Braskem-Idesa anuncia atualizações sobre projeto de polietileno no México

Financiamento do IFC é aprovado, Manifesto de Impacto Ambiental de SERMANAT (Ministério do Meio Ambiente e Recursos Naturais) é outorgado e obras de construção civil e eletromecânica são iniciadas

A joint venture Braskem Idesa anuncia que no dia 17 de maio, o Conselho de Administração do International Finance Corporation (IFC), organismo que pertence ao World Bank Group, aprovou um crédito no valor de US$ 300 milhões para financiar a construção. Esses recursos, juntamente com o montante de US$ 300 milhões já aprovados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no mês de abril, será parte de um empréstimo de tipo “A Loan” por US$ 600 milhões. Neste credito será adicionada uma quantidade suportada pelo IFC e BID de US$ 600 a 750 milhões como crédito “B Loan”, onde participam os bancos comerciais, que estão em seus processos de aprovação finais, e US$ 600 milhões, aprovados pelo departamento de crédito italiano – SACE. O grupo de instituições financeiras também será feito pelo banco de desenvolvimento do Brasil e do México com o BNDES, Bancomext e Financiera Nacional (estes estão em fase final de aprovação), entre outros.

O empréstimo se outorgará a BRASKEM IDESA SAPI, a joint venture formada pela Braskem S.A. e o grupo mexicano IDESA com o propósito de construir e operar uma planta que terá capacidade de 1 milhão de toneladas anuais de polietilenos, através da construção de um cracker de etano e três plantas de polietileno (duas de Polietileno de Alta Densidade e uma de Baixa Densidade).

Outro evento de relevância é que no dia 17 de maio o projeto recebeu o Resolutivo de MIA (Manifestação de Impacto Ambiental) pela Secretaria (Ministério) do Meio Ambiente e Recursos Nat Urias do Governo Federal Mexicano (SEMARNAT), o qual permite o início das obras de construção civil e eletromecânica, e, posteriormente, a operação do complexo petroquímico.

Com o aval da Resolutiva de MIA e as outras autorizações necessárias, as obras de construção começaram dia 18 maio, o que garante que o Projeto Etileno XXI continua em curso dentro do cronograma previsto.

O Projeto Etileno XXI está situado no município de Nanchital, no estado mexicano de Veracruz. Está previsto que durante a sua construção, o número de trabalhadores seja de mais de 9.000, além de outros 3.000 empregos diretos e indiretos quando as operações comecem, em 2015. Este projeto é um apoio à estratégia do governo mexicano para impulsionar a competitividade do setor petroquímico e do crescimento industrial e regional.

O polietileno é um insumo básico na fabricação de uma ampla variedade de produtos das seguintes indústrias: construção, automotiva, eletrônica, eletrodoméstica, agrícola, de alimentos e bebidas, e, principalmente, de embalagens e recipientes.

Fonte: Braskem

 

Curta nossa página no

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: