Adesivo com tecnologia Cold Seal da Coim ganha espaço em mercados variados

Alta aplicabilidade e preço competitivo são pontos positivos do produto, afirma a empresa

Manter um produto selado antes de chegar ao consumidor final é requisito básico para qualquer empresa que queira atender a seus clientes com qualidade. Esse controle está presente em todos os mercados – farmacêutico, de alimentação, pet, etc.

A tecnologia do adesivo Cold Seal vai ao encontro dessa necessidade, mantendo intactos materiais que não podem sofrer danos com o calor.

Em 2016, a Coim apresentou a sua solução em Cold Seal, o HL 5812. De acordo com a Coim, o produto é livre de látex natural, que é alergênico segundo a lista da RDC 26/2015. Dois anos depois, a empresa italiana viu o interesse no produto crescer. Para 2018, a Coim não apenas espera manter as vendas do cold Seal, mas também investir em tecnologia para aprimorar a linha. “As vendas são sempre muito constantes, com picos em ocasiões especiais, como a Copa do Mundo.”, pontua José Paulo Victorio, presidente da Coim Brasil. Impulsionada pela competição esportiva, a empresa espera ampliar os 50% de mercado que já possui no Brasil por meio das vendas de Cold Seal para aplicação em figurinhas do álbum da Copa.

Segundo o gerente de desenvolvimento da Coim, Carlos Gandolphi, o HL 5812 pode ser utilizado por selagem a frio para embalagens re-lacráveis (reclosable). “Este produto possui boa aderência e se fixa a diferentes tipos de papéis e filmes. Isso garante aos embalados, principalmente alimentos, proteção contra possíveis contaminações.”, explica.

A receita do sucesso do Cold Seal é atribuída à tecnologia associada ao produto, com baixo odor e bom nível de desempenho. A possibilidade de aplicação para diferentes aplicações é outro ponto positivo. Em função dessa versatilidade, inclusive, a Coim já prepara novidades para a linha. “Desenvolvemos a tecnologia de cold Seal sintético, que substitui a anterior – produzida a partir de borracha natural. Estamos trabalhando para aumentar a estabilidade de aplicação e reduzir o odor.”, finaliza José Paulo Victorio.

A Coim (Chimica Organica Industriale Milanese) é uma empresa de origem italiana especializada em policondensação (ester), poliadição (poliuretanos) e na fabricação de especialidades químicas. Fundada em 1962, em Milão, a empresa foi a primeira da Itália a produzir peróxidos orgânicos. Hoje, a multinacional possui unidades fabris na Itália, Brasil, Estados Unidos, Índia e Cingapura, além dos Centros de Pesquisa na Itália, França, Inglaterra, Alemanha e Brasil.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Coim

Curta nossa página no

Anúncios

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: