Barreiras portáteis de PVC são utilizadas para isolamento acústico na Alemanha.

Muitas pessoas se sentem incomodadas com o barulho constante proveniente do tráfego rodoviário, aéreo e ferroviário. De acordo com uma pesquisa realizada com 2.000 adultos pela Agência Federal de Meio Ambiente da Alemanha (UBA), 60% da população acha o tráfego das vias em sua vizinhança muito perturbador. Ao mesmo tempo, o barulho causado por eventos temporários, tais como, construções, shows ao ar livre e eventos esportivos está se tornando cada vez mais insuportável. Sistemas de isolamento acústico produzidos com laminados de PVC trazem bons resultados para esse tipo de situação.

Barreiras acústicas instaladas ao longo de estradas, sistemas de janelas de plástico à prova de som e fachadas com bom isolamento provaram ser soluções eficazes quando o barulho torna-se um problema.  A redução do barulho causado por eventos temporários que não representam um incômodo sério não é fácil. Por exemplo, no passado já se recorreu a paredes plásticas leves, colchões de fibra mineral, e sacos de lona recheados com areia, mas essas soluções não são tão simples nem práticas. Há uma grande procura por produtos simples, flexíveis e de baixo custo. Schew-Ram Mehra, professor de acústica na Universidade de Stuttgart, Alemanha, junto com especialistas na área do Institute for Building Physics (IBP) conseguiram resolver o problema. Como parte de um projeto de pesquisa de muitos anos, eles examinaram vários sistemas de proteção acústica, dentre eles barreiras acústicas infláveis produzidas com tecido de poliéster revestido de PVC.

Leve e flexível

Originalmente, as barreiras acústicas ultraleves funcionam utilizando laminados como os utilizados nos colchões de ar. Os laminados de PVC, de várias formas e tamanhos, compõem peças com um design versátil, que podem ser facilmente infladas com a utilização de um compressor. O bloqueio do som da cápsula de duas válvulas pode ser adaptado conforme a forma escolhida, a disposição, e o número de câmeras de ar. Além disso, a absorção do som pode ser controlada pela textura da superfície exterior e a pressão de ar dentro da cápsula. Dessa forma, o sistema pode ser adaptado a diversas intensidades de barulho.

Tão bom quanto concreto

As barreiras acústicas portáteis foram submetidas a diversos testes em várias áreas de construção. Os resultados foram surpreendentes. ‘Nossa membrana protege tão bem quanto as grossas barreiras de som feitas com concreto, e são muito, mas muito mais leves’, afirma o professor Mehra. A estrutura de duas válvulas gera um gradiente de isolamento acústico de aproximadamente 20 decibéis e devido a sua leveza é facilmente montada e desmontada. É uma grande vantagem se tratando de fontes de barulhos temporárias, quando são necessárias soluções econômicas, rápidas e flexíveis.  Por essa qualidade esse sistema de redução de barulho recebeu o Prêmio ‘Landmarks in the Land of Ideas’ na Alemanha. O fabricante, a CENO Membrane Technology, é uma cooperativa e parceiro licenciado do Instituto Fraunhofer. Convencida das vantagens oferecias pelo seu sistema ultraleve, a empresa comercializa desde 2008 o sistema em módulos. Porém existem inúmeras possibilidades.

Olhando para o futuro

O futuro desenvolvimento de estruturas infláveis para atender totalmente as áreas de construção ou outras fontes temporárias de barulho é possível. Essa é uma área com grande potencial para inovação (http://www.ibp.fraunhofer.de/akustik).

Fonte: Instituto do PVC (adaptação do original da PVC TODAY (Winter 2010))

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: