Braskem lança nova resina EVA para o segmento calçadista

Inédito no mundo, o produto simplifica o processo de confecção, trazendo maior produtividade e oferecendo uma solução mais sustentável para os clientes

A Braskem, líder em produção de resinas termoplásticas nas Américas e maior produtora mundial de biopolímeros, acaba de lançar uma resina inédita no mundo, direcionada ao segmento calçadista. A nova resina de EVA (copolímero de etileno e acetato de vinila) permite a confecção mais rápida e sustentável dos sapatos, extinguindo o processo de cura na colagem de solas, o que elimina a emissão de ozônio e reduz em até 26% o custo desta etapa de produção. O lançamento integra o portfólio do selo Braskem Maxio®, criado para identificar resinas que oferecem uma maior eficiência à cadeia do plástico e reduzem o impacto ambiental no processo de transformação.

Nesse segmento, a colagem das entressolas à base de EVA é uma etapa importante do processo, pois a durabilidade de um calçado está diretamente vinculada à qualidade de aderência dos seus componentes após o processo de cura. A resina VA3010A, desenvolvida pela Braskem, permite que o processo de colagem ocorra sem a necessidade da etapa de cura U.V. (irradiação de luz ultravioleta). Esta inovação dispensa a utilização do equipamento de cura ultravioleta, que exige constante manutenção e controle de processo, e ainda é emissor de ozônio, um gás nocivo à saúde humana e ao meio ambiente. Além disso, com a nova resina, há redução no consumo de energia no processo produtivo, tornando a confecção dos calçados mais segura e o processo mais sustentável.

A economia gerada com esta inovação na indústria calçadista pode proporcionar uma redução de custo de até 26% na etapa de colagem do processo produtivo do calçado, além de permitir designs mais diferenciados na confecção da entressola. O tamanho desta redução dependerá do tipo de calçado e da configuração de cada linha de produção. A nova resina possibilita ainda ganho na qualidade dos solados, o que resulta na redução da devolução de calçados por conta de defeitos, e por consequência custos ainda menores aos transformadores.

Para alcançar este resultado, foi desenvolvido junto com a empresa Killing (www.killing.com.br), parceira da Braskem, um novo primer aplicado a frio que complementa a colagem da resina em diferentes substratos como borracha, PVC e couro sintético, substituindo a solução com o primer antigo. A solução baseia-se em um conceito em que os dois novos componentes são necessários para a aderência, tanto o EVA, quanto o primer, sendo esta tecnologia patenteada.

“Esta nova resina trará maior competitividade para o setor calçadista, que no Brasil foi responsável pela confecção de mais 800 milhões de pares em 2011. A resina VA3010A é resultado do trabalho que temos feito em nosso Centro de Tecnologia e Inovação para identificar tendências e encontrar soluções inteligentes para contribuir com os desafios dos nossos clientes”, destaca Edison Terra, diretor de Polietileno da Braskem.

“Estimamos atingir 60% do mercado nacional nos dois primeiros anos de atuação. Esse desenvolvimento é mais um exemplo do comprometimento da Braskem na busca contínua por inovações e por oferecer soluções sustentáveis aos clientes, alinhadas com a visão de tornar líder mundial em química sustentável até 2020”, afirma Terra.

Fonte: Braskem

Curta nossa página no

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: