Romi investe em linha de baixo consumo energético e lança modelo de aplicação em PVC na Feiplastic

Na primeira edição da Feira Internacional do Plástico, empresa apresenta novas soluções tecnológicas para a cadeia produtiva dos clientes

Empresa líder no setor brasileiro de máquinas para plásticos, a Indústrias Romi S.A. participou da 1ª Feira Internacional do Plástico, Feiplastic 2013, entre os dias 20 e 24 de maio, no Parque Anhembi, em São Paulo. A companhia apresentou no evento quatro novos equipamentos, que refletem a preocupação com o baixo consumo energético. Atenta às necessidades do mercado, a Romi expandiu a linha EN, com as injetoras ROMI EN 380 PVC e ROMI EN 450. Investiu na série EL, com a injetora ROMI EL 75, e para o mercado de sopro apresentará a nova linha ROMI C 5TS com Sistema IML. Além desses lançamentos, outro destaque na feira foi a sopradora ROMI PET 230.

Como empresa brasileira líder no setor de máquinas-ferramenta, além de importante produtora de fundidos e usinados, a Romi investe 4% de seu faturamento líquido em pesquisa e desenvolvimento, o que possibilita a renovação anual de seu portfólio.

Para William dos Reis, diretor de Máquinas para Plástico, a perspectiva de novos negócios é ampliada com a exposição na feira. “Estamos ansiosos com a Feiplastic, pois entendemos que esses novos equipamentos vão facilitar o processo industrial de nossos clientes. Focamos na ideia de oferecer produtos com a mais alta tecnologia e confiabilidade, com destaque para a nova injetora ROMI EN 380 PVC, equipamento que desenvolvemos para o setor de construção civil e que durante a feira vai injetar conexões”.

As linhas de máquinas ROMI EN e EL atendem aos requisitos de economia de consumo energético e matéria-prima, por conta da maior precisão de movimentos. “Destacamos ainda o alto nível de precisão dos equipamentos, que contam com movimentos independentes, acionados por servomotores, que são ‘energizados’ somente durante o efetivo movimento”, diz Reis.

A sopradora ROMI C 5TS dispõe de projeto hidráulico de alta performance e novo conceito de cabeçotes, com múltiplas zonas de aquecimento e fluxo otimizado. Ela é destinada à fabricação de frascos com até 5 litros para as indústrias de embalagem em geral. Já a sopradora automática ROMI PET 230 pode produzir até 2.500 frascos por hora, com até 3 litros de capacidade volumétrica, e tem como diferencial alimentação e extração automáticas. A máquina atende à fabricação de garrafas PET para as indústrias de alimentos, bebidas e produtos de higiene e limpeza.

Com um dos maiores estandes, localizado na rua K/L, a Romi pôs à disposição de todos os clientes produtos de alta tecnologia, qualidade e confiabilidade, além de orientação técnica de sua equipe de vendas para a melhor aplicação em máquinas para plástico. Os clientes também contaram com a opção do Finame, financiamento disponível para empresas brasileiras, com taxa de juros de 0,25% ao mês. Todos os equipamentos Romi em exposição estiveram ligados para maior interatividade com os visitantes da Feiplastic.

Fonte: Romi

Curta nossa página no

Anúncios

Tags: , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: