Archive for the ‘Fios’ Category

Prysmian expande linha de cabos sustentáveis com o Plástico Verde da Braskem

10/06/2015

Família Afumex Green cresce incluindo cabos da classe de tensão 0,6/1kV (até 1.000V)

prysmianAlinhada às principais frentes de desenvolvimento de tecnologias sustentáveis, a Prysmian, maior fabricante mundial de cabos elétricos e de telecomunicações, expande a sua linha de cabos Afumex Green, com o novo componente Afumex Green 1kV (1.000 Volts).  Referência em segurança e qualidade, o lançamento utiliza, na sua isolação, o polietileno “Verde” da Braskem, derivado da cana-de-açúcar.

“A preocupação com sustentabilidade está no DNA da Prysmian. Com este lançamento, aumentamos nossa gama de produtos “verdes”. Inovamos ao apresentar, há três anos, o primeiro cabo ecológico do mundo, o Afumex Green 750V. Agora, com a extensão da linha para o Afumex Green classe de tensão 0,6/1kV, seguimos com nosso compromisso de sempre oferecer ao mercado inovações tecnológicas no segmento de fios e cabos. O próximo passo é ampliar o uso do polietileno de origem renovável para famílias de cabos de concessionárias para distribuição de energia em redes aéreas e subterrâneas”, declara Humberto Duplat Paiva, diretor comercial da Prysmian.

Os cabos Afumex Green 1kV atendem às exigências das normas (NBR5410 e NBR13570) para instalações elétricas em locais com grande concentração de pessoas e, até mesmo, em ambientes confinados, uma vez que não propaga chama em caso de incêndios e tem baixa emissão de fumaça e gases tóxicos. Além disso, são utilizados para energizar máquinas, equipamentos e iluminação em geral, sendo aplicáveis em estádios, aeroportos, shoppings, escolas, edifícios comerciais e residenciais, entre outros.

Para apresentar ao mercado o novo Afumex Green, a Prysmian investiu R$ 10 milhões em Pesquisa & Desenvolvimento e em equipamentos para produção. A nova geração dos cabos será produzida nas fábricas de Sorocaba e Santo André (SP), a partir de maio, e será destinada para toda a América do Sul.

Segundo a Braskem, o seu polietileno “verde” captura 2,15 quilos de CO2 a cada quilo de plástico produzido, sendo que 80% da energia consumida em todo o processo é proveniente de fonte renovável.

Sobre a Prysmian: O Grupo Prysmian conta com 19 mil colaboradores, 91 fábricas e está presente em 50 países, com 17 centros de Pesquisa e Desenvolvimento na Europa, Estados Unidos e América do Sul. Com três unidades de negócio – Energia (cabos aéreos, terrestres e submarinos para a transmissão e distribuição de energia elétrica), Telecomunicações (cabos e fibras ópticas para transmissão de dados, imagem e voz e cabos convencionais em cobre) e Petróleo (Umbilicais, Dutos Flexíveis de Produção e Cabos Especiais para plataformas e bombas submersas), o Grupo Prysmian está presente em todos os continentes. No Brasil, com mais de 20% de market share, a empresa possui oito unidades fabris localizadas em Santo André e Sorocaba (quatro fábricas), em SP, Joinville, em SC, Vila Velha e Cariacica, no ES, além de dois centros de Pesquisa e Desenvolvimento. Conta com mais de 1.400 funcionários que são responsáveis pela produção de aproximadamente 80 mil toneladas de cabos por ano.

Sobre a Braskem: A Braskem possui 36 plantas industriais distribuídas pelo Brasil, Estados Unidos e Alemanha e produz anualmente mais de 16 milhões de toneladas de resinas termoplásticas e outros produtos petroquímicos. A Braskem tem capacidade para fabricar anualmente 200 mil toneladas de polietileno derivado de etanol de cana-de-açúcar.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no

Anúncios

Arkema lança agente de acoplagem para retardantes de chama livres de halogênios usados em aplicações em fios e cabos

28/05/2015
  • A Arkema (www.arkema.com) desenvolveu o produto Orevac® 18341, um novo composto de polietileno com anidrido maléico para a produção de um retardante de chama livre de halogênios (HFFR – Halogen Free Flame Retardant),  usado na fabricação de fios e cabos.
  • O novo produto é especialmente útil na melhoria da resistência à hidrolise após o envelhecimento

Arkema_fios-e-cabosFormulações de compostos olefínicos anti-chama livres de halogênios (HFFR) são alternativas ao PVC na fabricação de revestimento de fios e cabos de baixa tensão. Eles têm a vantagem de gerar baixa densidade de fumaça em uma situação de incêndio, bem como boa retardância às chamas. No entanto, eles exigem propriedades mecânicas melhorada e maior resistência a hidrólise após o envelhecimento. Resistência a hidrólise é fundamental para se manter as propriedades do cabo, mesmo em ambientes úmidos. O novo grade Orevac® é um polietileno com um elevado nível de anidrido maleico (MAH). Segundo a Arkema, o alto teor de anidrido maleico o torna um excelente agente de acoplamento entre poliolefinas e cargas minerais como hidróxido de alumínio,  hidróxido de magnésio, brucita, etc. Ele ajuda a atingir propriedades mecânicas superiores e a melhorar a resistência à hidrólise, mesmo após o envelhecimento.

Propriedade de Composto Retardante de Chama Livre de Halogênio com Orevac 18341. Fonte: Arkema

Propriedades de uma formulação de Retardante de Chama Livre de Halogênio com Orevac 18341.  Fonte: Arkema

O Orevac® 18341 é compatível com copolímeros olefínicos da Arkema, tais como Lotryl® (copolímeros de etileno-acrilato EEA, EMA e EBA) e Evatane® (copolímeros de etilenoacetato de vinila – EVA), para produzir compostos de retardantes de chama livres de halogênio, com excelentes propriedades mecânicas, mesmo com um baixo teor de agente de acoplagem, segundo a empresa. As características típicas do Orevac® 18341 são mostradas abaixo:

Propriedades típicas do Orevac 18341. Fonte: Arkema

Propriedades típicas do Orevac 18341. Fonte: Arkema

O novo grade de Orevac completa o portfólio de agentes de acoplagem da Arkema:

  • Orevac® 18302N polietileno grafitizado: agente de acoplagem de propósitos gerais
  • Orevac® 18507 HDPE grafitizado: altas propriedades mecânica, química e à abrasão
  • Orevac® OE808 : aplicação HFFR em cabos flexíveis
  • Orevac® CA100 polipropileno grafitizado: compostos HFFR a base de PP
  • Lotader® 3210: Agente terpolímero de acoplagem exclusivo para compostos HFFR com propriedades mecânicas melhoradas

Para mais informações sobre agentes de acoplagem Orevac® e Lotader® e outros grades, visite os website do Orevac e do Lotader.

Companhia química global e principal produtora de produtos químicos da França, a Arkema tem operações em mais de 50 países, cerca de 14.000 funcionários e 13 centros de pesquisa, Arkema gera receita anual de € 7,6 bi e possui um portfólio de marcas reconhecidas internacionalmente.

Fonte: Arkema

Curta nossa página no

Braskem apresenta 16 novos produtos na Brasilplast 2011

16/05/2011
Nova planta de PVC, que conta com investimentos de R$ 1 bilhão, também foi um dos destaques da feira

Os Clientes que visitaram o stand da Braskem na Brasilplast tiveram acesso a painéis touchscreen onde puderam visualizar todos os catálogos, selecionar o conteúdo de interesse e enviá-los para seus e-mails pessoais. Além disso, o material também esteve disponível em IPADs e em todo o estande através da rede instalada pela Braskem.

Telas touchscreen também mostraram aos presentes os cases de sucesso de parceiros da Braskem, ideias que deram certo e que já podem ser vistas na prática. Uma mesa interativa também foi criada para apresentar de forma lúdica os conceitos do selo I’m Green, que identifica os materiais da Braskem feitos a partir de fonte renovável, e do ciclo de produção do polietileno verde para o público em geral.O estande contou ainda com um sistema especial de localização dos colaboradores da Braskem através de seus crachás. Dessa forma, os clientes puderam ser atendidos de forma rápida.Os lançamentos da Braskem na Brasilplast foram:
POLIETILENOS
Solução para tanques de combustível
A resina HS4506 foi desenvolvida para produção de tanques de combustível automotivos, bem como para fabricação de tubos de enchimento e de reservatórios de partida a frio. Outro desenvolvimento da Braskem é a resina HS4506A, especialmente aditivada para garantir maior resistência à radiação ultravioleta e às intempéries. A resina é destinada à produção de tanques de combustível para caminhões e para o segmento de reposição automotiva.

Receita inovadora para o mercado de laminados
A resina Flexus 9212XP (XP = extra performance) atende às necessidades do mercado de laminados de alta performance, utilizados nos processos de empacotamento automático de elevada velocidade. É uma resina metalocênica (mPEBDL),  com o diferencial de manter mais estáveis os valores de Coeficiente de Fricção Cinético (CoF). É uma solução inovadora, patenteada pela Braskem e é resultado de uma receita capaz de melhorar a estabilidade do CoF, após a laminação, transporte  e estocagem das bobinas.

Quaterpolímero para o mercado frigorífico
Considerando as características do mercado frigorífico, a Braskem desenvolveu a resina Pluris 6301, um quaterpolímero que apresenta melhor processabilidade, selagem e alongamento. Estas características, combinadas com seu baixo nível de bloqueio e teor de géis, tornam o produto uma ótima opção para embalagem de pão de forma.

Bimodais com tecnologia Mitsubishi
As resinas BU004W e BS002W foram produzidas com tecnologia Mitsubishi e trazem um diferencial significativo de desempenho de propriedades mecânicas em relação aos demais produtos monomodais.

Excelente balanço entre rigidez e resistência ao impacto
O BS002W possibilita a redução de peso de frascos soprados, enquanto mantém as propriedades de empilhamento. A nova resina também apresenta ótima resistência ao stress cracking, o que a torna adequada para produção de frascos para embalagens de produtos tensoativos, tais como detergentes, limpadores multiuso e produtos químicos.

Redução de peso e manutenção das propriedades de empilhamento
A elevada densidade do produto BU004W proporciona uma redução de peso dos frascos e mantém as propriedades de empilhamento. O pacote de aditivos  diferenciado também proporciona aos frascos soprados com BU004 melhores propriedades ópticas com frascos mais brancos e melhor acabamento superficial.

Ótima processabilidade e excelente resistência a impacto a baixa temperatura
O produto HS5010, PEAD-APM, produzido por meio da tecnologia Loop Slurry apresenta ótima processabilidade e excelente resistência a impacto de baixa temperatura. É indicado para sopro de bombonas de embalagens de produtos químicos e agroquímicos.

Resina para o segmento de Fios & Cabos
A resina TC9008 é o mais recente lançamento da Braskem para o segmento de Fios & Cabos. É um composto à base de polietileno de baixa densidade (PEBD), pigmentado com negro de fumo. É indicado para revestimento ou capa de fios e cabos para telecomunicações e energia. O composto proporciona alta produtividade durante a extrusão, acabamento, alta flexibilidade e elevada resistência à baixa temperatura, além de proteção contra a ação das intempéries.

POLIPROPILENO

Embalagens rígidas com fluidez e resistência a impactos
O CP 191XP é um polipropileno copolímero heterofásico de alto índice de fluidez e elevada resistência a impactos. Foi desenvolvido para responder às exigências do mercado de injeção de ciclo rápido e de peças de paredes finas. Proporciona maior versatilidade e produtividade, mantendo um ótimo balanço de propriedades (rigidez e impacto). Este produto é destinado a embalagens de sorvete injetadas, utilidades domésticas e compostos automotivos.

Inovação para o mercado de Nãotecido
Este ano a Braskem está lançando para o mercado de Nãotecido o H 155, grade que apresenta elevada fluidez, possibilitando melhor desempenho na formação da camada de barreira obtida pelo processo meltblown. Este grade substituirá o H 152 no portfólio de PP Braskem.

Composto para aplicação final em para-choques
O CP 393 é um copolímero de alto impacto e baixíssima contração. Foi especialmente desenvolvido para compostos cuja aplicação final é pára-choque. A adição de carga mineral deixa “gap zero” entre o pára-choque de plástico e o pára-lama de metal.

Opção versátil para a indústria automotiva
O CP 286 é um copolímero heterofásico especialmente desenvolvido para o mercado de compostos. Sua função é manter elevada resistência ao impacto, com maior rigidez e fluxo. O bom balanço de propriedades mecânicas e alto índice de fluidez, ligado baixo VOC – isenção de voláteis elimina odores – torna esta opção muito versátil para uso na indústria automotiva em aplicações como pára-choques e painéis.

Aumenta a produtividade do mercado automobilístico
O CP 100 é um polipropileno copolímero heterofásico de altíssima fluidez com excelente balanço de rigidez e impacto. O objetivo da Braskem com essa resina é responder às exigências de maior produtividade do mercado automobilístico, proporcionando maior versatilidade e flexibilidade para os Clientes. O CP 100 atende importantes necessidades dos Clientes, como baixo teor de VOC (Volatile organic compound); excelentes propriedades organolépticas; maior facilidade de preenchimento no molde de injeção, com excelente balanço de propriedades mecânicas e maior produtividade em peças injetadas.

Alta Rigidez para mercados de eletrodomésticos e eletroportáteis
Desenhada para o mercado de peças técnicas e compostos, que requerem elevada rigidez e boa processabilidade para injeção, a Braskem lançou o grade H 201HC. Devido à sua elevada cristalinidade e alta rigidez, o produto apresenta maior resistência termomecânica e uma resistência diferenciada ao risco, tornando-o uma excelente opção para componentes de eletrodomésticos e eletroportáteis.

Inovação para mercado de baldes industriais
A resina CP 270R é um polipropileno copolímero heterofásico, especialmente desenhado para o processo de injeção de baldes e contêineres, que exijam balanço de propriedades entre resistência ao impacto e rigidez, com elevação do índice de fluidez em relação aos grades anteriores.

Maior transparência para utilidades domésticas
Como proposta de maior transparência para utilidades domésticas, a Braskem lançou a resina Prisma 1410, um copolímero randômico de elevado índice de fluidez, desenvolvido para injeção de peças e embalagens com excelente transparência. Este produto apresenta ótima processabilidade, alta produtividade e perfeito balanço rigidez/impacto.

Fonte: Braskem
Foto (crédito): Getty Images

Distribuidora de energia elétrica da Índia adota o polietileno reticulado da Dow para seus cabos de distribuição

01/03/2011

A Dow Wire & Cable alcançou mais um marco no setor de concessionárias de energia elétrica. A unidade de negócios da Dow para fios e cabos foi reconhecida pela maior estatal de distribuição de energia da Índia, a Maharashtra State Electricity Distribution Company Limited (MSEDCL), pela especificação avançada para o uso de isolação TR-XLPE para seus cabos de distribuição de 11, 22 e 33 kV.

O TR- XLPE é um polietileno reticulado com retardante à arborescência que reduz a degradação elétrica causada pela umidade.  Utilizado pela indústria global de energia a solução é capaz de isolar o equivalente a mais de três milhões de quilômetros de cabos subterrâneos de média tensão (MT).

“Esta é a primeira vez que uma concessionária pública certifica o TR-XLPE. A especificação coexiste com a atual especificação-padrão para cabos XLPE da Índia, e é uma opção para ela”, ressalta Ram Ramachandran, diretor global de Marketing de Usuário Final da Dow.

Adicionalmente, a especificação da concessionária traça claramente as exigências de desempenho nos níveis do Dow ENDURANCE™ – família de semicondutores e isolamento para média tensão (MT), alta tensão (AT) e  alta tensão para construções (MAT). De acordo com Ramachandran, a preferência clara da MSEDCL será crucial para que outras estatais e distribuidoras de energia elétrica do setor privado analisem os materiais de alto desempenho da Dow.

Programa DOW INSIDE

Para que um sistema de cabos seja confiável é necessário que eles tenham um bom desempenho em protocolos regionais para oferecer mais valor para as distribuidoras de energia elétrica do mundo todo. Pensando nisso, a Dow Wire & Cable criou, em 2009, o programa DOW INSIDE que seleciona fabricantes de cabos aptos a produzirem cabos de alta qualidade com materiais Dow.

Fonte: Dow

Braskem lança novo composto de polietileno para aplicações em fios e cabos.

01/02/2011
Resina é indicada para produtos expostos a condições climáticas adversas

A resina TC9008, composto à base de polietileno de baixa densidade (PEBD) pigmentado com negro de fumo, é o mais recente lançamento da Braskem para o segmento de Fios & Cabos. Seu principal uso é como revestimento ou capa de fios e cabos para Telecomunicações e Energia.

A combinação de propriedades mecânicas e facilidade de processamento, fornecidas pelo PEBD, e a proteção contra radiação UV, obtida com o uso de pigmento negro de fumo, confere ao composto TC9008 alta produtividade durante a extrusão, acabamento, alta flexibilidade e elevada resistência à baixa temperatura, além de proteção contra a ação das intempéries.

Com o investimento em infraestrutura no Brasil, há previsão de crescimento anual de 10% do segmento de Fios & Cabos nos próximos anos e os lançamentos da Braskem chegam para suprir a demanda do setor. A produção inicial de TC9008 será de 200 t/m e, em até quatro anos, estima-se atingir um volume de produção de aproximadamente 600 t/m.

O TC9008 complementa a família de resinas produzidas pela Braskem para este segmento, ampliando o portfólio atualmente formado pelas resinas GD5150K (cabos multiplexados, isolamento de fios e cabos de cobre), GM5340PRK (capa de fios e cabos ópticos e metálicos, isolamento de fios e cabos de cobre), LL4400SFC e LH218 (isolamento de fios e cabos XLPE de média tensão) e IA59UE e BC818 (cabos coaxiais expandidos a gás).

Fonte: Braskem

BGM lança na Interplast linha POP para extrusão de fios com diferencial de reduzir custos.

24/06/2010

A BGM especializada em periféricos para linhas de extrusão, lança na Interplast 2010, a linha POP para extrusão de fios. O granulador POP tem o mesmo conceito construtivo dos granuladores da linha plus e o secador de fios, gera alta eficiência, com o diferencial de aumentar a produtividade aliado ao baixo custo.

O portfolio de produtos da BGM abrange outras linhas de granuladores, ensacadeiras automáticas e semi-automáticas, silos, peneiras seletivas oscilatórias, secadores de fios, misturadores, homogeneizadores, peças de reposição para granuladores nacionais e importados de qualquer marca. Os produtos atendem principalmente a indústria petroquímica, o mercado de reciclagem e fabricantes de compostos, resinas e masterbatches. A BGM atua também com a prestação de serviços de afiação de rotores de corte e facas para granuladores, e manutenção de equipamentos em geral.

Sobre a BGM
A BGM é uma indústria brasileira especializada na fabricação de periféricos para linhas de extrusão, atendendo ao mercado com produtos padrões ou projetados para atender as necessidades específicas dos clientes. A BGM dispõe de soluções para testes em laboratório e equipamentos para grandes processos produtivos.

Fonte: MesseBrasil