Bayer MaterialScience apresenta soluções sustentáveis durante a feira Feiplar Composites & Feipur 2012

Durante o evento, a empresa também comemorou o 75º aniversário do Poliuretano

Sempre focalizada em oferecer ao mercado soluções ligadas à Sustentabilidade, a Bayer MaterialScience levou à Feiplar Composites & Feipur 2012 suas iniciativas voltadas à preservação do meio ambiente. Durante a feira, que aconteceu entre 6 e 8 de novembro, no Expo Center Norte (SP), a multinacional alemã apresentou produtos como o Baytherm® Microcell e o RIM Bayflex® Lightweight, além de seus esforços para a produção “verde” de poliuretanos – projeto que recebeu o adequado nome de “Produção dos Sonhos”.

Um dos destaques da Bayer MaterialScience no evento, o Baytherm® Microcell é um sistema de poliuretano para a produção de espuma rígida usada como isolante térmico em refrigeradores. A novidade pode ser processada utilizando as tecnologias já existentes e cumpre as demandas do mercado por maior eficiência energética.

A espuma obtida com o Baytherm® Microcell possui células 40% menores que as soluções convencionais, o que resulta na redução na condutividade térmica em até 10%. A solução pode beneficiar não somente os consumidores finais por conta da economia de energia, mas também aumentar a produtividade dos fabricantes de refrigeradores e reduzir o custo por unidade devido à sua excelente capacidade de desmoldagem e fluidez.

Já o novo sistema de poliuretano RIM Bayflex® Lightweight é processado utilizando a tecnologia PU RRIM possibilitando a redução em até 30% o peso das peças externas dos veículos. Com uma densidade de apenas 0,9kg por litro, o material é mais leve que a água e sua utilização permite uma redução considerável no consumo de combustível e nas emissões de CO². Além dos automóveis, o RIM Bayflex® Lightweight também pode ser aplicado em peças para caminhões, ônibus, trens, aviões e navios.

Outro destaque foi a “Produção dos Sonhos”, projeto que utiliza o dióxido de carbono (CO2) como matéria-prima para a produção de poliuretanos e dá finalidade para o resíduo que é um dos principais causadores do efeito estufa. Em cooperação com parceiros da indústria e do meio acadêmico, a empresa desenvolveu um método de utilização do CO2 para o processo de síntese e para a sua incorporação na espinha dorsal do polímero. Isto resulta nos polióis policarbonatos poliéteres que a empresa agora também desenvolveu para o uso em produtos de espuma flexível, como colchões. O uso do dióxido de carbono como matéria-prima abre novas possibilidades para a redução do uso de petróleo e seus derivados.

Poliuretano: 75 anos de inovação

O 75º aniversário da invenção do Poliuretano, uma das criações mais inovadoras do século XX, também será lembrado pela Bayer MaterialScience em seu estande. Durante os três dias da feira, os visitantes que passarem pelo espaço da empresa conhecerão um pouco mais sobre a história do Poliuretano e suas aplicações no mundo moderno.

Sobre a Bayer MaterialScience

Com vendas de 10,8 bilhões de Euros em 2011, a Bayer MaterialScience está entre as maiores empresas de polímeros do mundo. Os principais segmentos atendidos são o automotivo, eletroeletrônicos, construção e as indústrias de lazer e esportes. No final de 2011, a Bayer MaterialScience tinha 30 fábricas, reunindo 14.800 colaboradores em todo o mundo. A Bayer MaterialScience é uma divisão de negócios do Grupo Bayer.

Fonte: Jeffrey Group / Bayer Material Science

Curta nossa página no

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: