Consumo de plástico registra crescimento de 8,5% em 2012

R$ 59 bilhões foi o total do consumo de transformados plásticos em 2012, equivalente a um aumento de 8,5% em relação aos R$ 54,4 bilhões do ano de 2011, segundo informações da Associação Brasileira da Indústria Plástica (Abiplast). Em relação à produção do segmento de plásticos no ano passado, houve uma queda de 0,43%, influenciada principalmente pelos resultados negativos no setor de laminados plásticos (-6,71%). O setor de embalagem plásticas recuperou-se no quarto trimestre, encerrando 2012 com uma alta equivalente a 0,43%. Registrando um crescimento de 1,88%, o setor de artefatos plásticos diversos foi o que mostrou melhor desempenho no ano. Os preços do segmento de plásticos aumentaram 5,75% no ano de 2012, valor inferior ao dos índices de preços ao consumidor – IPCA e INPC.

Os empresários da indústria de transformados plásticos tem se mostrado otimistas, porém em um grau menor do que os da indústria em geral, segundo pesquisa de opinião da Confederação Nacional da Indústria (CNI). “É uma situação atípica, uma vez que na maior parte da série histórica o setor plástico é mais positivo em relação ao ambiente de negócios”, afirma o presidente da Abiplast, José Ricardo Roriz Coelho. “Espera-se um resultado bom em relação à demanda para os próximos meses, mas sem muita euforia”.

A produtividade do segmento de plásticos também registrou uma queda de 4,9% em 2012, em relação a janeiro, apesar de ter apresentado tendência de alta até meados de setembro. Em função disso, as contratações de pessoal aumentaram em agosto de 2012, mas não houve aumento na produção nos meses seguintes. O segmento criou 3.744 novos empregos formais no acumulado de 2012, incorporando 355 mil trabalhadores, o que representa um aumento de 1% em relação a 2011. Esses números indicam que a indústria de transformados plásticos criou 12% de todo o emprego gerado no Brasil em 2012.

Balança comercial negativa

Houve uma queda de 20% no resultado da balança comercial em relação a 2011, acumulando um deficit de US$ 2,25 bilhões. As exportações caíram 11%, reduzindo-se de US$ 1,5 bilhão para R$ 1,3 bilhão. As importações, por sua vez, aumentaram 6%, totalizando US$ 3,6 bilhões, aproximadamente US$ 200 milhões a mais que em 2011.

Fonte: Abiplast

Curta nossa página no

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: