Associação italiana Assocomaplast assina protocolo OCS para redução de perdas acidentais de pellets de plástico

Durante a feira K 2016 em Düsseldorf (19-26 de outubro de 2016), a ASSOCOMAPLAST (Associação Italiana dos Fabricantes de Máquinas para Processamento de Plásticos e Borracha) juntou-se à Operação Clean Sweep (OCS), um programa de proteção ambiental voltado para a indústria de plásticos criado pela associação americana SPI (Society for the Plastics Industry) e o American Chemistry Council. A OCS estabelece diretrizes para reduzir a perda acidental de pellets de plástico, pós e flocos gerados durante a produção de artigos de plástico.

É bem sabido que as embalagens de plástico descartadas (tampas, garrafas e vários frascos) freqüentemente acabam poluindo mares e oceanos. Isto pode ser atribuído principalmente aos “maus hábitos” dos consumidores, que muitas vezes não estão suficientemente comprometidos com a reciclagem.

Contudo, uma outra parte menor do problema é devida à liberação para o ambiente de grânulos de plástico do processo de produção, que também terminam se incorporando à corrente de resíduos. E é por isso que a indústria de plásticos está sendo chamada a tomar medidas para limitar, ou mesmo impedir totalmente essa perda de material, usando procedimentos codificados.

O programa Operation Clean Sweep apela à sensibilidade dos produtores de polímeros, transportadores, instalações de armazenamento e empresas de processamento para adotar um número de “melhores práticas” (frequentemente exigindo muito pouco esforço), cada uma em sua própria área de operações.

A indústria de fabricação de máquinas também está implicada, embora apenas marginalmente, uma vez que alguma quantidade mínima de grânulos pode ser perdida durante o teste de máquinas e certificação.

Naturalmente, além dos benefícios ambientais, as empresas também ganham inegáveis vantagens econômicas ao reduzir o desperdício de materiais.

Muitas empresas já aderiram ao protocolo OCS, o que requer a implementação dos seguintes passos:

1) Comprometer-se a tornar prioridade a “perda zero de pellets”, assinando uma compromisso escrito formal.

2) Avaliar a situação e necessidades da empresa (em conformidade com a legislação aplicável): auditoria das instalações e equipamentos operacionais, estabelecimento de procedimentos obrigatórios para os funcionários, identificação de áreas problemáticas, compartilhamento de experiências.

3) Atualizações adequadas nas instalações e equipamentos.

4) Aumentar a conscientização dos funcionários e criar responsabilidade: estabelecer procedimentos escritos para os funcionários, realizar treinamentos regulares, atribuir responsabilidades aos funcionários e solicitar feedback sobre o programa, usar lembretes no local de trabalho, como sinais, adesivos, cartazes etc.

5) Procedimentos de acompanhamento e reforço: inspeções de rotina das instalações; Compartilhamento de melhores práticas através do site da OSC.

Ao assinar o protocolo, a ASSOCOMAPLAST demonstrou o seu empenho em promover a iniciativa em Itália.

Para mais informações: http://www.opcleansweep.org.

Fonte: Assocomaplast

Curta nossa página no

Tags: , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: