Edra Equipamentos desenvolve caixa eletrônico sustentável.

Projeto Banco Contemporâneo também se destaca pela preocupação com a acessibilidade

A Edra Equipamentos (www.edraequipamentos.com), fabricante de cabinas, totens e diversos itens de comunicação visual, desenvolveu um produto que promete chamar a atenção pela apresentação e, principalmente, pelo caráter sustentável. Especializada em fornecer diversos tipos de soluções para o setor bancário, a empresa criou uma cabina de autoatendimento – ou caixa eletrônico – cujas matérias-primas são ambientalmente amigáveis.

Intitulada Projeto Banco Contemporâneo, a novidade levou cerca de um ano para ser concluída e consumiu pouco mais de R$ 500 mil, calcula Jorge Braescher, presidente da Edra Equipamentos. “Depois das pesquisas com diversos bancos e cerca de quinhentos usuários, definimos o conceito da cabina e promovemos um concurso entre vários arquitetos para a escolha do design. A seguir, fechamos alguns acordos com os fornecedores das matérias-primas”.

As paredes e o teto da cabina são de materiais compósitos. Porém, ao invés de empregar resinas convencionais, oriundas do petróleo, a Edra Equipamentos selecionou um polímero derivado parcialmente de fontes renováveis, como plantas oleaginosas, produzido pela Elekeiroz S.A. “Para fabricar essa resina, a Elekeiroz ainda reutiliza polímeros pós-consumo como, por exemplo, garrafas PET”. O piso também é sustentável: de madeira plástica, é composto por mais de 90% de resíduos de embalagens descartadas.

Para reduzir o consumo de energia elétrica da cabina, a Edra Equipamentos optou pela instalação de painéis solares fotovoltaicos, que alimentam lâmpadas LEDs, bem mais potentes e econômicas. “Mas, durante o dia, a iluminação natural é garantida por um sistema denominado Solatube, que capta e difunde a luz no ambiente”, observa. O ar condicionado escolhido – é fabricado pela Midea Carrier – apresenta consumo médio de 7.000 BTUs, menos da metade dos aparelhos comuns. “Ajudou na redução dessa necessidade de energia para resfriar a cabina o uso de filmes especiais da 3M, que impedem a passagem de mais de 80% dos raios infravermelhos”.

Outra novidade proposta pelo Projeto Banco Contemporâneo é o “telhado verde”. Com a instalação, na parte superior, de um coletor de água da chuva é possível cultivar coberturas vegetais. “Além dos ganhos estéticos, essa alternativa melhora o conforto térmico e acústico dos usuários”. A cabina ainda pode ser fornecida com diversos acessórios ambientalmente amigáveis, como lixeiras feitas de fibras naturais e detalhes arquitetônicos produzidos com vidro reaproveitado.

 Acessibilidade

Amiga do meio ambiente, a nova cabina também respeita os usuários com necessidades especiais de locomoção. Mais do que atender plenamente à norma NBR 9050, que determina o grau de acessibilidade dos mobiliários urbanos, o produto da Edra Equipamentos conta com porta automática e rampa de acesso, itens que não fazem parte dos caixas eletrônicos comuns.

Todos esses diferencias, avalia Braescher, justificam um preço entre 20% e 30% superior ao das cabinas em operação hoje em dia. “Estamos propondo aos bancos um conceito totalmente inédito, que se destaca por respeitar o meio ambiente e as pessoas”. No momento, a Edra Equipamentos negocia com algumas instituições financeiras o fornecimento do produto. “A fabricação em larga escala está prevista para começar em junho”, completa.

Fonte: SLEA Comunicação

Anúncios

Tags: , ,

Uma resposta to “Edra Equipamentos desenvolve caixa eletrônico sustentável.”

  1. João Albiere Says:

    Ótima ideia ! Parabéns pela iniciativa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: