Resultados da Feiplastic 2017 refletem sinais de recuperação da indústria do Plástico e marcam retomada de confiança no mercado de eventos

Feira Internacional do Plástico recebe aprovação dos expositores, que elogiaram a qualificação do público e o clima favorável para os negócios, muitos deles “fechados” no próprio evento

Saudada pelos expositores como um ambiente propício para ampliar contatos e realizar negócios no setor, a Feiplastic 2017 – Feira internacional do Plástico concluiu suas atividades com público de 56.324 visitantes/compradores, entre os dias 3 e 7 de abril, no Expo Center Norte, em São Paulo. “A Feiplastic tem revelado cada vez mais sua vocação de ser um ambiente propício para se fechar negócios efetivos”, resumiu o diretor de Eventos da Reed Exhibitions Alcantara Machado, Leandro Lara.

Foram mais de mil marcas expositoras nacionais e internacionais, provenientes também de outros 15 países como Áustria, China, EUA, França, Índia, Itália, Portugal, Reino Unido e Suíça. Também vieram visitantes de mais de 30 países como Itália, EUA, Portugal, Alemanha e Espanha.

A próxima edição da Feiplastic está confirmada pela Reed Exhibition Alcantara Machado para ocorrer nos dias 8 a 12 de abril de 2019, no Expo Center Norte.

Bastante satisfeito com o resultado da Feiplastic 2017, o presidente da ABIPLAST (Associação Brasileira da Indústria do Plástico), José Ricardo Roriz, entidade apoiadora institucional da Feira, afirmou que o evento foi um “sucesso”, ressaltando que muitas ações iniciadas terão continuidade, deixando um legado positivo para toda a cadeia. Ele ainda destacou algumas conquistas obtidas na Feira como a forte presença de estudantes do ensino técnico, que puderam acompanhar o processo completo de reciclagem na Operação Reciclar (leia mais sobre a operação abaixo), o convênio firmado com a ETEC Guaracy Silveira para fornecer conteúdo técnico à grade curricular, além de criar um banco de talentos com os melhores alunos para que possam ser mais acessíveis aos potenciais empregadores da indústria. “Outro destaque foi o lançamento do Banco de Resíduos, que reúne recicladoras e empresas e fomentará negócios entre as duas pontas da cadeia”, completou Roriz.

A Tenderic do Brasil, uma das principais fabricantes de máquinas injetoras, além de já ter fechado negócios, espera ainda concretizar outros mais a partir das negociações iniciadas na Feiplastic. “Vendemos as duas máquinas que trouxemos e estamos em negociações para comercializar outras que podem gerar lucros que vão de R$ 2,8 milhões a R$ 3 milhões”, afirmou o diretor Comercial, Mário Bonando. Atendendo setores como o automobilístico, a “linha branca” de eletrodomésticos e o de fabricantes de utilidades domésticas, Bonando disse que a Feira permitiu ampliar sua clientela, estabelecendo contatos comerciais com várias outras empresas. “Posso dizer que nossas expectativas foram 100% atingidas”, afirmou.

A Feiplastic foi bastante exitosa para a Haitian, fabricante de injetoras. Nas contas do gerente Roberto C. Melo, foram vendidas mais de 40 máquinas nos cinco dias do evento. “Só nos primeiros três dias já tínhamos conseguido realizar vendas efetivas de mais de 30 máquinas”, informou.

“No geral, a feira foi boa e interessante pelo mix de clientes que nos procuraram. Realizamos negócios efetivos, com a venda de duas máquinas e esperamos ampliar as vendas nos próximos meses. Pelo menos, o mercado já dá sinais de crescimento; saímos da inércia”, ressaltou o diretor da Wortex Máquinas, Paolo De Filippis. Ele destacou ainda a participação da empresa na Operação Reciclar, que mostrou ao público o que é possível fazer com o material plástico. “Atendi muitas pessoas que ainda desconhecem o potencial de reciclabilidade do plástico, que está presente cada vez mais na vida das pessoas”.

Os negócios fechados durante a Feira também foram destacados pelo presidente da ABIMEI (Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais), Paulo Castelo Branco. “Em quatro dias, mais de 40 máquinas foram vendidas. A participação foi muito importante para nós e para todos os nossos associados que estiveram aqui”, avaliou. O executivo disse ainda que é essencial que as empresas troquem experiências e façam contatos, especialmente em momentos de dificuldade econômica, como o que o Brasil atravessa atualmente. “Não tenho dúvida de que a Feiplastic é o espaço e momento para isso dentro da cadeia do plástico”.

Para os produtores químicos e de matérias-primas, um dos importantes setores presentes na Feiplastic, o balanço também foi positivo. “A feira foi bastante satisfatória. Durante os cinco dias, recebemos clientes diretos, além de outros da área de engenharia e de toda a cadeia da indústria, que têm um peso relevante para as soluções que a Solvay desenvolve e que agregam alto valor aos produtos transformados”, avaliou Emy Yanagizawa, gerente comercial de Performance Polyamides da Rhodia Solvay Group.

O diretor Comercial para Embalagens e Plásticos de Especialidades da Dow, Eide Garcia, também aprovou a oportunidade de estreitar laços com os clientes. Para ele, foi de extrema importância entender melhor a demanda dos seus parceiros “para construir juntos tecnologias que agreguem valor aos transformadores, aos donos de marca e ao consumidor”.

Segundo o presidente da ADIRPLAST (Associação Brasileira dos Distribuidores de Resinas Plásticas e Afins), Laércio Gonçalves, as empresas que participaram desta edição da Feira não apenas tiveram a oportunidade de apresentar seus portfólios e novos produtos, mas de fazer um trabalho de aproximação com o cliente que é vital para todo o setor. “Além disso, o evento nos permitiu ultrapassar as paredes de nossos escritórios e empresas e discutir juntos problemas que afligem toda a cadeia e também a sociedade”, completou. Gonçalves se refere a assuntos como a equalização tributária do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), métodos para melhorar a gestão, fim da inadimplência, além das questões envolvendo sustentabilidade.

Rodadas de Negócios promoveram cerca de 280 reuniões e movimentaram mais de R$ 60 milhões

Em conjunto com o Think Plastic Brazil, programa de apoio à exportação de plásticos criado pelo Instituto Nacional do Plástico e pela a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), a Rodada de Negócios Internacional da Feiplastic 2017 contou com a realização de 217 reuniões, gerando aproximadamente R$ 40 milhões em negócios a partir do evento. A rodada teve a participação de 46 empresas brasileiras e a presença de 11 compradores internacionais de nove diferentes países, entre eles México, Argentina, Uruguai, Chile. Já na Rodada de Negócios Nacional, organizada pela Reed Exhibitions, foram mais de 60 reuniões, gerando cerca de R$ 20 milhões.

Cresce público com maior poder de decisão de compra

Para a Cromex, líder no mercado nacional de concentrados de cores e aditivos para plásticos, A Feiplastic se mostrou um importante canal de relacionamento, principalmente para o lançamento de produtos. O coordenador de Desenvolvimento de Cores e Matérias-Primas, Roberto Herrero Lopes, fez questão de destacar a qualidade do público, que segundo ele, foi superior ao da edição anterior. “Identificamos uma grande oportunidade para aumentar nossa participação no mercado de PET com a  resposta positiva que tivemos dos clientes”, afirmou. A constatação de Lopes vai ao encontro da pesquisa realizada pela Reed Exhibitions a partir das inscrições dos visitantes/compradores na Feira deste ano. Pelos números levantados, 38% dos pré-credenciados declararam estarem dispostos a investir mais de R$ 1 milhão, montante que, acumulado e somado ao longo dos cinco dias do evento, totaliza cerca de R$ 650 milhões. Ainda de acordo com o levantamento da Reed, o número de visitantes com mais poder de decisão de compra aumentou 26% em relação à edição passada.

“O evento está muito bom, qualificado, e nossas expectativas foram atingidas. Nosso objetivo principal foi nos aproximarmos dos cientes cativos e estabelecer vários novos contatos, o que foi bastante positivo”, afirmou o diretor geral da Fortymil, Ricardo Mason. Na mesma linha, o diretor geral da Activas, Laércio Gonçalves (que também preside a Adirplast), afirmou estar muito satisfeito com os contatos realizados. “Viemos com o objetivo de melhorar relacionamentos e mostrar os novos lançamentos. Aqui conseguimos fidelizar os clientes que encontramos”, completou.

Operação Reciclar coleta cerca de dezesseis toneladas de materiais

Com o propósito de incentivar a coleta e a reciclagem de materiais plásticos durante a Feiplastic, a Operação Reciclar registrou a presença de 10.863 visitantes e aproximadamente dezesseis toneladas de material coletado. Além disso, oito bicicletas fabricadas com plástico reciclado produzidas pela Muzzicycles foram sorteadas, com a participação de mais de 3,5 mil visitantes que se inscreveram para o sorteio. Também foram distribuídos dois mil kits de vasos com plantas para os que compareceram ao espaço. A Operação Reciclar teve a curadoria da ABIPLAST, com o patrocínio master da Braskem e apoio institucional da Secretaria do Verde e Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo.

Fórum Feiplastic e Arena do Conhecimento somaram 46 horas de conteúdo

Um dos pontos altos da Feira, o compartilhamento de experiências, de conhecimentos e atualização profissional ocorrido no Fórum Feiplastic e na Arena do Conhecimento, foi responsáveis por 46 horas de conteúdo em palestras e exposições com temas técnicos e relacionados à importância do plástico nos diversos setores da indústria e da sociedade.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic

Curta nossa página no

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: