ABMACO mostrará avanço tecnológico do Brasil na JEC Composites

Espaço da Associação Brasileira de Materiais Compósitos na feira francesa será dedicado à apresentação de dezenas de peças

Com o objetivo de fortalecer a imagem da indústria brasileira e, dessa forma, gerar oportunidades de negócios em âmbito mundial, a Associação Brasileira de Materiais Compósitos (ABMACO) elaborou um inédito (e agressivo) plano de participação na JEC Composites, feira que acontece em Paris, entre 29 e 31/03 – é a maior do gênero em todo o mundo.

No espaço de 54 m² intitulado “Ilha Brasil de Compósitos”, a ABMACO reunirá algumas peças que evidenciam o avançado estágio tecnológico do setor que representa. Poste de energia elétrica, pá eólica, tubo para saneamento, mobiliário urbano, componentes usados em plantas petroquímicas e diversas autopeças fazem parte das atrações reservadas para a feira de Paris.
Produzidas por Cogumelo, Edra, Edra Equipamentos, MVC Soluções em Plásticos/Pôle de Plasturgie, Petrofisa, Piatex e Tecnofibras, as peças foram selecionadas pela ABMACO a partir de critérios como índice de inovação e viabilidade comercial.

“Estamos vivendo um período de mudanças, novos mercados estão sendo descobertos, outros reinventados, e o Brasil terá um papel de extrema relevância nesse novo cenário. Por is so, o conceito d o nosso projeto na JE C Composites é o de expor soluções de alto desempenho e processos diferenciados, com o intuito de evidenciar a capacidade e a tecnologia dos transformadores brasileiros”, afirma Gilmar Lima, presidente da ABMACO.

Além de apresentar as peças, a ABMACO lançará na feira o livro Brazilian Composites Market. A publicação traz um completo levantamento do mercado brasileiro de compósitos, bem como exemplos de aplicações do material e dados acerca da sua sustentabilidade, entre outros temas. A associação ainda produzirá um boletim eletrônico diretamente da JEC Composites, que será complementado por informações postadas no seu novo canal de comunicação, o Twitter.

Para viabilizar esta aç ão internacional, a ABMACO contou com o apoio das seguintes empresas investidoras: Edra Equipamentos, Elekeiroz, LORD, Morquímica, MVC Soluções em Plásticos, Piatex, Polinox, Purcom, Owens Corning e Reichhold.

Mercado aquecido
O mais recente levantamento de mercado da Maxiquim, empresa contratada pela ABMACO, indica que a receita do setor brasileiro de compósitos em 2010 cresceu 15,1%, totalizando R$ 2, 584 bilhões. O cons umo de matérias-primas no período foi de 205.000 toneladas, o que representou uma evolução de 11,8%. O número de empregos apresentou alta de 3,3%, perfazendo 73.600 vagas.

Para 2011, a Maxiquim projeta um faturamento de R$ 2,788 bilhões (+7,9%) e um consumo de 211.000 toneladas (+3,2%). O número total de empregos estimado é de 74.900 (+1,7%).

Fonte: ABMACO / Slea Comunicação

Tags: , , , , ,

Uma resposta to “ABMACO mostrará avanço tecnológico do Brasil na JEC Composites”

  1. Artur Says:

    Gostaria de trabalhar com a produção de agarras de escalada (escada indor)> Quias os cursos que devo fazer ou quais livros comprar. Vocês dão cursoso pelo Nordeste ?.
    Atenciosamenre, Artur.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: