Think Plastic Brazil participa de feira Home & Housewares nos EUA

Os Estados Unidos são, disparados, o maior consumidor de produtos plásticos do mundo. Com um consumo per capita de 90 quilos por pessoa/ano, lideram o ranking de oportunidades para o setor. Diante de um mercado tão grande, as oportunidades para os exportadores brasileiros são latentes na maior feira da categoria, a International Home + Housewares, de Chicago, que este ano acontecerá de 2 a 5 de março. Para os brasileiros, fazer negócios com este imenso mercado é é um grande passo para a internacionalização da empresa.

Responsável pelo setor de Inteligência de Mercado do Think Plastic Brazil, Maitê Ornelas está aprofundando estudos sobre os EUA e projeta um cenário muito positivo para os brasileiros dentro desta feira. “O Brasil ocupa hoje a segunda posição no ranking de oportunidade de varejo global, o único país de destaque da América Latina, perdendo apenas para a China.” Ela afirma que fará uma prospecção de mercado com o objetivo principal de validar informações de oportunidades para o Brasil nos Estados Unidos.

Think_Plastic_BettaninBettanin: O Grupo Bettanin, líder no mercado de produtos de limpeza doméstica, com mais de 240 milhões de peças produzidas anualmente, começou sua prospecção com o mercado americano há quase vinte anos. Para a empresa, foi importante conhecer cada detalhe do público americano ao longo do tempo, para, hoje, fincar cada vez mais a bandeira no país e desenvolver novos negócios com o resto do mundo.

“Os EUA não respondem só por volume, mas trazem uma vitrine. Se você vai bem lá, ele te traz muitas oportunidades depois em outros negócios. A empresa passa a ser referência e modelo dentro da sua área de atuação. O americano tem um consumo muito elevado e estabelecer negócios com eles é uma verdadeira escola”, comenta Elias Kerpen, da área de  vendas internacionais do Grupo Bettanin.

Por esse motivo a participação na Housewares se repete há oito anos e continua sendo tão necessária. A  prospecção na área de inteligência, que acontece pela primeira vez, vai levantar informações qualitativas da economia, a percepção dos americanos acerca de produtos brasileiros. E, complementarmente, a aproximação com o SECOM do Consulado do Brasil em Chicago, a parceria continuada do CN Apex-Brasil Miami, o seminário pré-feira, as visitas técnicas e as novas parcerias no país também farão parte do pacote.

Neste contexto, a experiência da Bettanin é ilustrativa. Ano passado, em uma das prospecções com um gerente de compras de uma rede mexicana de supermercados, a empresa brasileira conseguiu fechar um grande negócio seis meses depois. “Durante a feira realizamos o primeiro contato, quando conheceram os nossos produtos. Depois, na metade do ano, o gerente da empresa veio ao Brasil e o convidamos a conhecer toda a nossa estrutura. Logo depois viajamos para o México e fechamos dois contêineres para atender 52 lojas de supermercado daquele país”, diz Kerpen. Como se vê, a vitrine está à espera dos exportadores.

Fonte: Boletim Think Plastic Brazil

Curta nossa página no

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: