Resíduos sólidos e energias alternativas são temas de debate no Energiplast 2014

Fórum acontece no dia 15 de setembro, na FIERGS

Em sua 5ª edição, o Fórum Brasileiro de Reciclagem Energética de Resíduos Sólidos com Ênfase em Plásticos – Energiplast 2014 tem como tema “Resíduos Sólidos e Energias Alternativas: uma nova economia”, visto que a transformação de lixo em energia é cada vez mais necessária no cenário do país. O Fórum, que acontece no dia 15 de setembro, no Centro de Eventos da FIERGS (Av. Assis Brasil, 8787), traz palestrantes renomados para discutir o assunto, reunindo estudantes, empresários, entidades governamentais, Ministério Público e profissionais interessados no tema.

O evento é promovido pelo Comitê Sinplast de Reciclagem, com patrocínio da Fecomércio-RS e Braskem, e apoio da FIERGS, e tem como objetivo debater o aproveitamento de resíduos sólidos, não só para reciclagem, mas também para a geração de energia. “Chegamos à quinta edição do Energiplast. A cada ano, apresentamos no Rio Grande do Sul tecnologias que já vêm sendo utilizadas no Brasil e no mundo para geração de energia a partir de resíduos sólidos”, explica o coordenador do evento, Luiz Henrique Hartmann, também coordenador do Comitê Sinplast de Reciclagem, promotor do fórum. Temas como novidades em tecnologias, cases de sucesso e soluções para as melhores técnicas em curto prazo de tempo no tema do resíduo sólido urbano integram a programação deste ano.

As inscrições são gratuitas, mas devem ser feitas antecipadamente pelo blog energiplast.wordpress.com. O fórum concederá certificado de horas complementares. Confira abaixo a programação.

SENAPLAS – Entre os destaques da programação deste ano do Energiplast está o lançamento no Rio Grande do Sul do Selo Nacional de Plásticos Reciclados – Senaplas. A novidade visa identificar, valorizar e certificar as empresas do segmento de reciclados plásticos que atuam no Brasil, de acordo com os critérios socioambientais e econômicos exigidos por Lei.

São elegíveis ao Selo as empresas produtoras de matéria-prima reciclada, que comercializam resinas recuperadas e produtos transformados pelos recicladores. As indústrias precisam estar legalmente constituídas (CNPJ e contrato social) e com toda a documentação e licenças em ordem. O processo de verificação será realizado pelo Sinplast e a certificação oferecida pela Abiplast, com vigência de 24 meses.

PROGRAMAÇÃO:

8h30: Credenciamento

9h15: Abertura. Palestrante: Luiz Henrique Hartmann, coordenador do Comitê Sinplast de Reciclagem

9h30: A implantação da PNRS na visão do Ministério Público. Palestrante Daniel Martini, Promotor de Justiça
Será feita uma abordagem pelo representante do Ministério Público gaúcho da visão sobre o andamento da implementação da PNRS, bem como a implementação de tecnologias de geração de energia a partir do RSU.

10h30: Valorização Energética de Resíduos: a difícil equação Competitividade + Confiabilidade, caso Odebrecht Ambiental-Braskem em Mauá. Palestrante: James Miralves, Diretor da Odebrecht Ambiental
O palestrante mostrará a realidade dos desafios enfrentados para a implementação de um projeto de incineração de RSU, de um grande centro urbano do país, bem como os principais desafios da equação de viabilidade de um projeto desta natureza.

11h30: Coprocessamento de resíduos na Indústria Cimenteira – Case Intercement. Palestante: Francisco José Piffer Leme, Diretor da Intercement e Diretor de Coprocessamento do Grupo Intercement
Esta palestra apresentará os objetivos e desafios dos planos de um dos maiores grupos globais de fabricação de cimento, que utiliza materiais oriundos do coprocessamento de resíduos sólidos, nos fornos de produção do cimento.

12h: Intervalo para o Almoço

14h: Geração de Biogás pela Biodigestão Anaeróbica de Resíduos Orgânicos. O caso Zero Waste-EUA. Palestrante: Profa. Dra Ana Barana, Professora Associada da Universidade de Ponta Grossa-PR (Departamento de Engenharia de Alimentos)
A palestrante apresentará o resultado de sua experiência no Vale do Silício (Califórnia-EUA), de visitas a unidades de biodigestão anaeróbica de resíduos orgânicos na produção de energia, via geração do biogás, tanto para produção de energia elétrica, como de produção de GNV, além da comercialização do adubo orgânico que é um subproduto do processo.

15h: A destruição dos Resíduos Orgânicos pela Biodigestão Aeróbica – O caso da Advetec – Reino Unido. Palestrante: Luciano Coimbra, Diretor da Wastech do Brasil
O Palestrante trará para conhecimento do público presente a mais nova tecnologia para redução de volume de resíduos orgânicos, através do processo de digestão aeróbica com uso de inoculantes em ambiente confinado adequado. A novidade é recente e está sendo introduzida no Brasil há menos de um ano, e foi desenvolvida para o exército e marinha ingleses para uso em submarinos nucleares e acampamentos.

16h: Lançamento do Selo Nacional de Plásticos Reciclados – SENAPLAS
O selo é um produto que vai certificar empresas de reciclagem no Brasil, que atuam de forma sustentável. Será o lançamento no Estado e é um trabalho desenvolvido pela Câmara Nacional de Recicladores de Matéria Plástica, da Abiplast. Na ocasião serão apresentados os critérios para que as empresas obtenham esta certificação.

17h: Encerramento

Fonte: Abiplast

Curta nossa página no

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: