Victrex lidera consórcio de indústrias para explorar uso de polímeros PEEK/PAEK em aplicações com impressão 3D

Victrex_impressao-3d

  • Formulações químicas específicas para trabalho com impressão 3D beneficiarão a indústria aeroespacial
  • Aplicações na medicina também serão analisadas

A Victrex está liderando um consórcio de empresas e instituições na inovação em impressão 3D (ou Manufatura Aditiva-MA). Como parte do seu papel fundamental, a Victrex desenvolverá novos grades de poliariletercetona (PAEK), um polímero de alto desempenho com base em formulações químicas inovadoras, projetadas especificamente para trabalhar em processos de manufatura aditiva. Embora já utilizados atualmente em algumas aplicações de MA, os materiais PAEK foram originalmente desenvolvidos para uso na moldagem por injeção ou processos de extrusão.

As novas classes são dirigidas especificamente à indústria aeroespacial, que é o foco principal do consórcio, mas também serão consideradas aplicações em outras áreas como, por exemplo, a médica. Detentora de propriedade intelectual que abrange os novos polímeros a serem desenvolvidos, a Victrex foi premiada com um financiamento da agência do Reino Unido para a inovação, a Innovate UK, para ajudar a conduzir o projeto. Os membros do consórcio são outros líderes da indústria como Airbus Group Innovations, EOS, University of Exeter, E3D-Online, HiETA Technologies, South West Metal Finishing, Avon Valley Precision Engineering e Layer Manufacturing (CALM).

Segmentação melhora taxas de reciclagem e redução de resíduos

Um objetivo essencial é a melhoria da taxa de reciclagem para pós utilizados na técnica de “sinterização a laser” da manufatura aditiva. Isto reduziria significativamente o desperdício de polímero neste tipo de processo e diminuiria seus custos. O projeto também abordará a imprevisibilidade de adesão inter-camadas e o acabamento superficial de impressão baseada em filamentos.

“Todo mundo está consciente de que a manufatura aditiva tem o potencial de revolucionar a produção industrial, uma vez que não envolve a alta ferramentaria e os custos de instalação de fabricação tradicional”, observa David Hummel, diretor executivo da Victrex. “Ela também permite a produção de formas muito complexas e geometrias que não podem ser feitas por meios convencionais, com aplicações de alto valor agregado e menor volume”, destaca.

Victrex lidera e ganha financiamento de agência britânica

O projeto em andamento por meio do consórcio foi originalmente concebido durante uma conferência sobre manufatura aditiva à base de polímeros, realizada em 2014, na Universidade de Exeter. Na ocasião, a Victrex apresentou alguns resultados da fase inicial de um novo polímero com um potencial significativo para a manufatura aditiva. A Universidade de Exeter já tinha adquirido experiência e contatos na área de manufatura aditiva à base de polímero de PEEK e foi capaz de ajudar a tornar o consórcio uma realidade.

O polímero PAEK da Victrex já está sendo utilizado para peças impressas em 3D, tanto por fusão de filamento como por sinterização a laser em pó, enquanto a empresa busca ativamente por novas soluções e aplicações. Dentro da indústria, o consórcio está focado no uso inovador de novas classes de polímeros PAEK potencialmente revolucionários para a indústria aeroespacial, por meio das técnicas de manufatura aditiva.

“Este projeto inovador é mais um grande exemplo da liderança da Victrex em novos caminhos, demonstrando como estamos tentando desenvolver ainda mais as oportunidades para nossos polímeros, expandindo o mercado para aplicações PAEK e diferenciando nosso negócio. Estamos no início de uma viagem emocionante na formulação de novas aplicações, que podem, eficazmente e de forma rentável, explorar todas as vantagens da manufatura aditiva”, ressalta Hummel. Em 2018, o projeto espera ter demonstradores tecnológicos que representem evidências e um caminho a seguir para a concretização de todas as vantagens da manufatura aditiva – incluindo redução de custos e time-to-market mais rápido para produtos, incluindo peças muito complexas necessitando a fabricação pelos métodos tradicionais. “Embora este consórcio seja um programa multi-anual, as empresas que vêem valor para os benefícios do polímero PEEK, combinado com as propostas de valor para a manufatura aditiva, devem nos contatar agora para discutir suas ideias”, enfatizou Hummel.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Victrex

Curta nossa página no

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: