Freudenberg-NOK traz nova linha de produção para o Brasil

Empresa amplia portfólio de soluções com produção local com nova linha de coifas em TPE para semieixos e juntas homocinéticas

A Freudenberg-NOK América do Sul anuncia a inauguração da nova linha de produção de coifas em termoplásticos (TPE) para aplicação em semieixos e juntas homocinéticas. Com a nova Unidade em Diadema (SP), a empresa amplia o portfólio de soluções com produção local, complementando seu pacote atual de vedações, retentores e juntas que já fornece para a indústria automotiva sul-americana, disponibilizadas como equipamento original às maiores montadoras em operação na região.

“O início da produção em escala comercial está projetado para ocorrer entre dezembro e janeiro próximos e é uma importante etapa do nosso plano de dobrar o faturamento na América do Sul até 2016”, conta George Rugitsky, presidente da empresa no continente. O executivo da subsidiária local informa que o projeto completo desta nova linha inclui seis máquinas de última geração, que estarão operando com total capacidade até 2016. “Esta nova unidade produtiva nos permite ampliar ainda mais o relacionamento com os clientes na indústria automotiva, possibiltando ampliar nossa relevância e pacote de soluções tecnológicas aos clientes atuais e futuros”, completa.

Sobre os investimentos para trazer esta nova linha, Rugitsky conta que o aporte faz parte do plano do Grupo Freudenberg de alocar R$ 40 milhões em 2013 para inovações, ampliação da capacidade produtiva e otimização dos processos nas empresas instaladas no Brasil; no ano passado, o Grupo investiu um total de R$ 35 milhões.

Com fábricas de coifas já operando na Alemanha, Polônia, EUA, Índia, Tailândia, China, Coreia e Japão, a abertura da nova unidade de Diadema, faz parte do plano estratégico da empresa de consolidação da liderança mundial nesse segmento de negócios. “Pela sua atuação global, o compromisso da Freudenberg-NOK em garantir padrão de excelência aos clientes é inegociável. Como parte desse compromisso, serão enviadas quatro pessoas para um treinamento intenso de seis meses no Lead Center Global da área de coifas da empresa, em Berlim”, conta Rugitsky.

O gerente industrial, Paulo Parize, ressalta que o fator inovação é um dos pontos primordiais do processo industrial da nova linha. “As máquinas de última geração chegam para serem instaladas em um processo produtivo muito robusto, altamente controlado e com alto nível de automação, com foco na filosofia da nossa empresa, de garantia de qualidade de produto, baixa geração de resíduo e custo competitivo”, informa Parize.

Nova linha nacionaliza peças de alta tecnologia

O diretor de vendas da Freudenberg-NOK América do Sul, Rodrigo Vilela, conta que, inicialmente, a nova unidade irá localizar itens atualmente fornecidos pelas plantas da Europa. “Iniciaremos com um projeto de nacionalização em parceria com um grande cliente mundial, fabricante de semieixos. A produção no local nos permitirá crescer em participação no cliente atual e conquistar novos clientes no Brasil e América do Sul”, conta o executivo.

Sobre a Freudenberg-NOK / Grupo Freudenberg:  Freudenberg-NOK é uma joint venture formada pela união da alemã Freudenberg com a japonesa NOK. Atua com as unidades de negócios Freudenberg-NOK, Simrit, Corteco e Dichtomatik nos mais diversos segmentos, como o automotivo, industrial e reposição. Especializada no desenvolvimento e produção de retentores, o-rings, vedações hidráulicas e pneumáticas, a Freudenberg-NOK integra a Unidade de Negócios de Tecnologia em Controle de Vibração e Vedação, que emprega mais de 24 mil pessoas em todo o mundo e, em 2011, obteve um faturamento global acima dos € 3,4 bilhões. Presente no Brasil desde 1973, a Freudenberg-NOK possui unidade fabril em Diadema (SP), onde emprega cerca de 500 pessoas. Além de atender a todas as montadoras e principais indústrias do país, exporta para a América Latina, Estados Unidos e Europa.

O Grupo Freudenberg, de origem alemã, atua nos segmentos de vedação, controle de vibrações, não tecidos, lubrificantes especiais, agentes desmoldantes, filtração, dentre outros. Emprega mais de 37 mil pessoas em 58 países, com um faturamento anual acima de € 6,32 bilhões. No Brasil, está presente com seis empresas: Freudenberg-NOK, Freudenberg Não Tecidos, Klüber Lubrication, EagleBurgmann, Chem-Trend e SurTec; desde julho de 2012, atua também por meio da joint venture TrelleborgVibracoustic.

Fonte: ADS / Grupo Freudenberg

Curta nossa página no

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: