoras e máquinas-ferramenta de alta qualidade e desempenho. O Open House visou fortalecer a posição de mercado das marcas Romi e Sandretto e reforçar a relação com os clientes daquele mercado.

A experiência e cooperação entre Romi, Sandretto e fornecedores qualificados resulta na capacidade da empresa em oferecer a seus clientes pacotes turn-key, o que tem se demonstrado um requisito importante para os clientes. Juntas, Romi e Sandretto tem mais de 180 mil máquinas vendidas em todo o mundo. “É a força e confiança nas marcas que os clientes tem procurado quando da escolha de um fornecedor de máquinas”, diz a gerente de vendas Internacionais da Romi, Mônica Romi Zanatta.

Presente no mercado externo desde 1944, a Romi possui subsidiárias localizadas nos EUA, Itália, Alemanha, Inglaterra, Espanha, França e México. Com a aquisição dos ativos da Sandretto, em 2008, a Romi reforçou sua presença em todo o mundo.

Neste Open House, as seguintes máquinas foram demonstradas:

Injetoras para plásticos:
– Sandretto PRIMAX H 220
– Sandretto EN 150 e 200
– Sandretto EL 150
Estas máquinas são comercializadas no Brasil com a marca Romi.

Máquinas-ferramenta:
– ROMI C 420
– ROMI GL 240M
– ROMI D 800
A linha ROMI C é comercializada no Brasil com a marca Centur.

Fonte:  Romi

Curta nossa página no

Novo agente de purga da Chem-Trend reduz tempos e custos no processamento de Termoplásticos Elastômeros

19/03/2013

Lusin® Clean 1020 é utilizado na limpeza de extrusoras e máquinas de moldagem por injeção

A Chem-Trend, especializada no desenvolvimento, produção e comercialização de agentes desmoldantes e especialidades químicas, lança no Brasil o Lusin® Clean 1020, um agente de purga para limpeza de extrusoras e máquinas de moldagem por injeção, usadas no processamento de elastômeros termoplásticos (TPE). Entre os diferenciais do produto, a empresa afirma que este novo agente de purga auxilia na solução de problemas relacionados ao processo de troca de cor e de material e ajuda a eliminar os “pontos pretos”, um fenômeno associado à carbonização que pode surgir durante a degradação térmica do termoplástico, além de atender as mais rígidas exigências de higiene e segurança do registro NSF H2.

Granulado e pronto para uso, o produto é usado com sucesso por fabricantes líderes globais da indústria de termoplásticos. Segundo a empresa, em comparação com a limpeza convencional de máquinas extrusoras e de moldagem, o uso de Lusin® Clean 1020 gera uma redução de custo que varia de 50 a 70%, reduzindo o consumo de material, tempo de parada das máquinas e taxas de refugos; a Chem-Trend esclarece que a economia varia de acordo com as condições e com o processo de fabricação. O Lusin® Clean 1020 pode ser utilizado em câmara quente, tendo sido bem-sucedido na produção de escovas de dentes ou solas de calçados, por exemplo.

“Com o desenvolvimento do Lusin® Clean 1020, a Chem-Trend, mais uma vez, oferece uma solução inovadora e adequada a uma aplicação muito especializada”, observa o especialista em termoplásticos da Chem-Trend, Marcelo Donegá. “A Chem-Trend tem sido um parceiro com o qual os fabricantes de termoplásticos podem contar. Junto com nossos clientes, atentemos às rigorosas exigências de qualidade e a os requisitos de eficiência ambiental dos processos da indústria”, completa.

Com o lançamento do Lusin® Clean 1020, a Chem-Trend expande seu portólio de agentes de purga. Mas, além de soluções para limpeza de moldes, a empresa oferece diversas especialidades químicas, como agentes desmoldantes, agentes anticorrosão, limpadores de moldes, limpadores de superfície e desengraxantes de superfície.

Sobre a Chem-Trend: A Chem-Trend é uma organização global com foco no desenvolvimento, produção e comercialização de agentes desmoldantes para uso nas indústrias de borracha, pneus, poliuretano, compósitos, termoplásticos e fundição sob alta pressão. Ao longo de seus mais de 50 anos, a empresa construiu uma história rica em desenvolvimento de produtos destinados a fornecer aos fabricantes de peças moldadas e fundidas a maior qualidade possível, com o máximo de produtividade.

No Brasil desde 1986, a Chem-Trend mantém em sua planta, em Valinhos (SP), a produção, venda, administração, atendimento e todo o suporte técnico aos seus clientes. Líder em seu segmento de atuação, a Chem-Trend do Brasil fornece agentes desmoldantes, lubrificantes e limpadores a todo mercado nacional, América do Sul e África do Sul. A Chem-Trend é vinculada ao Grupo Freudenberg, de origem alemã, que emprega mais de 37 mil pessoas em 58 países, com um faturamento anual acima de € 6 bilhões.

Fonte: ADS Comunicação

Curta nossa página no

Termocolor expande instalações em Diadema

13/03/2013

Depois de contabilizar um crescimento de 30% no ano que passou, a Termocolor decidiu ampliar seu parque fabril em Diadema (SP), onde começou sua história há quase 30 anos.

A empresa acaba de inaugurar uma nova filial, com um total de 8 mil m², aumentando sua capacidade produtiva atual em 10%. A nova filial, estrategicamente localizada, já entra em operação com três máquinas de alta capacidade, laboratório de análise e testes e uma ampla área dedicada a estoque, agilizando os processos logísticos da empresa com seus clientes e fornecedores.

Nos últimos dois anos, a Termocolor colocou em prática um cronograma de investimentos, comprando quatro novas máquinas extrusoras de alta capacidade e investindo treinamento de profissionais e desenvolvimento de novos produtos.

“O mercado exige competência e resposta rápida e nós estamos prontos para atuar neste contexto com excelência. explica Lourival Fantinati, diretor da Termocolor.

“Estamos apostando no aquecimento do mercado e ele respondeu positivamente. O resultado do ano passado, nos motivou a adquirir duas novas máquinas extrusoras importadas e a buscar a ampliação do espaço físico”, explica Emanuela Botasso, diretora da empresa.

Um produto para cada finalidade

Além de sua linha tradicional e dos aditivos anti-UV – com estabilizantes à ação da luz (absorvem os raios ultravioletas) e ação retardante da chama, a empresa trouxe inovações, como no lançamento da linha de aditivos com ação antimicrobiana e da linha dos masterbatches perolizados de alta performance. O aditivo antimicrobiano, com função bacteriostática, visa o desenvolvimento de microorganismos e foi desenvolvido a partir da nanotecnologia da prata. O que lhe confere excelente estabilidade de temperatura e disponibilidade para diversas aplicações como, por exemplo, em utilidades domésticas em geral, cutelaria, produtos de higiene pessoal, embalagens para laticínios, embalagens para produtos cosméticos, assessórios para banheiros e outros.

Já a linha de masterbatches perolizados trouxe para a indústria do plástico uma opção de alto desempenho com excelente acabamento. A Termocolor investiu no desenvolvimento e testes consistentes para alcançar uma linha de alta performance, que resiste a temperaturas de até 250º.C sem perder a qualidade de dispersão e garante excelente resultado final, em uma aplicação sem manchas ou oscilação de cores.

“A linha UV promete um novo patamar de consumo, já que é bastante utilizada nas cadeiras de estádios de futebol, por exemplo. Seu consumo deve ampliar nos próximos meses e estamos prontos para atender á nova demanda”, destaca Emanuela.

Sobre a Termocolor: Fundada em 1984, a empresa, que começou como prestadora de serviços na área de tingimento e, mais tarde, de prestadora de serviços para a indústria petroquímica, atualmente é uma das maiores fabricantes de masterbatches.

Com duas plantas em Diadema (SP) e capacidade instalada de 50 mil ton/ano a empresa conta com 150 colaboradores diretos, sendo 35 especialistas técnicos, e tem investido fortemente na aquisição de equipamentos que forneçam mais qualidade e produtividade, que possam potencializar sua produção e modernizar, ainda mais, seus laboratórios de testes.

Comprometida com a qualidade e desempenho de seus produtos e serviços, a Termocolor possui seus produtos certificados na normativa Européia RoHS. Também conta com o Sistema de Gestão Integrado, que engloba as normas NBR ISO 9001:2008 (Qualidade), NBR ISO 14001:2004 (Ambiental) e OHSAS 18001:2007 (Saúde e Segurança no Trabalho).

Fonte: Di Fatto Central de Comunicação

Curta nossa página no

Empresas da região Sul apresentam novas tecnologias e prospectam negócios na Feiplastic 2013

13/03/2013

feiplastic

A região concentra 27,5% das empresas do setor de Transformados Plásticos do país e emprega 91.967 pessoas

A força econômica e o potencial das indústrias do setor plástico na região Sul, que, segundo a Abiplast (Associação Brasileira da Indústria do Plástico) concentra 27,5% das empresas do País e emprega pelo menos 91.967 pessoas, serão demonstradas pelas marcas expositoras na FEIPLASTIC 2013 – 14ª Feira Internacional do Plástico, maior feira de negócios da indústria plástica na América Latina, que acontece de 20 a 24 de maio, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. A feira terá a participação de 50 empresas vindas do Paraná ao Rio Grande do Sul, dos principais segmentos da cadeia produtiva do plástico, que trarão novidades em produtos e lançamentos para os 70 mil visitantes/compradores esperados para o evento.

Em sua segunda participação na FEIPLASTIC, a Apex apresentará os Cilindros e as Camisas anilox com gravação hexagonal e tecnologia GTT para as áreas de banda estreita, flexíveis e papelão ondulado. A tecnologia de gravação GTT, patenteada pela marca, atualmente é o que existe de mais inovador na flexografia mundial, que traz a vantagem de economizar tinta. A unidade Apex Latin America opera em toda a América Latina, e a Apex Group of Companies, maior fabricante de cilindros anilox, está presente em cinco continentes. A empresa é especializada no desenvolvimento, fabricação e distribuição de cilindros medidores e para aplicações especiais, concentrando-se na impressão e revestimento para a indústria de etiquetas, flexíveis e papel ondulado em todo o mundo.

Já a Flexo Tech irá expor a Impressora Flexográfica Gearless – modelo Access Premium 8C. O produto diferencia-se pela avançada tecnologia empregada, como o sistema de acionamento dos cilindros através de servomotores de última geração e posicionamento das unidades de impressão por comando numérico computadorizado (CNC). O equipamento ainda destaca-se pela alta velocidade de produção, sistemas de trocas automáticas de bobinas na entrada e na saída, alinhadores eletrônicos, viscosímetros, sistemas automáticos de lavagem e de gerenciamento automático de impressão. A empresa atua em todo o território nacional e em países da América Latina, Rússia e Turquia. “Investimos constantemente em novas tecnologias com o que há de mais moderno na indústria mundial de equipamentos, buscando sempre um design arrojado e inovador. A empresa participa das feiras promovidas pela Reed Exhibitions Alcantara Machado há mais de 10 anos, e nossas expectativas são as melhores, pois o empenho da organizadora na promoção de seus eventos garante o sucesso dos expositores”, afirma o diretor comercial da empresa, Romário Zonneveld.

Os avanços nos processos de nanotecnologia serão apresentados pela Cristal Master, com dois lançamentos durante a feira.  O primeiro deles é o Antimicrobiano Orgânico Atóxico, desenvolvido em parceria com a Kher Chemical and Research, que emprega no seu processo nanotecnologia nacional e pode ser incorporado em vários tipos de matrizes poliméricas. Com a função de agregar a propriedade antimicrobiana ao polímero, favorecer a durabilidade dos produtos e proteger o ambiente, ele elimina um amplo espectro de microrganismos, como bactérias e fungos, nocivos ao meio ambiente. A segunda novidade será o Agente Interfacial, alternativa para utilizar resinas recicladas reduzindo a utilização de espessuras de filmes, por exemplo, sem perder a característica de resistência (propriedades mecânicas). Ele busca a compatibilização de dois componentes que, misturados, agregam ao produto final melhores características e estabilidade morfológica. “Este ano teremos novas aquisições para manter nosso parque fabril atualizado e eficaz, e sustentar o forte crescimento projetado. Diante disso, o nosso objetivo maior na FEIPLASTIC é incrementar novos negócios entre 10% e 20%”, afirma Luiz Carlos Reinert, diretor administrativo da empresa.

Em sua primeira participação no evento, a Comm 5 terá como destaque a solução Visão, combo de hardware e software que atua no apontamento automático de produção, responsável pelo acompanhamento de todo o processo produtivo em tempo real. A solução funciona como um coletor, com sensores instalados nas máquinas. Os dados coletados são enviados ao software para a geração de relatórios. Além disso, estes mesmos dados alimentam o ERP (Enterprise Resource Planning), software multi-modular que auxilia o gestor da empresa nas fases de seu negócio, permitindo um monitoramento mais amplo do processo. Com matriz em São Paulo, filial em Santa Catarina e forte atuação nas regiões Sul e Sudeste, a Comm5 desenvolve tecnologia e fabrica equipamentos e soluções para automação industrial, comercial, residencial e vigilância. Segundo Fabiana Voltolini, gerente comercial da empresa, a companhia tem o objetivo de participar da feira para aumentar seu nicho de mercado, se tornar conhecida em outras regiões, além de fortalecer as parcerias já consolidadas e demonstrar as novidades para 2013.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic

Curta nossa página no

Polimold apresenta novo Controlador de Temperatura e Sistemas de Câmara Quente durante a Feiplastic 2013

07/03/2013

A Polimold, fabricante de Porta-Moldes e Sistemas de Câmara Quente, irá expor sua ampla gama de produtos durante a FEIPLASTIC 2013

feiplastic

Um dos destaques será o mais recente lançamento da empresa, o novo Controlador de Temperatura POLIMOLD MINI SMART, produto que é uma evolução do já conhecido controlador POLIMOLD, com novos recursos e vantagens. A empresa destaca os seguintes diferenciais: o primeiro módulo pode enviar informação aos demais módulos (Temperatura, Booster, Standby e comando OFF);  toda a configuração de setup é realizada no próprio painel e o gabinete tem um tamanho até 60% menor que o anterior.

A Polimold também levará outros produtos no segmento de Sistemas de Câmara Quente Valvulados e Convencionais, entre eles:
– Sistema de 96 vias, utilizada em moldes de múltiplas cavidades.
– Sistema Stack-mold, utilizados para dobrar a capacidade de uma ferramenta.
– Sistema Valvulado Facility, muito utilizado na indústria automobilística, por sua versatilidade de aplicação.

Os sistemas são fabricados no Brasil e exportados para vários países do mundo.

A empresa também exibirá a ampla gama de montagens do Porta Molde Padronizado POLIMOLD, que reúne quase 1 milhão de combinações, facilitando o projeto e a concepção de ferramentas.

Fonte: Polimold

Curta nossa página no

ARD leva à Feiplastic fornecedores de Taiwan

22/02/2013

feiplastic

Moldes, robôs, injetoras, linha para produção de canudos, extrusoras para PVC, entre outros produtos serão apresentados pela empresa

 Durante a Feira Internacional do Plástico, que acontece de 20 a 24 de maio de 2013, a ARD exibirá diversas linhas de produtos de marcas de Taiwan – algumas com 18 anos junto da companhia brasileira – e também espera bons contatos com compradores e outros expositores do evento.

Segundo Fernanda Lima, representante da área de vendas da ARD, a empresa prepara um estande de 96 m², onde estarão seis linhas de equipamentos. “Na Feiplastic, anunciaremos as parcerias com a AlfaRobot, fabricante de robôs para injetoras, e com um grande fabricante de moldes, além de novos modelos da linha de produção de canudos Jumbo Steel. Também levaremos à feira as injetoras horizontais da CLF, extrusoras para PVC rígido Twin Screw, periféricos Yann Bang  e injetoras verticais Ahitop”. A executiva reforça que as marcas representadas têm a preocupação em desenvolver equipamentos de baixo consumo de energia, e que a participação nas feiras da Reed Exhibitions Alcantara Machado são uma excelente vitrine para o mercado nacional e internacional. “Nosso mercado está aquecido e acreditamos na continuidade deste crescimento com os eventos esportivos que serão sediados no País. A presença em uma feira como a Feiplastic nos aproxima dos nossos clientes e permite abrir novos contatos”.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic

Curta nossa página no

Moretto apresenta linha de equipamentos auxiliares de processamento durante Feiplastic 2013

20/02/2013

feiplastic

A partir do crescimento registrado em 2012, empresa anuncia nova sede e quer ampliar atuação nas áreas de extrusão e embalagens sopradas

 Um dos principais fornecedores de equipamentos periféricos para o mercado de plástico no Brasil, a Moretto, empresa italiana presente em mais de 51 países, fechou o ano passado projetando expressivo crescimento para 2013. Influenciada principalmente, pelo forte desempenho da indústria automotiva, que produziu 3,34 milhões de veículos entre dezembro de 2011 e novembro de 2012, segundo levantamento da ANFAVEA, a Moretto pretende ampliar suas áreas de atuação no território nacional. A nova sede da empresa localizada em Valinhos-SP, em processo de implantação neste ano, contará com maior espaço físico e tecnologia de última geração. As novidades deste novo momento da empresa estarão demonstradas na FEIPLASTIC 2013 – 14ª Feira Internacional do Plástico, evento organizado pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, que acontece entre os dias 20 e 24 de maio, no Pavilhão de Exposições do Anhembi.

Além da forte presença no fornecimento de material para a indústria automobilística, a Moretto do Brasil tem participação bastante diversificada na indústria brasileira e define como surpreendente os resultados de mercado alcançados em 2012. A empresa pretende utilizar a nova sede também para ampliar sua atuação nos setores de extrusão e embalagens sopradas. “Contamos com projeções melhores para neste ano de 2013, com investimentos efetivos e contratações de pessoal para o início das operações da sede de Valinhos. Esses novos profissionais, já altamente capacitados, passarão ainda por treinamento em nossa matriz na Itália antes de se juntarem ao seleto time da companhia. Com essa unidade ganharemos em tamanho e estrutura, o que nos permitirá entregas imediatas, melhoria na eficiência e garantia de resultados no atendimento aos nossos parceiros de negócios”, afirma Alexandre Nalini, diretor Comercial da empresa.

Durante a FEIPLASTIC 2013, a Moretto terá mais de 230m² de estande para expor suas linhas completas de equipamentos, entre eles dosadores volumétricos e gravimétricos, desumidificadores, centrais de alimentação, geladeiras, e muitos outros. Além disso, a empresa lançará no evento uma série de novidades contempladas pelas novas linhas de produção. “É uma feira de presença mundial, que nos gera um incremento significativo ao longo do ano. Nestes encontros, grandes negócios são engatilhados”, diz Federico Bugno, diretor da empresa na América Latina.

A 14ª Feira Internacional do Plástico deve receber mais de 1.400 marcas expositoras, nacionais e internacionais, e cerca de 70.000 visitantes/compradores, numa área total de 85 mil m², 7.000m² a mais que sua última edição.

Fonte: Assessoria de Imprensa / Feiplastic 2013

Curta nossa página no

KREYENBORG-BKG exibe gama diversificada de produtos na Chinaplas 2013

05/02/2013
Image

Troca-telas contínuo

Durante a Chinaplas 2013 em Guangzhou, a KREYENBORG – BKG irá apresentar numerosas soluções para extrusão e polimerização no seu stand C17, no Hall 5.1.

Líder de mercado mundial em troca-telas, a KREYENBORG oferece a máquina apropriada para cada aplicação de filtração. Deste modo, o espectro de produtos varia desde sistemas descontínuos e contínuos até troca-telas com retrolavagem totalmente automáticos. Os troca-telas com modos de operação a processo constante, pressão constante e fluxo volumétrico constante são únicos no mercado. Eles permitem o processamento de material altamente contaminado em aplicações muito sensíveis com produtos de alta qualidade.

Os troca-telas KREYENBORG são aplicados em conjunto com as bombas de material fundido da KREYENBORG, altamente protegidas contra desgaste. Estas bombas, disponíveis em diferentes tipos de série, são adequadas para tarefas na extrusão e descarga do reator.

Os sistemas submersos de Pelletização da BKG Bruckmann e  Kreyenborg Granuliertechnik GmbH também tem provado a sua excelência em todo o mundo. Estes sistemas são fornecidos com secagem, sistema de água e controle prontos para utilização e são adequados para todos os materiais termoplásticos, assim como também para a produção de micropellets. A capacidade de produção varia de 2-80 kg / h (Labline 100) a sistemas com 35.000 kgs / h. Para um processamento econômico de PET, a BKG desenvolveu o sistema de cristalização em linha CrystallCut ®. Com este sistema, a peletização e cristalização são efetuadas numa única etapa, sem o fornecimento de energia adicional.

Fonte: Kreyenborg

Curta nossa página no

Aumento das vendas de veículos nos Estados Unidos leva Mitsui a aumentar capacidade de produção de compostos de PP

22/01/2013

mitsuiO grupo japonês Mitsui Chemicals, Inc. anunciou um aumento de 14 mil toneladas/ano de produção de compostos de polipropileno nos Estados Unidos para atender às demandas crescentes do setor de materiais automotivos. O aumento de capacidade ocorrerá nas instalações da sua empresa afiliada Advanced Composites, em Sidney, estado de Ohio. Este aumento de capacidade previsto para o quarto trimestre de 2013 segue outra expansão de produção de 28 mil toneladas já prevista para o terceiro trimestre deste ano, de modo que a capacidade global de produção para as duas fábricas da Advanced Composites nos estados de Ohio e Tennessee atingirão 268 mil toneladas/ano em 2013.

Embora a indústria automotiva norte-americana tenha sido negativamente impactada pela crise financeira global, atualmente o mercado voltou à normalidade com previsões de crescimento significativo no futuro.

O aumento previsto é esperado não só para fortalecer a posição do grupo na expansão do mercado norte-americano, mas igualmente para reforçar a de fornecimento global do Grupo.

A Mitsui Chemicals Group conta com instalações fabris de Polipropileno para o mercado automotivo em oito mercados globais relevantes (Japão, Estados Unidos, México, Brasil, Europa, Índia, Tailândia e China).

Fonte: Mitsui

Curta nossa página no

Cromex e Resinet anunciam fusão

15/10/2012

A Cromex, fabricante de masterbatches, e a Resinet, distribuidora de resinas plásticas, anunciaram sua fusão no último dia 11,  informando que a nova operação conjunta tem como objetivo somar competências e fortalecer ações junto a parceiros, clientes, colaboradores e fornecedores.

Com mais de 30 anos, a Cromex é a líder brasileira no mercado de masterbatches (cores e aditivos usados nos plásticos). Os produtos da Cromex atendem 18 segmentos diferentes de transformados plásticos, como brinquedos, embalagens e tampas para diversos segmentos (alimentos, bebidas, cosméticos, higiene pessoal, limpeza), segmento esportivo (assentos para estádios, entre outros produtos), construção civil, setor automotivo e de agrobusiness.

Há 12 anos no mercado, a Resinet está entre as maiores distribuidoras brasileiras de resinas termoplásticas. A empresa atua em todo o território nacional e também comercializa produtos das maiores indústrias químicas e petroquímicas do mundo.

Segundo as empresas, a operação conjunta deverá ser iniciada em janeiro de 2013,  agregando valor aos produtos e soluções para os mercados nacional  e  internacional.

Curta nossa página no

Arburg recebe certificação ISO 50001 em Sistemas de Gerenciamento de Energia

08/08/2012

A Arburg atingiu um outro importante objetivo: a certificação ISO 50001, tendo a TÜV Süd como o certificador -, além das ISO 9001 e ISO 14001. A certificação segundo a norma ISO 50001 compromete a Arburg com o uso eficiente de energia em todas as áreas da empresa. A Arburg é uma das primeiras empresas a ter sido tripla certificação ISO.

Padrão ISO 50001

A norma internacional ISO 50001 sobre Sistemas de Gerenciamento de Energia  é muito recente. Foi publicada pela primeira vez em Inglês em Junho de 2011, sendo que a versão alemã se seguiu em dezembro de 2011. A TÜV Süd explica seus objetivos da seguinte forma: “O núcleo da ISO 50001 é a melhoria contínua do desempenho de uma organização no que tange à energia. A norma descreve os requisitos que uma organização necessita cumprir para os propósitos de introdução, implementação, manutenção e melhoria de um sistema de gerenciamento de energia. Essa abordagem sistemática visa habilitar uma organização a melhorar seu desempenho relacionado com a energia, aumentar a sua eficiência energética e otimizar a sua utilização de energia. “

ISO 50001 como novo marco

O fato de que Arburg foi certificada pela TÜV Süd apenas um ano desde a publicação da ISO 50001 sublinha o papel principal que é desempenhado pela empresa fabricante de máquinas em termos de questões energéticas e ambientais. Seu foco na produção de máquinas injetoras energeticamente eficientes em um sistema de produção energeticamente eficiente já estava consagrado na gestão ambiental de acordo com a ISO 14001. A ISO 50001 agora compromete a Arburg com a implementação e cumprimento de medidas de eficiência energética individualmente quantificáveis . A estratégia subjacente ao novo sistema de gestão de energia é planejado e organizado pelo Grupo de eficiência energética, composto por especialistas de diversos setores, o qual existe desde 1996.

Em busca  de economias potenciais

No futuro, um componente chave do sistema de gestão energética se constituirá de medições de energia sistematicamente planejadas, detalhadas e contínuas, com a finalidade de estabelecer com precisão a quantidade de energia que é utilizada e o local onde é consumida, em um processo de produção intensivo em energia. A avaliação e a análise do consumo anual irá facilitar a identificação de potenciais de economia ocultos. A este respeito, a Arburg também atribui importância às idéias e sugestões de seus funcionários, cuja consciência sobre o tema da eficiência energética está sendo reforçada através de várias atividades.

Eficiência energética em foco ao longo de décadas

O tema da economia de energia não é novo na Arburg. Na verdade, a atenção para economias potenciais de energia na empresa tem sido um elemento-chave em todos os desenvolvimentos e investimentos durante décadas. Isto aplica-se aos seus produtos, mas também ao seu processo produtivo e instalações.

Na área de produtos, a gama de tecnologia de máquinas otimizadas energeticamente está sendo continuamente ampliada, de modo que um número crescente de máquinas injetoras Allrounder agora exibem o rótulo de eficiência energética da Arburg: e². A tecnologia e gerenciamento energético das instalações da Arburg são, por exemplo, caracterizadas pela energia geotérmica, energia fotovoltaica, usinas térmicas “block-type”, a utilização da água da chuva, energia eólica e calor gerado na produção, bem como a ventilação e extração natural em seus prédios.

Com a introdução do sistema de gestão de energia certificado segundo a norma ISO 50001 em 2012, um marco adicional foi alcançado, constituindo uma base sobre a qual a empresa vai promover uma evolução contínua em matéria de eficiência energética.

Fonte: Arburg

Curta nossa página no

Interplast 2012: AWS Brasil expõe central de alimentação

07/08/2012

Pela primeira vez, a AWS Brasil vai apresentar uma central de alimentação em uma feira e, para isso, escolheu a Interplast 2012. A atração diferenciada promete explicar para os visitantes como funciona o sistema que supervisiona e controla a alimentação de materiais em uma indústria. “Disponível em diversas configurações e de fácil instalação, a central é muito eficiente. Com um único controlador, é possível comandar todos os componentes de um sistema de transporte”, acrescenta Camila M. Sapage, Marketing da empresa. Além da central, quem passar pelo estande da empresa vai poder conferir também outros produtos, como dosadores, alimentadores e multsystem para as indústrias plásticas de extrusão, injeção e sopro.

Para a área de flexografia, a AWS vai apresentar o viscosímetro com tecnologia Norcross, dos Estados Unidos. Um aparelho que mede e controla automaticamente a viscosidade de tintas, vernizes e demais líquidos. As linhas BioSystem e EcoSystem, com as lavadoras de peças e recuperadoras de solventes também serão expostas na feira.

Além destas atrações, a AWS Brasil aproveita deste evento para apresentar as empresas do Grupo. Muito mais do que a união de empresas familiares, o Grupo Sapage surge para elevar o patamar de suas frentes de atuação e desenvolver os mercados aonde atua. A força do Grupo permite fazer com que as empresas especializadas em seus ramos possam atuar de maneira sinérgica, otimizando as experiências e conhecimento de cada um dos mercados de atuação. Estamos presentes nos mercados de Embalagens e peças técnicas em Plástico oferecendo as melhores soluções para a indústria de termoplástico. Nestas diretrizes, a Recypack, a Matriz Industrial, e também a AWF do Brasil, já confirmaram presença no estande da empresa e também vão levar seus produtos para a Interplast 2012.

Sobre a AWS Brasil

A AWS Brasil faz parte de um grupo familiar que atende, com qualidade e agilidade, indústrias plásticas com soluções nacionais e tecnologia mundial. Fundada em 1997, a empresa iniciou suas atividades atuando junto às indústrias de embalagens plásticas flexíveis. Hoje, estendeu seus serviços e produtos a todo o setor. Os segmentos que a empresa atende desdobram-se em periféricos e máquinas. Recentemente, a AWS entrou também no mercado de linhas de extrusão e coextrusão, com um centro tecnológico na Itália.

Fonte: Grupo Sapage

Curta nossa página no

Interplast 2012: Cromex leva especialidades para plásticos e produtos sustentáveis

07/08/2012

A Cromex, empresa brasileira líder no mercado nacional de masterbatches de cores e aditivos para plásticos, levará, entre os dias 20 e 24 de agosto, à Interplast 2012, produtos desenvolvidos com foco na performance e sustentabilidade. Entre os produtos voltados à performance, a Cromex vai mostrar sua linha de masterbatches brancos com antifibrilante e aditivo UV, desenvolvida para melhorar o processo de fabricação da ráfia. Vai expor, também, os novos concentrados de cores para fabricação de multifilamentos, filamentos contínuos e não-tecidos (PP e PET).

Com foco na melhoria do desempenho dos polímeros na transformação, a empresa apresentará a linha de cargas minerais, aditivos que proporcionam vantagens ao transformador, como melhoria de propriedades mecânicas, melhor estabilidade dimensional e melhor taxa de troca térmica.

De olho nos eventos esportivos que o Brasil sediará nos próximos anos, a Cromex, que atua neste segmento há mais de cinco anos com masterbatches especiais e se faz presente em diversos estádios brasileiros e arenas poliesportivas cobertas, vai mostrar seus produtos específicos para este mercado. A empresa desenvolveu, em parceria com a Braskem, compostos de cores a base de PE Verde (resina de fonte renovável proveniente do etanol da cana-de-açúcar) para assentos desportivos, atendendo à normativa ABNT NBR 15925/2011.

Ainda com foco na inovação e sustentabilidade, a Cromex também conta com uma série de masterbatches desenvolvidos em PLA (plásticos biodegradáveis), os quais já atendem a diversos segmentos.

Quem passar pelo estande da Cromex também vai conferir seus aditivos e cores com nano partículas de prata, que conferem aos plásticos ação bactericida (elimina as bactérias) e bacteriostática (impede sua proliferação) e podem ser aplicados em PE, PP, PS, ABS e PET, em todos os processos de transformação. Os visitantes da feira vão conhecer ainda a linha completa para BOPP, que inclui brancos puros e com carga, compostos para cavitados e aditivos de performance.

Todos os produtos tem fornecimento local, oferecendo além do suporte técnico de equipes especializadas, uma assessoria completa para suas diversas aplicações.

Sobre a Cromex

Líder no mercado brasileiro de masterbatches de cores e aditivos para plásticos, a Cromex conta com duas unidades (São Paulo e Bahia) com capacidade de produção de 132 mil toneladas/ano. Em suas fábricas, a empresa gera mais de 500 empregos diretos e conta com certificações ISO 9001, 14001 e OHSAS 18001. Seu portfólio conta com mais de 13 mil cores e aditivos, desenvolvidos em laboratórios próprios, para atender 18 segmentos diferentes no setor de transformados plásticos, como brinquedos, embalagens, tampas para diversos segmentos (alimentos, bebidas, cosméticos, higiene pessoal, limpeza), construção civil, automotivo e agrobusiness.

Fonte: MesseBrasil

Curta nossa página no

Interplast 2012: Premiata apresenta novidades para o segmento de reciclagem e transformação de plásticos

13/07/2012

A Máquinas Premiata vai levar, para a Interplast 2012, suas novidades para o segmento de reciclagem e transformação de plásticos. Um dos lançamentos será o novo misturador secador vertical, modelo 2012, que ganhou melhorias em seu sistema de aquecimento e mancais.

O misturador compacto, desenvolvido para pequenas quantidades de material, e os modelos de funil misturador e funil misturador secador também estarão no estande da empresa.

Outro destaque será o porta big bag estacionário, com ou sem moega, para descarga de bags com mais de 1.000 kg. “Nossa filosofia é desenvolver projetos seguros, eficientes e de excelente qualidade, sempre buscando zelar pela segurança de operação das máquinas e equipamentos”, comenta Rafael Rosanelli, diretor da Máquinas Premiata.

Sobre a Máquinas Premiata

A Máquinas Premiata é uma empresa fabricante de máquinas, periféricos e acessórios para o setor de reciclagem e transformação de plásticos. Localizada em São Vendelino/RS, emprega, em seu processo produtivo, sistemas de corte a laser, corte plasma CNC, dobra CNC e solda Mig/Mag. A empresa aplica a sua tecnologia de ponta no desenvolvimento de equipamentos, resultando em projetos funcionais e com elevado padrão de qualidade.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no

Interplast 2012: Piovan demonstra sistema completo de dosagem, mistura e transporte de polímeros

12/07/2012

Há quase 50 anos trabalhando com o tratamento de matérias plásticas, a Piovan é especialista em desenvolver soluções para as mais diversas aplicações na transformação de polímeros, desde injeção e sopro, até extrusão e tratamento de PET e PC. Para a Interplast 2012, a empresa preparou diversos produtos, que se destacam por sua tecnologia e aplicabilidade. Um sistema completo de dosagem, mistura e transporte de polímeros estará em funcionamento no estande. Transportando polietileno linear de baixa densidade, fornecido pela Braskem, o sistema conta com um dosador gravimétrico com quatro estações de dosagem, capacidade de 500 kg/hora, controle touch screen de 8,5″, quatro funis alimentadores independentes com controle por microprocessador Easy² System, um desumidificador compacto da série DS 507 e uma unidade de vácuo para altas capacidades.

Outro destaque é o secador, da linha DPA, a ar comprimido, para secagem de materiais higroscópicos. Indicado para desumidificação de pequenos volumes de resina, o equipamento pode ser instalado sobre injetoras ou sopradoras.

Para a linha de refrigeração industrial, a Piovan traz o Dry Cooler, para resfriamento de água industrial em circuito fechado. Além de garantir água sempre limpa e consumo reduzido, o equipamento ainda conta com vantagens como baixos níveis de ruído e flexibilidade para atender a diversas aplicações. Da mesma forma, outro produto, o Mini Chillers, também pode ser utilizado em qualquer aplicação. Com capacidade de resfriamento de até 25.000 kcal/h, está disponível a água e a ar. Caracterizado pelo design extremamente compacto, o equipamento ocupa apenas 0,5 m² da área fabril, proporcionando grande versatilidade na instalação.

“Sempre nos colocamos a disposição de nossos clientes, como parceiros de engenharia, desde o desenvolvimento do projeto até a implementação de sistemas centralizados turn-key e soluções inovadoras, em sintonia com as exigências do mercado e as evoluções tecnológicas”, comenta Ana Green, da área de marketing da Piovan.

Fonte: Messe Brasil

Curta nossa página no