Feira K 2016 registra excelente clima para negócios e recebe 230.000 visitantes de todo o mundo com grande interesse em investir

k2016-hallprincipal

  • Expositores relatam ter fechado inúmeros negócios
  • Números de visitantes do exterior visivelmente maior – com um número particularmente elevado da Ásia

A indústria internacional dos plásticos e borracha mostrou estar em ótima forma. Ela se beneficia de um mercado de usuários finais crescendo globalmente com demandas por alta qualidade e se posiciona mostrando um impressionante poder para inovar ao longo toda a cadeia produtiva. A situação extraordinariamente boa deste setor e as perspectivas positivas para o futuro caracterizaram a maior feira mundial para a indústria de plásticos e borracha e geraram um excelente clima de negócios entre os 3.285 expositores da K 2016 em Düsseldorf. As empresas relataram uma grande quantiade de novos contatos, muitas dos quais já levaram a negócios fechados durante os oito dias da feira. Ulrich Reifenhäuser, Presidente do Conselho Consultivo da K 2016, resume o sentimento: “Eu nunca vi antes em uma feira um número tão grande de clientes decisivos dispostos a comprar. O número e a magnitude dos negócios, alguns dos quais já concluídos aqui espontaneamente, bem como as muitas consultas concretas sobre novos projetos ultrapassam em muito as nossas expectativas! Ficou claro desde o primeiro dia que os clientes queriam não somente conhecer mais sobre as novas tecnologias, mas também comprá-las. Há fortes investimentos em todas as indústrias que são clientes do setor de plásticos e em todas as regiões do mundo “.

Essa avaliação se mostrou verdadeira para todos os segmentos em oferta na feira. Os expositores confirmaram unanimemente que os visitantes foram extremamente sérios em suas negociações comerciais e mostraram uma pronunciada disposição para investir. Além disso, eles enfatizaram novamente uma percentagem mais elevada de visitantes internacionais e o seu alto grau de especialização profissional, assim como o fato de que um número desproporcionalmente alto de administradores de alto escalão e proprietários da empresa visitaram para a feira em Düsseldorf.

230.000 visitantes profissionais de mais de 160 países circularam nos 17 pavilhões da exposição ao longo dos oito dias da K 2016. Encantado com os resultados, Werner Matthias Dornscheidt, Presidente e CEO da Messe Düsseldorf, diz: “Olhando-se só para o grande número de especialistas que visitaram a K 2016 já se confirma de modo impressionante o apelo e a importância da feira – este número é, mais uma vez, claramente superior ao do evento anterior, em 2013. No entanto, o que é mais importante é: o perfil dos visitantes profissionais foi de um padrão muito alto. Nós pudemos registrar um bom e constante nível de demanda de dentro da Alemanha e um nível de interesse do exterior desproporcionalmente elevado, especialmente de outros continentes. É sabido em todo o mundo que a feira K em Düsseldorf é a plataforma de inovação mais importante para todo o setor. Uma visita aqui é simplesmente indispensável para todos que querem ficar à frente da concorrência “.

O evento anterior, em 2013, teve a participação de 218.000 visitantes e 3.220 expositores.

Os resultados de uma pesquisa feita junto aos visitantes dão suporte à visão dos expositores que a proporção de visitantes internacionais aumentou mais uma vez: cerca de 70% vieram do exterior. Mais de 40% de todos os visitantes estrangeiros vieram de outros continente – países distantes como Bangladesh, Costa Rica, Etiópia, Costa do Marfim, Jamaica, Oman, Madagáscar, Ilhas Maurício, Suriname e Togo estiveram representados na feira à beira do Rio Reno. Como esperado, os profissionais da Ásia corresponderam ao maior grupo entre os visitantes estrangeiros e cresceram ainda mais este ano: cerca de 30.000 visitantes vieram da Ásia Central, Sul e Leste da Ásia. Dentre esses, os profissionais vindos da Índia foram novamente o maior grupo, mas o número de visitantes da China, Coreia do Sul e Irã também aumentou significativamente.

Da mesma forma continuou a proporção de visitantes dos EUA e do Canadá, com cerca de 6% de todos os visitantes estrangeiros.

Em relação aos profissionais vindos dos países europeus vizinhos, a Itália predominou, com mais de 10.000 visitantes, seguida pela Holanda (cerca de 9.500), França (cerca de 6.700), Bélgica (6.300), e Espanha e Polônia (cerca de 5.000 cada). Houve um interesse perceptivelmente mais forte da Turquia, Hungria e Grécia.

Entre todos os países, a porcentagem de executivos entre os visitantes da feira foi extraordinariamente alta. Cerca de dois terços dos visitantes são executivos de alto escalão ou são gerentes de nível médio. Quase 60% deles têm a palavra final ou um envolvimento decisivo sobre as decisões de investimentos das suas empresas. A feira K desempenha um papel de destaque nas decisões sobre quais investimento serão feitos: quase metade dos visitantes afirmaram que estavam esperando pela feira antes de executar quaisquer projetos de compra.

Os expositores de todos os segmentos se prepararam por meses para a K 2016, a fim de enfrentar a concorrência internacional com inovações convincentes. E eles se depararam com uma enorme aprovação: os visitantes ficaram muito satisfeitos com a riqueza de novos desenvolvimentos técnicos apresentados pelos produtores de matérias-primas, fabricantes de máquinas e produtores de peças semi-acabadas e técnicas. Mais de 70% dos visitantes confirmaram ter recebido informações sobre novidades e tendências. Pelas suas próprias contas, numerosos visitantes desejam converter imediatamente estes novos conhecimentos em investimento: 60% dos tomadores de decisão da indústria disseram que tinham visitado a feira com intenções de compra concretas, enquanto 58% já haviam encontrado novos fornecedores. Com estas novas compras, os visitantes buscaram principalmente três objetivos para as suas empresas: expandir seu portfólio de produtos, aumentar a capacidade de produção e aumentar a eficiência. Os resultados da pesquisa junto aos visitantes também confirmam a situação positivos dos negócios nos segmentos que são compradores das indústrias de plástico e borracha: 60% dos visitantes entrevistados avaliam a situação atual como “muito boa” e “boa”, enquanto que o mesmo percentual espera ainda que a situação vá melhorar ao longo dos próximos doze meses.

Eficiência no uso de energia, materiais e recursos foram os temas dominantes na K 2016. Também encontraram um ávido interesse as áreas de novos materiais, conceitos de reciclagem inovadores, novas áreas de aplicação para os plásticos orgânicos e manufatura aditiva. Serviços e linhas de produção inteligentes, rápidas e flexíveis estiveram em alta demanda entre os clientes; o tema da Indústria 4.0 dominou não só palestras e debates, mas também foi demonstrado na prática em muitos estandes. Sobre esse assunto, Ulrich Reifenhäuser disse: “As possibilidades trazidas pela Internet das Coisas estimula um sério e forte interesse – especialmente entre os clientes mais jovens e familiarizados com a Tecnologia da Informação de todo o mundo. A Indústria 4.0 é um tema do futuro que vai nos manter ocupados por vários anos “. Os setores de fabricação de máquinas e plantas, que ocupam a maior área de exposição na K 2016 com mais de 1.900 expositores, também foram o centro de atração para os visitantes; dois terços de todos os visitantes pesquiados classificou este segmento em primeiro lugar. 46% disseram que estavam predominantemente interessado em matérias-primas e materiais auxiliares, enquanto que para 25% os produtos semi-acabados e peças técnicas de plástico e de borracha foram o principal motivo para a sua vinda à K (múltipla escolha possível). Embora seja o menor setor, a indústria da borracha também fez uma mostra altamente visível na K 2016 e destacou a sua importância nas áreas de mobilidade, lazer, uso doméstico e energia.

Os visitantes vieram de todas os segmentos usuários finais importantes – desde o setor de construção e automotivo até os o de embalagem e elétrico, bem como os segmentos de tecnologia médico-hospitalar e agricultura. Todos eles novamente deram notas elevadas aos produtos e serviços em exibição: 97% asseguraram que tinham atingido totalmente seus objetivos, enquanto que 96% disseram estar impressionados com a riqueza e variedade dos produtos e serviços expostos na K 2016;

Também causando uma boa impressão nos visitantes de todo o mundo foi o a variedade de eventos que acompanham a K 2016, especialmente a Mostra Especial “Plastics shape the Future” (Os plásticos dão forma aoo futuro) e o Science Campus (Campus da Ciência). A Mostra Especial, um fórum central para a troca de informações, pensamentos e opiniões no Hall 6, complementou as exposições na K pela nona vez. Neste ano houve dias temáticos individuais que ilustraram os impactos que os plásticos têm em dar forma aos ambientes de vida modernos. A agenda apresentou tanto os debates de especialistas, apresentações e atividades esportivas, como também experimentos estimulantes. No Science Campus, os expositores e visitantes da K 2016 obtiveram uma visão focada de atividades científicas e resultados nos setores de plásticos e borracha e tiveram a oportunidade de fazer contato com várias universidades, institutos e organizações patrocinadoras.

A próxima edição da feira K será realizada em Düsseldorf de 16 a 23 outubro de 2019.

Fonte: Messe Düsseldorf

Curta nossa página no

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: