Na contramão da crise, Interplast e Euromold Brasil tem expectativa de geração de mais de R$ 350 milhões em negócios

interplast_2016

Empresas apostaram nas feiras e saíram satisfeitas, com diversos negócios fechados

Durante quatro dias, de 16 a 19 de agosto, a cidade de Joinville (SC) recebeu mais de 380 marcas expositoras dos setores de plásticos, moldes e ferramentarias. As empresas apostaram na cidade e, indo contra a crise, apresentaram novas tendências e tecnologias nas feiras Interplast e Euromold Brasil.

Em clima geral de satisfação entre os expositores, muitas delas fecharam negócios no próprio evento e outras aproveitaram o ambiente para iniciar contatos. A expectativa da Messe Brasil, organizadora, é de que sejam gerados R$ 350 milhões em negócios nos próximos doze meses.

Mais de cinco negócios fechados. Este foi o saldo da Hece, de São Carlos (SP). Luiz Fernando do Valle Sverzut, diretor, conta que o bom resultado veio, principalmente, pelo público qualificado que passou pela Expoville. Com expectativas superadas, ele adianta que na próxima edição, em 2018, pretendem estar com uma área ainda maior e trazer mais máquinas.

Cássio Luis Saltori, diretor geral da Wittmann Battenfeld, chegou na Interplast com negociações em andamento e conta que a empresa sai da feira com negócios fechados.

A Romi também volta para casa com o saldo positivo. “A Interplast é consagrada para nós. Participamos desde a primeira edição e nesta fomos surpreendidos positivamente pelo movimento, que está muito maior que a anterior. Recebemos novos clientes e inclusive fechamos negócios”, conta Glauco Machado, gerente.

Fabian Zaballa, gerente de vendas da Extrusão Brasil, comenta sobre o público na feira em Joinville. “Gostamos da Interplast porque, ao contrário de outras feiras, aqui você encontra um público que realmente entende do setor. Não temos curiosos aqui, explica.

Para Richard Spirandelli, diretor da Messe Brasil, o resultado positivo da feira surpreendeu principalmente pelo atual momento econômico. “Encerramos esta edição muito confiantes e com a certeza de que a economia está aos poucos retomando. O retorno positivo dos expositores mostra a força do Sul do Brasil e, especialmente, do estado de Santa Catarina como polo transformador e também como mercado consumidor da cadeia de fornecimento do plástico”.

Sobre a qualificação do público, os números confirmam: 50% dos visitantes com cargos de decisão (gerente, diretor, sócio, coordenador). O evento superou as expectativas dos organizadores e recebeu 22 mil visitantes vindos de 17 países e 23 estados. Destes, 27% procuraram por novos fornecedores e 45% por novos produtos.

“Os dados corroboram o fato de que as empresas estão procurando por tecnologias, novidades e novos parceiros”, observa Spirandelli.
Outro dado de destaque são os setores de interesse dos visitantes: Na Interplast, a maior procura foi por máquinas e equipamentos, matérias-primas e produtos plásticos. Já na Euromold Brasil os segmentos mais procurados pelos visitantes foram moldes (injeção, extrusão termoformagem, sopro) seguidos de componentes de moldes e matrizes, design, digitalização e prototipagem.

Falando especificamente da Euromold, Spirandelli destaca: “Aqui encontramos o início do ciclo de desenvolvimento de produtos. Nesta edição, percebemos uma grande procura por esses expositores, o que aponta para um novo ciclo de investimento”.

A Fastparts, expositora da Euromold Brasil, comentou sobre essa procura. “Participamos de todas as edições e nesta ficamos surpresos pela qualidade de visitação e pelo número de visitantes de todo o país. O movimento não parou e esta foi a primeira vez que não conseguimos sair do nosso estande para visitar outros expositores. Temos boas perspectivas de negócios em breve”, elogia Jessé Silva.

Também presente desde a primeira Euromold Brasil, a Design Inverso teve expectativas superadas. “A Euromold Brasil é um encontro de toda a cadeia de desenvolvimento de produto. Estamos muito surpresos com o movimento da feira, especialmente com o público altamente qualificado e interessado na área”, comenta Marcos Sebben, diretor.

De Caxias do Sul, Jefferson Sachet, diretor administrativo da Matripeças, ficou satisfeito com esta edição da Euromold Brasil. Para ele, a feira é ambiente de relacionamento e, com esse objetivo em mente, a empresa voltará ao Rio Grande do Sul com novos contatos e perspectivas de bons negócios.

Números da Interplast e Euromold BRASIL 2016
– 22 mil visitantes
– Visitantes de 17 países (Argentina, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, China, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, Índia,, Itália, Paraguai, Portugal, Suécia, Suíça, Tailândia, Uruguai)
– Visitantes de 23 estados brasileiros (Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo)
– 50% dos visitantes com cargos de decisão (gerente, diretor, sócio, coordenador)
– Segmentos que visitaram a feira: embalagens (alimentos, bebidas, farmacêuticos, produtos de limpeza e cosméticos), seguido por engenharia, construção civil e automotivo.
– Principais setores de interesse dos visitantes na Interplast: máquinas e equipamentos, matérias-primas e produtos plásticos.
– Principais setores de interesse dos visitantes na Euromold Brasil: moldes (injeção, extrusão termoformagem, sopro) seguido de componentes de moldes e matrizes, design, digitalização e prototipagem.
– Expositores Interplast:
5 países (Alemanha, Brasil, China, Estados Unidos e Hong Kong)
8 estados (Bahia, Ceará, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo)
– Expositores Euromold Brasil:
5 países (Brasil, China, México, Portugal e Suécia)
4 estados (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo)
– Expectativa de geração de negócios nos próximos 12 meses em decorrência dos contatos realizados nas feiras: R$ 350 milhões de reais

Cintec contou com 12 palestras e quatro minicursos

Com cerca de 600 participações nas palestras técnicas e nos minicursos, o Cintec Plásticos – Congresso de Inovação Tecnológica proporcionou atualização para os profissionais, estudantes e empresários do setor.

Nas 12 palestras técnicas promovidas na Expoville e nos quatro mincursos realizados no campus da Sociesc Marquês de Olinda especialistas em suas áreas debateram as novidades do setor, falaram dos desafios, tendências e abordaram evoluções em produtos e processos.

Números do Cintec
– 600 participações nas palestras técnicas e minicursos
– 12 palestras técnicas
– 4 minicursos

Rodada de Negócios reuniu 10 empresas compradoras e 31 vendedoras

A 2ª Rodada de Negócios do Setor Plástico reuniu 31 fornecedoras para negociarem com dez empresas âncoras: Comil, Eixo do Brasil, ASBC COBRANÇAS, Fremax, Kavo do Brasil, Klabin, GTS do Brasil, Marcopolo, ASEMCAP (Assessoria/Consultoria de comércio internacional, com sede em Lima, Peru, para o mercado do Pacifico) e Wetzel.

O evento foi realizado em um dia e a expectativa é que gere, nos próximos 12 meses, R$ 1 milhão em negócios.
A Rodada teve uma organização da Bolsa de Subcontratação de Santa Catarina – BNS/SC em parceria com a Messe Brasil, e contou com o apoio do Simpesc, da Fiesc/IEL (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina/ Instituto Euvaldo Lodi) e da KRONA.

Números da Rodada de Negócios
– 10 empresas âncoras
– 31 empresas vendedores
– 117 participantes
– Expectativa de gerar cerca de R$ 1 milhão em negócios nos próximos 12 meses

Fonte: Assessoria de Imprensa – Interplast

Curta nossa página no

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: