Movimento intenso e negócios marcam o terceiro dia da Feiplastic 2017

No terceiro dia da Feiplastic, expositores fabricantes de resinas plásticas e de máquinas e equipamentos começaram a registrar saldo positivo nas vendas, com negócios já sendo efetivados e corredores repletos de visitantes.

“Conseguimos realizar vendas efetivas de mais de 30 máquinas, com movimento de público nesses três primeiros dias”, afirmou Roberto C. Melo, gerente da Haitian. Na avaliação dele, considerando a situação do mercado, os resultados são bastante positivos. “Durante a Feiplastic estamos oferecendo aos clientes condições especiais para aquisição das máquinas e temos também uma linha própria de crédito. A expectativa é ampliar os negócios até o final do evento”, adiantou.

Igualmente confiante no potencial da Feira, o gerente comercial da Brasfixo, Luciano Lima, ressalta que foi possível concretizar vendas de equipamentos para usinagem e injeção plástica. “A feira está excelente!. Não temos do que reclamar. Além de estar em contato com nossos clientes, a Feiplastic abre oportunidades para ampliar a geração de negócios futuros”, elogiou. Lima acredita que nos próximos meses terá um aumento de 50% na produção.

O gerente executivo de Vendas e Marketing da Ineos Styrolution, Fábio Bordin, disse ter ficado surpreso com a organização do evento, com o público qualificado e com a presença de empresas globais. Mesmo o novo local (Expo Center Norte) recebeu elogios do gerente, que segundo ele, foi “aprovado” pelo presidente e pelo vice da Ineos.  “Atendemos praticamente a todos os setores da indústria, e sentimos que os clientes estão mais otimistas. A recuperação nas vendas do setor automotivo, por exemplo, já se refletiu nas nossas vendas”, avaliou.

Da mesma forma, o diretor de Marketing e Gestão de Desempenho da Braskem, Rafael Christo, identificou um público “mais seleto e focado em negócios”. Segundo ele, o papel da Braskem em eventos como a Feiplastic é criar uma aproximação com os públicos de interesse. “Recebemos representantes do governo, sindicatos e distribuidores que se sentaram à mesa para discutir parcerias, projetos e outros assuntos de interesse”. A intensa movimentação na Braskem é evidenciada pelas 14 salas de reunião que foram totalmente ocupadas, com muitos clientes vindos de fora de São Paulo e outros 15% de países da América do Sul, segundo Christo.

“O público nos agradou: são diretores, donos, pessoas que realmente tomam a decisão. É um público especializado – tanto que já fechamos alguns negócios e esperamos fechar mais até sexta feira”, comentou o diretor comercial da Eurostec, Cristian Pavan. Segundo ele, participar da Feiplastic é parte da estratégia da Eurostec que decidiu no ano passado mudar o posicionamento da Feira. “Tiramos um pouco a ênfase da parte de metal mecânica para nos voltarmos ao plástico”, afirmou.

Os corredores dos pavilhões do Center Norte no terceiro dia do evento ficaram mais cheios, o que ajudou a aumentar a expectativa de expositores, como a da gerente sênior de Marketing e Vendas América do Sul da Basf, Letícia Mendonça. Ela disse que espera um fluxo ainda maior de visitantes até sexta-feira. “Recebemos um público bastante diversificado e isso é muito bom para o relacionamento da empresa, pois atendemos diversos segmentos do mercado”, disse.

Comunidade Digital da Feiplastic 2017 atinge 100 mil seguidores no Facebook

A Feiplastic 2017 ultrapassou no dia 5 a marca dos 100 mil. Assim, superou a Feira K, na Alemanha, considerada a mais importante do planeta, cuja adesão na rede social gira em torno de 11 mil seguidores. O número de visitantes virtuais da Feiplastic é também superior aos próprios visitantes físicos, que neste ano estão estimados em 60 mil. De acordo com a  Reed Exhibitions Alcantara Machado, organizadora da Feira, a estratégia adotada para se relacionar com esse universo de público está superando a expectativa. Para se ter uma ideia, na edição de 2015, a quantidade de pessoas registradas no Facebook era de 25 mil.

Aplicações inovadoras do plástico na indústria automotiva foram o principal tema do terceiro dia do Fórum Feiplastic

Aplicações estruturais e semi estruturais dos plásticos em automóveis tem como objetivo substituir o aço e o alumínio. Peças automotivas como estrutura de assentos, suspensão, painéis externos e até chassis podem ser moldados em resinas plásticas. A principal vantagem do plástico reforçado está no fato de se tratar de um material mais leve, o que impacta diretamente na diminuição de consumo de combustível e, consequentemente, em menor emissão de gases poluentes.

O gerente de desenvolvimento estratégico de negócios da SAE Brasil, Rodrigo Cesar Berardine, afirmou que na produção em série de determinadas peças automotivas, cujo uso do metal ainda é predominante, a alternativa em plástico, como o SMC, é economicamente viável com um volume que não ultrapasse cerca de 70 mil unidades. Para ele, essa limitação deverá ser superada à medida que a indústria avançar em novas técnicas na produção de resinas. O SMC (Sheet Molding Compound) é produzido à base de resina poliéster com carga mineral e reforço com fibra de vidro, dando características de resistência e de estética à peça. Um dos exemplos do uso desse material está na carroceria do jipe brasileiro Troller T4, assim como no Ford Mustang GT, nos EUA.

O vice-presidente para as Américas de Especialidades da Ineos Styrolution, Tom Warren, ressaltou que o uso de determinados materiais plásticos, como os compósitos à base de fibra de carbono, são cerca de 50% mais leves que o aço e pesam 30% a menos que o alumínio. Warren também lembrou que o plástico nos automóveis, além de melhorar consideravelmente o peso, possui a vantagem de absorver mais os impactos em casos de acidentes, preservando os ocupantes. Segundo ele, ao longo da história do plástico na indústria automobílista, que começou por volta de 1940, o material vem ganhando presença crescente na composição total dos veículos. Em 1960 uma picape norte-americana era constituída de apenas nove quilos de plástico. Hoje, essa quantia chega a 150 quilos e em breve deve alcançar 320 quilos.

Expositores da Feiplastic mostram produtos para a Indústria Automotiva

BASF – Segundo a empresa, a sua família de poliamidas Ultramid® cujo destaque são as propriedades mecânicas, como resistência ao impacto e rigidez. Sua aplicação está na fabricação de coletores de admissão de ar, maçanetas, pedais, sistemas de arrefecimento e ar condicionado e invólucros de airbags.

KURARAY – Destaca na Feiplastic a resina poliamida 9T termorresistente, com aplicações na indústria automobilística por suas características como baixa absorção de água,  alta resistência química e à abrasão, propriedades mecânicas a altas temperaturas e barreira aos combustíveis, segundo a Kuraray.

RADICI – Leva uma nova gama de resinas à base de Poliftalamida (PPA), o Radilon® Aestus T, uma linha com tecnologia de última geração, alta performance e resistentes a altas temperaturas no requisito para atender o setor automotivo, afirma a empresas.

Operação Reciclar apresenta exemplos de produtos e tecnologias “verdes”

A Operação Reciclar está de volta à Feiplastic apresentando diversas aplicações do plástico reciclado em diversas indústrias. Um Corolla modelo 2018 está estacionado ao lado do estande, por exemplo, apresentando tapete do assoalho fabricado com fibras PET oriundas de garrafas pós-consumo e manta em polietileno (PE) reciclado, além de feltro fabricado a partir de sobras do próprio tapete pela empresa Formtap. Já os para-choques do modelo da Toyota são fabricados a partir de polipropileno (PP) reciclado, pela Borkar.

Entre outras tecnologias, está exposta também a fabricação de filamento para impressão 3D a partir de reciclados (Print Green 3D) e operações como a “Jogue Limpo”, que trabalha a logística reversa específica para embalagens de óleos lubrificantes. Outro exemplo dentro de estande é a empresa Sinctronics, focada em reciclagem eletrônica. A companhia é especializada em desmontagem e reaproveitamento de materiais como cartuchos de impressora e outros plásticos aplicados em produtos eletrônicos. Os cartuchos podem se transformar em alças de maletas para notebooks. Outros plásticos, eventualmente contaminados dentro dos eletrônicos, podem ser utilizados na fabricação de madeira plástica ou pallets.

Os visitantes podem também concorrer a uma bicicleta cujo corpo é composto de plástico reciclado, desenhada pelo artista plástico Juan Muzzi, a Muzzicycle, que é feita a partir de garrafas PET, e é leve e econômica. O sorteio de oito modelos acontece na sexta-feira (7). O uruguaio radicado em São Paulo foi o criador da Molamania, a mola de plástico colorida que ainda hoje faz sucesso entre as crianças.

Além do espaço da Operação Reciclar em si, que tem curadoria da ABIPLAST, as empresas Wortex e Haitian fazem, in loco, a reciclagem de resíduos plásticos. De acordo com a organização, esta atração da Feiplastic atingiu 80% de satisfação dos visitantes.

Cartilha de Reciclabilidade   

A ABIPLAST apresentou na Feira Internacional do Plástico uma cartilha de Reciclabilidade de Materiais Plásticos Pós-Consumo, “que aborda tecnicamente as possibilidades de reciclagem mecânica valorizando as alternativas propostas pelo conceito de design ecológico”. A assessora técnica da entidade, Simone Carvalho, lembrou que o plástico é um material 100% reciclável, podendo retornar à cadeia produtiva.

O chamado ecodesign tem por objetivo reduzir os impactos ambientais presentes em todo o ciclo de vida do plástico com a interação de aspectos ambientais ao desenvolvimento de produtos, processos ou serviços.  Simone ressaltou que a cartilha esclarece sobre vários aspectos do processo de reciclagem e observou que o Brasil ainda precisa aprimorar a eficiência do descarte e da coleta dentro do ciclo da vida do plástico no meio ambiente.

De acordo com ela, há uma grande capacidade ociosa nas empresas recicladoras por motivos como: pouca matéria-prima para se reciclar, coleta seletiva precária (apenas 13% dos municípios do país possuem esse serviço) e falta de conhecimento dos catadores em classificar e separar os materiais por tipos de resina.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Feiplastic

Curta nossa página no

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: