SABIC lança as primeiras soluções de chapas transparentes e leves de policarbonato para uso em interiores de aeronaves

Sabic_lexanA SABIC anunciou durante a Aircraft Interiors Expo, evento realizado em Hamburgo (Alemanha), duas soluções de chapas de policarbonato (LEXAN™) para uso em interiores de aeronaves. Estes novos produtos  – a chapa LEXAN XHR2000 e a chapa LEXAN LIGHT F6L300 – ajudarão a fornecer soluções importantes para as companhias aéreas para projetos de interiores de cabines diferenciados, além de ajudar a reduzir significativamente o peso, o que resulta em uma aeronave mais eficiente em termos de consumo de combustível. Segundo a SABIC, os engenheiros de projeto se beneficiarão destes materiais leves e duráveis, pois estes podem ajudar a reduzir os custos do sistema, além de oferecerem facilidade de fabricação e atenderem aos rigorosos padrões regulatórios do setor.

“A SABIC compreende a ambição de seus clientes de interiores de aeronaves de ficarem à frente das tendências de projeto e de atenderem a demanda por componentes de interiores com menos peso e que possam ajudar a melhorar a eficiência no consumo de combustível da aeronave. As soluções de chapas LEXAN XHR2000 e LEXAN LIGHT F6L300 leves e duráveis são as primeiras soluções do mercado criadas para ajudar nossos clientes a se manterem à frente em inovação neste ambiente desafiador onde estética, segurança e sustentabilidade são essenciais”, disse Kim Choate, diretor de negócios para transportes da unidade de negócios Innovative Plastics da SABIC.

Novas opções transparentes para design de interiores de aeronaves

Os designers de interiores de aeronaves sofrem por diversas vezes pelas limitações de transparência e conformidade dos materiais atualmente disponíveis. Com 80% de transmissão de luz – o mais alto nível disponível em material para chapas em conformidade com a norma OSU vigente – a nova chapa LEXAN XHR2000 da SABIC é uma opção pioneira para interiores de aeronaves com este nível de transparência, segundo a SABIC, além de atender aos padrões de liberação de calor da OSU 65/65 e as exigências de retardância à chama, emissão de fumaça e de toxicidade (FST)(FAR25.853, BSS7239, ABD0031) típicas da indústria aeroespacial.

Afirma também a empresa que o robusto desempenho de queima vertical  é possível com a utilização de um processo secundário, tal como um revestimento funcional ou filme laminado, que agrega ainda mais valor ao projeto aumentando a resistência química e as propriedades de resistência a riscos. A chapa LEXAN XHR2000 facilita o design de grandes componentes, tais como divisórias de segurança e janelas de grandes dimensões que são cada vez mais populares em projetos de plataforma. Além disso, segundo a SABIC, ela é mais flexível às adaptações e ajustes futuros no projeto, ajudando os projetistas a encontrarem respostas para outras necessidades, tais como o desenvolvimento das estações de serviço de autoatendimento em aeronaves, que exigem grandes janelas transparentes para que os passageiros possam ver o que está disponível. Outras possíveis aplicações incluem divisórias, proteção para poeira, painel de instrumentos, divisórias de telas de entretenimento e painéis divisores, painéis de equipamentos de cozinha, painéis de proteção, painéis de escada/corrimão, barreiras, janelas, espelhos, lentes de iluminação, sistemas de porta e refrigeração, e aplicações laminadas personalizadas e impressas, que exijam projetos gráficos transparentes/translúcidos.

Aumento da eficiência no consumo de combustível

A nova chapa de alto desempenho LEXAN LIGHT F6L300 da SABIC, que já se encontra em processo de avaliação de patente, é a opção de chapa termoplástica mais leve disponível atualmente, segundo a SABIC, independentemente do material de base, em conformidade com os padrões de OEMs para retardância à chama, emissão de fumaça e toxicidade. Com gravidade específica de 0,85 g/cm3, ela oferece até 40% de redução de peso quando substitui o PVC (policloreto de vinila) tradicional ou suas blendas com resinas acrílicas (PVC/PMMA) em chapas para possíveis aplicações, tais como peças de assentos, alojamentos da cabine de piloto, divisórias, compartimentos de bagagem e unidades de serviço ao passageiro. Afirma a empresa que as chapas LEXAN LIGHT atendem às exigências de retardância à chama, de emissão de fumaça e de toxicidade (BSS7239, ABD0031) típicas da indústria. Em média, uma aeronave consome cerca de 0,03 kg de combustível por hora para cada 1 kg levado a bordo, considerando que a frota comercial total voa aproximadamente 57 milhões de horas por ano, reduzir um quilo por voo pode resultar em uma economia de cerca de 1.700 toneladas de combustível e 5.400 toneladas de dióxido de carbono (CO2) por ano1.

O uso da chapa LEXAN LIGHT para substituir produtos à base de PVC/PMMA em estruturas de assentos pode ajudar a reduzir o peso destes em 121,6 kg em uma aeronave com média de 190 assentos, o que pode ajudar a frota comercial total a economizar aproximadamente 206.720 toneladas de combustível e reduzir em cerca de 656.640 toneladas de dióxido de carbono ( CO2) emitidos no período de um ano, segundo dados da SABIC. Estas possíveis economias ocorrem devido à estrutura inovadora de células fechadas da chapa LEXAN LIGHT que pode ser termoformada em complexas peças tridimensionais com paredes muito finas (reduzidas para 0,6 mm).

Fonte: Sabic

Curta nossa página no

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: