Plástico, ciência e sociedade foram temas abordados pela Plastivida e Instituto do PVC na Plastech 2015

As entidades apoiaram as iniciativas de coleta seletiva e reciclagem realizadas nos dias do evento, além de palestras para a discussão da relação entre as pessoas e os plásticos

Miguel_PlastividaA relação das pessoas com os plásticos, a importância das informações técnicas e científicas no esclarecimento de mitos e fatos sobre os produtos plásticos e suas características, assim como a importância da educação ambiental na disseminação das boas práticas de consumo e descarte, foram temas que a Plastivida e o Instituto do PVC abordaram na edição 2015 da Plastech Brasil, feira da cadeia petroquímica de transformação,  realizada de 25 a 28 de agosto, em Caxias do Sul (RS).

As entidades foram Patrocinadoras Ouro do Recicla Plastech Brasil, que envolve conhecimento, educação ambiental e valorização dos benefícios dos plásticos na vida das pessoas. A iniciativa levou conceitos de descarte correto e reaproveitamento de materiais para além da feira, buscando a conscientização da sociedade sobre a forma correta de descarte dos plásticos.

Uma das inciativas do Recicla Plastech Brasil foi promover a educação ambiental. Para incentivar as crianças a levarem até suas escolas embalagens recicláveis de plásticos (garrafas de água, potes de produtos de higiene e limpeza, de alimentação, etc.), foram distribuídos gibis que contam a história da reciclagem e da coleta seletiva. Esses produtos foram coletados no mês de agosto em durante a Plastech, foram reciclados e transformados em aproximadamente em 1.200 lixeiras que serão doadas às mesmas escolas.

As três escolas com maior volume de resíduos recolhidos, a maioria na forma de embalagens plásticas,  serão premiadas com aparelhos retroprojetores (datashow): Geny Adélia Dalle Molle (bairro São Cristóvão), com 764,66 quilos; Dolaimes Stédile Angeli (bairro Centenário), com 514,11 quilos; e Vovó Phelomena (bairro Serrano), com 440,02 quilos. A entrega, tanto das lixeiras, quanto dos prêmios, ocorrerá nos próximos dias, após o encerramento da Plastech Brasil 2015. A escola com maior volume de material coletado receberá um prêmio especial para seus alunos: além do retroprojetor, em reconhecimento ao esforço e ao trabalho dos alunos, as entidades entregarão a essa escola o “Troféu Plastivida 2015 – Plástico, Ciência e Sociedade”.

O projeto promoverá, também, após a Plastech 2015, ações de educação ambiental junto às escolas da região, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, com o envolvimento das crianças, de professores e familiares.

Além disso, os visitantes do stand do Recicla Plastech Brasil puderam saber mais sobre a importância dos plásticos no desenvolvimento da sociedade, por meio da exposição virtual “Plasticidade – História e Arte do Plástico”, realizada pelas entidades.

Os visitantes também participaram de ações de reciclagem e conscientização sobre descarte correto de plásticos com a coleta das credenciais,  feitas de PVC, nas máquinas no Papa Cartão®, para serem transformadas em novos produtos.

A sociedade e os plásticos

Miguel Bahiense (foto), presidente da Plastivida e do Instituto do PVC, apresentou palestra para os visitantes da Plastech 2015 sobre a relação fundamental entre plástico, ciência e sociedade.

Os plásticos fazem parte da vida das pessoas, desde a hora em que acordam, até o momento em que vão dormir. Estão presentes em quase todos os itens do cotidiano, protegendo os alimentos, nas roupas, no ambiente de trabalho, no lazer, nos meios de transportes e de comunicação.

A busca constante da harmonia entre o consumo, o descarte, o bem-estar social e a preservação ambiental é o trabalho que a Plastivida e o Instituto do PVC realizam. As entidades acreditam que a chave para essa equação está nas pessoas.

Segundo Bahiense, são as pessoas que avaliam os benefícios de um produto para seu bem-estar, sua saúde, prevenção de doenças, proteção, qualidade de vida, assim como para a preservação do meio ambiente no momento da compra. “É nosso papel atuar para que informações com base científica sejam divulgadas e para que haja diálogo com a sociedade, contribuindo, assim, para que as pessoas possam decidir de forma consciente na hora de escolher determinado produto”, afirma Bahiense. E completa: “promovemos e apoiamos ações de educação ambiental para que as boas práticas de consumo e descarte sejam disseminadas e para que a sustentabilidade – a partir do benefício econômico, social e ambiental – seja perene. ”

Fonte: Assessoria de Imprensa – Plastivida – Instituto do PVC / Foto: Estefânia Uchoa/CMADS, divulgação

Curta nossa página no

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: