Distribuidores de resinas registram queda nas vendas no primeiro semestre

 Desempenho do primeiro semestre de 2012 no mercado de resinas revela que distribuidores têm menor participação de mercado desde 2009

Levantamento realizado pela Maxiquim a pedido da ADIRPLAST (Associação Brasileira dos Distribuidores de Resinas e Bobinas Plásticas de BOPP e BOPET) mostra que,  no mercado de PP e PEs, a demanda doméstica dos primeiros seis meses de 2012 foi de 1.836 toneladas, consumo 2,8% maior, quando comparado ao do primeiro semestre de 2011. Mas, apesar desta alta na demanda, a participação da distribuição nos últimos anos neste mercado diminuiu, ficando neste primeiro semestre em 10,5% do montante distribuído.

Em volume, esse primeiro semestre para os distribuidores mostra queda total de 9,1%, quando comparado ao primeiro semestre de 2011. Comparados com anos anteriores, o primeiro semestre deste ano foi o menor, desde 2009. A queda é puxada pelos segmentos de PEs e PP. Já os mercados de PS, PVC e Especialidades apresentaram altas.

Essa queda foi sentida no faturamento, que exibiu, neste semestre,   um decréscimo superior a  5%  em relação ao mesmo período do ano passado.  A previsão é de se fechar o ano com volume 8,1% menor que o do ano anterior. Já no faturamento essa queda deve ser de aproximadamente 5%.

Plásticos de Engenharia

Se para o mercado de PP e PEs na distribuição passa por um momento delicado, o de plásticos de engenharia mostro-seu mais positivo. Das mais de 27 mil toneladas comercializadas pelos distribuidores neste primeiro semestre, o grupo ABS e San foi o responsável por mais de 50%. Esse dado comprova a boa fase pela qual passam esses plásticos. No ano passado, o mercado de San foi de 14.103 toneladas, 20% delas distribuídas por associados da ADIRPLAST.

 Em outro estudo, encomendado pela entidade para a empresa de consultoria Strategia Gestão Empresarial, o aumento do consumo aliado à inovação através da substituição de materiais tradicionais e ao aumento da produção brasileira, graças aos incentivos governamentais, impulsionarão ainda mais o crescimento do mercado. A Previsão é de que o crescimento no volume de vendas de especialidades seja de 6.6% ao ano até 2017.

Mercado de BOPP e BOPET

O estudo da Strategia analisou ainda o mercado de BOPP e BOPET. A boa notícia é que os filmes de BOPP têm apresentado um crescimento médio anual de 6% e a tendência é que continuem crescendo em torno de 5% nos próximos anos. “O crescimento médio mundial esperado é de 7% ao ano, com maiores destaques para China, Índia e Oriente Médio, com novas capacidades produtivas em operação desde 2009”, destacaram os consultores.

No mundo, a demanda total de BOPP está na casa das 5,8 milhões de toneladas por ano. O Brasil corresponde a aproximadamente 2,5% deste volume. Por aqui, o consumo per capita ainda é baixo quando comparado ao resto do mundo.

Fonte: Baião de 3 – Adirplast

Curta nossa página no

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: